Vanguard News Network
VNN Media
VNN Digital Library
VNN Reader Mail
VNN Broadcasts
Local Blogs
Miscellaneous


Go Back   Vanguard News Network Forum > News & Discussion > Europe + > Portugal & Brazil!
Register Multimedia Blogs Search Today's Posts Mark Forums Read

Reply
 
Thread Display Modes Share
Old January 17th, 2012   #1
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default Informativo para interessados na LEGIÃO ESTRANGEIRA

O QUE É A LEGIÃO
Como uma parte integrante do exército francês, a legião estrangeira francesa é uma unidade de combate profissional que usa o mesmo equipamento e com as mesmas missões como qualquer outra infantaria, tanque, ou unidade de engenharia do exército francês. Os legionários são voluntários de qualquer nacionalidade, raça ou credo, sempre pronto para servir a França

Homens de ação e soldados de elite com um espírito jovem e dinâmico, eles são capazes de fazer em qualquer lugar a qualquer hora o dever deles.

Com um soldo de € 1056 (mil e cinquenta e seis euros). Lembre-se que o Euro está acima do Dolar.

Para ser um legionário, o candidato tem que estar em ótimas condições físicas, psicológicas e de saúde.
Qualquer uma destas etapas, podem deixar o candato inapto para o serviço na Legião.
A seleção está muito rigorosa e até o que você fala na intrevista pode ser prejudicial.

Trocando em miúdos e falando facilmente para o entendimento a todos.

A Legião Estrangeira é um EXERCITO como outros tantos de tantos paises, é uma Tropa de Elite que faz parte paralela ao exercito comum francês, mas seu maior diferencial é que ela aceita estrangeiros. Homens e somente homens, vindos de toda e qualquer parte do mundo, não importando sua classe social, sua cor, sua raça, sua religião.

A Legião esta ao serviço da França, que PAGA o salário desses soldados. A Legião Estrangeira, em primeiro lugar defende os interesses da França e em segundo atua em missões de paz e de intervenções pela ONU e OTAN, mas como tropa Francesa.

CONDIÇÕES PARA ENGAJAR-SE

A seleção é feita unicamente na França.
Não adianta se apresentar na Guiana Francesa, ao norte do Brasil, pois apesar de ser muito mais perto e fácil para se chegar, sabendo-se que a Legião tem um quartel lá, que é o 3ºRE (Terceiro Regimento Estrangeiro), o qual sua especialidade é combate em floresta equatorial, pois eles lhe dirão, que Você deverá ir para a França.
O Trajeto de ida e volta (eventualmente) é a cargo do candidato, a Legião não vai pagar para você ir para lá.

Ser Homem entre 18 e 40 anos.
Mulheres não são aceitas na Legião Estrangeira
Não se iludam. Pois já houve, e ainda há, casos de existência de homossexuais na legião também, assim como candidatos com menos de 18 anos que com a autorização dos pais conseguiram entrar e outros com mais de 40 anos, os quais suas especializações na vida civil lhe garantiram uma vaga.

Candidatos com 17 anos, também poderão ser aceitos, mas é necessária uma autorização dos parentes responsáveis, e é uma enorme burocracia para se ter uma autorização dos parentes certificada pela embaixada francesa, feita lá na França ou enviada via correio.
Um verdadeiro SACO arrumar tudo isto. Na minha forma de ver, é melhor um candidato aos 17 anos continuar uma boa preparação, já que um ano passa rápido e ir assim que completar seus 18 anos, sem precisar maiores burocracias, estando bem preparado, física e psicologicamente.

O candidato deve estar com um documento de identidade valida no exterior (Passaporte)
Nenhum outro documento do tipo RG, CPF, Reservista, Titulo de Eleitor, Certidão de Nascimento, Carteira de Motorista e ou ainda Diplomas e Certificados de Escolaridade, Conclusão de Cursos seja qual for, NÃO vale a pena levar, pois não vale nada e ainda pode se perder, sujar, rasgar ou se danificar por lá. Só o Passaporte valido para no mínimo 3 meses é o que se deve ter em mãos. Digo no mínimo 3 meses pois é o tempo que pode ficar na França SEM Visto, como turista e ainda é tempo mais do que suficiente para se apresentar e fazer todos os testes seletivos e saber se foi aceito ou não.
Não é necessário para os brasileiros tirar visto para a França, mas ao se apresentar no aeroporto de embarque para a França no posto da Policia Federal é melhor dizer que esta indo a passeio (Turismo), logicamente com passagem de ida e volta.
Isso poderá ser bem útil, no caso de ser reprovado nos testes e ainda levanta muito menos a desconfiança no serviço de Imigração e perante a Policia Federal, de suas reais intenções.

Saiba que pelas leis nacionais brasileiras é proibido um brasileiro servir em qualquer força armada estrangeira.

Os Homens casados que forem aceitos serão engajados como solteiros, pois a Legião não quer que nenhuma mulher venha bater em suas portas com filhos nos braços pedindo ajuda. O candidato casado que for aceito, certamente entrara para o quadro de engajado sob anonimato (veremos isto em outro tópico mais tarde).

Não é Necessário Saber Falar Francês, ou outro idioma qualquer além do seu idioma natal. Más é necessário que o candidato seja alfabetizado (saiba ler e escrever) em seu país.

O candidato deve estar apto e pré-disposto a servir em todos os locais onde a Legião o designar. Esta aptidão será testada e avaliada nos exames seletivos que ocorrem no 1ºRE – Primeiro Regimento Estrangeiro em Aubagne, que é uma cidade a 20kms da cidade de Marselha, no sul da França.

O Primeiro Contrato é de 6 meses, sei que todos dizem que o primeiro contrato é de 5 anos, vou explicar melhor isso adiante. Mas saibam que não podem pedir para assinar o primeiro contrato nem com menos e nem com mais de 5 anos. Procurem o tópico que diz “QUER SAIR ANTES DOS 5 ANOS”, para terem maiores esclarecimentos do que digo aqui. Mas o melhor mesmo é não ficarem pulando de tópico para tópico e sim, lerem ao doc por inteiro e chegarão neste ponto em seu devido tempo.

PARA A FRANÇA
NÃO é preciso saber falar Francês

O candidato deve se apresentar em um Posto de Informação da Legião Estrangeira (PILE) na França, em qualquer dessas cidades = (Aubagne, Bordeaux, Lille, Lyon, Marseille, Metz, Nantes, Nice, Paris, Perpignan, Reims, Rouen, Strasbourg, Toulouse),

Ou se apresentar diretamente no Quartel do 1ºR.E (1º Regimento Estrangeiro), na cidadezinha de Aubagne no sul da França, a uns 20 kms da cidade de Marselha.

O Posto de Informação da Legião Estrangeira em Paris, chamado PILE-NORTE, fica no Fort de Norjent é o mais comum para os brasileiros que desembarcam na França

Ao chegar ao Forte nem precisara saber falar francês, só precisa lhes entregar o Passaporte e eles lhe acolherão, lhe darão gratuitamente, alojamento e comida no período que ficar ali.
*
Segue abaixo o Endereço do posto da Legião para apresentação em Paris

Fort Norjent
94120 - Fontenay Sous Bois - France

Como Chegar ao Fort de Norjent
No aeroporto Chales de Gaulle em paris, pegar o Metro RER linha "B", descer na estação Châtelet e dali fazer baldeação para a linha do Metro RER e pegar a linha "A", na direção Boissy-St-lèger. Descer na ultima estação essa fica bem próximo do Fort Nogent.


Para apresentação direta no 1ºR.E. em Aubagne

Segue abaixo o Endereço do posto da Legião para apresentação em Aubagne.

1º Regiment Etranger
Quartier Vienot
BP 38 - 13998 Marseille armee - France

Como Chegar ao Quartier Vienot
No aeroporto Challes de Gaulle (Paris), pegar o RER linha "B", descer na estação Châtelet e pegar o RER linha "A", na direção Boissy-St-
Lèger. Descer na Gare de Lyon e comprar uma passagem de trem para Marseille. Chegando
na estação Saint Charles (em Marseille) pegar o trem em direção a Aubagne
dali ao quartel é uma boa caminhada, mas nada para um futuro legionário.
Em paris você tem 2 opções de trens para Marseille. O Trem comum, de preferência a noite, pois é mais barato, e ou o TGV (trem de Grande Velocidade), que custa mais caro, mas em 5 horas você já esta em Marseille, enquanto o outro comum leva em media o dobro, por isso é aconselhável pegá-lo a noite pois você pode dormir um pouco esperando a longa trajetória.

Se o candidato pensar em ir de Paris para Aubagne, terá que arcar com as despesas de Trem ate Marselha e depois ate a Aubagne. Por isso é bem melhor o candidato se apresentar no Fort Norjent, pois ficará ali, com alojamento, comida e roupa (agasalho esporte) dado, ou melhor emprestado pela própria Legião, que após conduzirá esse candidato ali presente ate o 1ºR.E. lá em Aubagne, sendo essa transferência paga pela Legião.

Não importa onde O CANDIDATO se apresente, (Paris, Bordeaux, Nice, Nime, etc) fará um exame pré-seletivo, em um hospital militar ou civil mesmo nessa cidade, na maioria das vezes é um exame medico pra ver se você já não tem algum problema medico, tipo visão e ou clinico geral, que não vale a pena lhe pagar passagem e tudo que vai anexo, para lhe enviar ate o 1ºRE em Aubagne pois será devido a tal problema encontrado lá mesmo recusado posteriormente no 1ºRE em Aubagne, e terão gasto dinheiro publico a toa. Entenda desde já que eles não vão gastar dinheiro com alguém que já ta por si só eliminado.

Ao se apresentar em qualquer um dos Postos de informação (PILE), vai aguardar que eles formem um grupo de X candidatos para serem encaminhados ao 1ºRE, mas sempre sai de cada PILE um grupo por semana indiferente ao numero de pessoas que se apresentarem naquele PILE. Mas pode ter certeza que nunca é menos de 5 pessoas.

Durante sua estadia nesse PILE fará serviços de limpeza e de organização e arrumação geral, coordenadas por um pessoal efetivado a sessão que estiver.

Só após os exames médicos preliminares realizados e somente para aqueles que obtiveram um parecer medico favorável irão ser encaminhados ao 1ºRE, guiados por um Sub Oficial da Legião (Sargento na maioria das vezes), e por conta da própria Legião. Normalmente é de Trem de segunda classe, aquele que rola a noite toda, mas ainda assim é muito melhor do que qualquer trem que você tenha viajado aqui no Brasil, e ainda de Graça (quem vai pagar essa viagem já é a própria Legião), e não tem do que reclamar, já que não estará procurando luxo nem comodidade.

Esse grupo formado e enviado para o 1°RE em Aubagne, ficará alojado em regime fechado no CSI (centro de seleção e incorporação), e ali recebera desde pasta de dente, escova, sabonete, toalha e cueca, até cama e agasalho de esporte, tudo isso gratuitamente, enquanto espera e faz os testes definitivos para aprovação ou não à Legion Etrangere.

Por tudo isso ainda acho que a melhor pedida é uma passagem de ida e volta para PARIS - França, pois já sai daqui, sem precisar de visto e chega sem maiores complicações nem gastos extras adicionais.


Mais para o final de DEZEMBRO deve ser sem duvida a melhor época para se apresentar, pois muitos preferem ficar perto da família ou amigos durante as festas de fim de ano. Com isso cai muito o numero de candidatos que se apresentam nessa época.
Vão me dizer que nesse período na França é Inverno, e que o frio La na França é foda.
Entenda então, que Eu Pensei que quem fosse fodão fosse Você.
Frio mais cedo ou mais tarde se for aceito na Legião, vai ter que encarar. Então que seja logo, pois é melhor pegar frio na instrução e chegar no regimento no verão, pois assim vai poder sair à cidade e ver como são as coisas, no inverno estará trancado no sistema fechado da Legião de castelnaudary, ou na fazenda ou já de volta ao 4ºRE, quase
Acabando a instrução.
Veja bem, você chega em um posto de informação por volta do dia 15 de dezembro, vai ir para Aubagne por volta do dia 20 de dezembro, e ficará por um mês no maximo, se aceito ira para Castelo la pelo dia 15 de janeiro, e voltara de castelo após 4 meses, lá pelo dia 15 de maio, e em Junho já esta bem quente.


Ao chegar na França, pode dizer ate mesmo no Aeroporto suas reais intenções ali, mas se vai com visto de turista, tente estar pronto para tudo. Haja sempre na certeza, espere ser liberado para entrar no País, e quando estiver quase fora do Aeroporto, digo, no saguão principal procure um Policial e tente pegar informações de como fazer para chegar ao Posto de Informação da Legião Estrangeira, ou seja, ao Fort de Norjent, tomando o metro – (é claro que você já saberá antes de ir, que linha do metro pegar, qual estação descer e como fazer suas correspondências ate chagar na Estação Fontanay sous bois, a mais próxima do Fort) – Isso será mesmo para ver se não ganha quem sabe uma carona para o Fort.
Estando lá não precisa se preocupar em mentir suas reais intenções, pois todo dia chega muita gente nos aeroportos que vai para a Legião, mas digo para só se manifestar após ter passado pelo serviço de imigração, pois como tem tanta gente querendo ir para a legião e que depois não consegue e acaba ficando na França mesmo como clandestino, acredito que um dia eles vão começar a barrar o pessoal ou a fazer um controle mais minucioso disso tudo. Para Evitar quem sabe cair num desses esquemas, é melhor seguir um padrão de certezas. Só se manifeste após ter entrado.


Postos como o de Bordeaux, também é comum pelos brasileiros, pois fica próximo da fronteira com a Espanha e o de Nice que fica perto da fronteira com a Itália, isso porque podê-se utilizar do recurso da passagem para a Espanha (Barcelona) e Itália se no período que decidirem ir estiverem mais baratas, para estas regiões. Mas o candidato ainda terá um gasto com Transporte da cidade que desembarcar ate estes PILE´s, e deve ainda incluir comida e talvez alguma encheção de saco na fronteira, enquanto que o candidato descendo na França em Paris não terá muito mais gasto do que um bilhete do Metro. Sem contar que não vai precisar tirar visto para a Espanha ou Itália, onde ta muito chato entrar devido ao controle que andam fazendo e barrando inclusive turistas mais ou menos bem intencionados, como vimos por diversas vezes em 2007 e 2008 em alguns programas de televisão que relataram tais fatos.

Este site abaixo, é o dos mapas do metro em paris, aconselho que visitem este site e vejam a imensidão que é aquilo. Com isso poderão se preparar para não perderem tempo num verdadeiro labirinto de corredores, escadas e passarelas.


http://www.ratp.info/orienter/cv/cv_en/carteparis.php


Procurem com as dicas que deixo acima o caminho pelo mapa da RATP, para ver como deverão fazer para sair do aeroporto e chegar até a estação Fontanay Sous Bois, perto do Forte de Norjent.






OBSERVAÇÃO CURIOSA

QUANTO ao fato de se ir para a França, e tentar Chegar por si só, ate o 1º Regimento Estrangeiro na Cidade de Aubagne onde são feito todos os testes definitivos para entrar para a Legião Estrangeira.

Perguntaram-me esses dias se pessoalmente eu achava interessante uma pessoa, futuro candidato a Legião, se esse mesmo deveria passar por todas as etapas do tipo, ir ate a França, propriamente paris e se apresentar no Fort de Norjent, para depois seguir para Marseille, guiados pelo próprio pessoal da Legião, ate chegar no 1ºRE em Aubagne assim sucessivamente e não pular etapas do tipo pegar um avião direto para Marseille, ou outro tipo de roteiro menos tradicional, do que o usado por muitos brasileiros.

Aos interessados em ingressar na Legião, posso lhes dizer com convicção real disto. Não eu não acho, interessante passar por todas etapas, inclusive acho melhor se puder pular o máximo delas até estar efetivado a Legião que assim o seja, faça-o. Mas como é quase impossível tal fato ocorrer, devem seguir, degrau por degrau. Mas por conveniência de preço e comodidade de chegar sem muito estress e sem ter que se preocupar em ter que falar e perguntar, sobre tudo entender em francês durante um caminho que pode ser fácil, e sem querer transforma-lo em uma coisa cheia de imprevistos que pode sobre tudo tornar se cansativo, como pode vir a ser o caso de ir de Paris a Marseille e por fim chegar a Aubagne, tendo para isto que pegar metro ou ônibus, trem, etc, ainda comprar passagem, perguntar preços, horários, plataformas, descontos e entender as respostas e/ou perguntas que podem vir a serem questionadas a você. Ou ainda ir com um vôo do Brasil até Marseille, no sul da França diretamente, se a relação preço/beneficio, não for assim tão vantajosa, pois na verdade a maioria das agencias de viagem que pré dispõem passagem ate Marseille, na verdade você deve ir ate paris, que na maioria das vezes desembarca no Aeroporto Charles de Gaulles e depois tem que sair pegar um ônibus pela própria empresa aérea é claro, sem custo adicional, que os levará ao aeroporto de ORLY, onde na maioria das vezes saem os vôos de Paris para Marseille. Numa de minhas viagens para o Brasil de férias optei por fazer tal roteiro, pois estava no 1º R.E. em Aubagne e o Aeroporto de Marseille (Mariane) era para mim uma boa opção. O vôo pela varing atrazou e eu perdi o Ônibus que me levaria do Aeroporto Charles de Gaulles ao Aeroporto de Orly, com isso perdi também minha conexão para Marseille. Claro que me colocaram em outro vôo e eu cheguei um dia antes do previsto do fim de minhas férias, tranqüilo. Como havia planejado. Mas Eu já era um Legionário com um certo tempo de Legião e falando mais ou menos o francês, mas entendendo razoavelmente bem, não tive maiores dificuldades. Mas observe a situação de alguém que vai para a França numa dessas situações sem falar francês e sem entender nada, um emprevisto e tudo vira a maior zona. Você não sabe perguntar uma informação, e não entende uma explicação.



AINDA MAIS
Em se tratando de ir diretamente a Aubagne, não importando se desça em Paris ou em outra cidade qualquer francesa ou ate mesmo numa cidade próxima a fronteira de um país vizinho da França, sim pode ser uma boa não se apresentar a nenhum posto de informação da Legião, mesmo que tenha um na cidade onde estiver, e correr direto ao 1ºRE em Aubagne. Isso fará com que ganhe uma semana que pode ficar num dos postos de informação da Legião (os PILE´s), esperando eles formarem uma turma com uma certa quantidade de candidatos para somente apos descer para o 1ºRE em Aubagne, mesmo que esteje ali alimentado e que a viagem seja pago pela Legião, ainda correndo o risco de por um motivo ou outro ser reprovado no exame medico preliminar que é efetuado nesses postos e ser colocado pra fora sem nem ter a chance de ver o que é realmente a Seleção no CSI no 1ºRE. Mas isso requer um bom planejamento e quem sabe para ajudar, se falar um pouquinho do francês, pode aliviar em certos imprevistos.

Atenção que não existe um Aeroporto em Aubagne, a cidade é pequena e ate a estação do trem juntamente com a rodoviária que é colada uma na outra, deve caber num campo de futebol e sobrar espaço, e ainda tenha em vista que estou falando do campo e somente o campo gramado, sem incluir as arquibancadas, para terem idéia de como é pequeno.
Se alguma agencia de viagens oferecer passagem saindo de qualquer canto do Brasil que seja e indo ate Aubagne verifique bem essa informação de um vôo direto para Aubagne pois nessa cidadezinha não existe um aeroporto como já lhes disse. O mais proximo é o Aeroporto de Marseille, chamado Marriane, e que fica a uns 20 kms da cidade de Marseille. De lá você deverá pegar um onibus, tipo de viagem, pois não é como em paris que se tem um metro do aeroporto ate o centro de Paris. Esse onibus deve custar em media uns 15 euros e te leva do Aeroporto Marriane ate a estação de trem de Marseille chamada Gare Saint Charles, e de lá pegar um trenzinho, que sai a cada 30 ou 40 minutos para a cidade de Aubagne. Não vou comentar de uma pequena caminhadinha da estação de trem de Aubagne ate o quartel da Legião, pois isso não é nada e alem do mais qualquer pessoa pode lhe indicar facilmente o caminho.

Deve também prestar atenção na relação preço\beneficio. Isso porque deve analisar se as saidas correspondem com a data que pretende viajar, e os horarios de chegada por lá, pois se chegar realmente como acho no aeroporto de Marseille (Marriane) a noite so vai encontrar taxi. Se for ate o quartel da legião em Aubagne, isso vai lhe esfaquear o orçamento. Se for somente ate a Estação de Trem de Marseille (Gare Saint Charles), tera que observar que a um certo horario da noite não se tem mais trem para Aubagne tambem, tera que dormir pela rua ate o outro dia pela manhã onde poderá pega-lo para Aubagne. OK - Mas para isso tem um grande Bizu. Existe todo dia de manhã, nessa mesma estação Saint Charles, do lado externo, por volta das 5 horas da manhã um onibus verde oliva, ou branco com as cores e a insignea da Legião, que vem pegar o pessoal que chega, as vezes em um certo dia, é nele que embarca também o pessoal que vem dos PILE´s, inclusive o de Paris (Fort Norjent), e você pode solicitar que te levem dizendo apenas que veio para engajar-se, mas vai ter que esperar que todos entrem e se, somente se sobrar lugar sentado poderá embarcar e eles lhe deixaram diretamente no posto de entrada la no quartel 1º R. E., caso não sobre lugar, vai ter mesmo que pegar o trem, pois existe em sua maior parte das vezes e dos dias um unico onibus pela manhã e um a noite por volta das 18 horas, ao qual tambem poderá solicitar o embarque nas mesmas condições do periodo da manhã, só que a tarde é muito mais facil embarcar pois todos estão descendo e poucos, muito poucos mesmo embarcam. Existe ainda um outro, não me lembro bem se é as 21 ou 22 horas, nem mesmo se ele ainda esta em funcionamento, e esse já é um pouco mais dificil de embarcar, pois alguns legionarios veem a Marseille, se divertir ou fazer compras e/ou passear, e voltam nele. Esses onibus são chamados na Legião como NAVETTE.

Mas para lhe ser sincero, não é bom ir contando com esse tipo de coisa. Você deve estar pronto para chegar por seus proprios meios, deixando essa alternativa como uma carta na manga em caso de uma emergência.



IR para a FRANÇA DE NAVIO

Acredito que na época atual não existam mais navios de passageiros que façam a travessia do Atlântico, só navios mercantes, os ditos transatlânticos só fazem a costa da América do Sul e Caribe, agora a Guiana Francesa que faz fronteira com o Brasil e é considerada parte integrante do território francês tem quartel da Legião Estrangeira lá, só que não fazem recrutamento, o alistamento só se passa na Europa mesmo, propriamente dito no 1ºRE em Aubagne ao sul da França.

Se o motivo da indagação é econômico, acredito que ir de avião é e sempre será mais barato, mais pratica e sobre tudo mais rápida e segura. Agora se for fobia o motivo de estar procurando outros meios de atravessar o atlântico, deve refletir bem, pois, mesmo não ficando na brigada de paraquedistas, muitas vezes o transporte de tropas é por via aérea, helicópteros e aviões e um legionário não pode ter medo de entrar numa aeronave e alçar vôo.


*esta informação foi me passada por um candidato a legião estrangeira, a qual eu não tive tempo nem muito interesse de pesquisar, pois ir de navio pode levar tanto tempo que alguém que sair daqui de avião depois de você que optou por ir de navio, nem que seja num daqueles mercantes lavando convés, pois não tinha grana para pegar um avião, vai chegar lá bem antes de você e quando você chegar, quando chegar bem dito, talvez esse mesmo que pegou o Avião já seja ate mesmo LEGIONARIO formado quando você colocar os pés no 1ºRE em Aubagne.






QUANTO VOU GASTAR

Você deve levar em media 200 a 300 euros, isso é muito mais do que suficiente, se for para a França, desembarcar em Paris e for diretamente para o Fort de Norjent, onde fica o Posto de Informação da Legião Estrangeira em Fontanay sous bois. E ainda da para ir ate mesmo de Paris ate Marselha em trem noturno de 2ª classe e de lá até Aubagne caso deseje ir por sua própria conta ate o 1RE onde fica o CSI, onde fará os testes. Mas é pura besteira, se estiver em paris, va ao fort de norjent, e se aliste lá mesmo, assim eles que te levaram ate o 1RE, por conta da Legião e você não gastara mais nada, mesmo que perca uma semana, ainda digo que vale mais a pena essa forma do que qualquer outra.

Saiba ainda que já houve casos de brasileiros que se apresentaram em Paris no Fort de Norjent e nos exames médicos preliminares realizados no hospital de paris ele foi recusado e mandado embora. Esse mesmo candidato pegou o trem por sua própria conta e foi para Aubagne no 1RE onde se faz os testes definitivos para entrar na Legião e eles nem ficaram sabendo que ele já tinha se apresentado em Paris e tinha sido reprovado lá, pois se eles ficassem sabendo ele não teria chance alguma, seria mandado embora sem mesmo conversar, o que já aconteceu em outros casos com brasileiros mesmo. Mas a sorte foi grande a esse amigo que conseguiu passar desapercebido, fez os testes e foi aprovado.

Como se vê, não precisa se preocupar em levar muito dinheiro, já que o que mais sai caro e a passagem de ida e volta, que aconselho a comprar para que não tenha muitos problemas ao embarcar aqui para a França em relação a Policia Federal, o melhor é dizer que vai a passeio (turismo), e depois lá o que mais vai gastar é com o translado do Aeroporto Charles de Gaulle em Paris até o Fort de Norjent. Mas não se preocupe em fazer aqui ainda no Brasil, reserva em hotel para ser mais convincente, pois se chegar lá em Paris no aeroporto e disserem qualquer coisa, use seu trunpho, diga que veio para ir para a Legião e verá que as portas podem se abrir muito mais facilmente. Só não vá sair daqui do Brasil gritando para tudo que é policial federal que esta indo para a Legião, pois de acordo com as leis federais é proibido um brasileiro servir em qualquer força armada de um outro país (Atenção a isto).



AINDA EM RELAÇÃO AOS GASTOS
Se ficou fazendo continhas agora que lhe disse que uns 200 a 300 euros é mais do que suficiente, não inclui se nisso uma relação ao custo das passagens de ida e volta mais um copo de água aqui e ali ate chegar a Legião. Se acrescentar essas diferencinhas, deve ter tido uma resposta meio salgada que gira em torno médio de uns, R$ 4.000,oo. Sei que é um alto valor, de dificil acesso a nos brasileiros, principalmente, tendo se em vista que o pessoal europeu e principalmente do Leste europeu que teem a facilidade de apenas ter que pegar um trem, ou ainda ir ate mesmo de carona com caminhoneiros ate a França, sei que é também alto o valor para investir em algo arriscado, que pode não dar totalmente certo. Mas o relato visa a demonstrar que na França em si, você pode gastar relativamente pouco, dependendo do caminho que desejar seguir. Em media 200 a 300 euros será mais do que suficiente para se chegar a Legião se for diretamente a Paris e ao Fort de Norjent, e sobre tudo não ficar se passando por turista querendo ver coisas que se entrar para a Legião, em suas FÉRIAS, poderá ir a todos esses e muito mais lugares por toda a Europa.





QUANTO A LÍNGUA FRANCESA – Saber ou Não !!?

Se você não fala francês, não precisa se preocupar. O importante e chegar ao posto da Legião, tudo depois se passa mais ou menos do tipo viu, repetiu. Quando tiver algo para fazer vão lhe mostrar e você deverá somente copiar e fazer o melhor que puder. Na Fase de alistamento é meio bagunçado e você estará meio perdido entre tantos outros. Mas fará os testes escritos em sua língua natal, ou seja Português, mas cuidado pois é o português de Portugal e não o do Brasil, por isso pode estranhar a forma de como esta escrito ou algumas palavras, mas o contexto geral é fácil. Terá entrevistas a passar, mas nessas vocês terão um interprete para lhe perguntar em sua língua e responderá ao entrevistador em Francês. Na maioria das vezes esse interprete é um outro legionário de qualquer graduação que fala ambos idiomas. Se der sorte ainda pode pegar um Brasileiro que quando fizer a pergunta a você, mesmo que responda errado ele por si só responderá ao entrevistador em Francês o que é correto dizer e que ele quer escutar, como já foi feito e ainda é feito por muitos em suas mais diversas nacionalidades e línguas, inclusive pelos brazucas para outros brazucas ao chegarem lá. Após o período no 1ºRE, se for aceito irá para o 4ºRE – Castelnaudary – Escola da Legião onde terá curso de Francês a moda Legião, e terá um outro parceiro que é chamado de seu BINOME, ao qual se ajudarão mutuamente. Por ver não deve se preocupar com o idioma, uma porque você não tem muito que dizer e sim a executar; outra como diz o ditado, em boca fechada não entra soco de Caporal. Ditados a parte, Tente lá aprender o Francês o mais rápido possível, pois essa será sua única e melhor forma de poder se defender. Quando ocorrer algo errado, se você não sabe falar e fica na gagueira pra se explicar, outro vem e explica o ocorrido como ele quer que seja, e na maioria das vezes você apanha sem saber o porque. Mas digo a real, é bom saber um pouco do francês, mas não é o principal, nem vale a pena pagar cursinhos aqui no Brasil, para chegar lá e ver que só perdeu mais tempo e dinheiro aqui, para aprender uma merreca de palavras que você nem consegue acabar de falar, ou ainda, nem ter o direito a usar.



Mas ainda se desejar ao menos conhecer um pouco da língua francesa e já ir se habituando a grandes esforços você pode visitar a esta pagina na internet, a qual deixo o link atalho para que possa acessar. Nele você terá um curso básico de francês. Mas aviso logo, requer muito esforço e vontade para conseguir as coisas nessa vida, verá até mesmo por um simples cursinho como este.


http://www.francoclic.mec.gov.br/

ALISTAR


Para se alistar na L.E. só é possível faze-lo estando na França, nenhum outro lugar, nem mesmo em outros paises que a Legião esteja baseada será possível. A legião não paga e nem ajuda em nada para quem quer que seja ir até lá. É por sua conta chegar até a Legião.

NÃO É PRECISO TIRAR VISTO








PROCEDIMENTOS no 1°R.E. - CSI - Fase de Engajamento

Para o Grupo que foi aprovado nos exames médicos e psicotécnicos preliminares nos PILE´s, serão encaminhados ao 1º R.E. como já visto, via férrea ou ainda dependendo do Pile pode ser por via terrestre (ônibus e ou micro-onibus da legião mesmo).

Ao chegar ao 1ºRE, irão para o CSI (Centro de Seleção e Incorporação),como já dito, ficarão lá em regime fechado, não se espante com o numero de candidatos já ali presentes, pois muitos deles sairão e muitos outros chegarão enquanto estiverem por ali. Vocês irão de imediato a uma sala onde recolherão todos os seus pertences, por isso só leve o estritamente necessário, mesmo tendo se a certeza de que se forem reprovados ou aprovados receberão tudo de voltar no seu devido tempo.

Ali novamente receberão um agasalho de esporte, e desta vez ate mesmo sabonete e toalha de banho, pasta de dente juntamente com escova, meia, cueca, shorts e camiseta e ate mesmo um tênis velho para os que não tiverem um pessoal.

Aconselho levar seu próprio Tênis, de uso diário, já meio usado que não vá lhe prejudicar nos exames físicos a custa de bolhas ou estar apertado, mas não leve um super Nike, pois só o utilizará nesse momento, caso ao fim dos testes for aprovado e ingressar na Legião irá para um regimento escola e lá você terá todo uniforme dado pela legião inclusive o Tênis que lá se chama “Basquete”, e esse deverá ser usado como parte padronizada e o seu será guardado, isso é se não sumir, para após a escola quando for para o regimento, ai sim poder novamente usa-lo.

Durante sua estadia dentro do CSI, em espera dos testes estará sujeito a trabalhar em diversas funções ordenadas pelos coordenadores, tarefas tais como faxina, arrumação e outras tantas mais a qual no momento se apresentarem.

Será ali no 1ºRE – CSI que todo e qualquer candidato que deseje entrar para a Legião passará e fará os testes ao longo de 1 a 4 semanas.

Por isso o 1º Regimento Estrangeiro - Cartier Vienot é considerado a “MAISON MAJOR” (casa maior), pois todo Legionário começa sua carreira ali, e no final da mesma, seja por motivo de baixa ou aposentadoria, ou outro motivo qualquer que o faça encerrar sua carreira na Legião será ali no 1ºR.E. que ele passará para todos os fins de documentação e papelada.

Para os futuros legionários é ali no 1ºRE – CSI que ele tentará mostrar seu valor, será ali que serão realizados os testes e exames físicos, Médicos e Psicotécnico e ainda será submetido a entrevistas para analise de comportamento e caráter pessoal.
Não existe uma ordem pré determinada para se aplicarem os testes a cada candidato e nem um tempo padrão em que ficarão no CSI, pois isso dependerá do contingente presente, pois os testes são realizados diariamente e o pessoal não pode utilizar as dependências dos locais em tempo integral. Devido a isso, sua estadia pode ser mais longa, ou não do que de outras pessoas; mas isso também esta relacionado com a procura que o departamento de investigação da Legião interligada com a INTERPOL (policia internacional) estarão realizando sobre você. Saiba que essa busca de seu histórico, só começa após ter sido aprovado nos testes, pois se não passar em qualquer um que seja, será mandado embora praticamente no mesmo dia, no final da tarde.



O Exame Médico
Dos exames médicos o de vista é o mais rigoroso, é o que mais reprova.
Os vossos olhos devem corresponder aos critérios mínimos seguintes:
sem correcção: seja [ 7/10 e 2/10 ], ou [ 6/10 e 3/10 ], ou [ 5/10 e 4/10 ]
correcção dioptries: para myopes: -10/para os hypermétropes: + 8

Atenção se você tem algum defeito físico, por menor que seja isso pode ser um empedimento que pode te colocar fora da disputa. Assim como (Pé chato, faltando dedo das mãos ou dos pés, orelhas cortadas ou incompletas, etc). mas isso é como já disse a um Candidato que me perguntou a respeito da falta da ponta do dedo da mão direita. Isso não lhe atrapalha em executar nada, apesar de esteticamente ser visível. Eu digo que um dia se terá um que eles vão deixar, ou por ele ter uma especialização civil que a legião possa aproveitar. Para toda regra sempre há uma exceção, quem sabe se você que tenha um pequeno problema não seja essa exceção, mas saiba que isso lhe coloca bem dentro de uma lista de risco. Se você não tem uma condição econômica privelegiada que lhe permita quem sabe dispensar uma grana para ir e tentar sem que isso lhe vá faltar no futuro, acho que deve tentar sim, mas se sua situação econômica for ao contrario da citada, acho melhor pensar e refletir bem como isso pode acabar.

Os dentes: é necessário ter mínimos 60% de dentição naturais.

Ainda é feito no exame Médico, Exame tais como de urina e audição.



O teste Psicotécnico é o que mais tem reprovado, o teste é feito em um computador, nele terá 60 questões sendo 34 de raciocinio lógico matematico e 24 de mémoria e organização de cubos.
O teste é feito em meia hora!

Um bom teste psicotecnico para quem deseja ir treinando esse aspecto, esta no site relacionado com o link abaixo.

http://www.cpsimoes.net/qi_testes2.html

Esse link é novo pois o antigo que direcionava a um teste bem semelhante a este foi tirado do ar. Mas este ainda esta valendo. Vejam e treinem.


Por outro lado uma pessoa postou em uma comunidade do orkut que tinha abrido uma conta no G mail onde postou ali uma Apostila com alguns testes e exercícios de testes psicotécnicos. Para acessar a esta conta acesse a pagina G mail, entre com a conta testepsicologico@gmail.com e com a senha.: legiaoestrangeira e poderão baixar a Apostila.

Com tudo essa conta foi aberta por uma pessoa interessada em ajudar a quem desejar, por isso todo respeito é pouco para com tal pessoa, por isso nem siquer pensem em utilizar a tal conta para outros fins. Sejam respeitosos como gostariam que fossem para com Você.
Saibam ser gratos, ainda por existir tais pessoas, e ao menor sinal de saber ou ver algo que possa prejudicar a tal pessoa, intervenham ao seu favor. Isso é o mínimo que um Legionário faria por alguém que um dia tenha lhe ajudado ou mesmo tenha a simples intenção de faze-lo.



O teste Físico hoje é feito por um sistema chamado Luc Leger que os brasileiros que passaram por lá apelidarão de yo-yo que nada mais é do que correr 20 metros num vai e vem, de acordo com o som de um sinal por diversas vezes. Deve-se atingir a 7 para estar entre os aprovados nesse teste. Verá mais abaixo uma explicação mais detalhada do que é o Luc Leger e porque foi incorporado esse teste na França e agora usado pela Legião em seu sitema seletivo.
Ainda no teste físico você terá que realizar o mínimo de 40 abdominais clássicos com os joelhos dobrados, 4 a 5 barras em pegada invertida, e subida livre de uma corda de 5 metros de altura.

Vocês podem ver pelo site que deixo o link atalho abaixo fotos de como são esses testes

http://www.legion-recrute.com/en/tests_sportifs.php

Nesse link abaixo poderam acessar a um VIDEO sobre o teste físico LUC LEGER (yo-yo)
http://www.legion-recrute.com/images.../luc_leger.wmv
O vídeo é curto coisa de uns 10 segundos e infelizmente para muitos o som é em francês. Mas deixo abaixo a tradução do que é dito nesse vídeo pelo jornalista narrador e um candidato supostamente um francofone (Pessoa que fala francês).

Narrador “Primeiro teste;
O teste esportivo;
A função desse exercício é avaliar a resistência;

Os BIPS são em intervalos a cada vez mais próximos;
E o teste se termina em sprint” (sprint = corrida veloz)

Narrador para o Candidato “Ça va” = “Como esta?”
O Candidato Responde “Ça va meilleur” = “Estou Bem” – Esse candidato esta com ar de quem conseguiu passar ao menos no teste do Luc Leger.

---------------------------------------------------


Os links acima sobre o teste em vídeo do luc leger foram enviados por um colaborador que se interessou em ajudar ao complemento do Doc, assim como Você também pode faze-lo. Desde que encontre algo novo sobre a Legião, acesse minha pagina no Orkut, comente o assunto e poste o link ou envie para mim o que achou via e-mail e estaremos averiguando sua real importância e veracidade e assim adicionando para todos terem conhecimento. Sempre digo que uma mão lava a outra e as duas juntas lavam o rosto. Desde já agradeço a todos que puderem ajudar.



---------------------------------------------------



DURANTE OS TESTES
No Caso de seu nome vir infelizmente na lista dos rejeitados, não se preocupe, pois você recebera uma passagem (normalmente de trem) saindo de Marseille ate a cidade de origem onde se apresentou no PILE, e ainda receberá um pouco de dinheiro, na verdade uma merreca em EUROS relativo aos dias que esteve na Legião, incluindo os dias do Pile e tudo, como forma de pagamento pelos trabalhos realizados. Essa Merreca juntada ao Desconsolo de uma rejeição ainda vai parecer menos ainda , quase que a lixo. Espero para todos que estiverem lendo este, não precisar saberem de quanto é essa merreca, apesar de ter plena consciência que muitos saberão e receberão a tal. Saiba que essa pode ser útil na sua volta para a cidade que tem passagem de volta para seu país. Passagem que sempre digo para comprar ida e volta, por dois motivos. Levanta menos suspeita ao sair do Brasil para a França ou outro pais qualquer da Europa como turistas e o segundo motivo, agora já é obvio, em caso de ser RECUSADO nos testes seletivos da Legião, poder voltar.

Tenha em mente que ao comentar-lhes que receberão uma passagem de trem, isso só é valido para os candidatos que se apresentaram em algum pile que foi necessário pegar um trem para se chegar ao 1ºRE em Aubagne, como é o caso de PARIS (Fort Norjent), aqueles que vieram de qualquer pile que for, de ônibus, irão voltar para a cidade desse pile que se apresentou de ônibus pois receberão dinheiro para pagar essa passagem de volta. Agora pense no candidato que mesmo que descendo em Paris decidiu gastar seu dinheiro e pagar trem, ônibus e etc, para ir diretamente a Aubagne e foi rejeitado. Esse não receberá a passagem para Paris e terá que arcar com as despesas de volta a Paris, pois ele se apresentou diretamente no portão de Aubagne e só receberá pelos dias passado ali e ao sair ira a pé somente até o portão, o resto é por sua conta novamente. Por tudo isso digo que querer ganhar uma semana as vezes pode ser mais prejudicial e disperdicioso que podem vir a imaginar.


Voltando ao assunto da investigação (LEGIÃO / INTERPOL).
Você não saberá que estão te investigando, mas se já tiver feito todos os testes e entrevista e ainda estiver lá sem fazer mais nada a não ser os trabalhos diários designados pelos coordenadores, já terá assim trocado o agasalho esporte por uma farda de combate já velha e surrada pelo uso de tantos candidatos, isso pode ser um forte indicio de que foi aprovado nos testes e estão esperando os retornos da Interpol para analisar e verificar os dados que farão um cruzamento de informações com o que você disse nas entrevistas preliminares e ate em relação aos dados dos exames médicos.

O candidato não deve se preocupar em relação à entrevista pois terá um interprete a sua disposição. Esse interprete na verdade é algum legionário que fala sua língua, não importando se é ou não de sua nacionalidade, poderá ser um Português, Angolano e/ou ate mesmo um outro Brasileiro.

Na Entrevista vão lhe perguntar muito pouco o quanto deseja entrar para a Legião, pois sempre ouvem a mesma ladainha de sempre e todos que estão lá querem entrar. Mas tenha sempre em mente que não deve mentir, e nem tão pouco criar provas que incriminem você perante algo que eles não precisão ficar sabendo. Quanto a ser ou ter sido militar, isso não influência em muita coisa, a única coisa que pode ajudar isso é, poder dizer que já foi militar e gosta dessa vida, e só deixou as forças armadas daqui, pois procurava algo que lhe completasse mais, pois aqui é bom, mas não se compara a Legião, adora novos desafios e procura sempre estar melhorando naquilo que faz.

Quanto aos testes são iguais para todos candidatos, tendo sido ou não militar, com ou sem experiência. Se Você ainda é ou já foi militar, deve ter tido e mantido a pratica de atividades físicas, isso sim vai ajudar no teste físico, que por sinal não é tão duro como dizem os que entraram e nem o teste psicotécnico é tão complicado como dizem os que nele foram reprovados.

O recrutamento esta mais para enchesão de saco do que ralação e vibração. Velho ditado diz. Em Boca Fechada Não Entra Soco de Caporal. Aprenda isso, não ponderes, não discuta e simplesmente execute. È a velha historia do – Sim senhor, não senhor. Esqueça a parte do Obrigado senhor, na Legião não há Obrigado.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As Informações Abaixo Foram tiradas de uma Comunidade Relacionada à Legião Estrangeira, e foram postadas por alguém que sei Conhecer Muito da Legião Estrangeira, a qual Agradeço em Muito tudo que tem divulgado, pois até para mim ele consegue relatar fatos e curiosidade, ensinar e explicar coisas que até então Eu mesmo não conhecia, principalmente fatos históricos que muito me satisfez em conhecer.

Pelos seus relatos o percurso quase que comum para todos os candidatos a Legião Estrangeira se passa da seguinte forma abaixo, hoje em dia.

Prestem atenção póis há uma novidade que era desconhecida por mim. É que ao chegar a um posto de informação da Legião Estrangeira hoje em dia, o candidato não fará apenas um teste médico preliminar, mas fará também um pequeno teste psicotécnico preliminar, que tem um nível mais leve do que o que será proposto em Aubagne. Mas já deve estar preparado e ir se preparando, pois as coisas podem levar tempo para começar mas podem ser rápidas, muito mais rápidas que pode imaginar, para estar tudo acabado.



Etapas de Seleção

Fase Seleção preliminar - Duração 1 dia
Posto de Informação da Legião Estrangeira 1/2 dias
Acolhimento Informação
Estabelecimento do dossiê de alistamento
Seleção preliminar 2 1/3 dias
Num Posto de Recrutamento da Legião Estrangeira
Entrevista em relação à sua segurança e motivação Consulta médica Fim do estabelecimento do dossiê de alistamento
Assinatura do contrato de alistamento provisório
Seleção 1/10 dias
No Centro de Selecção e Incorporação de Aubagne
Psychotechnische Tests :
Testes de lógica e raciocínio (não precisando de conhecimentos escolares)
Consulta médica aprofundada Testes físicos Conversa em relação com a segurança e a motivação
Testes de personalidade (completando os testes psicotécnicos)
Comissão de alistamento
Assinatura e entrega do contrato de alistamento de 5 anos mínimo. 7 dias
Incorporação

Caso se enganje em Paris no Fort de Nogent, assim que chegar ira fazer um teste psicotecnico, este teste é parecido com o de aubagne só que mais simples e como o de aubagne ele e feito no computador por um programa de perguntas e respostas de múltipla escolha, tipo tem a pergunta e 4 resposta, terá que ficar uma semana + ou - no Fort de Nogent, depois você e os outros voluntarios vão de trêm até aubagne, chegando lá todas as suas coisas são marcadas em um livro de cautela e serão colocadas em sacos, depois disso você ira para um "quintal" que fica atrás da companhia de incorporaçao e seleção, ficará la de bobeira a maior parte do dia, quando eles precisarem de mão de obra para trabalhar (entende-se faxina) eles irão tocar uma campainha, e você sai correndo para entrar em forma na frente do prédio, caso tenha que trabalhar irão chamar o seu nome, nesta condições estará na "graduação" de bleu ( azul),
o 1º Teste que você faz e o psicotécnico, parecido com o do Fort de Nogent, só que com mais questões, teste de mémoria, contar cubos, estas coisas, as questões são em português de Portugal
2º Teste: médico dentista, perguntarão se tem doença, já quebrou algum membro, operou, exame de urina e vista.
3º Teste: corrida (luc leger), que consiste em correr entre dois pontos, a distância entre eles e de 20 m, em cada poste a uma luz que quando acende faz "BIP", tem que correr do poste 1 ao poste 2 quando a luz do poste 1 acende e chegar até o poste 2 antes que a luz do poste 2 acenda, uma vez lá terá que esperar a luz do poste 2 acender para ir até o poste 1 antes que ela acenda
cada vez fica mais rápido, não sei quantas vezes terá que vazer isso para ser aprovado, mais na minha opinião no minimo 7.
Hoje sabemos que os testes mudaram e alem do teste Luc Legr (yo-yo) se tem ainda que realizar no mínimo 4 trações de braço em barra paralela com pegada externa, 40 abdominais do tipo clássica com joelhos dobrados, algumas frecções de braço ao solo, subida de corda de 5 metros, veremos mais detalhadamente no decorrer deste.
se você chegou até aqui , normalmente será promovido a Vert(verde), e irá provavelmente no instituto dos inválidos da legião, para fazer faxina e conhecer um pouco sobre o Asilo da Legião.

4º Teste: entrevista, muito importante é a parte mais difícil na minha opinião, as perguntas mais frequentes são: onde conheceu a legião, conhece algum legionário, o que você fazia antes de vir para cá, por que a legião, na minha opinião e mais fácil entar quem não conhece ninguém na legião, e se falar que conhece outro legionário na minha opinião não ajuda em nada, ao contrario só atrapalha, feito isso é só esperar mais algum dias a seleção de Rouge (vermelho) e esperar o dia de ir para castelnaudary, 4 RE.

Caso se alistem em um dos postos de recrutamento da Legião (fora o de Aubgne) primeiro você irá fazer uns testes psicotécnicos (bem leve nada de dificil), responder um grande questionario médico, são perguntas sobre sua saúde e de seus pais também, depois você irá passar pelo teste médico desta vez com o MON CORONEL, e ele quem diz se você esta apto ou não para servir a Legião. Estando apto você irá de ônibus até a Gare do Lyon(caso você se aliste no Fort De Nogent) e pegará um TGV até Marseille, (esse relator hoje diz que pegam o TGV, Trem de Grande Velocidade, conhecido como trem bala e que leva 5 horas de paris a marselha, coisa que antes era de trem comum de 2ºclasse que rolava a noite e levava 12 a 13 horas de pasis a marselha, bela mudança), até a estação Saint Charles, lá já estara a sua espera uma Van da Legião que os transportaram até Aubagne (é uma viagem curta, dura uns 15 a 20 minutos) ate o 1 RE. Essa Van é a NAVETTE, que lhes comentei lá em cima no inicio desse doc.

O orgão que faz os exames psicológicos e investigação sobre a vida pregressa do candidato é o DSPLE: Departament de Secutiré du Personnel de la Légion Étrangére, mais conhecida entre os legionários como Gestapo (mas não vai querer chama los assim), este orgão é ligado a Interpol, então é melhor você não mentir na hora do exame e nem se assuste se eles já souberem de alguma coisa da sua vida.

No teste psicotécnico eles irão examinar o seu QI, que deve ser de no minimo 8/20 (padrão francês), estes testes são confidenciais.

Você fará um exame psicológico onde terá que falar sobre toda a sua vida, irão perguntar sobre tudo o que você fez. Perguntas como: porque a Legião, você é homossexual, usou drogas, cometeu algum crime entre outras que são comuns nesses testes.

Terá que passar por uma entrevista com o chefe do centro de seleção, lá ele vai querer saber o porque de você esta querendo entrar para a Legião Estrangeira.


As entrevistas ou são feitas por pessoal que fala a sua língua ou você terá acompanhamento de um interprete, que como já disse na maioria das vezes são legionários que falam a sua língua e teen um certo bom nível do francês.

Quanto a pergunta na entrevista com o chefe do centro de seleção, caso ele lhe pergunte porque você esta querendo entrar para a Legião.

“bizu”
– Nunca fale mal de seu país, tipo: sem trampo, tudo muito caro, sem grana.
– Nunca fale mal das forças armadas de seu paìs, tipo: A força aérea só tem avião velho, o exercito só tem faxina e nunca faz nada, a marinha até comprou um porta aviões velho da frança para nada.
Esse tipo de comentário não ajuda em nada e como numa entrevista para emprego normal, ele dirá, se esse fala assim de seu pais o que falará amanhã da Legião.

Prefira sempre exaltar a grandeza e a tradição conhecida mundialmente da Legião
Que tudo que você faz, faz tentando ser o melhor e assim dando o seu melhor empenho mesmo que por vezes não consiga ser bem sucedido
Não deixe de expor que esta a procura de novos desafios, para realizar-se pessoalmente e que a Legião é o maior passo possível esperado por você para essa realidade se tornar não mais um sonho mas realidade de valores íntegros em sua vida.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Quem tem passagem na policia pode se alistar na Legião Estrangeira

Depende do problema, pois desde o final da década de 40 por força da lei a Legião não pode mais aceitar criminosos, apesar que ela faz "vista grossa" para alguns casos, mas, crimes considerados pequenos e leves.
Saiba que a LEGIÃO trabalha em conjunto com a INTERPOL, e a Legião vai sim investigar sua vida assim como ela faz com todo e qualquer candidato que apareça por lá, e até mesmo aquele de aparência das mais santas terá sua vida vasculhada também.

A sede da Interpol é em Lyon na França, a Legião tem uma ligação muito forte com eles. E são eles que irão investigar sua ficha criminal, e se você não terminou sua pena, como por exemplo for um fugitivo, eles podem ate mandar você de volta com uma etiquetinha de recomendação ao serviço policial de seu país.


Explico a todos que me perguntam


o que devem dizer na tal das entrevistas.

Digam a verdade sobre tudo, mas Você não é obrigado a dizer algo que vá lhe condenar.

Se você teve ou tem alguma passagem na policia aqui no Brasil, por briga e/ou embriagues, isso é normal e você não precisa esconder isso pois não lhe prejudicara em nada, se a passagem foi por roubo, morte e/ou estrupo, isso é um agravante muito serio e eles vão ficar sabendo, mesmo que não tenha sido condenado. Ai eu aconselho a não dizer, caso não perguntem, se perguntarem, não adiantara mentir, eles vão saber, isso posso lhe garantir; no meu tempo eles sabiam até o nome da escola primaria em que eu tinha estudado, a qual eu mesmo nem lembrava mais o nome. Se você tem passagem por trafico de entorpecentes, isso é relativo em relação ao uso, pois se for usuário assíduo (viciado), vai constar nos exames médicos e você não terá chance alguma, mas se for usuário casual, aconselho que no mínimo de 3 meses antes de ir para lá, não utilize, nem toque em nada relacionado, pois resíduos ficam em suas mãos entre os poros por um bom tempo. Agora não vá cair na besteira de dizer que nunca usou drogas e depois sair no exame medico uso de alguma substancia, ou ainda ter dito que nunca usou ou fumou nenhum tipo de droga, ter ficado 6 meses sem usar absolutamente nada para realmente se garantir, o que é politicamente correto, mas ter passagem pela policia por ter se envolvido em situações causadas pelo uso das mesmas. Isso sim seria um grande furo. Mas sobre tudo, a resposta a tal pergunta nunca deve ser afirmativa. Aviso aos santinhos, que dentro da Legião existe casos de usuários de entorpecentes sim, mas saiba que se for pego, portando ou usando, será excluído das fileiras e poderá ser entregue a Gerdamerie (Policia Francesa, equivalente a Policia Federal Brasileira), e a Cadeia na França posso lhe dizer que é muito melhor do que no Brasil, mas isso você não terá o prazer de conhecer, pois você será extraditado e com certeza cumprirá pena em nosso querido e excelente sistema carceral brasileiro.








QUEM TEM TATUAGEM
QUAL O PROBLEMA ?

Não deve se preocupar com sua tatuagem, se é que tem, pois o que mais se tem na legião são legionários tatuados. Eu mesmo possuo duas tatuagens, que fiz quando já estava lá, pois ha certas secções de certas companhias, de certos regimentos que teen uma tradição de ao se completar 5 anos em um único regimento, fazer uma tatuagem comemorativa. Eu segui a tradição. A outra foi feita quando passei a Sargento, foi mais uma promessa para mim mesmo do que puxado por uma tradição, mas existe certos legionários que a cada fase de sua vida na Legião fazem uma, mesmo que pequena. Tenho ainda um amigo que quando chegou tinha 5 tatuagens, hoje deve ter uns 60% do corpo todo tatuado. A primeira foi quando entrou, outra quando passou de Legionário para Primeira Classe, outra quando recebeu seu brevê pára-quedista, outra quando passou a Cabo, outra quando levou três tiros no tchad e voltou vivo, outra quando foi condecorado com uma medalha, e outra ainda quando passou a Cabo chefe, e assim foi indo, hoje deve estar parecendo um gibi.

O grande problema em relação a se ter uma tatuagem é se esta for grande e em local muito indiscreto como no ROSTO, mas até nas mãos não tem problema também não.

Existiu um legionário Alemão que ao entrar na Legião ele tinha as suásticas nazistas tatuadas no pescoço e visível quando vestia uma camisa, este também não teve problema para ingressar na legião, mas quando ia montar guarda sempre ficava longe do posto da guarda, pois ninguém o colocava a onde poderia passar algum civil, repórter ou ate mesmo o Coronel chefe do Regimento. Mas também sem problema algum.



Cicatrizes

Se você tem cicatriz devido a uma operação não terá como esconder o fato, no exame medico vão perguntar se já sofreu alguma fratura de membros e se já foi operado, do que e porque. Não minta sobre isso, principalmente se tem uma cicatriz reveladora. Pois eles vão lhe fazer alguns exames e saberão. Se quebrou um braço, do tipo fratura exposta, sua cicatriz será visível pelo resto da vida. Você deve estar curado a 100% disto, alem do mais não deve usar pinos corretores ou de sustentação, caso isso ocorra, esqueça você estará fora mesmo antes de pensar em se candidatar. Caso seja uma cicatriz causada por motivos que não lhe impessam de realizar nenhuma função e que já tenha ocorrido a algum tempo, isso não será problema algum, mas vai com certeza levantar suspeitas aos medico, que tenhem um parecer muito forte no que dirão no contesto final de aprovação ou não.






ENGAJE SOB ANONIMATO


Em relação a candidatos que forem aprovados em todos os testes, mas que por um motivo ou outro a Legião sinta-se na necessidade, devido a seu histórico (procurado exclusivamente pela policia de seu pais e ou casado, com filhos, etc) pode engaja-lo com uma certa reserva, ou ainda até mesmo por solicitação do próprio Candidato que deseje manter se anônimo ao mundo exterior, talvez por motivos de dividas, etc. A Legião desenvolve um Quadro de Anonimato, onde eles trocam o nome da pessoa, guardando somente a primeira letra do sobrenome da mesma, exemplo; o sr. João ALVARENGA, seria o Legionário ALVARENGA, mas no anonimato ele poderá ser chamado soldado AGUIAR Manoel, e por vezes ate mesmo a nacionalidade da mesma. Isso ocorre inúmeras vezes para os franceses por exemplo, que não podem servir a Legião, eles são engajados na maioria das vezes com a nacionalidade de Belga, Canadense, etc, paises de língua francesa.
Todos seus documentos e contratos que assinar, inclusive Breves, Cursos e Medalhas que o mesmo vier a conquistar serão no nome de ANONIMATO que estiver usando. Somente após ter comprovado a regularização da situação que o colocou como ANONIMO, e ou cinco anos, ou seja, ao termino de seu primeiro contrato ele poderá solicitar uma RETIFICAÇÃO, o que em seu Histórico Geral será mencionada a troca de nome para o Real.
Mas certamente isso é algo que pouco importa o nome, a nacionalidade ou idade e sexo que lhe dêem, o que você quer realmente é servir a seio da Gloriosa Legião Estrangeira, e para isso o importante mesmo é passar nos testes e ser aprovado, ser aceito e depois veremos como arrumar tudo que ficou para traz.

Dêem uma olhada la no final num tópico chamado perguntas e respostas, pois tem um e-mail que me perguntam mais sobre o anonimato e a resposta pode ser bem interessante e instrutiva a todos




* “Retificação” (regularização sobre a situação militar)
Todo legionário se compromete em assumir responsabilidades com a Legião podendo ter um anonimato enquanto estiver nas fileiras. Este recurso é utilizado para pessoas que queiram mudar de nome( por algum motivo em especial), um novo nome lhe será dado. Mas, caso o legionário queira se casar, ele terá que restabelecer o nome (ter o nome de volta), terá que passar por um processo chamado de "retificação". É necessário ter 1 ano de serviço e acordo do OPSR para poder beneficiar deste procedimento (Isto só poderia com três anos de serviços. Mas este prazo caiu para 1 ano). Ser retificado é uma condição para ser naturalizado, ser casado, morar na cidade, etc.”
*fonte site oficial da Legião Estrangeira.

Caso o candidato que for aprovado em todos os testes, assinará um contrato inicial mínimo de 05 (cinco) anos. Ao termino desse poderá assinar outros sucessivos de 6 meses, 1, 3 e/ou ate mesmo mais 5 anos, se for de seu interesse, ou se caso contrario ao termino de seu primeiro contrato, você poderá solicitar desligamento, a famosa Baixa.

Mas ainda há como sair da Legião com menos de 5 anos, após terem assinado o contrato inicial, por vias e meios legais. Isso você entenderá no decorrer dessas explicações.



MUDANÇAS de QUARTEIS

Na Legião você mudará em muitas vezes de quartel, por diversos motivos distintos.

Após chegar na França, ter ido ao PILE, ser levado ao 1ºRE – CSI, ter passado a fase de engajamento, e ter sido aprovado. Você irá para um regimento ao Sudoeste da França, na cidade de CASTELNAUDARY, onde fica o 4º R. E ( Quarto Regimento Estrangeiro), que nada mais é do que a ESCOLA da Legião. Lá agora deixando de ser um Candidato para ser efetivamente um ENGAGE VOLUNTAIRE (Engajado voluntariamente). Veja que você ainda não é um Legionário. Você irá ser admitido a uma companhia e passará 4 meses nela, sendo o primeiro desses meses em regime fechado numa fazenda de uso exclusivo da Legião e da companhia a qual esta agora incorporado. Nessa fazendo começará a dar os primeiros passos realmente na carreira de Legionário, aprendendo tudo de um soldado de Base. Executará diversas funções de um soldado, desde atirador fusil, lançador de granadas, passando por Atirador Anti tanques de Guerra (Bazuca), Aprenderá noções de primeiro socorro, Terá iniciação a cursos de guerra em situações de defesa e ataque nuclear, biológico e quimico (NBC), Aulas de Orientação e Topografia (Bússola), e inúmeros outros pequenos cursos, inclusive Curso de Francês, sem esquecer das faxinas, das arrumações, das atividades físicas e esportivas, ainda realizará diversas pequenas marchas que irão graduativamente sendo aumentadas em kilometragem, até a mais tradicional de todas no 4ºRE, que é a MARCHE du KEPI BLANC (Marcha do Quepi Branco), que somente após essa realizada, e em cerimônia oficial lhes da o direito de usar o kepi da Legião que você já traz em sua bagagem desde o 1ºRE em Aubagne quando foi aceito e pegou aquela PARQUETAGEM inteirinha e novinha em folha.

No fim desse mês já será Legionário e voltara ao quartel e fará mais três meses de ensino básico. Saiba que durante todo esse período na Escola – 4ºRE – Você estará sendo notado por seus chefes, que ao final farão uma classificação geral de acordo com a pontuação de cada um. No fim desses quatro meses em Castelo, assim chamado por todos o 4ºRE, voltara novamente ao 1RE em Aubagne, que de acordo com sua classificação poderá ou não escolher o Regimento que deseja ir. Digo poderá sim ou não, pois de acordo com sua classificação as vezes poderá querer ir para um regimento, mas as vagas para ele serem completadas antes de chegar sua vez de escolher e assim terá que optar por um outro regimento, o qual durante todo os 4 meses em Castelo vão lhe perguntar por sua preferência, e será lá também que aprenderá a localização, historia e especializações de cada um. Para ser mais claro, o chefe da secção vai estar notando cada um a cada atividade que for requisitada a vocês, para quando chegar ao fim dos quatro meses fazer uma classificação final e geral de acordo com a pontuação de cada um, pois quando voltarem ao 1ºRE, onde escolherão o regimento que querem ir, entrara primeiro para a escolha o candidato que primeiro se classificar pela relação do chefe da secção. Caso Você fique em 5 e deseje ir para o 2ºREI (Segundo Regimento Estrangeiro de Infantaria), mas tenha apenas 3 vagas para lá e os 3 primeiros pedirem para ir para o 2ºREI, as vagas acabaram e você terá que escolher um outro regimento. Essa escolha normalmente Você já fez, pois durante todo o tempo em Castelnaudary, seus chefes e superiores vão lhe perguntar por ordem de preferência 3 regimentos que gostaria de servir após sair do 4RE.

Para os brasileiros é muito difícil ser aceito a escolha de nos primeiros 3 anos de serviço servir no 3º REI – ( Terceiro Regimento Estrangeiro de Infantaria), que fica na América do Sul, na Guiana Francesa ao Norte da Floresta Amazônica, isso porque eles sabem que se o candidato brasileiro decidir desertar será muito mais fácil, e tendo em vista ainda que os primeiros anos dentro da legião são os mais penosos, eles preferem não deixar brasileiros ainda em fase de adaptação na Legião ir para o 3ºREI.

Eu disse muito difícil, mas não impossível, apesar de que eu em meu tempo de serviço nunca vi ou ouvi falar que tal fato tivesse acontecido de um brasileiro ter saído da instrução direto para o 3ºREI, na Guiana Francesa, América do Sul.

Após o retorno de Castelnaudary para Aubagne, vocês irão passar por uma nova entrevista e decidirão ali seu regimento que irá. Após isso feito, a partida é quase que de imediato. Digamos que escolha um regimento como o 2ºREI – Segundo Regimento Estrangeiro de Infantaria, irá no mesmo dia em fim de tarde, ou no Maximo no outro dia em hora pré determinada. Como o próprio nome já diz a especialização do Segundo Regimento de Infantaria nada mais é que pura Infantaria. Fica situado na cidade de Nimes, lá irá para uma companhia e fará vários cursos e estágios.

Mas por outro lado escolher e tiver a oportunidade de acordo com sua classificação e ou o numero de vagas para o 2ºREP, com certeza só partirá numa sexta feira ou sábado, pois o Segundo Regimento Estrangeiro de PARAQUEDISTAS, fica situado na ilha de CORSICA, entre a França e a Itália, e todos novos integrantes desse regimento são conduzidos novamente por um Sub-Oficial que vem busca-los e os levará ao regimento de Navio Civil, do tipo transatlântico, que parte em sua maior parte a noite e chega na ilha no outro dia pela manhã. Mais uma vez é uma viagem de Segunda classe, mas que vale a pena e não se tem do que reclamar já que mais uma vez é de graça.

E assim se sucede progressivamente de acordo com o Regimento a qual a partir desse momento se foi decidido sua incorporação. Nesse momento verá seus amigos que passou com eles 4 difíceis meses se separarem, alguns verá em breve em algumas missões e manobras, principalmente se escolherem regimentos baseados no Continente, mas para aqueles que escolherão regimentos fora da França, assim como o 2ºREP na Corsica, ou ainda outros regimentos em outros paises, estes serão difíceis cruzar brevemente.


Abaixo segue os regimentos da legião estrangeira francesa:


Comando da Legião Estrangeira
1e RE - 1e Régiment Étranger (1º Regimento Estrangeiro). Situado em Aubagne, França.

1e REC - 1e Régiment de de Étranger Cavalerie (1º Regimento de Cavalaria Estrangeiro). Situado em Orange, França.

1e REG - 1e Régiment de de Étranger Génie (1º Regimento Estrangeiro de Engenheiros de Combate). Situado em Laudun, França.

2e REG - 2e Régiment de de Étranger Génie (2º Regimento Estrangeiro de Engenheiros de Combate). Situado na região de Marseille de França.

2e REI - 1e Régiment d'Infanterie de Étranger (2º Regimento de Infantaria Estrangeiro). Situado em Nimes, França.

2e REP - 2e Régiment de de Étranger Parachutistes (2º Regimento de Pára-quedas Estrangeiro). Situado em Calvi na ilha de Córsega.


3e REI - 3e Régiment d'Infanterie de Étranger (3º Regimento de Infantaria Estrangeiro). Situado em Kourou, Guiana francesa.

4e RE - 4e Régiment Étranger (4º Regimento Estrangeiro). Situado em Castelnaudary, França.

5e RE - 5e Régiment Étranger (5º Regimento Estrangeiro). Situado em Polynesia francês no Sul Pacífico. O regimento foi dissolvido oficialmente no dia 30 de junho de 2000.

13e DBLE - 13e la de de de Démi-brigada Légion Étrangère (13ª Meio-brigada da legião estrangeira). Situado em Djibouti.

DLEM - Détachement de la Légion de de Étrangère Mayotte (Destacamento da legião estrangeira de Mayotte). Situado em Dzaoudzi na ilha de Mayotte.


M.P.L.E

MUSICA PRINCIPAL DA LEGIÃO ESTRANGEIRA

Saibam que existe uma Seção da Legião que é a MPLE, Musique Principale de la Légion Etranger que fica em Aubagne no 1ºRegimento Estrangeiro. Se você toca alguma coisa diferente de pandeiro e cuíca, poderá ser aproveitado se voluntário para tal seção. Essa seção não vai pra guerra, apesar de todos integrantes da mesma terem o começo como todo mundo, apresentação, teste de seleção e o percurso tradicional em Castelnaudary no 4ºRE, escola da Legião onde vai aprender e ralar como todo mundo aprendendo os princípios básicos de um soldado. Ao voltarem para Aubagne após os 4 meses de instrução para escolher o regimento todos vão passar por um teste na Musica. Quem não quiser saber disso é só tocar, mesmo sabendo tocar algum instrumento, como um doido qualquer bosta e estará recusado. Mas se for de seu interesse diga que é voluntário para a Seção, pois mesmo sem saber tocar nada ainda poderá após o teste quem sabe ser aceito. A vida na musica baseia-se em não ir para guerra nenhuma, ficar no quartel estudando e treinando, pois irão viajar muito por toda a França e as vezes ate mesmo fora desta. Irão sim tocar em tudo que é evento que for solicitada do tipo inauguração de postos do governo, pracinhas e ate pra cachorrinha do general que faz aniversário, brincadeira, mas não que isso não ocarra se for solicitado. Irão sempre tocar e desfilar em Paris durante o desfile de 14 de julho que é um pouco como o 7 de setembro aqui do Brasil.



QUER SAIR ANTES DOS 5 ANOS

Lembram-se que disse que havia ainda como sair da Legião após ter assinado o primeiro contrato de cinco anos de forma legal. Ou ainda quando disse que na verdade o primeiro contrato é de ¨6¨meses.
Bem, esclareço-me agora.
Após sua partida para o 4ºRE, e sua incorporação numa das companhias, você passará a receber instruções e será avaliado por seus superiores, aprenderá inúmeras coisas, inclusive a historia, as tradições, a localização, suas especializações e tudo que compreende os diversos regimentos da Legião Estrangeira. Seus Chefes Instrutores e principalmente seu Chefe de Secção lhe questionara inúmeras vezes após tudo isto quais seriam os 3 Regimentos por ordem de preferência que você gostaria de servir após o Termino da Instrução no 4ºRE, para que quando forem de volta ao 1ºRE, já estarem meio cientes de suas pretensões.
Saiba agora que sobre tudo existe uma clausula em seu contrato que se durante os primeiros 6 meses o ENGAGE VOLUNTAIRE não se adaptar ao regime militar e suas disciplinas, assim como por seus superiores não for julgado e considerado apto as exigências militares a qual foi submetido, ele pode e ou deverá ser excluído da Incorporação.
A grande realidade é que você pode até chegar a Castelo no 4ºRE e sair quando voltar para o 1ºRE, pois você ainda não terá 6 meses de contrato assinado e poderá solicitar seu desligamento da Legião Estrangeira, antes é claro de assinar o Contrato de 5 anos definitivo, que só se faz após o termino de 4 meses em Castelnaudary, antes de ir para o Regimento Efetivo. – Após assinar a este e ir para o Regimento em efetivo, são raros os fatos, alem da morte que vi alguém consegui quebrar o contrato inicial e sair legalmente da Legião sem cumprir os 5 anos.

Na Verdade eu acho um enorme ato de fraqueza e um grande desperdício de talento, lutar tanto para conseguir entrar e após somente alguns meses desistir de tudo sem ter a certeza real de ter visto o que realmente é a Legião Estrangeira. Posso lhes assegurar que o 4ºRE não é a ícone que melhor representa a Legião em seu contexto global. A Legião é algo que nem passando em visita por todos os regimentos, seus olhos não conseguiriam observar a grandeza de tal, para isto é preciso, ir a um e será suficiente apenas um dos vários regimentos, mas nesse, você deverá renascer, crescer e viver o seu dia a dia, para sentir o real valor de ser legionário, de pertencer a Legião em seu Total, fazer parte dessa historia, para saber o real valor de ser LEGIONARIO. Mas como a vida se apresenta diferentemente para tantas pessoas que vêem de diversos paises e de diversas culturas diferentes, respeitando o limite de cada um, ainda aconselho se seu desejo após, mesmo se passado somente alguns dias, ser o de deixar aquela situação que não lhe traz uma sensação de vitória ao final de cada dia, não se manifestar a seus chefes logo de imediato, mesmo que sua decisão não possa ser mudada com o passar do tempo, pois se assim o fizer, terá inúmeras chances de ser perseguido pelos instrutores e pelo próprio chefe de secção que assim como vocês por ele ou eles são notados, eles por sua vez são notados por seus chefes e isto irá para sua notação em seu histórico o que por vezes pode atrapalhar numa futura promoção ou ao alcançar diferentes posições como estágios ou colocação em outros regimentos, etc. Por isso digo para não se manifestar, siga o jogo como deve ser, quando solicitarem os 3 regimentos de sua preferência, cite os 3 mais comuns que lhe parecer, assim não levantará uma provável represália sobre você, mas quando chegar a hora derradeira da escolha do regimento que deseja ir, ou seja, somente no escritório do responsável que fica lá em Aubagne no 1ºRE, as portas fechadas você poderá se manifestar sua real vontade, sem mais temer as possíveis agressões sejam elas físicas ou morais que possam lhe desejar seus ex-chefes.
Para todos que decidirem seguir após o período de instrução de base realizado no 4º Regimento Estrangeiro em Castelnaudary, meu maior conselho é o de se dedicarem ao Maximo em tudo que forem realizar, mesmo se tudo parecer uma grande idiotice, pois é necessário passar tudo aquilo ainda mais para chegar lá onde você quer realmente, e aquilo ali não é nada que vai lhe atrapalhar. Firme se em acabar esse período entre no Maximo os 5 primeiros para ter total liberdade de escolha para o regimento que deseja ir.






DESERÇÃO

Um legionário é considerado DESERTOR, após uma ausência de 8 dias.

Se por quais que sejam seus motivos como os tantos outros desertores que conheço, você também decidir se ausentar da Legião Estrangeira, você pode ficar sossegado que a Legião não vai gastar dinheiro para correr atrás de alguém que após cumprir seu período de prisão caso seja recapturado irá fugir novamente. A Legião não vai mandar ninguém a seu pais, no endereço de seus pais, amigos e parentes montar uma verdadeira campana para lhe resgatar e leva-lo de volta. Isso só é feito durante o período no 4ºRE e eles só procuram pelas redondezas de Castelnaudary e de Carcassone até Toulouse (cidade vizinhas), após colocam o nome verdadeiro, mesmo se ele estava sob anonimato na lista da policia , assim como da Gerdameria e da Interpol, como mais um desertor da legião. O que isso significa que agora com a União Européia, o cidadão ficará impossibilitado de arrumar um emprego na comunidade, pois toda vez que baixarem sua ficha de antecedentes criminais, aparecerá lá. Fica muito mais complicado para os Europeus do que para como exemplo nos mesmos brasileiros que não sofremos uma busca de antecedentes criminais na Interpol, e somente em nosso pais, mas dificulta a ida novamente para paises europeus caso num futuro desejarmos quem sabe após tanto tempo, com novo emprego e ser bem sucedido ir passear ou a negócios por lá.




APÓS O PERIODO DE INSTRUÇÃO

Após essa longa caminhada ter se dado inicio. Você já chegou na França, passou pelo PILE, foi encaminhado ao 1ºRE em Aubagne, passou pelos testes no CSI, foi aceito e fez seus quatro meses de instrução de base em Castelnaudary, voltou para o 1ºRE novamente e escolheu seu regimento de acordo com suas possibilidades em relação a sua classificação e ao numero de vagas disponíveis, só lhe resta agora chegar ao Novo Regimento e dar continuidade a um caminho que por mais vertiginosos e difíceis que possam se apresentar, fará disto tudo e sobre tudo a sua historia.

Cada regimento tem uma forma diferenciada de como receber e orientar de acordo com as necessidades de cada companhia do mesmo, os legionários que acabam de chegar, devido as necessidades praticas e ou estratégicas de cada uma, isso devido a posicionamentos que o regimento em si ou a demanda da companhia por razões especificas tais como, falta de contigente, possível partida em missão, seja de paz e ou ajuda humanitária e ou ainda em partida para algum dos diversos conflitos que a legião participa quase que constantemente.

Muitas dessas escolhas de Companhia não cabe ao recém chegado legionário escolher. Dado já explicado pelo qual o regimento vai remanejar da melhor forma que lhe for necessário, mesmo sem por muitas vezes agradar a ninguém, coisa que eles não estão nem ai por faze-lo.

Em relação ao caminho básico para todo e qualquer legionário, seja ele qual for o regimento escolhido será mais ou menos da seguinte forma. Chegará ao regimento com a graduação de Legionário com seus poucos meses de serviço, passará de Legionário a Legionário de Primeira Classe, ao completar 10 meses de serviço, isso que não é uma Graduação e sim uma simples DISTINÇÃO de Patente Por Tempo de Serviço em relação aos novos legionários que irão chegando. Nas companhias ainda estará sendo notado por seus superiores e chefe de secção, para que futuramente possa estar sendo indicado para fazer novos cursos e estágios, assim como ser enviado ao Pelotão de CAPORAL (igual a Cabo), e assim sucessivamente, podendo alcançar as mais diversas posições hierárquicas, fazer os mais diversos cursos e estágios, onde tudo dependerá na maior parte das vezes de sua simples competência e disciplina.


Poderá ate mesmo depois de seu primeiro ano e meio solicitar uma mudança de Regimento, mas isso envolverá muitas situações. Primeiro você pode se acostumar com o Regimento e com os colegas, inclusive com as funções da companhia que esta. Poderá estar marcado para você ir para novos cursos e estágios e não desejar perder os mesmos, inclusive quem sabe já poderá estar previsto um Curso de Cabo ou a Companhia estar prevista para sair e mais uma nova Turnante pela África ou ainda mesmo de Alerta para um dos diversos conflitos que a Legião vem operando atualmente.

Mas se estiver ainda descontente com sua posição e desejar mudar, saiba que isso pode gerar um descontentamento perante seus chefes e esses mesmos tomarem atitudes a mancharem sua notação.

Mas tudo isso são coisas relativas que podem ou não acontecer. Desejando realmente mudar de regimento terá que fazer uma solicitação ao seu chefe de seção, normalmente um Tenente, que passará ao Comandante da companhia, normalmente um Capitão, que poderá dar um parecer favorável ou não a sua transferência.

Para encurtar é possível trocar inúmeras vezes de regimento na legião, mas tudo isso requer muito tato ao ser solicitado. O melhor é fazer o melhor na Escola da Legião em Castelnaudary, 4RE para acabar bem classificado e poder ser um dos primeiros na classificação geral e poder escolher o regimento que mais lhe parecer de seu gosto e assim não querer mais sair de lá. Caso contrario, evite solicitar uma mudança antes de passar a Caporal (Cabo), espere e dedique-se ao Maximo para que seus superiores o notem e lhe envie ao mais breve possível (em media 2 anos a 2 anos e meio) ao pelotão de Cabos e ao retornar poderá solicitar um Sejour Outra-Mer, onde poderá ir por 2 anos a um Regimento como o 3ºREI – na Guyana Francesa, que apesar de ser perto do Brasil, em suas férias e folgas poder dar uma escapadinha ate sua casa, realizar combate na selva, etc e etc e tal, paga mal e você pode pegar muitas doenças, e ou ainda um regimento como a 13 DBLE (Demi Brigada da Legião Estrangeira), situada na África num pequeno pais chamado Djibout, e lá recolher um pouco mais de grana, pois a Legião um dia pode se tornar ingrata e você precisar ou decidir sair e essa grana lhe será muito útil.

Quanto a ficar ate se aposentar no mesmo regimento é meio improvável isto ocorrer, pois com o passar do tempo sera encaminhado a um sejour outra mer, ou seja, isso é uma Estadia de 2 anos em um quartel que pode ser na África ou ate mesmo na Guiana Francesa, prefira a África, pois paga melhor, mas em matéria de aventura ainda o 3 REI é muito mais. Isso não impede que após esse Sejour completado você não volte ao seu regimento de saída, ou ainda que escolha outro regimento que lhe convenha. Há pessoas que chegam a fazer ate 3 sejours e sempre conseguem voltar ao regimento de origem, outras que fazem 2 a 3 sejours e sempre ao retornar escolhem outro regimento diferente daquele que já esteve, e por inclivel que pareça, ela vão mesmo. Poço dizer que você mesmo terá vontade de ir a um desses sejours, ou para levantar uma grana a mais ou ainda por dar um tempo em seu Regimento que talvez não foi o seu de primeira escolha e depois acabou se acostumando, etc.

Em relação aos finais de semana na Legião varia muito de regimento para regimento e isto tem suas variantes devido ao Regimento que esta não estiver se preparando para nenhum teste regimentar, se preparando para uma Turnante, ou de alerta para um intervenção em qualquer conflito dos vários que a legião esta participando ou poderá vir a participar. Pode ate mesmo ter relação com sua simples companhia que estiver, caso ela esteja na semana de serviço ou da mesma forma se preparando para uma manobra, ou ainda se preparando para uma Turnante independente, ou pronta para partir com ou sem o regimento a um conflito, etc. Mas basicamente o final de semana para um regimento no Continente começa na sexta feira a noite após o fim do espediente e vai ate segunda feira de manha por volta das 6 da manha quando tem uma chamada. Digo isso no continente, pois para um regimento como o 2REP – regimento estrangeiro de Paraquedistas, que situa-se numa ilha chamada Corsica, la o regime é mais rígido e por ser um regimento de prontidão máxima todos devem solicitar um titulo de permissão para poder sair. Tudo isso é muito comum e não deve ficar a pensar primeiro nisso e sim a conseguir entrar. Não importa o que fará nas férias ou nos finais de semana se não estiver la dentro.




Subir de Patente

Ao engajar-se na Legião, após ter feito todos os testes e ter sido aprovado em AUBAGNE, cidade ao sul da França, a 20 kms de Marselha no Quartier Vienot – 1ºRE você será de primeiro, um E.V. – Engage Voluntaire / ira para a escola da Legião em Castelnaudary, cidade no Sudoeste da França onde fica o 4ºRE – Regimento Estrangeiro. Lá aprenderá tudo de um soldado de base e fará algumas marchas, uma delas é chamada de MARCHE du KEPI BLANC, que após essa terá uma formatura é passara a ser um LEGIONAIRE. Saira de Castelo, como é chamado e voltará a Aubagne 1ºRE, que com sua classificação final em Castelo terá o direito a escolha do Regimento que deseja ir. Nesse regimento por você (ou não) escolhido ira para uma companhia e nela ficara como Legionário ate completar 10 meses de serviço, (no meu tempo era 1 ano), depois dos 10 meses de serviço receberá uma distinção gratuitamente de LEGIONARIO DE PRIMEIRA CLASSE ( 1cl). Depois disso as coisas começam a complicar-se. Fará em sua companhia de seu regimento vários cursos, e se for um soldado bem disciplinado e bem notado pelos seus superiores, o seu chefe de seção poderá lhe enviar ao estagio de CABO (caporal como lá é chamado). Isso deve ocorrer nos tempos de hoje entre 2 anos a 2 anos e meio no máximo. (no meu tempo era entre 3 anos e meio a 5). Depois disso o percurso se divide em duas ramificações distintas. Se for bem notado seus superiores podem lhe enviar ao CURSO DE FORMAÇÃO DE SUB OFICIAIS, e saira de la como Sargento tendo um longo percurso a percorrer nos degraus da Herarquia Militar, sempre dependendo de suas Notações em relação ao seu comportamento e seus Superiores. Caso não siga essa linha bem distinta, saira de CABO para CABO CHEFE, que não é nada mais do que uma distinção dada aos cabos por tempo de serviço, e sua carreira praticamente para por ali, poderá fazer 30 anos de Legião com essa mesma patente. Patente em termos pois é uma distinção como de Legionário e Legionário de Primeira Classe, não vale nada mais, apesar do salário sofrer uma pequena variação. Por isso digo a Vocês como disse para Mim mesmo ao chegar lá. Só saio daqui quando chegar no mínimo a Sub Oficial (Sargento). Não é tirando o mérito dos caporais-chefs, mas quem vai tem que sonhar alto e não se acomodar num canto esperando as coisas acontecerem, tem que ir para ser o melhor e dar de si o melhor para isto. Ser Caporal Chef não é desmerecedor de respeito, mas saberá e verá muitos deles, Gordos e Barrigudos, Beberrões e Largados, sem nenhuma motivação, ainda querendo mandar, quando não sabem e/ou não conseguem executar o que exigem.

Pergunta postada para mim no Orkut
Assim que se entra na Legião quem tem curso superior tem alguma vantagem para acender em patente, sei que precisa de cursos feitos na Legião também e que o perfil do legionário conta muito, mas quem tem pode acender mais rápido ou não?

Essa pergunta é bem complexa. Se disser Não, estarei mentindo.
Mas se disser apenas Sim, não será totalmente a verdade, já que tudo na realidade dependerá do Nivel General (N.G) que o Voluntario conseguir ainda quando estiver fazendo os testes seletivos. Sabendo que se ele conseguir um NG de pequeno porte, o que impediria a esse de fazer certos cursos dentro da Legião, ele pode solicitar uma unica vez em toda sua vida dentro da legião para refazer esse teste.
Se for melhor sucedido, otimo para ele, pois assim talvez ele tenha alcançado níveis que lhe permitam fazer cursos que lhe ajudarão a chegar a patentes mais altas, mas se após ter realizado esse segundo teste e ainda for pior do que a primeira vez, vai ficar com a pior nota. Digo Tudo isto para tentar lhe explicar que alguem com curso superior, deve teoricamente ter um raciocinio mais amplo e conhecimentos mais vastos sobre diversos assuntos, o que pode teoricamente ajudar a tal obter uma maior nota durante o teste que lhe dará seu N.G. (nivel general) = chamado de Q.I aqui no Brasil.
Então seguindo o raciocinio.
Quem tem curso superior, tem melhor instrução, com isso vai ter melhor QI, com isto ira fazer melhores cursos na Legião, tendo esses cursos da Legião, certamente será indicado a estagios que lhe levarão a novas patentes.
Mas se pensar que nem todo mundo que tem curso superior é assim capacitado, com grau de instrução devido e raciocinio amplo.
O curso superior não adiantará em grande coisa.
Alem do mais pense que aquele que tem um curso superior aqui no Brasil, se comparado com alguem de curso superior do afeganistão, ele tem uma instrução forte. Mas esse mesmo do curso superior brasileiro em comparação com certos americanos, ingleses, japonese, alemães, etc com cursos superiores em seus paises, pode enfraquecer a idéia de ser bom ou não.
Por isso digo a todos que não pensem nessa possibilidade, pois se for para lá pensando que isso lhe ajudará. Pode se decepcionar.
Outra mais, é que se alguem tem curso superior aqui no Brasil, deve ter uma condição socio-economica não tão ruim assim, e deve ter sua posição já meio que definida. Largar tudo para ir a Legião alem de uma grande perda de tempo, dinheiro, colocação, pode ser além disso uma grande decepção da realidade do que realmente é a Legião e que muitos por viverem de ilusões cinematograficas não conseguirem enchergar plenamente.




Quanto as FÉRIAS tem vários motivos que implicam nesse fator
O Primeiro vai depender de você estar ou não sobre contrato de anonimato
O que isso quer dizer: Se você for casado, tiver filhos mesmo sem ser casado, ou ainda ter tido algum problema judiciário que precise que ao entrar na Legião mude seu nome, como foi meu caso ou por sua propria solicitação. Ao se engajar eles vão mudar seu nome, e só terá como referencia a primeira inicial do seu nome. O meu nome Rush passou a ser Ribeiro. Com o passar dos anos você poderá se RETIFICAR, ou seja passado alguns anos, na maioria das vezes dura o primeiro contrato inteiro (5 anos), você poderá entrar com pedido de retificação para ter novamente o seu nome verdadeiro. Eles vão lhe informar que você não deve quebrar o anonimato, mandando cartas com seu nome verdadeiro, e caso receba alguma carta em seu nome verdadeiro ela não será entregue e pode lhe prejudicar perante ao sistema de vigilância e seguança da Legião. Mas hoje com a internet e outras formas de comunicação isso é quase que relevante, pois nos fins de semana poderá ligar para sua família ou quem quiser, ainda ir a uma Lan House e mandar e-mails ou um bate papo via MSN, SKIPE, etc. O que o Anonimato implica com as férias. Estando sobre contrato de anonimato você durante os primeiros 5 anos, ou enquanto estiver sobre o anonimato não poderá voltar ao seu pais natal, (Brasil) mas terá o mesmo direito a férias que todos e poderá ficar na França tranquilamente. Claro que isso é teórico, pois nas férias você poderá conseguir sair da França para qualquer pais da Europa que desejar desde que seja por vias Terrestre e/ou Ferreas, pois nas fronteiras você só precisa apresenta sua carta de identidade da Legião e as Portas se abrem. Evite os Aeroportos pois sempre será preciso do Passaporte. Vir para o Brasil se torna um pouco mais complicado, pois na maioria das vezes as primeiras férias são de 15 a 30 dias, mas pode chegar a 45, já que não se contam os fins de semana, Sábado e domingo, nem os Feriados que nesse periodo tiver. Para ser mais claro, só se conta os dias úteis. Uma PERMA, como é chamada ou PLD, PERMISSÃO LONGA DURÉE, de 15 dias passa a ser de 3 semanas praticamente, chegando as vezes ate a uns 23 dias no total. Mas o tempo é curto para vir ao Brasil, pois precisaria de um passaporte o que você estando sobre anonimato não terá em mãos, pois ao engajar-se a Legião vai confisca-lo. Existe varias formas de burlar esse sistema. Antes de sair do Brasil faça 1 passaporte, depois de algum tempo faça um B.O de Perda ou de Roubo e após outro tempo faça um segundo. Ao sair do Brasil apresente o Valido, (Claro) mas quando for se engajar apresente aquele que declarou no Brasil como roubado ou perdido. Assim quando sair de férias já terá um passaporte nas mãos ainda valido para poder viajar quase que de imediato. O grande problema vai ser como guardar um passaporte com Você, já que eles lhe tirão tudo e há varias revistas imprevisíveis, e se encontrarem o documento você ta literalmente ferrado, vai preso por algum tempo e ainda vai ficar sobre vigilância, que é um saco. A solução seria deixar com alguém fora da legião se conhecesse alguém morando numa cidade que passaria antes de se engajar. A Segunda forma seria. Ao sair de férias ir para um pais próximo, do tipo ESPANHA, ir ao consulado e dizer que perdeu o passaporte e esta precisando retornar ao Brasil, eles lhe farão um simples papel dando lhe autorização de entrar no pais, mas para voltar teria que estar com outro passaporte, o que implica ter que ir na Federal e tirar um novo, o que a burocracia aqui comeria um bom tempo, e risca de não sair, levantar suspeitas e complicar suas férias. Por isso o melhor é nas primeiras férias ir a um pais como ESPANHA, cidade de Barcelona e solicitar um novo passaporte pois ao chegar ao hotel viu que tinha perdido o seu, agora esta la para tirar um novo e prosseguir viagem pois ainda não pretende voltar ao Brasil, e precisa de um passaporte para ir ainda a FRANÇA, INGLATERRA, etc., mas tudo isso a Turismo. Não se complique em muitos detalhes e explicações do tipo sou estudante, ou tenho família lá, pois isso gera muitas perguntas. O passaporte novo leva em media UMA SEMANA para sair, mas como tem férias de 15 dias ta no prazo, mas faça isso de imediato chegando a Barcelona na Espanha ou outro cidade qualquer que deseje ir, tipo Itália, Bélgica, etc., Digo sempre Espanha pois a língua não é difícil, e com um portanhol da pra se virar legal, alem do mais a cidade é ótima, bonita e tem muitos brasileiros morando por lá. Não esqueça que ao voltar para a França terá que esconder bem o novo Doc para que não seja flagrado com o mesmo numa revista de quartos, etc. Alem do mais em suas primeiras férias terá muita vontade de conhecer um pouco mais da França que verá pouco se for se engajar e ir diretamente para a Legião a custa de não possuir um capital saudável para bancar estadias em hotéis, refeições, etc.
 
Old January 17th, 2012   #2
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

P L D (Permissão de Longa Duração) = FÉRIAS
1 ano de serviço: Corresponde a 15 dias de PLD
2 anos de serviço: Corresponde a 20 dias de PLD
3 anos de serviço: Corresponde a 35 dias de PLD
+3 anos de serviço: Corresponde a 45 dias de PLD


Saibam que as férias contadas aqui como 15 dias por exemplo so se conta os dias úteis, ou seja de segunda a sexta, o que pode fazer esses 15 dias chegar ate mesmo a 23 dias. Veja.
Você pede que o inicio de suas férias seja na segunda feira, mas sábado e domingo se seu regimento não trabalhar, você já pode sair do quartel na sexta a noite após o expediente, já ganhando 2 dias (o sábado e domingo) 15 + 2 = 17 ainda terá no meio desses 15 dias mais dois finais de semana, onde ganhará +4 dias (2sabados e 2domingos), e deveria voltar no fim dos 15 dias que cai exatamente no Sábado, que se seu regimento não trabalhar poderá deixar com um amigo uma solicitação de titulo de permissão para o final de semana que deveria voltar , ganhando assim ainda +2 dias (outro sabado e domingo). Agora conte bem, e verá que isso pode ser bem vantajoso. Não esqueça que se ainda tiver nesse seu período de férias um dia da semana que seja feriado nacional, você ajuntará a suas férias de 15 dias mais um ainda, mas lembre-se que so na semana pois se for num sábado ou no domingo não vai acrescentar mais nada não, vai contar simplesmente como sabado.

A Solicitação de PLD no Estrangeiro (Viajar para fora da França) deve ser feita com no minimo de 1 mês (30 dias) antes da permissão.

Para as permissões normais, a demanda deve ser feita com 7 dias mínimos antes da permissão

O Pedido de Permissão para o MALMOUSQUE, que é um centro de férias da Legião, um tipo de hotel mas onde se cumpre normas militares também, serve para os Legionários que meio sem grana ou sem onde ir possam ficar, e que fica na cidade de Marselha, essa permissão deve ser solicitada com no minimo 18 dias antes da permissão.

É possível ainda se pedir uma permissão excepcional no caso de matrimônio (casamento), nascimento, etc antes de deixar o OUTRE-MER (unidades que se encontram fora da França) tem que ter uma permissão de distância (SHM 13DBLE, DLEM, 3REI) e para o ultra-mar depois do CFC.







Salário


Quanto ao salário não sei mais hoje quanto ganha um EV (Engage Voluntaire,) nem um Legionaire, nem pra cima disso. Posso apenas assinalar que o Salário é mensal, e Você não precisa ter uma conta aberta não, a Legião se encarregará de tudo para Vocês, ate mesmo Seguro de Vida, etc.

Ainda falando se em RENDIMENTOS após o ingresso na Legião, é sempre bom sim pensar neles, mesmo sabendo que se a Legião não pagasse nada, ainda haveria muitos que iriam se engajar da mesma forma, pois teen o espírito aventureiro ou precisão se isolar, não importando realmente o motivo para tal isolamento. Mas a Legião paga , não uma fortuna, nem uma merreca, acredito o justo a cada um. Por isso acho que todos devem desde o primeiro dia de efetivação na legião pensar no que ganha e no que realmente quer gastar, para ter sempre em sua previsão o futuro, pois um dia a Legião pode acabar para você, seja pela aposentadoria, o que é ótimo, vai receber uma soma mensal ate o fim de sua vida, mas se acabar por um motivo diferente do que talvez prevê hoje, tenha algum guardado, ou que no mínimo com o que tenha economizado ao longo de um período esse tenha se transformado ou transforme se em algo sólido aqui no Brasil ou onde desejar, assim como uma casa própria, um investimento que após a Legião ainda lhe provenha frutos para uma vida mais tranqüila, e não pelo contrario ao final de tudo veja que tudo foi por água abaixo ou em cervejadas e mulheres em vão que não mereciam o seu suor. Pense nisso, mas também não vá ser efetivado na Legião e virar um Mão de Vaca, que não sai pra se divertir, curtir baladas com os amigos, só para ser alguém no fim de tudo, pois ate esse pode quem sabe não vir a acabar como deseja. Digo isso, pois tive amigos que faziam isso, ficavam trancados no quartel sem sair e sem gastar nada para terem inúmeras coisas para eles quando saíssem da legião. E dentro destes um ficou louco, e hoje vive numa casa de repouso fechado pela própria família que uso frui do que ele construiu, e outros que em missões não voltaram para ver o que tinha realizado, mas por outro lado, tenho amigos que se divertiram e ainda guardaram o suficiente para sair como apenas 5 anos de serviço na Legião e fazerem cursos de piloto de helicópteros, e que isso lhe deu um bom patamar e que vivem disso ate hoje e são gratos a Legião para sempre por terem lhes dado à chance de viver uma bela aventura e proporcionar um futuro. Claro que nada disso seria possível se não tivessem a cabeça e o pensamento forte no que a vida sempre surpreendente pode nos reservar.



A tabela abaixo referente a salário esta presente no site oficial da Legião


http://www.legion-recrute.com/en/tests_sportifs.php


Veja SOLDE, para possíveis atualizações





GRADE SERVICE 1°RE 2°REP * 3°REI ** 13°DBLE ***
Légionnaire 10 mois 1205 € 1460 € 1433 € 3567 €
Caporal 03 ans 1226 € 1480 € 1452 € 3626 €
Caporal-chef 10 ans 1303 € 1607 € 1600 € 3939 €
Sergent 7 ans 1351 € 1648 € 1650 € 3929 €
Sergent-chef 10 ans 1779 € 2095 € 1945 € 4186 €
Adjudant 17 ans 2007 € 2140 € 2180 € 4748 €
Adjudant-chef 21 ans 2078 € 2427 € 2477 € 4818 €




TREINAMENTO para os TESTES SELETIVOS


Não existe algo que eu possa lhe dizer do tipo, Faça Assim!
Já disse que os testes físicos não são muitos pesados. Se Vc consegue correr uns 30 minutos, sem parar e não precisa ser em uma cadencia de Maratonista, se Vc consegue fazer umas 30 frecções de Braço, consegue fazer umas 15 barras e uns 50 abdominais clássicos do tipo com joelhos dobrados, não será muito difícil passar no teste físico. Mas digo também que passar às vezes não é suficiente, pois haverá outros que estarão muito acima da media básica que é o que lhe disse acima.
Um bom treinamento seria vc começar a se preparar, em treinos de 1 hora diariamente.
Faça um pouco de alongamento dos músculos 3 a 5 minutos,
Logo após corra no mínimo 30 minutos (evite o tipo de esteiras de academia, procure um parque ou na rua), comece bem de vagar, digamos os 5 a 8 primeiros minutos, isso para se adquirir uma cadencia que vc ira ate os últimos 5 minutos. Quando faltar 5 minutos acelere sua cadencia, mas não vá se estourar é só uma cadencia mais rápida. Durante os 2 a 3 minutos que restarem, ao acabar esse tempo diminua a cadencia, mas não pare de repente, continue correndo bem de vagarinho e respire para conseguir voltar ao estado respiracional quase normal.
Após a corrida faça alguns exercícios básicos de extensão muscular, visando a não deixar os músculos atrofiados. Esses mesmos são importantes serem realizados bem lentamente para que seus músculos relaxem e respirem.
Quando acabar os exercícios, passe para os exercícios que deve focar em relação ao teste físico da Legião.
3 series de 4 a 5 barras
3 series de 10 a 15 frecções de Braço
3 series de 20 a 30 abdominais clássicas
Isso será o básico para começar e devera aumentar os exercícios de acordo que estiver achando fácil executar os exercícios e as series completas diariamente. Vc não deve aumentar o nº de exercícios se vc não conseguir completar todas as 3 series por completo
Após 1 mês de corrida sempre visando o ganho de uma cadencia. Vc terá que escolher 1 dia da semana para fazer o FRACCIONADO, ou seja, nesse dia vc só ira correr 15 minutos para aquecer, ou seja, corra há uma cadencia tranqüila, após esses 15 minutos fará mais 10 minutos em tiros de Forte e Fraco, faça 100 metros o mais rápido possível e volte os 100 metros trotando bem de vagar (nunca ande) e faça isso durante uns 10 minutos ou 10 vezes os tiros de 100 metros rápidos. Nesse dia fará as series de Barras, Frecções e Abdominais normalmente.




O teste físico aplicado hoje na legião para determinar a capacidade física cardio respiratória do cadidato se chama LUC-LEGER, que consiste em correr um vai e vem entre duas faixas distantes uma da outra em 20 metros, ao som compassado de um bip.

No final deste tem um relato sobre como é feito e analizado o sistema LUC-LEGER.



Vale a pena conferir o que eles colocaram no site a respeito do teste físico, da para se ter uma leve noção de como é realizado o teste LUC LEGER!, visite esse site abaixo e veja as fotos e tem ate mesmo um vídeo.

http://www.legion-recrute.com/en/tests_sportifs.php






HISTORIA
e CURIOSIDADES




PARA SABER UM POUCO MAIS


A maior parte dos textos que se seguem nessa seção é por pura curiosidade, pois eles não acrescentam em nada as informações que alguém possa necessitar para engajar-se na Legião Estrangeira. Mas como saber nunca é de mais, coloquei alguns fatos históricos e diversas curiosidades.





Um pouco de história
Durante o século 19 a Europa vivia um momento difícil com guerras e revoluções por todos os lados, o rei Luis Felipe viu então um momento propicio para a criação de uma legião composta de voluntários estrangeiros em 9 de março de 1831 ele assina um decreto para a criação da Legião Estrangeira Francesa que inicia suas atividades oficiais em 10 de março de 1831(isso foi apenas formalidade, pois a Legião já havia sido formada e treinada meses antes) no inicio era apenas formada por batalhões de engenharia. O Rei Luis Felipe não queria a localização da Legião na metrópole o lugar mais propicio foi à cidade fortificada de Sidi-Bel-Abbes nos limites do Saara.

O batismo de fogo foi no dia 27 de abril de 1832, durante operações do 3ºBatalhão na Argélia, coube aos alemães e suíços essa honra, em novembro daquele ano a Legião enfrentaria um novo oponente Adl El-Kader (que combateu pela liberdade da Argélia) na batalha de Sidi-Chabal.
Durante a revolução Carlista (1835 a 1839) na Espanha a Legião enfrentou duras batalhas e quase se viu extinta, dos 4500 homens (todo o efetivo) enviados para o combate apenas 500 voltaram, foi durante essa luta que a Legião recebeu a divisa HONNEUR ET FIDÉLITÉ e saíram com status de tropa de elite.

Nenhuma força de elite está cercada de uma imagem mais romântica e nem foi objeto de tantos enganos e mitos como a Legião Estrangeira francesa. Criada em 1831 para atuar na conquista da Argélia, teve seus primeiros anos conturbados pelas freqüentes guerras contra os árabes, pela indisciplina de seus componentes e pelos conflitos internos. Reformulada em 1835, lutou no norte da África, na Criméia (1854/56), na Itália (1859), na Guerra Franco-Prussiana (1870) e em muitas campanhas coloniais. Teve um papel importante nas duas guerras mundiais, consolidando a sua reputação. Na Primeira Guerra (1914/18) perdeu 115 oficiais e 5.172 legionários e seu Regimento de Marcha foi o mais condecorado do Exército francês. Na Guerra da Indochina, na célebre Batalha de Dien Bien Phu, sete batalhões da Legião foram subjugados pelo Vietminh, sem jamais se renderem. Em seguida atuou mais uma vez na Argélia e na crise do Canal de Suez, no Egito, em 1956. A Legião sempre desempenhou bem o seu papel de defender os interesses da França junto às suas colônias na África, no Pacífico e no Caribe.
Atualmente a Legião Estrangeira existe como uma força de todas as armas, bem organizada e equipada com armamento padronizado do Exército francês. Divide-se em regimentos de dez companhias, algumas especializadas (reconhecimento, morteiros, blindados leves, etc). Destes o mais conhecido é o 2º Regimento Estrangeiro de Pára-quedistas, baseado na Ilha de Córsega, no Mediterrâneo, com quatro companhias de combate, que se orgulha de poder montar uma operação para qualquer parte do mundo em apenas 24 horas. O uniforme dos legionários segue o padrão das demais unidades francesas, acrescido do famoso quepe azul envolto num pano branco (para proteção contra o sol e a areia do deserto), com a parte de cima vermelha e emblema dourado. Para combate usa-se o camuflado padrão, normalmente com boinas.

Guerra da Criméia
Em 1853 Nicolau 1 iniciou um ataque com o intuito de tomar Constantinopla, ele se julgava senhor da Europa e classificou essa ação como "ataque ao homem doente” (uma referência ao decadente império Otomano), os Turcos pediram o auxilio de França e Inglaterra que prontamente atenderam, mais tarde viria à Itália.
Os franceses e ingleses que desembarcaram nos balcãs enfrentaram a cólera. O exército de Menchnikov foi derrotado em Alma como não havia cavalaria foi impossível a perseguição ao exército do príncipe. Em 1855 os aliados já tinham a iniciativa do combate e passaram a lutar por Sebastopol, batalha que durou um ano, durante os combates corpo-a-corpo houve vários momentos de valentia por parte dos legionários.
Em abril de 1856 todos os legionários que lutaram na Criméia foram naturalizados franceses.

Jean Danjou
Quando criança durante um almoço Jean Danjou ficará muito impressionado com um dos oficiais que não parava de falar sobre seus feitos na África, ele ficou admirado com aquilo e passou a se empenhar no intuito de ser tornar militar. Com 20 anos havia se diplomado na Escola de Cavalaria de Saint-Cyr, aos 25 anos depois de entrar no 2ºRegimento Estrangeiro, começou a se destacar na campanha da Criméia, durante a Batalha de Sebastopol amputaram sua mão esquerda o que não impediu que ele monta-se cavalos e seguise a carreira militar.



A Batalha de Camerone
A Legião é envolta por uma aura quase mítica graças a eventos ocorridos no México, mais precisamente em 30 de Abril de 1863. Uma pequena companhia comandada pelo Capitão Danjou, formada por 62 soldados e 3 oficiais, os legionários usavam sombreiros e deixavam os quepes amarrados à mochila, foi atacada por 3 batalhões mexicanos, compostos por infantaria e cavalaria, comandados por um coronel de nome Milan, forçando-os a se defender na Hacienda Camerone, um casarão foi o palco da batalha. Apesar de estarem em completa desvantagem, lutaram até o fim(resistiram por 10 horas e 30 minutos, durante o tempo em que resistiram foi o suficiente para que 60 carroças e 150 mulas escoltadas por duas companhias de legionários chega-se até Puebla, aqueles suprimentos consistiam em peças de artilharia, medicamentos, víveres e francos franceses. A missão de Danjou consistia em segurar os mexicanos custasse o que custasse. Mesmo diante dos apelos de rendição Danjou e seus homens recusaram-se a se render, quando convenceu seu sub-tenente Vilain em ir até o fim já tinha se decidido em morrer pela França. Percebendo que o comboio ia se distanciando Milan disse: " non sun hombres, sun demônios"(não são homens, são demônios).
Danjou foi mortalmente ferido na cabeça(a fontes que dizem que foi no peito, Vilain que assumiu o comando teve o mesmo fim) durante a batalha, e seus últimos homens(quatro legionários) executaram um último ataque com suas baionetas e foram mortos. Restando apenas dose legionários, os soldados mexicanos ofereceram a eles uma oportunidade de rendição, que eles só aceitariam se pudessem voltar para sua base com sua bandeira e o corpo de Danjou. Milan concordou com as condições dos franceses.
Do lado mexicano morreram 300 homens, fora os que morreram depois vitimas de ferimentos. No dia seguinte quando os franceses foram enterrar seus mortos encontraram um legionário vivo le tambour(tocador de tambor)de nome Lai que tinha em seu corpo 7 ferimentos a lança 2 a bala, quase que ele foi enterrado por engano junto com os mortos, posteriormente Lai foi condecorado com a cruz da "Légion d' Honneur" os relatos de Lai sobre Camerone foram incríveis.
Em decorrência dessa batalha Napoleão 3 colocou em todos os regimentos estrangeiros a inscrição "Camerone 1863". Todos os militares franceses passaram a fazer a apresentação de armas quando passavam pelo local da batalha em gesto de homenagem. Em 1892 construíram um monumento em latim dizendo: "Eles foram, aqui, menos de sessenta, opostos a todo um exército que lhes destruiu a vida antes que a coragem abandonasse seus soldados franceses".
A prótese da mão esquerda que Danjou usava encontra-se no museu da Legião Estrangeira, na festa de Camerone ela é levada pelo oficial superior e passa na frente de todos. Dizem que: "Camerone é o mais alto símbolo da virtude militar". Hoje em dia, o Dia de Camerone é um dia muito importante para a Legião, celebrado por todos os legionários não importando onde estejam. São feitas grandiosas paradas e suntuosos banquetes.


Carta de Criação da Legião Estrangeira
Pontos principais da carta escrita pelo Rei Louis:

Louis Philippe, Roi des Français. Ordennance du 10 Mars 1831 A tours, présents et à venir, salut. Sur le rapport de nobre Ministre, Secrétaire d’Etat au Département de la Guerre, Nous avons ordonné et ordonnons ce qui suit: II sera formé une légion compossé d’etrangers. Cette Légion prenda la dénomination de Légion Etrangère.
Paris, 10 de Março de 1831.


O QUE É UMA LEGIÃO ESTRANGEIRA
Uma legião estrangeira é um destacamento militar criado por um país que é formado por voluntários estrangeiros. Uma vez que seus membros estão sempre em serviço, eles não seguem a mesma estrutura de um regimento padrão.

Muitos países possuíam destacamentos desse tipo antes do século XX, como por exemplo, a "King's German Legion" (Legião Germânica do Rei) da Grã-Bretanha. Atualmente, apenas a Espanha e a França mantêm legiões estrangeiras, sendo que apenas a última continua aceitando novos voluntários, sendo a mais famosa de todas. Normalmente, usa-se Legião Estrangeira para se referir à legião estrangeira francesa.


Em 1830 Carlos X é deposto e as tropas estrangeiras que estavam sobe seu controle passaram a ser controladas por Luiz Felipe de Orleans que as transformou na Legião Estrangeira Francesa em 1831.


A Legião Estrangeira é considerada uma tropa profissional, tem muitas tradições e muitas historias para contar, boas e más....
A maior parte de seus Quartéis estão situados no sul da França mas também tem alguns espalhados pelo mundo.(Djibuti,Guiana Francesa,e Mayotte).
As cores da bandeira da Legião são o Verde e Vermelho, a boina é verde e tem o "Képi Branco" utilizado em comemorações e faz parte do uniforme de saída.
A Educação do Legionário tem como base o "Código de Honra do Legionário"






O CÓDIGO de HONRA do LEGIONÁRIO



------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Code d´Honneur du Légionnaire (ORIGINAL)

1 – Légionnaire tu es um volontaire servant la France avec Honneur et fidélité.

2 – Chaque légionnaire est ton frère d´arme quelle que soit as nationalité, as race, as religion. Tu lui manifestes toujours la solidarité ´troite que doit unir lês membres d´une même famille.

3 – Respectueux dês traditions, attaché à tes chefs, la discipline et la camaraderie sont ta force, le courage et la loyauté tes vertus.

4 – Fier de ton état de légionnaire, tu le montres dans ta tenue toujours élégante, ton comportement toujours digne mais modeste, ton casernement toujours net.

5 – Soldat d´élite, tu t´entraines avec rigueur, tu entretiens ton arme comme ton bien le plus précieux, tu as le souci constant de ta forme physique.

6 – La mission est sacrée, tu l´exécutes jusqu´au bout, à tout prix.

7 – Au combat, tu agis sans passion et sans haine, tu respectes les ennemis vaincus, tu n´abandonnes jamais ni tes morts, ni tes blessés, ni tes armes.




------------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Tradução


Código de Honra do Legionário (ORIGINAL)

1 – Legionário, tu és um voluntário, servindo a França com honra e lealdade.

2 – Cada legionário é teu irmão de arma seja qual for a sua nacionalidade, a sua raça, a sua religião. Tu manifestarás sempre a estreita solidariedade que deve unir os membros de uma mesma família.

3 – Respeitador das tradições, fiel aos teus chefes, a disciplina e Camaradagem são a tua força, o valor e a lealdade tuas virtudes.

4 – Fiel do seu estado de legionário, tu o mostrarás na tua farda sempre elegante, teu comportamento sempre digno mas modesto, teu aquartelamento sempre limpo.

5 – Soldado de elite, tu treinas com rigor, cuida da tua arma como teu bem mais precioso, cuida permanentemente da tua forma física.

6 – A missão é sagrada. Tu a executas até o fim, a qualquer preço.

7 – No combate, tu ages sem paixão e sem ódio, tu respeitas os inimigos vencidos, nunca abandonas nem os teus mortos, nem os teus feridos, nem as tuas armas.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No item 6 do código de honra do legionário atual, foi mudado a versão original que dizia “a tout prix” (a qualquer preço), para uma nova versão que diz “no respeito das leis, dos costumes da guerra, das convenções internacionais e se for necessário, ao perigo da tua vida”.

Esta versão foi introduzida para que não levassem a interpretações errôneas do artigo, já que a Legião hoje participa de inúmeras missões humanitárias, juntamente com a ONU.

E confirmado ainda mais depois que soldados americanos foram flagrados torturando, humilhando e agredindo fisicamente prisioneiros de guerra iraquianos.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------


No inicio as fotos eram proibidas na Legião isso só foi mudar anos depois.


A Legião Estrangeira Francesa (Francês: Légion Étrangère) é uma unidade do exército francês desde 1831. Seu nome se deve ao fato de recrutar estrangeiros, diferentemente do resto das suas forças armadas.



Forças Armadas Francesas
As Forças Armadas Francesas concentram o poder executivo no Presidente da República Francesa, no papel de Chef des Armées (Chefe das Armas). No entanto, a Constituição Francesa permite ao governo (i.e., aos departamentos executivos, que não são necessariamente do mesmo partido político que o presidente) dispor das forças governamentais civis e militares. O Ministério da Defesa (em 2005, ocupado por Michèle Allior-Marie) é o responsável pelo financiamento, alocação de recursos e operações.

As Forças Armadas Francesas encontram-se divididas em quatro ramos:

Exército (Armée de Terre), incluindo:
Caçadores Alpinos
Legião Estrangeira (Légion étrangère)
Marines
Aviação ligeira (ALAT - Aviation Légére de l'Armée de Terre)
Engenharia (Génie), onde se inclui:
a Brigada Parisiense de Sapadores
Marinha (Marine Nationale), incluindo:
Aviação Naval
Fuzileiros Navais e Comandos Navais
Força Aérea (Armée de l'Air), incluindo:
A defesa aérea territorial
Gendarmerie (Gendarmerie Nationale), a polícia militar que opera como polícia pública quer no contexto real como geral.






A Legião estrangeira é criada o 10 de Março de 1831 pelo rei Louis- Philippe, rei dos Franceses, à instigação maréchal Soult, ministro da Guerra. Reune, à esta data, os diferentes corpos estrangeiros do exército francês, incluindo as guardas suíças, procedentes da Paz perpétua assinada após a batalha de Marignan e o regimento Hohenlohe. Este bando novo é destinado de combater na Argélia.

Os primeiros acantonamentos da Legião são implantados Langres, Bar-Le-Duc, Agen e Auxerre. Os antigos das guardas suíças e o regimento Hohenlohe são colocados1 no batalhão. _ os 2e e 3e receber suíço e alemão, 4e ser reservar espanhol e português, 5e sardes e italiano, 6e belga e holandês e 7e polaco.


Ao início, a Legião constitui um meio muito eficaz para retirar aos elementos "mais indesejáveis" da sociedade francesa século X. As suas filas são preenchidas de mortíferos, évadés, mendigos, criminosos de direito comum e de imigrantes não desejados.

O legionário é formado muito mal, pouco ou não pagado, e recebido mais sumária em matéria de equipamento, vestuários e alimento. A motivação dos homens está então ao mais baixos, porque as razões de juntar-se à Legião são geralmente o desespero e o instinto de sobrevivência antes que o patriotismo. Certos legionários tentam muito provavelmente escapar à graves problemas as condições de vida e de trabalho são terríveis e as primeiras campanhas provocam pesadas perdas. Consequentemente, désertions colocam um problema importante à Legião. Forjar uma força de combate eficaz a partir de um ramassis de soldados pouco fundamentados, representa uma empresa dos mais difíceis. Neste objectivo, a Legião desenvolve imediatamente uma disciplina incrivelmente estrita, excedendo de longe a imposta ao exército francês regular.


História do fundador da Legião Estrangeira
Louis- Philippe Orléans (6 de Outubro de 1773 à Paris - 26 de Agosto de 1850 à Claremont o Surrey, Inglaterra), conhecido sob a Revolução como o cidadão Chartres ou ainda Igualdade fios, seguidamente rei dos Franceses de 1830 para 1848 sob o nome de Louis- Philippe IER
Nascido em Paris, Louis- Philippe Orléans era os fios de Louis Philippe Joseph Orléans (1747-1793), duque Orléans (conhecido sob o nome de "Philippe Igualdade") e de Louise Marie Adelaide Bourbon (1753-1821) (o seu nascimento foi contestado ulteriormente certo Maria- Stella, baronne de Sternberg, que se pretendia rapariga de Philippe Orléans


Nascido Altesse Sérénissime e príncipe do sangue, titulado duque de Valois do seu nascimento à morte do seu avô em 1785, levou seguidamente o título de duque Chartres. Como seu pai, o duque Chartres foi um partidário da Revolução francesa. Participou como o tenente geral às batalhas de Valmy, de Jemappes e de Neerwinden.

Na sequência do seu chefe, o general Dumouriez, passaà Áustria em 1793 e efectua portanto uma vida errance, incluindo aos Estados Unidos onde permaneceu quatro anos Philadelphie. (O Seu título de tenente geral ao serviço dos exércitos republicanos e atrasado o serviço de Charles X, vale-lhe a sua inscrição sobreo Arco de triunfo da Estrela.) A chegada ao poder de Bonaparte não põe termo ao seu exílio durante o Império.

Em 1809 Louis- Philippe casou com Marie Amélie Bourbon (1782-1866), de princesa do Deux-Siciles e rapariga do rei Ferdinand IER do Deux-Siciles. Tiveram dez crianças:

Ferdinand- Philippe (nascido o 3 de Setembro de 1810), príncipe do sangue, duque Chartres, seguidamente príncipe real e duque Orléans;
Louise (nascido o 3 de Abril 1812), princesa do sangue, seguidamente princesa Louise Orléans, que casa com o rei Léopold IER de Bélgica (primeiro rei do Belga) na 1832;
Marie (nascida o 12 de Abril 1813), princesa do sangue, seguidamente princesa Marie Orléans, que casa com um duque Wurtemberg;
Louis (nascido o 25 de Outubro 1814), príncipe do sangue, duque de Nemours (elegido rei de Bélgica na 1831, título que seu pai recusará em proveito da sua rapariga Louise e Léopold IER);
Francisca (nascida o 28 de Março 1816), princesa do sangue;
Clementina (nascida o 3 de Junho 1817), princesa do sangue, seguidamente princesa Clementina Orléans, que casa com um príncipe de Saxe-Cobourg-Gotha;
François (nascido o 14 de Agosto 1818), príncipe do sangue, príncipe de Joinville;
Charles (nascido1 Janeiro 1820), príncipe do sangue, duque de Penthièvre;
Henri (nascido o 16 de Janeiro 1822), príncipe do sangue, duque de Aumale;
Antoine (nascido o 31 de Julho 1824), príncipe do sangue, duque de Montpensier, que se torna atrasado infant da Espanha.

Após a abdicação Napoléon Bonaparte, em 1814, Louis- Philippe retornou alimento na França, recebendo o título de duque Orléans e a sua residência, o Palácio-Real.

Sob a Restauração, os reinos de Louis XVIII e de Charles X, a popularidade de Louis- Philippe cresce. Encarna uma oposição medida à política ultras do royalisme e não rejeita a integralidade da Revolução francesa. Louis- Philippe toma guarda a conduzir-se modestamente e bourgeoisement, enviando as suas crianças ao liceu Henri- Iv. Foi também mais grande dos compensados da Lei do mil milhões aos emigrados de 1825.

Em 1830, a revoluçãodos "Três Gloriosos" inverteu Charles X, que abdicou (com contre-seing dos mais seus fios o delfim) em prol do seu neto do duque de Bordéus. Charles X instituiu o duque Orléans como "tenente- general do reino".

Temendo um levantamento republicano, a Câmara dos deputados proclamou Louis- Philippe como novo rei dos Franceses (e não"de França"). Este novo título de "rei dos Franceses" (já utilizado por Louis XVI de 1789 para 1792) é uma inovação constitucional, vinculando a monarquia popular nova ao povo, não ao Estado, contrariamente precedente ao título. Outro símbolo forte da nova monarquia é a adopção da bandeira tricolore para substituir a bandeira branca da Restauração. Esta chegada ao poder ao favor de um levantamento popular valeu à Louis- Philippe a hostilidade dos cursos europeus e o apelido de "rei das barricadas".

Os partidáriosde "Henri V", contestando a tomada do trono por Louis- Philippe, eram chamados mais precisamenteos légitimistes, e os henriquinquistes (outra parte dos légitimistes que considera contudo como nulo a abdicação de Charles X).

Em 1832, a sua rapariga Louise tornou-se a primeira rainha dos Belgas casando com Léopold IER.

Em 1838 enviou uma expedição no México para o que foi chamado a Guerra da pastelaria.

Em 1843, através de Catraca de Héricourt, um tratado de amizade e de comércio foi assinado com o soberano do Choa Sahlé Sellassié.

Durante alguns anos, Louis- Philippe reinou modestamente antes, evitando a arrogância, a bomba e as despesas excessivas dos seus antecessores. Apesar de esta aparência de simplicidade, os apoios do rei vinham da média burguesia. Ao início, era gostado e chamado do Rei Cidadão, mas a sua popularidade sofreu quando o seu governo foi percebido como cada vez mais conservador e monarchique.

O apoio dado primeiro ao partido do "Movimento" dirigido por Adolphe Thiers fez lugar ao conservantismo encarnado por François Guizot. Sob a sua condução, as condições de vida das classes populares deterioraram-se, os desvios de rendimentos que aumentam consideravelmente. Uma crise económica 1846-1848, ligado às acções do partido republicano que organizou a campanha dos Banquetes conduziu o povo à uma nova revolução contra o rei

Na frente do desenrolar da revolta, Louis- Philippe abdicou o 24 de Fevereiro de 1848 em prol do seu jovem neto"Louis- Philippe II" (os mais seus fios e herdeiro, o príncipe real Ferdinand- Philippe, que tem morrido num acidente alguns anos anteriormente). Temendo sofrer o mesmo destino que Louis XVI e Marie- Antoinette, disfarçou-se e deixou Paris. Viajando num automóvel banal sob o nome de Mr Smith, foge-se na Inglaterra.

Contudoa Assembleia nacional, embora pronta, antes de mais nada, para aceitar o seu neto como rei, alterou de pareceres e seguiu a opinião pública, decidindo proclamar a Segunda República em circunstâncias controversas ao Hotel de Cidade de Paris.

Louis- Philippe e a sua família viveram na Inglaterra até à sua morte (o 26 de Agosto de 1850) à Claremont (Surrey). É enterrado com a sua mulher a rainha Amélie (26 de Abril de 1782- 24 de Março de 1866) à Capela real, nécropole familiar que tivesse feito de construir em 1816 à Dreux.

Guerra Carlista
A guerra civil rasgaa Espanha. A fim de ajudar Isabelle II, Adolphe Thiers, então ministro do Interior, tem êxito a convencer o governo enviar a Legião estrangeira na Espanha. Dois dias atrasado, o 8 de Junho de 1835, Louis- Philippe dá o seu acordo e a Legião estrangeira é rendida do 28 do mesmo mês. Por prescrição real, a Legião não faz mais parte do exército francês.

No entanto, o 16 de Dezembro de 1835, menos de seis meses após ter-se separado da estreia, Louis- Philippe decide a criação de uma nova Legião estrangeira.

À que devia tornar-se "a Antiga Legião" é entregue às na Espanha. Mal equipados, pouco, ou mesmo não pagados, os legionários combatem sem reforço, nem novo recrutamento. Em 1839, a rainha dá licença aos últimos sobreviventes. A maior parte entre eles cruza a fronteira francesa para comprometer-se outra vez na Legião.


Argélia para a nova Legião
Rapidamente, após a passagem da Legião estrangeira nas filas do exército espanhol, Louis- Philippe decidiu da criação de uma nova Legião a fim de reforçar os bandos franceses na Argélia. Três batalhões então é criado para preencher o vazio deixado pelas partidas na Espanha. Em 1840, dois outro, os 4e e 5e, são formados em Pau e em Perpignan com os sobreviventes da aventura espanhola, antigos legionários como carlistes. Estes batalhões vêm rapidamente completar o dispositivo e reforçar os bandos franceses do Exército da África.

Segunda Legião
O 29 de Junho de 1835, Louis- Philippe, o rei da França rende à rainhada Espanha Isabelle a Legião estrangeira.

4.500 homens, estrangeiros ao serviço da França e oficiais franceses passam então nas filas do exército espanhol, butte com os bandos carlistes.

Mas a campanhada Argélia necessita numerosos bandos e a partir do 16 de Dezembro de 1835, o rei assina uma prescrição que leva criação de uma nova legião.

O seu formato em primeiro lugar é limitado só um batalhão. Os outros serão constituída apenas sucessiva, e apenas se as necessidades fazem-se sentir. Todas as disposições da prescrição de 10 de Março de 1831 (data de criação da Legião) são entregues em vigor.

O primeiro batalhão imediatamente é formado em Pau. O 3 de Fevereiro de 1836, o chefe de batalhão Bedeau toma o comando. Um mês atrasado, o Estado-maior do batalhão e as duas primeiras companhias são formadas. Seis outras companhias vêem o dia em Junho de 1836.


Mas ao mês de Agosto, de acordo com, o batalhão é despedidos e o governo propõe os oficiais, sous-officiers e legionários que compõem-no de ir servir na Espanha nas filas da Divisão francesa auxiliar, denominação da exlegião, que combate ali desde um ano. Os que recusam são retornados nos seus lares. Os que são voluntários para servir na Espanha formam um novo batalhão que é dirigido sobre Pamplona sob as ordens lieutenant-colonel Conrad.

Apesar do despedimento da Legião estrangeira, os estrangeiros continuam a ser contratados no exército francês. As novas companhias de depósito são criadas e em Outubro de 1836, um total de seis companhias é formado, rapidamente seguido de dois outro em Novembro

Este novo batalhão é colocado sob o comando do chefe de batalhão Marie- Alphonse Bedeau. O 5 de Dezembro de 1836, deixa Pau para embarcar-se sobre o Suffren, Toulon, em partida paraa Argélia.

Integra sobre o lugar o 2e Brigadado exército da África, encomendado pelo general de Escravo.

O segundo batalhão é formado em Julho de 1837. A criação do três outros escalona-se até a 1840. Após a tomada de Constantine, em Outubro de 1837, no curso da qual o batalhão da Legião ilustrou-se, o chefe de batalhão Bedeau é promovido lieutenant-colonel e a formação de companhias de elite é autorizada. Em recompensa dos seus factos de armas, a Legião recebe, o 17 de Junho de 1840, a bandeira que tinha sido entregue, em 1832, à primeira Legião.

Atingindo o seu efectivo regulamentar, a segunda Legião estrangeira é duplicada em dois regimentos estrangeiros.


Crimeia (1854-1856)
O 27 de Junho de 1854, o Jean Bart embarca dois batalhões do regimento. O 3e batalhão e o depósito do regimento partem quanto a eles instalar-se em Córsega, à Bástia, a fim de formar o depósito de guerra destinado a alimentar os dois regimentos estrangeiros partidos a Crimeia.

Os dois regimentos de Legião participam,na "Brigada estrangeira", às batalhasAlma, o 20 de Setembro de 1854 e a sede de Sébastopol durante o inverno 1854-1855. A falta de equipamento é particularmente que prova e a cólera golpeia o corpo expéditionnaire. No entanto, os ventres de couro (apelido dado aos legionários pelos Russos devido seu cartouchière sobre o ventre), comportam-se admiravelmente.

O 21 de Junho de 1855, as companhias de elite dos 3e batalhão e todos os efectivos disponíveis deixados em Córsega chegam a Crimeia.

O 8 de Setembro, é o assalto final e, o 10, o 2e Regimento estrangeiro, bandeira e música em cabeça, défile nas ruas de Sébastopol.


Guerra da Itália
Campanha da Itália
Como o exército da África, a Legião participa na campanha da Itália. Ilustra-se nomeadamente durante a batalha de Magenta o 4 de Junho de 1859.

O 24 de Junho, os legionários defrontam-se com Austríacos durante a batalha de Solférino.









Romântica e aventureira, totalmente leal, aterradora para os inimigos, intrépida diante da morte, esta é a imagem da Legião Estrangeira Francesa.
Mas onde a realidade condiz coma lenda?

O nascimento da Legião Estrangeira remonta a 1831, que nada teve de romântico.
O Rei Luís Filipe fundou a Legião Estrangeira por dois motivos:

Esperava que uma força composta principalmente por estrangeiros pudesse absorver a massa de refugiados que nos últimos anos havia inundado a França.
O mais importante foi que a Legião Estrangeira podia ser enviada para a Guerra com a Argélia, libertando o exército regular para proteger a posição instável do Rei no trrono de França.

Quando o primeiro batalhão desta força impar desembarcaou na Argélia a idade dos legionários variava entre os 16 e 60 anos. Além de envergar variados uniformes antiquados. Meses depois, quando o segundo batalhão chegou, uns 35 homens desertaram imediatamente, e uma companhia embriagada provocou um motim, sendo os cabecilhas executados.

Na primeira intervênção em combate, 28 Legionários defenderam uma posição próxima de Argel, sobrevivendo apenas um. No entanto foi deste começo que a


Legião Estrangeira construiu a sua mística. As autoridades louvaram como heróis os Legionários mortos . Ao mesmo tempo enviavam oficiais e sargentos do Exercito Francês para impor a disciplina de combate na Legião.

Através da sua história, muitos homens têm-se alistado na Legião Estrangeira, porque na maior parte das vezes não tem qualquer lugar para onde ir. Como criminosos, nobres falídos e soldados profissionais que preferiam combater, que a portar-se bem, eram aceitos. Em certas alturas até lhes ofereciam uma lista oficial da nova identidade a escolher. Na sua maioria mantiveram os nomes, mas é uma questão de honra, nunca comentar o passado de um camarada Legionário.


Uma vez dentro da Legião, aprendem a disciplina e os combates que tem de travar, e que só podem contar consigo próprios durante os 5 anos do contrato inicial. Sempre lhe foram atribuídas as missões mais impossíveis do exercito francês, eles sabem que não existem e que são dispensáveis, sem lugar para onde ir e sem nada a perder. Os Legionários lutam até ao último homem.

A mais heróica ação dos leginários ocorreu quando Napoleão III, ao lado do recente Imperador Mexicano, Maximiliano de Hablsburg, em Camerone 1863. Apenas 65 homens resistirama uma força de 2000 mexicanos até restarem, somente 13 legionários vivos. Mesmo assim jaziam mortos 300 mexicanos e outros 500 teriam sido feridos.


Em 1954, 90 anos depois, os legionários foram enviados para ajudar a defender Dien Bien Phu, no nordeste do Vietnam, antiga colónia francesa, contra os comunistas que lutavam pela indepêndencia. Dos cerca de 17.000 homens da guarnição, 10.000 eram legionários. Cercados pelos vietnamitas, suportaram 8 semanas de bombardeamentos de artilharia antes do ataque final. Nas últimas horas 400 legionários foram forçados a lutar à baioneta. Apenas 70 sobreviveram.

Uma derrota vitoriosa para o exercito francês. Dien Bien Phu foi um autêntico desastre que custou a guerra, mas uma vitória para a Legião Estrangeira. A realidade igualou a lenda. Homens que preferiam morrer a render-se. Verdade seja dita os legionários eram homens que se orgulhavam apenas de uma única coisa. Saber morrer com bravura.

Esta autoconfiança quase destruiu a Legião Estrangeira. Em 1961, após luta dura contra os nacionalistas argelinos, o 1º Regimento de Pára-Quedistas rebelou-se contra a decisão do governo francês de se retirar do Norte de África, onde a Legião tivera o seu Quartel - General durante mais de um século.

Hoje em dia o orgulho de ser Legionário renasceu, e mais de 100 nacionalidades diferentes estão representadas nas suas fileiras, todos com o direito de cidadania francesa. A lenda mantém-se. Agora é um lar mais sóbrio, profissional e menos perigoso, para os que que não têm.

Hoje em dia os recrutas da Legião Estrangeira são objeto de investigação para garantir que não se alistam para fugir da justiça por crimes graves. Os infratores menores podem por vezes ser aceitos. Pela lei francesa, a Legião Estrangeira pode negar a existência de qualquer indivíduo ao seu serviço, e quem denunciar a identidade verdadeira de um legionário, é incriminado segundo o código penal francês. Afim de evitar problemas linguísticos na Legião estrangeira, a cada legionário é distribuido um camarada que fale francês.

Com 175 anos a Legião Estrangeira Francesa, o lema é "A Legião é nossa pátria". Cada legionário jurou servir, não a França, mas sim a própria Legião.


Expedição do México
Expedição do México
Inicialmente, a Legião não devia participar na campanha, mas uma petição dos seus oficiais dirigida ao ministro da Guerra tem por efeito de punir estes e de enviar o Regimento estrangeiro no México.

O regimento chega o 25 de Março de 1863 e vê-se então confiar a tarefa ingrata de escoltar comboios entre Veracruz e Puebla. Mas o 3e companhia ilustra-se o 30 de Abril de 1863 durante o combate de Camerone que permanece na história como a ilustração do sacrifício em nome da palavra dada.

O regimento desloca-se seguidamente para as Terras Quentes e é reorganizado em 4 batalhões em 1864. Paralelamente, o depósito do regimento quite temporariamente Sidi bonito Abbès para Aix-en-Provence a fim de facilitar o recrutamento e o envio de reforços ao México.

De Dezembro de 1864 à Fevereiro de 1865, as unidades do regimento participam na sede de Oaxacca.

O 3 de Julho de 1866, 3os e e de 5e companhias dos 4e batalhão entregam um combate comparável ao de Camerone. Sob as ordens do capitão Frenet, os 125 legionários cercados no haciendado Incarnacion opõem-se vitoriosamente durante 48 horas mais de 600 Mexicanos.

Total das perdas na expedição do México: 22 oficiais, 32 sous-officiers e 414 legionários.

O acordo passado com o imperador Maximiliano indicava que a Legião estrangeira devia passar ao serviço do México; como a aventura francesa no México gira ao desastre, a Legião retorna a França.


Guerra Franco-Prussiana
O 19 de Julho de 1870, a Guerra franco-prussiana estoura entre a França e a Prússia. Esta guerra desenrola-se sobre o solo da França, onde a Legião não tem, normalmente, de intervir. Além disso, não se pode pedir aos legionários alemães que batam-se contra o seu país. Mas a situação é se crítica que o governo faz chamada aos bandosda África.

Dois batalhões são formados para partir em metrópole. Os legionários alemães, a bandeira do regimento e a música permanecem, eles, à Sidi-Bel-Abbès. Durante este tempo, um 5e batalhão é criados sobre o solo nacional para incorporar os estrangeiros que querem servir a sua pátria de adopção. Este distingue-se particularmente para seu vaillance aquando da batalha Orléans o 10 de Outubro.

Os batalhões chegados da Argélia derretem-se com os sobreviventes dos combates Orléans mas conhecem as derrotas com o Exército do Leste. Permanece da unidade participa na repressão da Comuna de Paris em Abril e Maio de 1871. O 11 de Junho, o regimento estrangeiro de degrau formado para a circunstância cessa existir. Os seus elementos retomam o caminho da Argélia.


Batalha de Orléans
A batalhaOrléans e as cidades de Beauce ao norte, interveio em dois períodos em 1870:

11 de Outubro e 5 de Novembro com a tomada seguidamente a evacuação da cidade pelo 1 corpo bavarois encomendado pelo general von der Tann;
do 2 ao 4 de Dezembro o IIe armado prussienne dirigido pelo príncipe Frédéric- Charles. Foi uma derrota da França pela Alemanha no âmbito da guerra franco-prussiana de 1870-71.
O exército francês Loire estava sob o comando do general chefe Aurelles de Paladines mas as decisões estratégicas eram tomadas por Gambetta.

Temendo um combate similar ao do 11 de Outubro, os Alemães decidem não atacar frente. Infiltram-se até ao Chappelle e faubourg Bannier. Às 9 horas, estão ao Aubrais. Prussiens enviam um deputado para pedir a ocupação da cidade ameaçando bombardear-o. Às 10 horas, de Aurelle ordena a evacuação da cidade.

Os combates tiveram seguidamente lugar no âmbito da batalha do Mans.
 
Old January 17th, 2012   #3
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Tonkin
O 18 de Novembro de 1883, os 600 primeiros legionários desembarcam ao Tonkin. Participam nas colunasamiral Courbet que luta contra os Pavilhões pretos.

O 16 de Dezembro, os legionários realizam o seu primeiro facto de armas de terra asiática tomando a citadela de Son-Tay. Os reforçados por do 2e batalhão a partir de Fevereiro de 1884, legionários apreendem-se da fortaleza de Barca Ninh.

Do 26 de Janeiro ao 3 de Março de 1885, a citadela de Tuyen Quang, defendida por uma maioria de legionários assiégée.

1 Janeiro de 1885, 3os e e 4e batalhões do 1 regimento estrangeiro chegam ao Tonkin e são integrados aos 2e Estrangeiros. O 3e batalhão têm um lugar específico aquando da tomada Lang Seu o 4 de Fevereiro. O 4e batalhão dos 2e Estrangeiro, desembarcado em Formose em Janeiro de 1885 combatem os Chineses sobre o lugar até armistice franco-chinois do 21 de Junho de 1885. Junta-se seguidamente ao seu corpo ao Tonkin.

Após a conquista, vem a fase de pacificação que, como na Argélia é uma luta permanente contra as bandas armadas.


Pavilhões Pretos
Os pavilhões pretos ( do chinês Hei qi jun) eram soldados irregularesdo impérium vietnamita recuperados pelos Chineses que utilizam-o na Indochine contra os Franceses.

São antigos rebelles Taiping encomendados por Liu Yongfu (1837-1917, Luu Vinh Phuoc en vietnamien). Foram expulsos da China em 1864 para o Tonkin, após écrasement da sua revolta (1850-1864).

O Annamites utiliza-o contra os tribos das montanhas, entre o rio Vermelho e o rio Preto. A esse respeito, Liu Yongfu obtem uma fila oficial ao tribunal.

Os pavilhões pretos incomodar seguidamente os Franceses sobre o rio Vermelho. Um corpo expéditionnaire encomendado por Henri Rio é enviado em 1881: é a guerra franco-chinoise (1881-1885).

Os pavilhões pretos combatem então com os bandos imperiais chineses contra os Franceses (os imperiais toleravam estes antigos rebelles na condição de permanecerem fora da China).

Participam nomeadamente na sede dos bandos franceses (principalmente a legião estrangeira) à Tuyen-Quang em 1885 ao Tonkin).


A Sede de Tuyen Quang
A Sede de Tuyen Quang vive 2 companhias1 do batalhão dos 2e Regimento estrangeiro da legião estrangeira encomendadas pelo comandante Dominar dos bandos de marinha assiégées do 23 de Novembro de 1884 ao 28 de Fevereiro de 1885.

Durante a sede, os efectivos eram o seguinte:

1re e 2e companhias da legião:1 batalhão dos 2e Regimento estrangeiro encomendado respectivamente pelos capitães Moulinay e Borelli eles mesmo sob o comando do capitão adjudant major Cattelin ou seja 8 oficiais e 380 legionários
1 companhia tirailleurs tonkinois ou seja 2 oficiais e 160 tirailleurs
1 secção de artilharia ou seja 1 oficial e 31 artilleurs
1 escouade do Génio, encomendando: sargento Bobillot, 7 sapeurs
3 enfermeiros e 3 administrativos
a tripulação canonnière "a Metralhadora", ou seja 13 homens sob o comando da insígnia de embarcação Senez.

Ou seja no total 611 homens.

Do seu lado as forças chinesas eram constituídas cerca de de 20.000 homens, as pavilhões das quais numerosas pretas, elite então.

A situação defensiva é antes medíocre: a fortaleza é cercada de colinas, a mata está muito próxima dos muros, a chegada de reforços pode efectuar-se apenas após longos prazos. A fortaleza é quadrada, de 300 metros lado e é encurralada ao rio. Remparts de 3 metros de parte superior são degradados, os fossos são preenchidos em parte. Ao centro da citadela um mamilo de 70 metros de altura permite efectuar tiros plongeants.

Dominado faz efectuar reconhecimentos, reparar e o reforço do muro de recinto, a limpeza e o alargamento do fosso, o arroteamento da vegetação para melhorar as vistas e os campos de tiros, a construção de abrigo e ele por último instaurado de várias peças de artilharia sobre o mamilo.

No fim da sede 48 homens são morridos, e há 216 feridos; 8 morrerão das suas feridas cujo Bobillot aleijada o 18 de Fevereiro e que morrerá atrasado 1 mês ao hospital de Hanoi. Entre estas perdas, 32 legionários morridos ao combate cujo capitão Moulinay morto o 24 de Fevereiro efectuando um contra-ataque, bem como 126 feridos cujos todos os oficiais.

É a chegada de uma coluna de reforço francesa que pôs termo à sede fazendo fujir as forças chinesas.


Benim
Benim (1892-1894)
Em 1892, o rei Behanzin ameaça o balcão de Porto Novo e a França decide intervir. Um batalhão estrangeiro de degrau é constituído a partir de 2 companhias1 do Estrangeiro e 2 outro dos 2e Estrangeiro. É colocado administrativamente sob o comando deste último. O comandante Faurax toma a cabeça.

De Cotonou, os legionários devem apreender-sede Abomey, a capital do mutin. Dois meses e metade são necessária para atingir a cidade ao preço de combates repetidos contra os soldados, e sobretudo as amazonas do rei. Este capitula e é capturado pelos legionários em Janeiro de 1894.


Sudão
Sudão (o actual Mali) (1892-1893)
Uma companhia de degrau é formada do 2e Estrangeiro e transportada à Kayes a fim de apresentar sultans Ahmadou e Samory Touré. Uma vez a sua missão realizada com sucesso, a companhia é dissolvida ao seu regresso à Saïda o 24 de Junho de 1893.

Henri Joseph Eugène Gouraud (1867-1946) é um general francês que se ilustrou às colónias (Sudão Francês (o actual Mali), Mauritânia, Chade, Marrocos), seguidamente, durante a Grande Guerra em Argonne, aos Dardanelles e em Champanhe. Elevado Commisaire do Governo Francês Levant de 1919 à 1923. Governador militar de Paris de 1923 para 1937.
Paris possui um Lugar do General Gouraud em do 7e Distrito


Guiné
Guiné (1894)
Um batalhão de degrau constituído de duas companhias dos dois regimentos estrangeiros é criado no início do ano 1894 para pacificar o Níger. A vitória dos legionários ao forterese Ouilla e as patrulhas de polícia na região aceleram a proposta dos tribos. Mas 51 legionários devem ser hospitalizados lá devido a doenças tropicais e dysenterie.


Madagáscar
Madagáscar (1895-1905)
Em 1895, um batalhão de degrau, formado por do1 e 2e Estrangeiros é enviado à Madagáscar a fim de participar no corpo expéditionnaire que tem por missão de reduzir a revolta.


O batalhão estrangeiro forma então o ferro de lança da coluna lançada sobre Tananarive. Mas se a fraca intensidade dos combates não permite aos Legionários de mostrar a sua bravura, deixam 226 os seus, morridos sobre a grande ilha, da qual mal um décimo para factos de guerra. Os outros, como uma grande parte do corpo expéditionnaire, morrem das condições climáticas e as doenças tropicais.

O batalhão retorna a Argélia em Dezembro de 1895. Mas a partir de 1896, o general Galliéni, chamado a reduzir uma segunda revolta malgaxe, pede de partir com 600 Legionários a fim de poder "morrer convenientemente" se for caso disso. Um novo batalhão de degrau por conseguinte é formado para esta expedição. Reforços seguem porque a operação de pacificação dura até a 1905. Lá ainda, o inimigo mais temível é a febre.


Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra mundial
A partir do Agosto de 1914, milhares de estrangeiros, presentes em metrópole ou nas colónias, juntam-se às filas da Legião, a fim de provar a sua fixação e o seu reconhecimento à França. No total são 42.883 voluntários, representando menos de 52 nacionalidades, que formam os 5 regimentos de degrau, onde servem geralmente Russos, Italianos, Suíços, Belgas e Britânicos. No seguimento das numerosas perdas sofridas por estas unidades e o regresso da maior parte destes primeiros comprometidos nos seus países de origem, o comando decide, o 11 de Novembro de 1915, a criação do RMLE: Regimento de degrau da Legião estrangeira; sobre o frente francês, este é comprometido em Artois, na Soma e à Verdun. Com o RICM, o RMLE o regimento será decorado mais uma França.


A Legião fornece além disso um batalhão que, amalgamado com dois outros batalhões de zouaves e tirailleurs argelinos, constitui o RMA, Regimento de Degrau da Argélia, que combate à Gallipoli (1915) e juntar-se-á ao Exército de Oriente sobre o frente Salonique (1916-1918).


No total, mais de 6.000 Legionários encontram a morte sobre os campos de batalha da França ou dos Balcãs; por exemplo, o RMLE perde à ele único 115 oficiais mortos, dos quais 2 coronéis, 12 comandantes e 21 capitães.




Primeira Batalha de Champanhe
14 de Dezembro de 1914.

Frente Ocidental, França/Bélgica.

Apesar da degradação do tempo e o reforço das defesas Alemãs. Os Franceses e os Britânicos lançam uma ofensiva geral desde o mar do Norte até a Verdun. Pensam, a justo título, que estão superioridade numérica em relação aos Alemães que dépéché muitos soldados desde o frente Leste. Subestimam no entanto a resistência das trincheiras e a bravura dos soldados Alemães.

A maior parte dos ataques termina o 24 de Dezembro, sem grande sucesso. Está apenas Champanhe, ou os soldados franceses avançaram moderadamente, ao preço de perdas humanas importantes, que os combates prosseguem-se todo o inverno. A primeira batalha de Champanhe contínua em 1915, mas noutro lugar os combates cessam, e os dois campos compreendem que uma vitória rápida é inconcebível.

A primeira Guerra mundial dura apenas desde seis meses e a extensão das perdas humanas é sem precedentes na história. Nada que sobre o frente Ocidental, os Franceses, os Belgas e os Britânicos perdeu mais de um milhão de homens, dos quais uma grande maioria de Franceses. Os Alemães contam cerca de 675.000 soldados mortos, feridos ou desaparecidos ao combate.



Batalha da Soma
A batalha da Soma foi uma das principais confrontações da Primeira Guerra mundial. As forças britânicas e francesas tentaram furar através das linhas alemãs fortificadas sobre uma linha norte-sul de 45 Km próxima da Soma, ao norte da França, num triângulo entre as cidadesde Albert do lado britânico, Péronne e Bapaume.

O primeiro dia desta batalha, 1Julho de 1916, detem o triste recorde do dia mais sangrento para o exército britânico, com 57.470 vítimas das quais 19.240 mortes.

Primeira vez um filme de propaganda a batalha da Soma apreendeu uma grande parte dos horrores da guerra moderna incluindo imagens procedentes dos primeiros dias da batalha..



Prévio
A decisão de lançar uma ofensiva em FLANDRES é tomada na conferência Chantilly o 6 de Dezembro de 1915. Mas em Janeiro, Joffre obtem uma mudança para a Picardia porque à parte traseira, particularmente nos meios políticos, gritava-se ao escândalo pensando que bandos "descansavam-se".
Quando o exército alemão lança a sua ofensiva sobre Verdun, o 21 de Fevereiro de 1916, o comandante chefe britânico propõe vir ajudar o seu aliado. Os chefes militares franceses decidem que podem fazer face sem este apoio pedindo ao mesmo tempo um alívio por um ataque noutro lugar sobre o frente.

Em 1916, o exército britânico na França faltava de experiência, a sua parte profissional, seis divisões, eliminadas. Mais maior parte dos seus efectivos era composta de voluntários das forças territoriais e o novo exército de Kitchener. Os oficiais tinham sido promoveu rapidamente e faltavam ao mesmo tempo de formação e experiência. Haig ele mesmo tinha obtido uma promoção relâmpago.

A aviação combinada acabava de superar a calamidade Fokker e tinha adquirido mesmo uma superioridade, o que permitia-lhe abater os balões e dispôr bem de uma melhor força de reconhecimento. Está apenas Setembro que a introdução de novos aviões tornou aos Alemães o controlo do céu.


o terreno
Os Alemães ocupam quase por toda a parte alturas. O seu frente compõe-se:

- de uma forte primeira posição, com trincheiras de primeira linha, apoio e reserva, bem como um labirinto de abrigo profundos que comportam de resto todo o conforto moderno;
- de uma segunda linha intermédia, menos forte, protegendo baterias de campanha;
- por último, ligeiramente de trás, de uma segunda posição quase também forte que a estreia.
À parte traseira, encontram-se madeiras e aldeias "fortificadas" ligar por tripas, de forma a formar um terceiro e mesmo uma quarta linha de defesa, o todo largamente betonado e beneficiando das qualidades do balanço cretáceo que se cortava facilmente e endurecia secando.


Ordem de Batalha
Britânico
Rawlinson com reserva do 5e.


Alemão
Em frente dos Britânicos, o norte, IIos e armados (général von Below), tendo à sua esquerda VIos e armada encomendada pelo príncipe Rupprecht da Baviera.
Em frente dos franceses IVos e armados sobre o Santerre.


Canadense
As forças canadenses combateram em Suma do último dia de verão às primeiras neves do inverno. O objectivo era quebrar pesadas as defesas que os alemães tivessem construído.




Transformação da parte traseira
A parte traseira tinha sido transformada num gigantesco armazém com o que se fazia melhor para as estradas, o caminho de ferro ea aviação.A artilharia, incluindo monstros sobre via ferrada de 380 e 400 mm, atingia cimeiras de potência destrutiva

Seis dias de bombardeamento
Durante seis dias, o bombardeamento sobre as linhas alemãs é intenso para criar o que aparece como uma confusão onde todo é desventrado.

Um violento bombardeamento marca o início da batalha e faz 20.000 mortes.
À 7h30 1Julho, ao golpe de assobio, os soldados britânicos escalam as suas trincheiras para andar, com o seu equipamento que atinge 32 Kg, para as do adversário. Alguns tinham sido enviados éclaireurs.

Os alemães acolhem-o com tiros de metralhadoras que segam-o densamente. Os oficiais são facilmente repérables e particularmente sejam visados. Quando os Britânicos chegam às trincheiras alemãs, são demasiado pouco numerosos para opôr-se um contra-ataque. Certas unidades como a de Terra-Novo são eliminadas 91 %. à meia-noite, os ingleses contam 60.000 mortes, feridos ou defuntos: é o dia o mais meutrier da guerra. O 3 de Julho, consolidam as suas posições apreendendo-se das madeiras de Mametz (Soma), ao Sul de Contalmaison: _ ser lá que mais 1.000 prisioneiro ser colher só um fourré.


Balanço Francês
Balanço francês
Em dez dias, o 6e armado francês, sobre um frente de cerca de vinte quilómetros, tinham progredido sobre uma profundidade que atingia em certos pontos dez quilómetros. Era inteiramente soberana da bandeja de Flaucourt que lhe tinha sido atribuída como objectivo e que constituia a principal defesa de Péronne. Tinha feito 12.000 prisioneiros, quase sem perdas, tomados 85 canhões, 26 minenwerfer, 100 metralhadoras, um material considerável. Era mais bonito o sucesso obtido desde a batalha Marne.



Transferência das divisões alemãs
Trinta e cinco divisões são retiradas do sector de Verdun para reforçar o frente frente Bapaume.


do 20 de Julho à fim Agosto
A última semana de Julho é de um calor pesado e empoeirado.

Durante esta semana, o exército Gough, reserva britânica, toma pé na forte posição de Pozières e retoma aos alemães, uma segunda vez, a madeira Delville e Longueval. Encalha, em contrapartida, durante combates ferozes que duram durante mais de uma semana, sobre Guillemont.



de Setembro ao meados de Novembro
A chuva começa a cair, tornando campo de batalha o enlameado.

O 3 de Setembro, a partir das primeiras horas do ataque, Guillemont é tomado.
O 4, ao Sul, Xe armado retira-o toda a primeira posição entre Deniécourt e Vermandovillers. Soyécourt e Chilly são tomados, com 2.700 prisioneiros; Chaulnes era ameaçado directamente por Lihons.
O 6, o Ire Exército francês apreende-se de uma grande parte de Berny-en-Santerre.

O 15 de Setembro aparecem os primeiros tanques de assalto que ajudam a tomar Courcelette, Martinpuich, a madeira dos Foureaux, a aldeia de Flers com 4.000 prisioneiros.

O 17, Ire Exército toma-o Vermandovillers e Berny.

O 26 por último, dia glorioso: os dois aliados tomam conjunto Cúmulos, a "chave" entre Bapaume e Péronne. Por outro lado, completamente ao norte, os Britânicos retiram Thiepval após a utilização de minas. A ofensiva cessa.

O 24 de Fevereiro de 1917 o exército alemão faz uma reforma estratégica destruindo qualquer de trás ela para encurtar a sua linha de defesa sobre a linha Hindenburg.


Batalha de Verdun
A batalha de Verdun foi uma batalha da Primeira Guerra mundial, do 21 de Fevereiro ao 19 de Dezembro de 1916 perto de Verdun na França. Fez mais de 300.000 mortes (de 163.000 soldados franceses e 143.000 alemães), (França e aliados de um lado e Alemanha de outro lado). Os Peludos (ou seja por rotação, 70% do exército francês) sob o comando do general Pétain chegaram a ter o frente e o relatório das perdas não foi de 1 para 2 como tivesse-o planificado o atacante. É ao general Robert Georges Nivelle que retornou o mérito enrayement definitivo da ofensiva alemão (juin-juillet), seguidamente reconquête do terreno perdido (Outubro).

Verdun é o lugar de uma das batalhas mais inumanas às quais o homem entregou-se. Em 1916, o tipo humano parece enterrar-se na lama e o sangue, durante uma batalha que durará 10 mês sobre um território extremamente reduz. Esta imobilidade do frente apesar dos meios contratados deve-se ao equilíbrio global das forças em presença (em 1940, Verdun cairá em 24h).


Início em 1916
Para todos os beligerantes, as hostilidades começadas em 1914 deviam ser curtas. Mas, os Alemães são parados sobre Marne. Então uma corrida ao mar compromete-se. Finalmente, o frente estabiliza-se sobre uma linha que faz 750 Km, do mar do Norte à Suíça. Os exércitos enterram-se. A guerra de movimento é terminada. O conflito anuncia-se mais longo que previsto.

Em 1915, os Franceses tentam furar em Artois e Champanhe. Estas ofensivas são sangrentos malogros que fazem cerca de 350.000 mortes nas filas francesas. A guerra será não somente longa mas também mortífera.

Neste fim de ano 1915, os efeitos da guerra tornam-se dificilmente suportáveis para o conjunto dos beligerantes. O conjunto das camadas da sociedade é tocado. Aquilo faz um ano e metade que a guerra começou.


Estratégias
Para o comando francês, dirigido généralissime o Joffre, pela guerra de movimento resto de actualidade. O chefe dos exércitos empresta qualquer sua atenção à preparação de uma ofensiva importante sobre a Soma. É necessário furar, retomar a guerra de movimentos e terminar.

Para o comando alemão, na pessoa do general von Falkenhayn, chefe do Estado-maior imperial, não é a mesma completamente maneira de abordar o problema. Certamente, é necessário terminar com este conflito, porque para, a Inglaterra procura-lhe asfixiar os impérios centrais numa guerra de uso. Mas para aquilo é necessário tornar a guerra dispendiosa aos Ingleses por um novo método, a guerra submarina, e sobretudo, ele é necessário destruir as forças francesas: "as forças da França serão sangradas à morte... que atingíamos o nosso objectivo ou não". O carácter extremista de este pensamento deixa prever da brutalidade combates a virem. O objectivo é desencorajar a França que pedirá graça.

O sítio de Verdun é escolhido por múltiplas razões.

É uma posição estratégica importante porque encontra-se à proximidade imediata das fábricasde granadas de Briey-Thionville e o complexo caminho de ferro Metz.
É um símbolo popular que não pode ser abandonado ao inimigo (Divisão de Verdun em 843 entre os netos de Charlemagne: aparecimento do Francie ocidental). Consequentemente supõe-se que os bandos franceses preferirão morrer sobre o lugar antes que de recuar.
É claro também que os Alemães miraram em?uvre seu plano de ataque mais rapidamente que os Franceses. Se não, a confrontação teria tido muito certamente lugar sobre a Soma.


É um saliente das linhas francesas, delimitado de vários lados, Meuse que complica a defesa do sector. No saliente, encontram-se vários fortes cujos os de Douaumont e Valer. Mas desde a destruição fortifications de Liège, de Namur e Maubeuge obusiers alemães, o comando francês não crê mais aos lugares fortes. Os canhões do fortes de Verdun são retirados por decreto do 5 de Agosto de 1915, diminuindo assim muito fortemente a sua capacidade operacional. Joffre tem necessidade destes canhões para a ofensiva que projecta. Do mesmo modo, as guarnições que ocupam os fortes são reduzidas bem frequentemente à cerca de dezenas de combatentes.

O sistema de defesa tão às vezes é-lhe trazido à uma trincheira em vez de três. Os arames farpados estão mau estado. Os efectivos são reduzidos e menos organizados. Qualquer aquilo deixa pensar que um ataque alemão procuraria ganhar o terreno.

A calma relativa da qual beneficiou o sector durante estes últimos meses poderia explicar o pouco de interesse levado pelo comando francês para esta secção do frente.

Para fornecer o sector, permanece mais apenas uma via de caminho de ferro que ligar Bar-Le-Duc à Verdun (a tomada de Saint-Mihiel pelos Alemães em 1914 corta a linha Verdun - Nancy). Verdadeiro tortillard, é inoportuno ao transporte de material pesado. Paralelamente ao caminho de ferro encontra-se uma estrada secundária que Maurícia Barrès chamará"a via consagrada". Esta falta de vias de comunicação com a parte traseira torna ainda mais frágil esta parte do frente.



O Ataque Foi Uma Surpresa?
O general alemão Falkenhayn escolhe por conseguinte Verdun para a sua vulnerabilidade e também pelo facto não terá a deslocar muitos bandos. Contando com a superioridade alemão em artilharia pesada, vai empregar o métododo "Trommelfeuer": uma preparação de artilharia em "rolamento de tambor" que deveria permitir nivelar o terreno a conquistar.

Os Alemães amassent em frente de Verdun algumas 1.225 peçasde artilharia de todos os calibres da qual 542 obusiers pesados. Em média, pode-se contar um almofariz rápido de 210mm todos os 150m. Estendem 13 obusiers Krupp de 420mm, 17 obusiers Skoda 305mm (Skoda ficará atrasado tchécoslovaque), 2 peças de marinha de 380mm e as munições consequentemente, cerca de 2.500.000 granadas.

Reunem 72 batalhões infanterie em abrigo enterrados ( stollen ). Sobre as 20 divisões afectadas à operação, 10 estão prevista para a batalha como tal, 10 os outros reservados para eventual uma batalha decisiva sobre um outro sector desguarnecido consequentemente.

Todos os preparativos não podem escapar à atenção dos defensores de Verdun que não faltam de trazer a informação mais elevadas às instâncias militares.

Assim lieutenant-colonel Driant, comandante os 56e e 59e batalhões de caçadores, aproveita da sua qualidade de deputado, membro da comissão da defesa Nacional, para chamar a atenção do comando para o sector.

Joffre envia um destacamento do génio, mas está bem atrasado. O general Herr, chefe da região fortificada de Verdun, diz ele mesmo "sempre que peço reforços de artilharia, o GQG responde retirando-me duas baterias!"

Desde meados de Janeiro, os preparativos alemães são confirmados pelos serviços de informações franceses (2e escritório), o reconhecimento aéreo que toma fotografias inquietantes e déserteurs alsaciens e lorenos. Joffre continua a ser surdo à estas informações.


A segunda-feira 21 de Fevereiro de 1916 para 7 horas, uma granada de 420 explode no tribunal do palácio épiscopal de Verdun. É o início de uma batalha inumana - operação baptizada Gericht (tribunal) pelos Alemães - que vai durar dez meses.

Um dilúvio de ferro e de fogo abate-se sobre um frente de alguns quilómetros (o bombardeamento é percebido até em Vosges, à 150km). Dois milhõesde granadas - uma granada pesada os cada três segundos - caem sobre as posições francesas em dois dias.

À 16h00, esta 21 de Fevereiro, 60.000 soldados alemães passam ao ataque sobre um frente de 6km à madeira do Caures. Infanterie alemão efectua uma progressão limitada, arranja imediatamente o terreno a fim de pôr a artilharia de campanha em bateria. O alcance assim aumentado, os canhões alemães ameaçam directamente as rotas francesas entre a parte traseira e o frente. As forças francesas são esmagadas por esta chuva de aço. Lieutenant-colonel Driant encontra a morte o 22 de Fevereiro na madeira do Caures. Com ele, mil dois cem homens caem. Haverá apenas cem dez sobreviventes. Sobre o resto do sector, as defesas são esmagadas, deslocados, esmagados. Em algumas horas, os maciços florestais desaparecem, substituídos por uma decoração lunar. Os maciços de Haumont, de Herbebois e o Caures são déchiquetés, desbastados, nivelados. De trás o fogo que rola, o 7e corpo renano, o 18e hessois e o 3e brandbourgeois avançam lentamente.



O forte de Douaumont, que é defendido apenas soixantaine de territoriais, é retirado o 25 de Fevereiro por do 24e regimento brandbourgeois. Este sucesso foi imenso para a propaganda alemão e uma consternação para os Franceses.

Contra todo, a progressão alemão muito é retardada fortemente. Com efeito, a preparação de artilharia presente dos inconvenientes para o atacante. O solo, laborado, fica vinculativo, instável, perigosos. Bem frequentemente, a progressão dos bandos, deve fazer-se em coluna, evitando os obstáculos.

Contra qualquer espera, os Alemães encontram uma oposição à sua progressão. Coisa incroyable, em posições francesas desaparecidas, sobreviventes emergem. Punhados de homens, frequentemente sem oficiais, armam-se e neutralizam, à lugar onde encontram-se. Uma metralhadora é suficiente bloquear uma coluna ou a cabeça de um regimento. Os combatentes franceses, num lamentável estado, opõem-se com obstinação e chegam a retardar ou bloquear o adiantamento dos bandos alemães.

Um semblante de frente é reconstituído. As 270 peças de artilharia francesas tentam tornar golpes para golpes. Duas divisões francesas são enviadas rapidamente em reforço, o 24 de Fevereiro, sobre o que permanece do frente.

Com os sobreviventes do bombardeamento param a progressão dos bandos alemães.

É o fim da primeira fase da batalha de Verdun. Manifestamente, os objectivos de Falkenhayn não são atingidos. Um frente demasiado limitado, um terreno impraticável e o hargne do soldado francês parece ter tido razão do plano do Alemão.

O Comando Francês Reage!
o 25 de Fevereiro de 1916, Joffre decide do envio à Verdun do II° armado, que tinha sido colocado em reserva estratégica, e cujo general Pétain era o comandante desde o 21 de Junho de 1915. Confia-lhe o comando chefe do sector de Verdun.

Na frente de ele de informar da sua nomeação, a sua prescrição encontra-o num hotel com uma senhora. Pétain é um soldado de infantaria de formação que tem o respeito do fogo. Não repete incessantemente "o fogo mata"? Para a progressão do soldado de infantaria deve-lhe fazer-se com o apoio da artilharia. O ano precedente, a precisão da sua táctica foi demonstrada. É económico dos esforços dos seus homens. Velará por que amaciar no máximo a dureza das provas para os seus bandos.

Inicialmente, o general Pétain reorganiza a defesa. Articula-se sobre as duas margens Meuse. Uma artilharia reforçada na medida das disponibilidades cobre as unidades em linha. Os fortes réarmés.

Para tratar os seus bandos, impõe "o torniquete". Os bandos relaient para a defesa de Verdun. Em Julho, 70 das 95 divisões francesas terão participado na batalha.

Subsequentemente, reorganiza a logística. A única via de abastecimento possível consiste numa via ferrada sinueuse duplicada de uma estrada secundária. A estrada faz apenas sete metros de larga e transforma-se bourbier a partir das primeiras chuvas. Sobre estes 56km de pista, vai circular uma sucessão inteira de camiões que rolam dia e prejudica.

Esta artéria vital para o frente de Verdun será chamada " a Via Consagrada" por Maurícia Barrès. Circulará mais de 3.000 camiões, os cada quinze segundos.
90.000 homens e 50.000 toneladas de munições serão transportados cada semana. Carreiras são abertas no calcário que limita. Territoriais e civis empedram permanentemente a estrada. Milhares de toneladas de pedras são lançados sob as rodas dos camiões que montam e descem do frente. As duas filas servem rolo compressor e forçam as pedras.

Um regulamento draconiano governa a utilização desta estrada. É proibido estacionar. Roulage faz-se faz face-choque contra faz face-choque, de dia como noite. A onda não deve interromper-se sob nenhum pretexto. Qualquer veículo em avaria é empurrado inexoravelmente ao fosso. Por último, reorganiza a artilharia. A artilharia pesada restante é recuperada. Uma associação autónoma é criada directamente sob as ordens do general Pétain. Aquilo permite concentrar os fogos sobre aos pontos mais ameaçados. Estas mudanças trazidas à esta parte do frente fazem subir o moral do bando que sente em Pétain um verdadeiro chefe que apoia-o no esforço e o sofrimento.

Primeira vez desde o início da guerra, a aviação vai intervir de maneira verdadeiramente organizada com a criação da primeira grande unidade de caça, encarregada libertar o céu dos engenhos inimigos, e de informar o comando sobre as posições e os movimentos do adversário: "é invisual, liberto o céu e ilumino", dir-lhes -á. Os Alemães são parados à 4km das suas posições de partida, adiantamento que de forma alguma não é proporcionado aos meios que comprometeram.


Combate sobre a margem direita
O Kronprinz suplica Falkenhayn atacar a margem esquerda para fazer calar os canhões franceses. Os Alemães atacam em redor do do Homem, o o lado da margem esquerda, a madeira do Bourrus, a madeira de Cumière e a madeira dos Corvos. Seguidamente atacam sobre a margem direita em redor do forte Valer, da Costa da Pimenta e Avocourt. São cada vez talhos para os dois campos. Estes em lugares, estes homens demonstraram muito ao mesmo tempo coragem, desespero, sacrifício e abnegação.


Sobre estas posições, o exército francês é impiedosamente usado e sangrado à branco. Numerosas são as unidades que devem ser reconstituídas inteiramente várias vezes de sequência ou que desaparecem. O 6 de Março, os Alemães bombardeiam e atacam o Morte- Homem sobre a margem esquerda. Mas o fogo francês para-o. Esta "batalha na batalha" vai durar até o 15 de Março. Durante estes 10 dias, o sector é transformado em deserto. Os combatentes dois há todos os sofrimentos. Simultaneamente, o 7 de Março, os Alemães lançam uma ofensiva sobre a margem direita, a partir de Douaumont. Massacra-se -se nas ruínas de Douaumont que é tomado e retomado 13 vezes. O saliente de Verdun transforma-se num innommable talho onde a brutalidade o emporte sobre qualquer espécie de compaixão.

O ferro, o fogo e a lama formam a tríade infernale que compõe a vidado "peludo", mas também a"feldgrau" do alemão.

Pétain reclama reforços à Joffre. Mas este último privilegia a sua futura ofensiva sobre a Soma. Aquilo faz dizer à Pétain"o GQG dá-me mais mal que o Boches".

O 11e divisão bávara investe, o 20 de Março, a quota 304 que cobria do seu fogo o Morte- Homem. Apesar estes de sucessos, a ofensiva geral alemão sobre as duas margens Meuse é parada pelos Franceses. "Os assaltos furieux dos exércitos do Kronprinz foram quebrados por toda a parte." Coragem... terá-se! "dirá Pétain." No início da batalha as forças francesas são de 150.000 homens. Em Abril, os efectivos atingem os 525.000 homens. Esta concentração humana sobre tão fraca superfície poderia explicar até certo ponto o banho de sangue que constitui Verdun. Contudo, os Alemães parados, Joffre quer do um de mais ofensivo. Nomeia Pétain chefe do Grupo de Exércitos Centro e Nivelle à Verdun.

Este último encarrega o general Mangin de retomar o forte de Douaumont. A batalha compromete-se por 6 dias pilonnage do forte pelos Franceses. Infanterie toma pé sobre forte do 22 de Maio, mas é caçado do 24.

Durante este tempo, 10.000 Franceses caem para guardar a quota 304 onde os Alemães são pendurados sobre as inclinações. A artilharia, peça soberana deste campo de batalha, continua em prol do lado alemão com 2.200 peças nesse momento para 1.800 peças lado francês. Diria-se que Verdun age como catalisador. Os beligerantes não parecem mais poder renunciar e são condenados de investir cada vez mais de forças sobre este campo de batalha que já custou tanto.


Falkenhayn retoma a ofensiva sobre a margem direita Meuse. Sobre um frente de 6km, os Alemães são de 4 contra 1. Põem os meios para emporter a decisão que demora desde assim muito tempo. À 3km ao sudeste de Douaumont encontra-se o forte Valer. É defendido por uma guarnição de 600 homens. A água, os alimentos e a artilharia estão quantidade insuficientes. Após uma intensa preparação de artilharia,1 Junho, infanterie alemão lança-se ao ataque extremamente. O 2 de Junho, penetram no recinto. No entanto, é necessário ainda "limpar" o lugar. Os combates entregam-se corredor por corredor. É necessário gazer a guarnição para reduzir-o. Uma expedição de socorros é destruída o 6 de Junho. Finalmente, encomendando-o Raynal, chefe do lugar, capitula. As honras são devolvidas pelo inimigo aos defensores do lugar.

Os Alemães estão muito perto de Verdun do qual podem ver clocher. Falkenhayn crê a vitória ao seu alcance. O 18 de Junho faz bombardear o sector com granadas ao fosfogénio. Mas, os 70.000 Alemães devem esperar, arma-o à correia, que o gás dissipa-se para atacar. Este tempo precioso é posto à lucro pelas forças francesas para reforçar a posição. Quando o assalto tem lugar o 23 de Junho, os Alemães são contidos.

O Destino da Batalha Balança
Com efeito, os aliados atacaram sobre a Soma. Os Russos avançam sobre o frente oriental. Os Italianos fazem recuar os Austríacos. Bandos e da artilharia foram retirados do frente de Verdun. Estas condições complicam a situação do comando alemão para continuar as operações à Verdun.

O 11 de Julho, Falkenhayn lança a ofensiva de última possibilidade. É bloqueada pelo forte de Souville, à 3km da cidade de Verdun. Actualmente, os Alemães perdem a iniciativa.

Do 21 ao 24 de Outubro os Franceses bombardeiam as linhas inimigas. Os esmagados e gazés por granadas de 400, Alemães evacuam Douaumont o 23 de Outubro. As baterias inimigas localizadas são destruídas pela artilharia francesa.

Seguidamente, o 24 de Outubro, 3 divisões francesas passam ao ataque sobre um frente de 7km. Douaumont é retomado e 6.000 Alemães capturados. O 2 de Novembro, o forte Valer é evacuado pelos Alemães. Ao meados de Dezembro, os bandos alemães são repelidos sobre as suas posições de partida. Após 10 meses a batalha é terminada.

Amarga Vitória
As perdas foram pavorosas, para um lucro em territórios conquistados nulas. Após 10 meses de atrozes sofrimentos para os dois campos, a batalha terá custado 377.000 homens (62.000 mortos, mais de 100.000 defuntos, e mais de 200.000 feridos, frequentemente inválidos) aos Franceses, 327.000 aos Alemães, 22 milhões de granadas aos Alemães e 15 milhões de granadas aos Franceses, das quais um quarto pelo menos não explodiu. Os homens fizeram prova do piores das brutalidades durante dez longos meses. Sofreram a chuva, o frio, a neve, o fogo e o ferro. Numerosos são os que testemunharam que únicos na frente da morte, sentiram-se limpados ao estado de animais. Qualquer aquilo para nada? Qualquer aquilo para alguns quilómetros quadrados de uma terra que tem-se tornado morto e sem vida.

A ela única esta batalha poderia simbolizar todo o absurdo desta guerra, todo o absurdo e gâchis de todas as guerras. 90 anos após a batalha de Verdun, se a floresta afastar, constata-se que as sequelas de guerra são longe a ser reguladas. Os solos da zona vermelha são poluídos, e para muito tempo.


Verdum simbolo de heroísmo e ressistência
A resistência dos combatentes franceses à Verdun é relatada no mundo inteiro. A pequena cidade meusienne, sobretudo conhecida para o tratado de Verdun assinado em 843, adquire uma reputação mundial. Esta vitória defensiva é considerada pelos combatentes como a vitória de todo o exército francês, cuja mais maior parte do contingente participou nos combates. "Verdun, havia!""afirmam, com uma mistura de orgulho e de horror retrospectivo, os peludos que retornaram." Para a nação muito inteira, Verdun torna-se o símbolo da coragem e a abnegação

Lugares importantes da batalha
O forte de Douaumont;
o forte Valer;
o forte de Souville;
Fleury-devant-Douaumont (aldeia destruída),
butte de Montfaucon;
O Éparges;
Costa 304;
o Morte- Homem
o Túnel de Tavannes.
a Madeira do Caures.


Bateram-se a Verdum
Diversos actores famosos da Segunda Guerra mundial serviram à Verdun, e os testemunhos e considerar-se alemães sobre a Segunda Guerra mundial sobre o frente do Leste referem-se frequentemente às lembranças e a experiência da campanha de Verdun.

A partir de 1916 certos oficiais alemães notam assim que o exército vermelho é capaz de reunir concentraçõesde artilharia (como ele à visto desde a batalha de Douaumont). Futuros especializados o Blitzkrieg, Guderian e von Manstein tem os dois servido à Verdun, o primeiro ao Estado-maior do 5.o Exército, ou era oficial de informação associado, o segundo no Estado-maior de von Gallwitz.

Vinte e dois anos antes de presidir ao destino trágico do 6.o Exército alemão à Stalingrad, este Verdun do Volga, Friedrich Paulus viveu a verdadeira batalha, em 1916, ele era Oberleutnant ao 2è regimento de caçadores prussiens, e ele participou na batalha de Fleury ao mês de Junho. Governador de Paris em 1942, o general Karl- Heinrich von Stülpnagel encomendava um batalhão à Verdun. Membro da conspiração que tentou matar Hitler em Julho de 1944, tentou suicider perto do Homem, mas não chegou único éborgner. Foi pendurado atrasado algumas semanas.

Um dos melhores generais de Hitler, o general Hans von Kluge, que encomendava o grupo de exército B, e participou também na conspiração, tinha-lhe sido artilleur à Verdun em 1917. Chegou suicider antes que os PARÁGRAFOS param-o.

O chefe de Estado-maior de Hitler, o Generaloberst Wilhelm Keitel, servia ao Estado-maior do 10.o corpo de reserva, sobre a margem direita Meuse, durante o verão 1916. O Generaloberst Heinrich von Brauchitsch, comandante chefe do Wehrmacht de 1913 (??? de 1913, realmente?) à 1941, foi ele oficial de artilharia à Verdun. Citem ainda, entre os outros participantes alemães à batalha, o chefe do SEU, Ernst Röhm, e o seu assistente, Rudolf Hess.

Para além de Maréchal Pétain ele mesmo, aumenta-se entre os nomes vétérans franceses o do seu futuro protegido, seguidamente adversário, Charles de Gaulle. O futuro presidente foi ferido fesse e capturado início Março 1916, quando a sua companhia dut tornar-se.

Amiral Darlan, encomendando da frota francesa e Vice-Presidente do Conselho do governo Vichy, estava quanto a ele, tenente em 1916, ele servia numa bateria de artilharia naval estendida à Verdun.


O general Raoul Salan, que devia efectuar o putsch dos generais em Argel, passou igualmente por Verdun em 1918. Por último mais famoso maréchal da Segunda Guerra mundial, Jean de Lattre de Tassigny (maréchal à título posthume, bem após 1945, contrariamente à Junho), participou ele também na batalha. É ele que parou o antigo Kronprinz, em 1945.
 
Old January 17th, 2012   #4
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Tonkin
O 18 de Novembro de 1883, os 600 primeiros legionários desembarcam ao Tonkin. Participam nas colunasamiral Courbet que luta contra os Pavilhões pretos.

O 16 de Dezembro, os legionários realizam o seu primeiro facto de armas de terra asiática tomando a citadela de Son-Tay. Os reforçados por do 2e batalhão a partir de Fevereiro de 1884, legionários apreendem-se da fortaleza de Barca Ninh.

Do 26 de Janeiro ao 3 de Março de 1885, a citadela de Tuyen Quang, defendida por uma maioria de legionários assiégée.

1 Janeiro de 1885, 3os e e 4e batalhões do 1 regimento estrangeiro chegam ao Tonkin e são integrados aos 2e Estrangeiros. O 3e batalhão têm um lugar específico aquando da tomada Lang Seu o 4 de Fevereiro. O 4e batalhão dos 2e Estrangeiro, desembarcado em Formose em Janeiro de 1885 combatem os Chineses sobre o lugar até armistice franco-chinois do 21 de Junho de 1885. Junta-se seguidamente ao seu corpo ao Tonkin.

Após a conquista, vem a fase de pacificação que, como na Argélia é uma luta permanente contra as bandas armadas.


Pavilhões Pretos
Os pavilhões pretos ( do chinês Hei qi jun) eram soldados irregularesdo impérium vietnamita recuperados pelos Chineses que utilizam-o na Indochine contra os Franceses.

São antigos rebelles Taiping encomendados por Liu Yongfu (1837-1917, Luu Vinh Phuoc en vietnamien). Foram expulsos da China em 1864 para o Tonkin, após écrasement da sua revolta (1850-1864).

O Annamites utiliza-o contra os tribos das montanhas, entre o rio Vermelho e o rio Preto. A esse respeito, Liu Yongfu obtem uma fila oficial ao tribunal.

Os pavilhões pretos incomodar seguidamente os Franceses sobre o rio Vermelho. Um corpo expéditionnaire encomendado por Henri Rio é enviado em 1881: é a guerra franco-chinoise (1881-1885).

Os pavilhões pretos combatem então com os bandos imperiais chineses contra os Franceses (os imperiais toleravam estes antigos rebelles na condição de permanecerem fora da China).

Participam nomeadamente na sede dos bandos franceses (principalmente a legião estrangeira) à Tuyen-Quang em 1885 ao Tonkin).


A Sede de Tuyen Quang
A Sede de Tuyen Quang vive 2 companhias1 do batalhão dos 2e Regimento estrangeiro da legião estrangeira encomendadas pelo comandante Dominar dos bandos de marinha assiégées do 23 de Novembro de 1884 ao 28 de Fevereiro de 1885.

Durante a sede, os efectivos eram o seguinte:

1re e 2e companhias da legião:1 batalhão dos 2e Regimento estrangeiro encomendado respectivamente pelos capitães Moulinay e Borelli eles mesmo sob o comando do capitão adjudant major Cattelin ou seja 8 oficiais e 380 legionários
1 companhia tirailleurs tonkinois ou seja 2 oficiais e 160 tirailleurs
1 secção de artilharia ou seja 1 oficial e 31 artilleurs
1 escouade do Génio, encomendando: sargento Bobillot, 7 sapeurs
3 enfermeiros e 3 administrativos
a tripulação canonnière "a Metralhadora", ou seja 13 homens sob o comando da insígnia de embarcação Senez.

Ou seja no total 611 homens.

Do seu lado as forças chinesas eram constituídas cerca de de 20.000 homens, as pavilhões das quais numerosas pretas, elite então.

A situação defensiva é antes medíocre: a fortaleza é cercada de colinas, a mata está muito próxima dos muros, a chegada de reforços pode efectuar-se apenas após longos prazos. A fortaleza é quadrada, de 300 metros lado e é encurralada ao rio. Remparts de 3 metros de parte superior são degradados, os fossos são preenchidos em parte. Ao centro da citadela um mamilo de 70 metros de altura permite efectuar tiros plongeants.

Dominado faz efectuar reconhecimentos, reparar e o reforço do muro de recinto, a limpeza e o alargamento do fosso, o arroteamento da vegetação para melhorar as vistas e os campos de tiros, a construção de abrigo e ele por último instaurado de várias peças de artilharia sobre o mamilo.

No fim da sede 48 homens são morridos, e há 216 feridos; 8 morrerão das suas feridas cujo Bobillot aleijada o 18 de Fevereiro e que morrerá atrasado 1 mês ao hospital de Hanoi. Entre estas perdas, 32 legionários morridos ao combate cujo capitão Moulinay morto o 24 de Fevereiro efectuando um contra-ataque, bem como 126 feridos cujos todos os oficiais.

É a chegada de uma coluna de reforço francesa que pôs termo à sede fazendo fujir as forças chinesas.


Benim
Benim (1892-1894)
Em 1892, o rei Behanzin ameaça o balcão de Porto Novo e a França decide intervir. Um batalhão estrangeiro de degrau é constituído a partir de 2 companhias1 do Estrangeiro e 2 outro dos 2e Estrangeiro. É colocado administrativamente sob o comando deste último. O comandante Faurax toma a cabeça.

De Cotonou, os legionários devem apreender-sede Abomey, a capital do mutin. Dois meses e metade são necessária para atingir a cidade ao preço de combates repetidos contra os soldados, e sobretudo as amazonas do rei. Este capitula e é capturado pelos legionários em Janeiro de 1894.


Sudão
Sudão (o actual Mali) (1892-1893)
Uma companhia de degrau é formada do 2e Estrangeiro e transportada à Kayes a fim de apresentar sultans Ahmadou e Samory Touré. Uma vez a sua missão realizada com sucesso, a companhia é dissolvida ao seu regresso à Saïda o 24 de Junho de 1893.

Henri Joseph Eugène Gouraud (1867-1946) é um general francês que se ilustrou às colónias (Sudão Francês (o actual Mali), Mauritânia, Chade, Marrocos), seguidamente, durante a Grande Guerra em Argonne, aos Dardanelles e em Champanhe. Elevado Commisaire do Governo Francês Levant de 1919 à 1923. Governador militar de Paris de 1923 para 1937.
Paris possui um Lugar do General Gouraud em do 7e Distrito


Guiné
Guiné (1894)
Um batalhão de degrau constituído de duas companhias dos dois regimentos estrangeiros é criado no início do ano 1894 para pacificar o Níger. A vitória dos legionários ao forterese Ouilla e as patrulhas de polícia na região aceleram a proposta dos tribos. Mas 51 legionários devem ser hospitalizados lá devido a doenças tropicais e dysenterie.


Madagáscar
Madagáscar (1895-1905)
Em 1895, um batalhão de degrau, formado por do1 e 2e Estrangeiros é enviado à Madagáscar a fim de participar no corpo expéditionnaire que tem por missão de reduzir a revolta.


O batalhão estrangeiro forma então o ferro de lança da coluna lançada sobre Tananarive. Mas se a fraca intensidade dos combates não permite aos Legionários de mostrar a sua bravura, deixam 226 os seus, morridos sobre a grande ilha, da qual mal um décimo para factos de guerra. Os outros, como uma grande parte do corpo expéditionnaire, morrem das condições climáticas e as doenças tropicais.

O batalhão retorna a Argélia em Dezembro de 1895. Mas a partir de 1896, o general Galliéni, chamado a reduzir uma segunda revolta malgaxe, pede de partir com 600 Legionários a fim de poder "morrer convenientemente" se for caso disso. Um novo batalhão de degrau por conseguinte é formado para esta expedição. Reforços seguem porque a operação de pacificação dura até a 1905. Lá ainda, o inimigo mais temível é a febre.


Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra mundial
A partir do Agosto de 1914, milhares de estrangeiros, presentes em metrópole ou nas colónias, juntam-se às filas da Legião, a fim de provar a sua fixação e o seu reconhecimento à França. No total são 42.883 voluntários, representando menos de 52 nacionalidades, que formam os 5 regimentos de degrau, onde servem geralmente Russos, Italianos, Suíços, Belgas e Britânicos. No seguimento das numerosas perdas sofridas por estas unidades e o regresso da maior parte destes primeiros comprometidos nos seus países de origem, o comando decide, o 11 de Novembro de 1915, a criação do RMLE: Regimento de degrau da Legião estrangeira; sobre o frente francês, este é comprometido em Artois, na Soma e à Verdun. Com o RICM, o RMLE o regimento será decorado mais uma França.


A Legião fornece além disso um batalhão que, amalgamado com dois outros batalhões de zouaves e tirailleurs argelinos, constitui o RMA, Regimento de Degrau da Argélia, que combate à Gallipoli (1915) e juntar-se-á ao Exército de Oriente sobre o frente Salonique (1916-1918).


No total, mais de 6.000 Legionários encontram a morte sobre os campos de batalha da França ou dos Balcãs; por exemplo, o RMLE perde à ele único 115 oficiais mortos, dos quais 2 coronéis, 12 comandantes e 21 capitães.




Primeira Batalha de Champanhe
14 de Dezembro de 1914.

Frente Ocidental, França/Bélgica.

Apesar da degradação do tempo e o reforço das defesas Alemãs. Os Franceses e os Britânicos lançam uma ofensiva geral desde o mar do Norte até a Verdun. Pensam, a justo título, que estão superioridade numérica em relação aos Alemães que dépéché muitos soldados desde o frente Leste. Subestimam no entanto a resistência das trincheiras e a bravura dos soldados Alemães.

A maior parte dos ataques termina o 24 de Dezembro, sem grande sucesso. Está apenas Champanhe, ou os soldados franceses avançaram moderadamente, ao preço de perdas humanas importantes, que os combates prosseguem-se todo o inverno. A primeira batalha de Champanhe contínua em 1915, mas noutro lugar os combates cessam, e os dois campos compreendem que uma vitória rápida é inconcebível.

A primeira Guerra mundial dura apenas desde seis meses e a extensão das perdas humanas é sem precedentes na história. Nada que sobre o frente Ocidental, os Franceses, os Belgas e os Britânicos perdeu mais de um milhão de homens, dos quais uma grande maioria de Franceses. Os Alemães contam cerca de 675.000 soldados mortos, feridos ou desaparecidos ao combate.



Batalha da Soma
A batalha da Soma foi uma das principais confrontações da Primeira Guerra mundial. As forças britânicas e francesas tentaram furar através das linhas alemãs fortificadas sobre uma linha norte-sul de 45 Km próxima da Soma, ao norte da França, num triângulo entre as cidadesde Albert do lado britânico, Péronne e Bapaume.

O primeiro dia desta batalha, 1Julho de 1916, detem o triste recorde do dia mais sangrento para o exército britânico, com 57.470 vítimas das quais 19.240 mortes.

Primeira vez um filme de propaganda a batalha da Soma apreendeu uma grande parte dos horrores da guerra moderna incluindo imagens procedentes dos primeiros dias da batalha..



Prévio
A decisão de lançar uma ofensiva em FLANDRES é tomada na conferência Chantilly o 6 de Dezembro de 1915. Mas em Janeiro, Joffre obtem uma mudança para a Picardia porque à parte traseira, particularmente nos meios políticos, gritava-se ao escândalo pensando que bandos "descansavam-se".
Quando o exército alemão lança a sua ofensiva sobre Verdun, o 21 de Fevereiro de 1916, o comandante chefe britânico propõe vir ajudar o seu aliado. Os chefes militares franceses decidem que podem fazer face sem este apoio pedindo ao mesmo tempo um alívio por um ataque noutro lugar sobre o frente.

Em 1916, o exército britânico na França faltava de experiência, a sua parte profissional, seis divisões, eliminadas. Mais maior parte dos seus efectivos era composta de voluntários das forças territoriais e o novo exército de Kitchener. Os oficiais tinham sido promoveu rapidamente e faltavam ao mesmo tempo de formação e experiência. Haig ele mesmo tinha obtido uma promoção relâmpago.

A aviação combinada acabava de superar a calamidade Fokker e tinha adquirido mesmo uma superioridade, o que permitia-lhe abater os balões e dispôr bem de uma melhor força de reconhecimento. Está apenas Setembro que a introdução de novos aviões tornou aos Alemães o controlo do céu.


o terreno
Os Alemães ocupam quase por toda a parte alturas. O seu frente compõe-se:

- de uma forte primeira posição, com trincheiras de primeira linha, apoio e reserva, bem como um labirinto de abrigo profundos que comportam de resto todo o conforto moderno;
- de uma segunda linha intermédia, menos forte, protegendo baterias de campanha;
- por último, ligeiramente de trás, de uma segunda posição quase também forte que a estreia.
À parte traseira, encontram-se madeiras e aldeias "fortificadas" ligar por tripas, de forma a formar um terceiro e mesmo uma quarta linha de defesa, o todo largamente betonado e beneficiando das qualidades do balanço cretáceo que se cortava facilmente e endurecia secando.


Ordem de Batalha
Britânico
Rawlinson com reserva do 5e.


Alemão
Em frente dos Britânicos, o norte, IIos e armados (général von Below), tendo à sua esquerda VIos e armada encomendada pelo príncipe Rupprecht da Baviera.
Em frente dos franceses IVos e armados sobre o Santerre.


Canadense
As forças canadenses combateram em Suma do último dia de verão às primeiras neves do inverno. O objectivo era quebrar pesadas as defesas que os alemães tivessem construído.




Transformação da parte traseira
A parte traseira tinha sido transformada num gigantesco armazém com o que se fazia melhor para as estradas, o caminho de ferro ea aviação.A artilharia, incluindo monstros sobre via ferrada de 380 e 400 mm, atingia cimeiras de potência destrutiva

Seis dias de bombardeamento
Durante seis dias, o bombardeamento sobre as linhas alemãs é intenso para criar o que aparece como uma confusão onde todo é desventrado.

Um violento bombardeamento marca o início da batalha e faz 20.000 mortes.
À 7h30 1Julho, ao golpe de assobio, os soldados britânicos escalam as suas trincheiras para andar, com o seu equipamento que atinge 32 Kg, para as do adversário. Alguns tinham sido enviados éclaireurs.

Os alemães acolhem-o com tiros de metralhadoras que segam-o densamente. Os oficiais são facilmente repérables e particularmente sejam visados. Quando os Britânicos chegam às trincheiras alemãs, são demasiado pouco numerosos para opôr-se um contra-ataque. Certas unidades como a de Terra-Novo são eliminadas 91 %. à meia-noite, os ingleses contam 60.000 mortes, feridos ou defuntos: é o dia o mais meutrier da guerra. O 3 de Julho, consolidam as suas posições apreendendo-se das madeiras de Mametz (Soma), ao Sul de Contalmaison: _ ser lá que mais 1.000 prisioneiro ser colher só um fourré.


Balanço Francês
Balanço francês
Em dez dias, o 6e armado francês, sobre um frente de cerca de vinte quilómetros, tinham progredido sobre uma profundidade que atingia em certos pontos dez quilómetros. Era inteiramente soberana da bandeja de Flaucourt que lhe tinha sido atribuída como objectivo e que constituia a principal defesa de Péronne. Tinha feito 12.000 prisioneiros, quase sem perdas, tomados 85 canhões, 26 minenwerfer, 100 metralhadoras, um material considerável. Era mais bonito o sucesso obtido desde a batalha Marne.



Transferência das divisões alemãs
Trinta e cinco divisões são retiradas do sector de Verdun para reforçar o frente frente Bapaume.


do 20 de Julho à fim Agosto
A última semana de Julho é de um calor pesado e empoeirado.

Durante esta semana, o exército Gough, reserva britânica, toma pé na forte posição de Pozières e retoma aos alemães, uma segunda vez, a madeira Delville e Longueval. Encalha, em contrapartida, durante combates ferozes que duram durante mais de uma semana, sobre Guillemont.



de Setembro ao meados de Novembro
A chuva começa a cair, tornando campo de batalha o enlameado.

O 3 de Setembro, a partir das primeiras horas do ataque, Guillemont é tomado.
O 4, ao Sul, Xe armado retira-o toda a primeira posição entre Deniécourt e Vermandovillers. Soyécourt e Chilly são tomados, com 2.700 prisioneiros; Chaulnes era ameaçado directamente por Lihons.
O 6, o Ire Exército francês apreende-se de uma grande parte de Berny-en-Santerre.

O 15 de Setembro aparecem os primeiros tanques de assalto que ajudam a tomar Courcelette, Martinpuich, a madeira dos Foureaux, a aldeia de Flers com 4.000 prisioneiros.

O 17, Ire Exército toma-o Vermandovillers e Berny.

O 26 por último, dia glorioso: os dois aliados tomam conjunto Cúmulos, a "chave" entre Bapaume e Péronne. Por outro lado, completamente ao norte, os Britânicos retiram Thiepval após a utilização de minas. A ofensiva cessa.

O 24 de Fevereiro de 1917 o exército alemão faz uma reforma estratégica destruindo qualquer de trás ela para encurtar a sua linha de defesa sobre a linha Hindenburg.


Batalha de Verdun
A batalha de Verdun foi uma batalha da Primeira Guerra mundial, do 21 de Fevereiro ao 19 de Dezembro de 1916 perto de Verdun na França. Fez mais de 300.000 mortes (de 163.000 soldados franceses e 143.000 alemães), (França e aliados de um lado e Alemanha de outro lado). Os Peludos (ou seja por rotação, 70% do exército francês) sob o comando do general Pétain chegaram a ter o frente e o relatório das perdas não foi de 1 para 2 como tivesse-o planificado o atacante. É ao general Robert Georges Nivelle que retornou o mérito enrayement definitivo da ofensiva alemão (juin-juillet), seguidamente reconquête do terreno perdido (Outubro).

Verdun é o lugar de uma das batalhas mais inumanas às quais o homem entregou-se. Em 1916, o tipo humano parece enterrar-se na lama e o sangue, durante uma batalha que durará 10 mês sobre um território extremamente reduz. Esta imobilidade do frente apesar dos meios contratados deve-se ao equilíbrio global das forças em presença (em 1940, Verdun cairá em 24h).


Início em 1916
Para todos os beligerantes, as hostilidades começadas em 1914 deviam ser curtas. Mas, os Alemães são parados sobre Marne. Então uma corrida ao mar compromete-se. Finalmente, o frente estabiliza-se sobre uma linha que faz 750 Km, do mar do Norte à Suíça. Os exércitos enterram-se. A guerra de movimento é terminada. O conflito anuncia-se mais longo que previsto.

Em 1915, os Franceses tentam furar em Artois e Champanhe. Estas ofensivas são sangrentos malogros que fazem cerca de 350.000 mortes nas filas francesas. A guerra será não somente longa mas também mortífera.

Neste fim de ano 1915, os efeitos da guerra tornam-se dificilmente suportáveis para o conjunto dos beligerantes. O conjunto das camadas da sociedade é tocado. Aquilo faz um ano e metade que a guerra começou.


Estratégias
Para o comando francês, dirigido généralissime o Joffre, pela guerra de movimento resto de actualidade. O chefe dos exércitos empresta qualquer sua atenção à preparação de uma ofensiva importante sobre a Soma. É necessário furar, retomar a guerra de movimentos e terminar.

Para o comando alemão, na pessoa do general von Falkenhayn, chefe do Estado-maior imperial, não é a mesma completamente maneira de abordar o problema. Certamente, é necessário terminar com este conflito, porque para, a Inglaterra procura-lhe asfixiar os impérios centrais numa guerra de uso. Mas para aquilo é necessário tornar a guerra dispendiosa aos Ingleses por um novo método, a guerra submarina, e sobretudo, ele é necessário destruir as forças francesas: "as forças da França serão sangradas à morte... que atingíamos o nosso objectivo ou não". O carácter extremista de este pensamento deixa prever da brutalidade combates a virem. O objectivo é desencorajar a França que pedirá graça.

O sítio de Verdun é escolhido por múltiplas razões.

É uma posição estratégica importante porque encontra-se à proximidade imediata das fábricasde granadas de Briey-Thionville e o complexo caminho de ferro Metz.
É um símbolo popular que não pode ser abandonado ao inimigo (Divisão de Verdun em 843 entre os netos de Charlemagne: aparecimento do Francie ocidental). Consequentemente supõe-se que os bandos franceses preferirão morrer sobre o lugar antes que de recuar.
É claro também que os Alemães miraram em?uvre seu plano de ataque mais rapidamente que os Franceses. Se não, a confrontação teria tido muito certamente lugar sobre a Soma.


É um saliente das linhas francesas, delimitado de vários lados, Meuse que complica a defesa do sector. No saliente, encontram-se vários fortes cujos os de Douaumont e Valer. Mas desde a destruição fortifications de Liège, de Namur e Maubeuge obusiers alemães, o comando francês não crê mais aos lugares fortes. Os canhões do fortes de Verdun são retirados por decreto do 5 de Agosto de 1915, diminuindo assim muito fortemente a sua capacidade operacional. Joffre tem necessidade destes canhões para a ofensiva que projecta. Do mesmo modo, as guarnições que ocupam os fortes são reduzidas bem frequentemente à cerca de dezenas de combatentes.

O sistema de defesa tão às vezes é-lhe trazido à uma trincheira em vez de três. Os arames farpados estão mau estado. Os efectivos são reduzidos e menos organizados. Qualquer aquilo deixa pensar que um ataque alemão procuraria ganhar o terreno.

A calma relativa da qual beneficiou o sector durante estes últimos meses poderia explicar o pouco de interesse levado pelo comando francês para esta secção do frente.

Para fornecer o sector, permanece mais apenas uma via de caminho de ferro que ligar Bar-Le-Duc à Verdun (a tomada de Saint-Mihiel pelos Alemães em 1914 corta a linha Verdun - Nancy). Verdadeiro tortillard, é inoportuno ao transporte de material pesado. Paralelamente ao caminho de ferro encontra-se uma estrada secundária que Maurícia Barrès chamará"a via consagrada". Esta falta de vias de comunicação com a parte traseira torna ainda mais frágil esta parte do frente.



O Ataque Foi Uma Surpresa?
O general alemão Falkenhayn escolhe por conseguinte Verdun para a sua vulnerabilidade e também pelo facto não terá a deslocar muitos bandos. Contando com a superioridade alemão em artilharia pesada, vai empregar o métododo "Trommelfeuer": uma preparação de artilharia em "rolamento de tambor" que deveria permitir nivelar o terreno a conquistar.

Os Alemães amassent em frente de Verdun algumas 1.225 peçasde artilharia de todos os calibres da qual 542 obusiers pesados. Em média, pode-se contar um almofariz rápido de 210mm todos os 150m. Estendem 13 obusiers Krupp de 420mm, 17 obusiers Skoda 305mm (Skoda ficará atrasado tchécoslovaque), 2 peças de marinha de 380mm e as munições consequentemente, cerca de 2.500.000 granadas.

Reunem 72 batalhões infanterie em abrigo enterrados ( stollen ). Sobre as 20 divisões afectadas à operação, 10 estão prevista para a batalha como tal, 10 os outros reservados para eventual uma batalha decisiva sobre um outro sector desguarnecido consequentemente.

Todos os preparativos não podem escapar à atenção dos defensores de Verdun que não faltam de trazer a informação mais elevadas às instâncias militares.

Assim lieutenant-colonel Driant, comandante os 56e e 59e batalhões de caçadores, aproveita da sua qualidade de deputado, membro da comissão da defesa Nacional, para chamar a atenção do comando para o sector.

Joffre envia um destacamento do génio, mas está bem atrasado. O general Herr, chefe da região fortificada de Verdun, diz ele mesmo "sempre que peço reforços de artilharia, o GQG responde retirando-me duas baterias!"

Desde meados de Janeiro, os preparativos alemães são confirmados pelos serviços de informações franceses (2e escritório), o reconhecimento aéreo que toma fotografias inquietantes e déserteurs alsaciens e lorenos. Joffre continua a ser surdo à estas informações.


A segunda-feira 21 de Fevereiro de 1916 para 7 horas, uma granada de 420 explode no tribunal do palácio épiscopal de Verdun. É o início de uma batalha inumana - operação baptizada Gericht (tribunal) pelos Alemães - que vai durar dez meses.

Um dilúvio de ferro e de fogo abate-se sobre um frente de alguns quilómetros (o bombardeamento é percebido até em Vosges, à 150km). Dois milhõesde granadas - uma granada pesada os cada três segundos - caem sobre as posições francesas em dois dias.

À 16h00, esta 21 de Fevereiro, 60.000 soldados alemães passam ao ataque sobre um frente de 6km à madeira do Caures. Infanterie alemão efectua uma progressão limitada, arranja imediatamente o terreno a fim de pôr a artilharia de campanha em bateria. O alcance assim aumentado, os canhões alemães ameaçam directamente as rotas francesas entre a parte traseira e o frente. As forças francesas são esmagadas por esta chuva de aço. Lieutenant-colonel Driant encontra a morte o 22 de Fevereiro na madeira do Caures. Com ele, mil dois cem homens caem. Haverá apenas cem dez sobreviventes. Sobre o resto do sector, as defesas são esmagadas, deslocados, esmagados. Em algumas horas, os maciços florestais desaparecem, substituídos por uma decoração lunar. Os maciços de Haumont, de Herbebois e o Caures são déchiquetés, desbastados, nivelados. De trás o fogo que rola, o 7e corpo renano, o 18e hessois e o 3e brandbourgeois avançam lentamente.



O forte de Douaumont, que é defendido apenas soixantaine de territoriais, é retirado o 25 de Fevereiro por do 24e regimento brandbourgeois. Este sucesso foi imenso para a propaganda alemão e uma consternação para os Franceses.

Contra todo, a progressão alemão muito é retardada fortemente. Com efeito, a preparação de artilharia presente dos inconvenientes para o atacante. O solo, laborado, fica vinculativo, instável, perigosos. Bem frequentemente, a progressão dos bandos, deve fazer-se em coluna, evitando os obstáculos.

Contra qualquer espera, os Alemães encontram uma oposição à sua progressão. Coisa incroyable, em posições francesas desaparecidas, sobreviventes emergem. Punhados de homens, frequentemente sem oficiais, armam-se e neutralizam, à lugar onde encontram-se. Uma metralhadora é suficiente bloquear uma coluna ou a cabeça de um regimento. Os combatentes franceses, num lamentável estado, opõem-se com obstinação e chegam a retardar ou bloquear o adiantamento dos bandos alemães.

Um semblante de frente é reconstituído. As 270 peças de artilharia francesas tentam tornar golpes para golpes. Duas divisões francesas são enviadas rapidamente em reforço, o 24 de Fevereiro, sobre o que permanece do frente.

Com os sobreviventes do bombardeamento param a progressão dos bandos alemães.

É o fim da primeira fase da batalha de Verdun. Manifestamente, os objectivos de Falkenhayn não são atingidos. Um frente demasiado limitado, um terreno impraticável e o hargne do soldado francês parece ter tido razão do plano do Alemão.

O Comando Francês Reage!
o 25 de Fevereiro de 1916, Joffre decide do envio à Verdun do II° armado, que tinha sido colocado em reserva estratégica, e cujo general Pétain era o comandante desde o 21 de Junho de 1915. Confia-lhe o comando chefe do sector de Verdun.

Na frente de ele de informar da sua nomeação, a sua prescrição encontra-o num hotel com uma senhora. Pétain é um soldado de infantaria de formação que tem o respeito do fogo. Não repete incessantemente "o fogo mata"? Para a progressão do soldado de infantaria deve-lhe fazer-se com o apoio da artilharia. O ano precedente, a precisão da sua táctica foi demonstrada. É económico dos esforços dos seus homens. Velará por que amaciar no máximo a dureza das provas para os seus bandos.

Inicialmente, o general Pétain reorganiza a defesa. Articula-se sobre as duas margens Meuse. Uma artilharia reforçada na medida das disponibilidades cobre as unidades em linha. Os fortes réarmés.

Para tratar os seus bandos, impõe "o torniquete". Os bandos relaient para a defesa de Verdun. Em Julho, 70 das 95 divisões francesas terão participado na batalha.

Subsequentemente, reorganiza a logística. A única via de abastecimento possível consiste numa via ferrada sinueuse duplicada de uma estrada secundária. A estrada faz apenas sete metros de larga e transforma-se bourbier a partir das primeiras chuvas. Sobre estes 56km de pista, vai circular uma sucessão inteira de camiões que rolam dia e prejudica.

Esta artéria vital para o frente de Verdun será chamada " a Via Consagrada" por Maurícia Barrès. Circulará mais de 3.000 camiões, os cada quinze segundos.
90.000 homens e 50.000 toneladas de munições serão transportados cada semana. Carreiras são abertas no calcário que limita. Territoriais e civis empedram permanentemente a estrada. Milhares de toneladas de pedras são lançados sob as rodas dos camiões que montam e descem do frente. As duas filas servem rolo compressor e forçam as pedras.

Um regulamento draconiano governa a utilização desta estrada. É proibido estacionar. Roulage faz-se faz face-choque contra faz face-choque, de dia como noite. A onda não deve interromper-se sob nenhum pretexto. Qualquer veículo em avaria é empurrado inexoravelmente ao fosso. Por último, reorganiza a artilharia. A artilharia pesada restante é recuperada. Uma associação autónoma é criada directamente sob as ordens do general Pétain. Aquilo permite concentrar os fogos sobre aos pontos mais ameaçados. Estas mudanças trazidas à esta parte do frente fazem subir o moral do bando que sente em Pétain um verdadeiro chefe que apoia-o no esforço e o sofrimento.

Primeira vez desde o início da guerra, a aviação vai intervir de maneira verdadeiramente organizada com a criação da primeira grande unidade de caça, encarregada libertar o céu dos engenhos inimigos, e de informar o comando sobre as posições e os movimentos do adversário: "é invisual, liberto o céu e ilumino", dir-lhes -á. Os Alemães são parados à 4km das suas posições de partida, adiantamento que de forma alguma não é proporcionado aos meios que comprometeram.


Combate sobre a margem direita
O Kronprinz suplica Falkenhayn atacar a margem esquerda para fazer calar os canhões franceses. Os Alemães atacam em redor do do Homem, o o lado da margem esquerda, a madeira do Bourrus, a madeira de Cumière e a madeira dos Corvos. Seguidamente atacam sobre a margem direita em redor do forte Valer, da Costa da Pimenta e Avocourt. São cada vez talhos para os dois campos. Estes em lugares, estes homens demonstraram muito ao mesmo tempo coragem, desespero, sacrifício e abnegação.


Sobre estas posições, o exército francês é impiedosamente usado e sangrado à branco. Numerosas são as unidades que devem ser reconstituídas inteiramente várias vezes de sequência ou que desaparecem. O 6 de Março, os Alemães bombardeiam e atacam o Morte- Homem sobre a margem esquerda. Mas o fogo francês para-o. Esta "batalha na batalha" vai durar até o 15 de Março. Durante estes 10 dias, o sector é transformado em deserto. Os combatentes dois há todos os sofrimentos. Simultaneamente, o 7 de Março, os Alemães lançam uma ofensiva sobre a margem direita, a partir de Douaumont. Massacra-se -se nas ruínas de Douaumont que é tomado e retomado 13 vezes. O saliente de Verdun transforma-se num innommable talho onde a brutalidade o emporte sobre qualquer espécie de compaixão.

O ferro, o fogo e a lama formam a tríade infernale que compõe a vidado "peludo", mas também a"feldgrau" do alemão.

Pétain reclama reforços à Joffre. Mas este último privilegia a sua futura ofensiva sobre a Soma. Aquilo faz dizer à Pétain"o GQG dá-me mais mal que o Boches".

O 11e divisão bávara investe, o 20 de Março, a quota 304 que cobria do seu fogo o Morte- Homem. Apesar estes de sucessos, a ofensiva geral alemão sobre as duas margens Meuse é parada pelos Franceses. "Os assaltos furieux dos exércitos do Kronprinz foram quebrados por toda a parte." Coragem... terá-se! "dirá Pétain." No início da batalha as forças francesas são de 150.000 homens. Em Abril, os efectivos atingem os 525.000 homens. Esta concentração humana sobre tão fraca superfície poderia explicar até certo ponto o banho de sangue que constitui Verdun. Contudo, os Alemães parados, Joffre quer do um de mais ofensivo. Nomeia Pétain chefe do Grupo de Exércitos Centro e Nivelle à Verdun.

Este último encarrega o general Mangin de retomar o forte de Douaumont. A batalha compromete-se por 6 dias pilonnage do forte pelos Franceses. Infanterie toma pé sobre forte do 22 de Maio, mas é caçado do 24.

Durante este tempo, 10.000 Franceses caem para guardar a quota 304 onde os Alemães são pendurados sobre as inclinações. A artilharia, peça soberana deste campo de batalha, continua em prol do lado alemão com 2.200 peças nesse momento para 1.800 peças lado francês. Diria-se que Verdun age como catalisador. Os beligerantes não parecem mais poder renunciar e são condenados de investir cada vez mais de forças sobre este campo de batalha que já custou tanto.


Falkenhayn retoma a ofensiva sobre a margem direita Meuse. Sobre um frente de 6km, os Alemães são de 4 contra 1. Põem os meios para emporter a decisão que demora desde assim muito tempo. À 3km ao sudeste de Douaumont encontra-se o forte Valer. É defendido por uma guarnição de 600 homens. A água, os alimentos e a artilharia estão quantidade insuficientes. Após uma intensa preparação de artilharia,1 Junho, infanterie alemão lança-se ao ataque extremamente. O 2 de Junho, penetram no recinto. No entanto, é necessário ainda "limpar" o lugar. Os combates entregam-se corredor por corredor. É necessário gazer a guarnição para reduzir-o. Uma expedição de socorros é destruída o 6 de Junho. Finalmente, encomendando-o Raynal, chefe do lugar, capitula. As honras são devolvidas pelo inimigo aos defensores do lugar.

Os Alemães estão muito perto de Verdun do qual podem ver clocher. Falkenhayn crê a vitória ao seu alcance. O 18 de Junho faz bombardear o sector com granadas ao fosfogénio. Mas, os 70.000 Alemães devem esperar, arma-o à correia, que o gás dissipa-se para atacar. Este tempo precioso é posto à lucro pelas forças francesas para reforçar a posição. Quando o assalto tem lugar o 23 de Junho, os Alemães são contidos.

O Destino da Batalha Balança
Com efeito, os aliados atacaram sobre a Soma. Os Russos avançam sobre o frente oriental. Os Italianos fazem recuar os Austríacos. Bandos e da artilharia foram retirados do frente de Verdun. Estas condições complicam a situação do comando alemão para continuar as operações à Verdun.

O 11 de Julho, Falkenhayn lança a ofensiva de última possibilidade. É bloqueada pelo forte de Souville, à 3km da cidade de Verdun. Actualmente, os Alemães perdem a iniciativa.

Do 21 ao 24 de Outubro os Franceses bombardeiam as linhas inimigas. Os esmagados e gazés por granadas de 400, Alemães evacuam Douaumont o 23 de Outubro. As baterias inimigas localizadas são destruídas pela artilharia francesa.

Seguidamente, o 24 de Outubro, 3 divisões francesas passam ao ataque sobre um frente de 7km. Douaumont é retomado e 6.000 Alemães capturados. O 2 de Novembro, o forte Valer é evacuado pelos Alemães. Ao meados de Dezembro, os bandos alemães são repelidos sobre as suas posições de partida. Após 10 meses a batalha é terminada.

Amarga Vitória
As perdas foram pavorosas, para um lucro em territórios conquistados nulas. Após 10 meses de atrozes sofrimentos para os dois campos, a batalha terá custado 377.000 homens (62.000 mortos, mais de 100.000 defuntos, e mais de 200.000 feridos, frequentemente inválidos) aos Franceses, 327.000 aos Alemães, 22 milhões de granadas aos Alemães e 15 milhões de granadas aos Franceses, das quais um quarto pelo menos não explodiu. Os homens fizeram prova do piores das brutalidades durante dez longos meses. Sofreram a chuva, o frio, a neve, o fogo e o ferro. Numerosos são os que testemunharam que únicos na frente da morte, sentiram-se limpados ao estado de animais. Qualquer aquilo para nada? Qualquer aquilo para alguns quilómetros quadrados de uma terra que tem-se tornado morto e sem vida.

A ela única esta batalha poderia simbolizar todo o absurdo desta guerra, todo o absurdo e gâchis de todas as guerras. 90 anos após a batalha de Verdun, se a floresta afastar, constata-se que as sequelas de guerra são longe a ser reguladas. Os solos da zona vermelha são poluídos, e para muito tempo.


Verdum simbolo de heroísmo e ressistência
A resistência dos combatentes franceses à Verdun é relatada no mundo inteiro. A pequena cidade meusienne, sobretudo conhecida para o tratado de Verdun assinado em 843, adquire uma reputação mundial. Esta vitória defensiva é considerada pelos combatentes como a vitória de todo o exército francês, cuja mais maior parte do contingente participou nos combates. "Verdun, havia!""afirmam, com uma mistura de orgulho e de horror retrospectivo, os peludos que retornaram." Para a nação muito inteira, Verdun torna-se o símbolo da coragem e a abnegação

Lugares importantes da batalha
O forte de Douaumont;
o forte Valer;
o forte de Souville;
Fleury-devant-Douaumont (aldeia destruída),
butte de Montfaucon;
O Éparges;
Costa 304;
o Morte- Homem
o Túnel de Tavannes.
a Madeira do Caures.


Bateram-se a Verdum
Diversos actores famosos da Segunda Guerra mundial serviram à Verdun, e os testemunhos e considerar-se alemães sobre a Segunda Guerra mundial sobre o frente do Leste referem-se frequentemente às lembranças e a experiência da campanha de Verdun.

A partir de 1916 certos oficiais alemães notam assim que o exército vermelho é capaz de reunir concentraçõesde artilharia (como ele à visto desde a batalha de Douaumont). Futuros especializados o Blitzkrieg, Guderian e von Manstein tem os dois servido à Verdun, o primeiro ao Estado-maior do 5.o Exército, ou era oficial de informação associado, o segundo no Estado-maior de von Gallwitz.

Vinte e dois anos antes de presidir ao destino trágico do 6.o Exército alemão à Stalingrad, este Verdun do Volga, Friedrich Paulus viveu a verdadeira batalha, em 1916, ele era Oberleutnant ao 2è regimento de caçadores prussiens, e ele participou na batalha de Fleury ao mês de Junho. Governador de Paris em 1942, o general Karl- Heinrich von Stülpnagel encomendava um batalhão à Verdun. Membro da conspiração que tentou matar Hitler em Julho de 1944, tentou suicider perto do Homem, mas não chegou único éborgner. Foi pendurado atrasado algumas semanas.

Um dos melhores generais de Hitler, o general Hans von Kluge, que encomendava o grupo de exército B, e participou também na conspiração, tinha-lhe sido artilleur à Verdun em 1917. Chegou suicider antes que os PARÁGRAFOS param-o.

O chefe de Estado-maior de Hitler, o Generaloberst Wilhelm Keitel, servia ao Estado-maior do 10.o corpo de reserva, sobre a margem direita Meuse, durante o verão 1916. O Generaloberst Heinrich von Brauchitsch, comandante chefe do Wehrmacht de 1913 (??? de 1913, realmente?) à 1941, foi ele oficial de artilharia à Verdun. Citem ainda, entre os outros participantes alemães à batalha, o chefe do SEU, Ernst Röhm, e o seu assistente, Rudolf Hess.

Para além de Maréchal Pétain ele mesmo, aumenta-se entre os nomes vétérans franceses o do seu futuro protegido, seguidamente adversário, Charles de Gaulle. O futuro presidente foi ferido fesse e capturado início Março 1916, quando a sua companhia dut tornar-se.

Amiral Darlan, encomendando da frota francesa e Vice-Presidente do Conselho do governo Vichy, estava quanto a ele, tenente em 1916, ele servia numa bateria de artilharia naval estendida à Verdun.


O general Raoul Salan, que devia efectuar o putsch dos generais em Argel, passou igualmente por Verdun em 1918. Por último mais famoso maréchal da Segunda Guerra mundial, Jean de Lattre de Tassigny (maréchal à título posthume, bem após 1945, contrariamente à Junho), participou ele também na batalha. É ele que parou o antigo Kronprinz, em 1945.
 
Old January 17th, 2012   #5
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

O campo de batalha hoje
O campo de batalha à alterado de aspecto com o tempo. "vasta a banda morena" descrita por James McConnell desapareceu sob uma floresta de coníferas nos anos 1920. Certas zonas desde verão déboisées e tornadosà agricultura, há que prova, porque as SOC. dos charues continua arrancar à terra impressionantes umas quantidadesde granadas não explodidas. Estes são agora completamente oxidados, o seu conteúdo escapa-se gradualmente na terra, mas o "POP" surdo de uma granada a de gás que deixa escapar a sua carga permanece uma chamada que apreende que pôde ser a batalha. Quando passeia-se -se na floresta, distingue-se ainda claramente os bordos das crateras que se sobrepõem. Mas é sem dúvida os lugares das aldeias destruídas que constituem aos vestígios poignants: praticamente nenhum vestígio subsiste da sua existência, só uma pequena capela ascende à lugar ou encontrava-se anteriormentea igreja.

A construção do o famoso ossuaire de Douaumont à começado em 1923. Os primeiros corpos foram depositados lá a partir de 1926, e presidem-no Doumergue à inaugurado em 1929. Mémorial judaico foi acrescentado lá em 1938, mas foi necessário de esperar 1971, de modo que mémorial aos soldados muçulmanos morridos para a França fosse erigido igualmente (16.142 soldados muçulmanos descansa no cemitério de Fleury, girados em direcção do Mecque)


Quando vocês forem a França visitem esses lugares
Sítio oficial dos 90 anos da batalha de Verdun;
O ossuaire de Douaumont;
mémorial de Verdun;
Montfaucon;
os fortes Valer e Douaumont, visitables em verão;
a citadela subterrânea;
o centro mundial da paz;
a via consagrada, ligar o frente em Bar-Le-Duc;
a Trincheira das Baionetas;
o abrigo das Quatro Chaminés;
a obra de Froideterre.


Durante a Primeira Guerra 16º da população masculina francesa morreu devido aos combates.

Os Oficiais
Pelo estatuto que rige as forças armadas francesas 90% dos oficiais da Legião Estrangeira tem que ser franceses.

Percurso profissional de oficial
10% dos oficiais da Legião Estrangeira prestaram serviço em qualidade de legionário e sargento.

Faz-se a promoção conforme o mérito. Qualquer legionário pode ingressar no Quadro Permanente Oficiais mediante os exames militares ou técnicos adquiridos ao longo dos vários contratos. Os diplomas escolares ou profissionais adquiridos na vida civil não constituem critério de avaliação.

Todos os sargentos da Legião Estrangeira iniciam a sua carreira em qualidade de legionário.

Situação atual : Um sargento / 4 legionários.

De 4 legionários que hoje alistam-se, um ingressará no Quadro dos Sargentos.

Mas nem todos os Sub oficiais da Legião são Legionários, pois existe um grupo de sub oficiais do exercito regular francês que prestam serviços dentro da Legião.



Perfil dos Regimentos


1º R.E. – Primeiro Regimento Estrangeiro

Historial
O 1 RE constitui com o Comando da Legião estrangeiro que chama-se a "Casa Mãe" da Legião estrangeira. Esta expressão, herdada de Sidi-bel-Abbès, vem do papel primordial do regimento brincado na conservação das tradições. O Bairro Viénot de Aubagne, lugar de guarnição de 1 RE, protege com efeito o Museu da Legião estrangeira.

O criado em 1841, estacionado à Aubagne desde 1962, 1 RE é o decano dos regimentos da Legião. Para além de este aspecto histórico, o 1 RE representa a etapa essencial no percurso do legionário. Há a sua carreira, ao Centro de seleção e de incorporação (CSI), e há no fim da sua instrução.

Missões
O 1º R.E. é um regimento de vocação essencialmente administrativo. A sua missão essencial consiste a apoiar a Legião estrangeira e o Estado-maior do COMLE. Primeira etapa na vida do legionário, o 1 RE é igualmente o último: no fim do seu serviço activo, há as suas formalidades de partida.

O 1 RE é igualmente a sede de instituições legionários específicas: a revista Képi branco, a equipa de cross (ATHLEG) ou a Música da Legião estrangeira.

Contacto
Implantação: Aubagne (Bocas do Rhône)
Telefone: 04.42.18.13.99 (central)
Telefax: 04.04.18.13.04
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
Bairro Vienot
BP38
13998 Marselha Exércitos



--------------------------------------------------------------------------------


4º R.E. – Quarto Regimento Estrangeiro

Historial
O 4.o Regimento estrangeiro, estacionado à Castelnaudary, é o regimento de instrução e formação da Legião estrangeira. É a sua missão única desde a sua criação, 1920. Não é projetable em operações.

570 homens trabalham hoje à esta missão. São encarregados formar 350 comprometidos voluntários e 300 estagiários anualmente. Instruir o soldado e educar o legionário constituem a formação básica. Trata-se nomeadamente de aprender francês por meio do método "Képi branco". Trinômes, cujo o francófono, nos futuros legionários adquirem as bases do francês sem nunca estar a recorrer à sua língua materna.

Missões
A instrução passa igualmente pela aprendizagem da vida em coletividade, essencial à integração de cada um na Legião estrangeira.

Exceto esta formação básica dispensada em 3 companhias de comprometidos voluntárias (CEV), o 4.o RE forma os cabos de infantaria, sargentos e chefes de grupo infantaria, na companhia de instrução dos Cadres (CIC) e assegura a formação a nível elementar e do primeiro grau dos especialistas, numerosas em disciplinas, na companhia de instrução dos especialistas (CIS).

Contacto
Implantação: Castelnaudary (Aude)
Telefone: 04.68.23.79.99 (central)
Telefax: 04.68.23.76.06
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
Bairro Capitão DANJOU
Estrada de Pexora
11.452 Castelnaudary cedex

--------------------------------------------------------------------------------

1º R.E.C. – Primeiro Regimento Estrangeiro de CAVALARIA


Historial
O 1 Regimento estrangeiro de cavalaria é um dos dois regimentos de cavalaria da 6.a Brigada ligeira blindada. É o único regimento de Legião estrangeira especializado no combate blindés e o único regimento estrangeiro na Arma blindada cavalaria... O regimento é estacionado à Laranja, ao bairro Labouche. Instalou-se em 1967, vindo de Mares GR Kebir. Conta 930 homens.

O regimento alinha 48 AMX 10RC, blindados sobre rodas, ao mesmo tempo móvel e potente. Muitos legionários 1 do REC serviram igualmente ao Jibuti, no esquadrão blindado 13e demi-brigade de Legião estrangeiro, equipado de ERC 90 Sagaie. Esta dupla qualificação da maior parte dos pessoais é uma vantagem apreciável para um regimento de intervenção empregado nas configurações mais diversas.


Missões
Desde 1978, data da sua primeira intervenção no Chade, 1 o REC participou na maior parte dos compromisso recentes do exército francês: Líbano (1983), Iraque (1990-1991), Camboja (1992-1993), ex-$jugoslávia (desde 1993)... Desde 2003, os seus esquadrões são contratados em Costa de Marfim, no dispositivo Licorne ou em reforço das forças posicionadas em Abidjan ou no noroeste do país.


Contacto
Implantação: Laranja (Vaucluse)
Telefone: 04.32.81.22.99 (central)
Telefax: 04.32.81.20.08
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
Bairro Labouche
84875 Orange cedex
---------------------------------------------------------------------------------
2º R.E.G. – Segundo Regimento Estrangeiro de Génie

Historial
O 2.o regimento estrangeiro de génio é o regimento de génio de assalto 27.o da Brigada infanterie de montanha. Criada em 1999, mais jovem dos regimentos estrangeiros é totalmente hoje operacional. 2.o o REG é implantado à Saint-Christol, sobre a bandeja de Albion.


Missões
As missões 2.o do REG são sensivelmente idênticas às 1 o REG, apoio ao combate e ajuda à despregadura das unidades da brigada, mas aplicadas ao contexto alpino. Todos os legionários 2.o do REG passam por conseguinte as patentes alpiniste e skieur militar, ou chefe de equipa elevada montanha.

O regimento conta nas suas filas um grupo de investigação humana, especializado na acção de informação. Os seus membros, escolhidos sobre a vertente, são certamente montagnards émérites mas também dos especialistas capazes de utilizar as técnicas de acção na profundidade mais diversa, da infiltração ofensiva em caiaque até ao exfiltration sob vela parapente.

Em 2002 e 2004, o regimento destacou unidades no Afeganistão com 27.o o BIM, para missões de desminagem (missão Pamir) e para a formação do jovem exército afegão.



Contacto
Implantação: Santo Christol (Vaucluse)
Telefone: 04.90.74.82.11 (central)
Telefax: 04.90.74.82.16
Sítio Internet: www.legion-2reg.com
Endereço:
Caserna Maréchal KOENIG
84390 SAINT-CHRISTOL





---------------------------------------------------------------------------------







2º R.E.I. – Segundo Regimento Estrangeiro de Infantaria



Historial
Criado em 1841, o 2.o regimento estrangeiro infanterie é um dos dois regimentos infanterie blindado da 6.a Brigada ligeira blindada. Com os seus 1.234 homens, 2.o o REI constitui hoje mais o gordo regimento infanterie francês.



Missões
2.o o REI conheceu um ritmo muito sustentado de actividades operacionais nos últimos anos. Foi um artesão muito activo da operação Tempestade do Deserto, em 1991.

2.o o REI igualmente foi empregado largamente nos Balcãs, interveniente nos termos FORPRONU, do FRR, o IFOR, o SFOR, seguidamente do KFOR. Em 2003, 2.o o REI renoué com o compromisso operacional na África tomando parte à operação Licorne, em República de Costa de Marfim, e mais recentemente ainda a operação PAMIR no Afeganistão.

Desde um ano, 2.o o REI é corpo experimental em matéria de digitalização do espaço de batalha (NEB) graças ao instaurado dos veículos PC equipados do sistema se informação regimental (EXMO. SENHOR).


Contacto
Implantação: Nîmes (Gard)
Telefone: 04.66.02.32.99 (central)
Telefax: 04.66.02.34.04
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
Caserna Coronel de Chabrières
30.998 Nîmes armada





---------------------------------------------------------------------------------



2º R.E.P. – Segundo Regimento Estrangeiro de Paraquedistas

Historial
Herdeiro das gloriosas tradições dos Batalhões estrangeiros parachutistes Indochine, e os Regimentos estrangeiros parachutistes da Argélia, 2.o REP é um dos quatro regimentos infanterie da 11.a Brigada parachutiste. O regimento é estacionado em Córsega, em Calvi. Conta 1.234 homens.

Missões
2.o REP tem singularité ter especializado cada um das suas quatro companhias de combate num domínio de emprego específico. Cada companhia é piloto no seu domínio e feito aproveitar o resto do regimento dos seus "knowhow".

A intervenção transportada por via aérea é o modo de ação privilegiado 2.o REP mas o regimento é igualmente capaz de comprometer-se sob blindagem como foi o caso estes últimos anos, na ex-Yugoslávia, na África Central, ao Congo ou em Costa do Marfim.

2°Regiment Etranger de Parachutiste (2°REP)localizado ha 5km da cidade de Calvi na ilha da Corsega no mar Mediterraneo, uma tropa de elite da Legião Estrangeira, treinada e preparada para atuar em qualquer lugar do planeta, em qualquer clima e situação, com 4 companhias de combate.

1ªcia. de combate em localidades, é especializada em combate em zona urbana.

2°cie de montagne, especializada em combate em terrenos difíceis e montanhosos, especialistas em escalada, rappels, esqui, são especialistas em sobrevivência em altas altitudes e em baixas temperaturas .

3°cie amphibie, especializada em combate terra/mar. Após salto em mar (drop ou pára-quedas), tem a capacidade de abordar a costa e de levar a cabo uma acção infanterie à terra (infiltração em botes infláveis, conhecidos pela marca zodiac ou por caiaques).

4° cie sniper, atiradores de elite. agrupa os especialistas do tiro de precisão, os snipers e os peritos em manuseio de explosivos.

CEA, cie de artilharia (morteiros e canhões antiaéreos), a também outras cinco companhias que não são de combate e o GCP, conhecido anteriormente pelo nome de CRAP.

Contacto
Implantação: Calvi (ElevadoCórsega)
Telefone: 04.95.60.92.99 (central)
Telefax: 04.95.65.33.04
Sítio Internet: www.2rep.com
Endereço:
Campo Raffalli
20.260 Calvi
---------------------------------------------------------------------------------

3º R.E.I. – Terceiro Regimento Estrangeiro de Infantaria



Historial
Herdeiro das tradições dos dois Regimentos de degrau da Legião estrangeira, o RMLE de 1915-1918 e o de 1943-1945, o 3.o Regimento estrangeiro infanterie é o regimento mais decorado da Legião estrangeira. Desde 1973, é implantado na Guiana francesa, Kourou.

3.o o REI alinha um efectivo de 640 homens 280 do qual apenas são legionários permanentes. O resto do efectivo vem de metrópole para estadas de quatro meses, nos termos das companhias rotativas e estas companhias não são necessariamente unidades de Legião.



Missões
Uma das missões essenciais 3.o do REI é participar na protecção do Centro espacial guianês (CSG). Antes e durante de cada TIR de um foguete Ariane, o regimento estende-se em vigilância, num dispositivo interarmées, em redor do sítio de lançamento. 3e o REI assegura igualmente missões clássicas de soberania: patrulhas pirogue sobre o rio que marca a fronteira com o Brasil ou missões de reconhecimento em floresta.

À estas missões operacionais acrescenta-se uma missão de instrução que faz toda a notoriedade do regimento. O Centro de treino à floresta équatoriale (CEFE) detem a avaliação do exército francês em matéria vida, de sobrevivência e combate em floresta équatoriale.



Contacto
Implantação: Kourou (Guiana)
Telefone: 05.94.33.88.00 (central)
Telefax: 05.94.33.88.06
Sítio Internet: www.legion-3rei.com
Endereço:
Bairro Forget
BP727
97310 Kourou



---------------------------------------------------------------------------------



13º DBLE - Décima Terceira Demi-Brigada da Legião Estrangeira



Historial
13.o Demi-brigade de Legião estrangeiro faz parte dos FFDJ, as Forças Francesas estacionadas ao Jibuti. A presença dos exércitos franceses sobre este território, trabalhador independente desde 1977, inscreve-se no âmbito dos acordos de defesa passados entre a França e a República do Jibuti.

Criado em 1940, 13.o o DBLE conheceu durante a Guerra um percurso surpreendente, que conduziu-o das costas da Noruega às areias de Bir Hakeim, da Alsácia à Alemanha, até vitória à final.



Missões
As forças francesas ao Jibuti provocam-se permanentemente para um eventual conflito em meio desértico. Vastas as extensões do território constituem um terreno ideal para exercícios de grande amplitude. Puro produto do 13, o Centro de treino ao combate de Arta Praia (CECAP) adquiriu desde 1982 uma verdadeira avaliação em termos aguerrissement e aprendizagem dos métodos de combate em zona desértica. 1.300 estagiários vêm formar-se cada ano em condições climáticas extremas.

A situação estratégica do Jibuti, aos mercados do mar Vermelho e o canal de Suez, e a instabilidade crónica do chifre da África, fazem que 13.o o DBLE vive permanentemente num clima operacional. De 1991 para 1995, o regimento deveu intervir no território mesmo da República do Jibuti, ou mesmo participar em diversos intervenções fora do teritoire: Somália (1992 e 1993), Iémen (1994), Ruanda (1994) ou Costa de Marfim em 2002.



Contacto
Implantação: Jibuti (República do Jibuti)
Telefone: 00.253.351.351 (central FFDJ)
Telefax: 00.253.354.504
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
13.o DBLE
Bairro MONCLAR
SP 85030
00815 ARMADOS


---------------------------------------------------------------------------------

DLEM - Destacamento da Legião Estrangeira no MAYOTTE



Historial
O colocado em sentinela no Oceano Índico, à entrada do canal do Moçambique, Destacamento de Legião estrangeira de Mayotte tem guarnição ao bairro Cabaribère. O DLEM foi criado como tal em 1976, aquando da independência das Comores (enquanto que Mayotte escolhia continuar a ser francês).

O DLEM depende do Comando superior das Forças armadas da zona do sul do Oceano Índico (FAZSOI), baseado à Santo Denis da Reunião. Com um efectivo de 240 homens, 80 do qual apenas são membros permanentes Legião, DLEM é mais pequena das formações da Legião estrangeira.



Missões
O destacamento constitui uma força de soberania que pode manifestar-se pelo emprego dos seus meios limpos ou pela aplicação plana de uma forma susceptível de facilitar o compromisso de unidades externas (em 1989 e 1995 por exemplo).

A ilha constitui uma excelente superfície de treino sobre um terreno exigente e difícil. O DLEM põe a disposição das companhias rotativas um centro que emite às unidades uma instrução náutica apreciada dos estagiários. O destacamento participa activamente na cooperação com os estados ribeirinhos. Envia regularmente os seus almofarizes à Madagáscar para campanhas que servem ao mesmo tempo de escola à fogo aos legionários e período de instrução para as forças malgaxes.



Contacto
Implantação: Dzaoudzi (Mayotte)
Telefone: 02.69.60.12.62
Telefax: 02.69.62.83.60
Sítio Internet: www.legion-etrangere.com
Endereço:
DLEM
Bairro CABARIBERE
BP 44
97.610 Dzaoudzi

---------------------------------------------------------------------------------

Estes 10 regimentos são subordinados diretamente ao
Comando da Legião estrangeira (COMLE).

O Comando da Legião estrangeira (COMLE) foi criado em 1984. Estacionado à Aubagne, o COMLE emprega 47 homens dos quais 23 oficiais. Apoia-se para a sua acção sobre o pessoal do 1 Regimento estrangeiro.

O COMLE é dirigido pelo general Encomendar a Legião estrangeira. Dispõe para realizar as suas missões de um Estado-maior.

As missões do COMLE são as seguintes:

Gestão dos efectivos e administração do pessoal
Formação e instrução
Protecção e segurança do pessoal que serve à título estrangeiro
Moral, património, tradições e acção social

O General Comandante da Legião estrangeira é subordinado diretamente ao chefe de Estado-maior do exército, ao Ministro das Forças Armadas Francesas e ao Presidente.
É o Conselheiro técnico para todas as perguntas específicas que têm a ver com a Legião estrangeira.

Em 2006, cerca de 8.000 homens perpetuam esta tradição: _ 400 oficial, 1.600 sous-officiers e 6.000 legionário,



Comando da Legião Estrangeira

Historial
1 Abril de 1931, enquanto que a Legião atinge o efectivo de 30.000 homens, o general Rollet, toma o comando da Inspecção da legião estrangeira ultimamente criada à Tlemcen na Argélia. É actualmente que é criado o Depósito comum dos regimentos estrangeiros (DCRE). Esta inspeção é dissolvida em 1935 com a partida do Pai Legião à reforma.

Em 1948, a Inspecção reaparece para dois anos sob o comando do general Monclar. Outra vez dissolvida em 1950, deixa o lugar à Associação autónoma da Legião estrangeira (SARNA) encomendada sucessivamente pelos generais Olié e Gardy que têm as atribuições de um general inspector. A SARNA compreende então um Estado-maior à Sidi-bel-Abbès, o Depósito comum da Legião, 1 o REI que agrupa todas as unidades de instrução, o Serviço de informação e o Serviço do moral e os?uvres da Legião Estrangeira (SMOLE).


Em 1954, no fim da guerra Indochine, a Legião estrangeira é reorganizada. O 1 regimento estrangeiro chama então a si todas as atribuições das unidades comuns aos regimentos de Legião. O COLE (Comando da Legião estrangeira) é criado1 Julho de 1955 à Vincennes; o seu comando é assegurado pelo coronel Lennuyeux. Dois anos atrasado, o 16 de Setembro de 1957, o comando toma a denominação de Inspecção técnica da Legião estrangeira (ITLE). Esta inspecção será dissolvida em 1964 e as suas atribuições serão atribuídos ao chefe de corpos 1 do Estrangeiro.

Em 1972, sob o impulso do coronel Letestu é criada uma Associação de Legião Estrangeira (GLE), cujo comando é-lhe confiado. Tem então autoridade dos o 1 e 2e Regimentos estrangeiros e conserva as prerrogativas de general inspector. Além disso, o chefe do GLE encomenda também do 31e Brigada. Esta unidade experimental, à forte dominante Legião é uma das primeiras brigadas interarmes. Será comprometida no Líbano em 1984 seguidamente dissolvida para tornar-se a Divisão ligeira blindada.

1 Julho de 1984, retoma a denominação de Comando da Legião estrangeira.




Organização
Na sua missão, o general que comanda a Legião é assistido de um Estado-maior restrito cujos serviços apoiam-se sobre o pessoal do 1ºRE. Este Estado-maior é constituído como segue:

a Divisão dos Recursos Humanos (DRHLE) assegura a gestão, a administração do conjunto dos pessoais que servem à título estrangeiro, bem como a administração dos estrangeiros rayés dos controlos;
a Divisão do recrutamento da Legião estrangeira (DRLE) é responsável dos postos de informação e postos de recrutamento da Legião estrangeira bem como o centro de selecção e de incorporação;
a Divisão dos Sistemas de Informação e de Comunicação (DSICLE) desenvolve as aplicações limpas, administra as redes e aconselha em matéria de formação SIC para a Legião estrangeira. Apoia-se para a sua missão sobre o Serviço de Tratamento da Informação da Legião Estrangeira (STILE);
a Divisão Estatísticos e Protecção (DSPLE) tem competência, em matéria de protecção e segurança sobre o conjunto dos pessoais que servem à título estrangeiro. Participa na selecção dos candidatos ao compromisso;
a Divisão Comunicação e Informação (DCILE) está carga da comunicação institucional. Gere as relações públicas, os meios de comunicação social, as produções Képi Branco, a revista mensal da Legião, a administração dos sítios Internet, bem como a célula audiovisual;
a Divisão História e Património (DHPLE) assegura a conservação e a gestão do património da Legião Estrangeira, e nomeadamente a gestão do Museu da Legião estrangeira;
o Escritório de Acção social e Entreajuda da Legião Estrangeira/Lar de Entreajuda da Legião Estrangeira



Lista dos generais que comandaram a Legião estrangeira

Inspecção da Legião estrangeira (IILE)
Rollet 1931-1935

Inspecção da Legião estrangeira (IILE)
Monclar 1948-1950

Associação autónoma da Legião estrangeira (SARNA)
Jean Olié 1950-1951

Comando da Legião estrangeira (COLE)
coronel Lennuyeux 1955-1957

Inspecção técnica da Legião estrangeira (ITLE)
coronel Lennuyeux 1957-1958
Gardy 1958-1960
Preto 1960-1962
Lefort 1962-1964

Associação da Legião estrangeira (GLE)
Letestu 1972-1973 Luva 1973-1976
Goupil 1976-1980 Lardry 1980-1982
Coullon 1982-1984

Comando da Legião estrangeira (COM)
Coullon 1984-1985
Bobinado 1985-1988
Le Corre 1988-1992
Colcomb 1992-1994
Piquemal 1994-1999
Grail 1999-2002
Franchesci 2002-2004
Dary 2004-2006
Pichot de Champfleury 2006- ate os dias de hoje em 2007



Material Usado Pelos Militares Franceses, inclusive alguns na Legião


Armas

* SIG P220 - 9 mm - pistola
* GIAT BM92-G1 (PAMAS-G1) - 9 mm - pistola
* FAMAS - 5.56 mm - rifle de assalto
* FN MINIMI - 5.56 mm - metralhadora leve substitui a AA-52 ( 7.62 mm)
* M4 Carbine - 5.56 mm - rifle de assalto
* MIT(B2HG) - 12.7 mm - metralhadora pesada
* FRF2 - 7.62 mm - rifle sniper
* LGI Mle F1 - lança-granadas individual
* PGM Hecate II - 12.7 mm rifle sniper pesado
* APILAS - lança-missel anti-tanque
* AT4 CS - lança-missel anti-tanque
* ERYX and MILAN - lança-missel anti-tanque (substituido pelo Milan II)

Novo Equipamento
* SPECTRA capacete
* Félin - sistema de combate de infataria



Veiculos

Tanques
* Leclerc - tanque de batalha principal
* AMX 10 RC - tanque leve
* ERC 90 Sagaie - combate de reconhecimento
* AMX 30B2 - tanque de batalha principal

Veiculos Armados Blindados
* AMX-10P - veiculo armado blindado com esteira
* Véhicule de l'Avant Blindé (VAB) - veiculo armado blindado com rodas
* Véhicule Blindé Léger (VBL) - veiculo armado blindado leve
* Véhicule Blindé de Combat d'Infanterie (VBCI) - veiculo armado blindado (substitui o AMX-10P)
* Véhicule articulé chenillé Haute Mobilité (VHM) - veiculo armado blindado articulado

Veiculos Desarmados
* Peugeot P4 - 4x4 utilitario
* TRM 10000 - caminhao pesado
* TRM 2000 - caminhao medio
* GBC 180 - caminhao medio
* VLRA - caminhao leve




Artilharia
Artilharia Terrestre
* AMX 30 AuF1 - 155 mm obus com propulsao propria
* LRM - lança-míssil múltiplo
* CAESAR - 155 mm obus com propulsao propria e rodas
* TRF1 - 155 mm towed obus (105)
* RTF1 - 120 mm morteiro
* LLR 81 mm morteiro

Artilharia Anti-Aérea
* Mistral - Missil de curto-alcance
* Roland 2 - Missil de curto-alcance
* 20 mm Mle F2 - Canhao anti-aereo


Aeronaves
Helicopteros
* Tigre - ataque
* NH-90 - transporte tatico (substituirá o Puma em 2011)
* Fennec - treinamento
* Cougar - transporte tatico
* Puma - transporte tatico
* Gazelle - ataque, reconhecimento
* Cougar Horizon - radar aereo de reconhecimento de cambo de batalha

UAVs
* Crecerelle - reconhecimento tatico
* CL-289 - reconhecimento tatico
* Sperwer - reconhecimento tatico

Aeronaves
* TBM 700
* Pilatus PC-6
* Reims-Cessna 406 Caravan II






-Regimentos atuais da legião estrangeira.
-Em 2007, cerca de 7.700 homens completaram os quadros da Legião :
400 oficiais,
1.700 sub-oficiais e
5.600 legionários, (veja que não é muito, por isso a forte concorrência para se entrar)
distribuidos em dois tipos de regimentos,
regimentos do “SOCLE”administrativos e regimentos de combate.

- 3 regimentos formam o (socle) administração:
- Asseguram a administração geral da Legião, sendo o Comando da Legião estrangeira (1° RE).
-E e a instrução dos legionários e de quadros da Legião (4° RE).
-O 1 Regimento estrangeiro (1° RE).
- O 4.o Regimento estrangeiro (4° RE).
- E o grupamento de recrutamento da Legião estrangeira (GRLE).


- 8 regimentos de “combate”:
- 5 regimentos estão localizados dentro da França Metropolitana:
- Le 1er Régiment étranger de cavalerie (1° REC).
-Le 1er Régiment étranger de génie (1° REG).
-Le 2ème Régiment étranger de génie (2° REG).
-Le 2ème Régiment étranger d'infanterie (2° REI).
- Le 2ème Régiment étranger de parachutistes (2° REP).

- 3 regimentos em quarteis montados fora da França Metrópolitana Chamados Outre-Mer:
Le 3ème Régiment étranger d'infanterie (3° REI) en Guyane.
La 13ème Demi-brigade de Légion étrangère (13° DBLE) à Djibouti.
Le Détachement de Légion étrangère (DLEM) à Mayotte .
 
Old January 17th, 2012   #6
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Diferença entre

Regimentos da METROPOLE

e

Regimentos de OUTRE-MER


A França durante muitos anos foi uma grande nação colonizadora, principalmente de paises africanos. Hoje, esses paises ainda teen um vinculo com a França, que presta serviços nestes paises como Djibout, Tchad, Haiiti, Guiana Francesa, Mayotte, etc. A Legião é vista nos paises Africanos como a Policia de lá, não que eles não tenham sua própria policia mas é que a Legião sempre esta por lá e atuando quando é solicitada pelos governantes com medo de golpes de estado ou uma possível rebelação de povos que atravessam suas fronteiras. Em certos paises a Legião tem um quartel instalado lá a nível permanente, como é o caso do Mayotte, Djibout e Guiana Francesa.

Quando você sai da Escola da Legião no 4ºR.E (Castelnaudary) e volta ao 1º R.E. (Aubagne), você poderá escolher o regimento de sua preferência tendo em vista, o que lhe foi ensinado na escola durante a instrução de Base lá em Castelo, e dependendo do numero de vagas para tal regimento e sua colocação Você poderá escolher regimentos em,


* METROPOLE, assim chamados os regimentos no Território Francês que são:

1e RE - 1e Régiment Étranger (1º Regimento Estrangeiro). Situado em Aubagne, França.

1e REC - 1e Régiment de de Étranger Cavalerie (1º Regimento de Cavalaria Estrangeiro). Situado em Orange, França.

1e REG - 1e Régiment de de Étranger Génie (1º Regimento Estrangeiro de Engenheiros de Combate). Situado em Laudun, França.

2e REG - 2e Régiment de de Étranger Génie (2º Regimento Estrangeiro de Engenheiros de Combate). Situado na região de Marseille de França.

2e REI - 1e Régiment d'Infanterie de Étranger (2º Regimento de Infantaria Estrangeiro). Situado em Nimes, França.

2e REP - 2e Régiment de de Étranger Parachutistes (2º Regimento de Pára-quedas Estrangeiro). Situado em Calvi na ilha de Córsega.

4e RE - 4e Régiment Étranger (4º Regimento Estrangeiro). Situado em Castelnaudary, França.

ou os Regimentos
* OUTRE MER que são os regimentos fora da França Metropolitana que são:
3e REI - 3e Régiment d'Infanterie de Étranger (3º Regimento de Infantaria Estrangeiro). Situado em Kourou, Guiana francesa.

5e RE - 5e Régiment Étranger (5º Regimento Estrangeiro). Situado em Polynesia francês no Sul Pacífico. O regimento foi dissolvido oficialmente no dia 30 de junho de 2000.

13e DBLE - 13e la de de de Démi-brigada Légion Étrangère (13ª Meio-brigada da legião estrangeira). Situado em Djibouti, na África.

DLEM - Détachement de la Légion de de Étrangère Mayotte (Destacamento da legião estrangeira de Mayotte). Situado em Dzaoudzi na ilha de Mayotte.

Os Regimentos Outre Mer por serem fora da França pagam melhor, mas entenda que o salário é o mesmo, mas inclui-se a estes, um premio de salubridade e de campanha mas outros nomes diversos o que acrescentado ao salário de base fica melhor do que ao pessoal que esta nos regimentos da METROPOLE.
O 2º Regimento Estrangeiro de Paraquedistas (2e REP) é o regimento que melhor paga em relação aos regimentos da França Metropolitana pois ao salário de base se inclui o Premio de Ar, que é chamado Solde de l´air, que é pago para os Paraquedistas que todo ano estiverem dentro do numero mínimo de saltos exigidos por ano, assim chamados de ALINHADO. Assim esse premio, ajuntando-se ao salário de base, o salário final fica melhor do que qualquer outro dos regimentos franceses em metrópole.
Não é interessante um soldado recém chegado de Castelo, após o termino da instrução de base escolher um regimento outre-mer pois vai como jovem legionário, quando o salário é baixo e os acúmulos e prêmios tão baixos quanto. Esse que o fizer estará queimando um cartoucho que poderá utilizar mais tarde quando for cabo por exemplo, onde ganha bem e se for como cabo alem de não fazer toda merda que se tem nesses locais ainda vai ter seus prêmios maiores devido a sua graduação.
O Regimento Outre Mer que mais paga é a 13e Demi Brigada da Legião Estrangeira (13DBLE) situada em Djibout na África.
O Regimento Outre Mer que menos paga é o 3e Regimento Estrangeiro de Infantaria, o 3ºREI que fica na Guiana Francesa, aqui na América do sul acima da Amazônia. Não que pague menos, como já disse o salário de base é igual para todos, mas seus prêmios de salubridade e outros são menores do que qualquer outro pago em outros regimentos de Outre-Mer. Eu particularmente acho um grande erro isto, pois é um dos Regimentos mais difíceis de se atuar, pois vivem expostos a doenças e temperias constantes, as missões e treinamentos são duros ao extremo.
Quando estiver na Legião se for para o 3ºREI, cuidado que todo mundo pensa que por ser Brasileiro você é acostumado a viver na floresta, tem conhecimento de tudo que é planta e cobra que pode existir e alem de ser acostumado a pega-las com as mãos e etc, assim como subir em arvores e a saltar de galho em galho como os macacos. Isso não é por maldade, mas sim por desconhecimento e ingenuidade mesmo, de como é nosso país.
Voltando ao assunto que digo não ser bom escolher logo em seguida ao voltar do 4ºRE em Castelo um regimento outre-mer. Isto ainda porque, alem de ser novo legionário e pegar todas as tarefas sujas e difíceis para fazer, sendo mandado por todos e ainda ganhar pouco, o que é mais vantajoso ainda é que um outro legionário que for para um regimento de metrópole, corre o risco de ao estar nesse regimento esperando para ter uma oportunidade para passar a Cabo, de ir em missão de paz ou de intervenção o que seu salário vai multiplicar-se ou ao menos de sua companhia dentro do regimento ir em Tournante. O que é a Tournante? Tournante é um período que companhas vão em reforço aos regimentos de Outre mer como reforço periódico, quando solicitada por lideres do mesmo país ou quando o conselho militar desidir ser necessário um presença mais efetiva em tais pontos.

Diferença entre SEJOUR e TOURNANTE

* SEJOUR é quando o Legionário ao sair de Castelo escolhe um regimento Outre Mer para sua nova afectação ou mesmo após já ter estado durante alguns anos num regimento em Metrópole decide ir a um regimento de Outre Mer. Ele estará indo em SEJOUR para um desses regimentos de Outre Mer como já disse que são: 3e REI , 5e RE, 13e DBLE e o DLEM. Ele estará indo fazer um SEJOUR que dura 2 anos.

* TOURNANTE é quando um Legionário afectado em um regimento da França metropolitana vai em alerta ou reforço aos regimentos de Outre Mer ou a paises que a França presta serviços de ajuda comunitária e de prevenção hostil como é o caso do Tchad, do Gabão e outros mais. Essa Tournante tem uma duração média de 4 meses, e o salário é pago como se ele estivesse num regimento outre mer, com os prêmios de salubridade e outros. Imagine agora você estando no 2e REP com o acréscimo do solde de l´air, e ajuntando-se mais agora os prêmios de fora, seu salário vira uns 3 em relação ao pessoal que esta em regimentos da Metrópole e que não são paraquedistas.
Veja que um legionário em sua carreira tem diversas oportunidades de ir a Tournantes dentro de um regimento de metrópole, e que para esse mesmo ir em Sejours leva-se muito mais tempo, devido que para cada Sejour ele usa 2 anos e deve esperar no mínimo mais 2 para poder resolicitar um novo sejour em um regimento de metrópole. Por isso se você utilizar logo de inicio um Sejour como legionário, alem de ganhar pouco vai disperdiçar uma chance que poderia usar melhor quando fosse cabo. Vejamos porque. Você vai para castelo e ao voltar com 6 meses de serviço vai para a 13DBLE, passa lá 2 anos e volta a França com 2 anos e meio de serviço, pega férias ainda em Aubagne sem ir para o Regimento, ao voltar das férias de 45 dias sem contar sábados, domingos e feriados o que pode chegar até a 60 dias fora. Voltará e irá para o regimento em metrópole, onde só poderá solicitar um novo Sejour após 18meses, e terá que entrar no fim de uma fila de espera em relação aos outros legionários que já estão no regimento esperando sua vez. Quando lhe for acordado novamente um Sejour, por mais rápido que este seja, já estará com uns 4 anos de serviço e para ir novamente a um Regimento de Outre-mer, em seu novo Sejour terá que assinar um novo contrato de no mínimo mais 3 anos, pois passará 2 lá fora e ao voltar ainda deve ter tempo de férias e tempo de preparar sua papelada caso decida após este sair da legião e retornar a vida civil.
Veja ainda que um legionário que esta num regimento de Outre Mer em Sejour, dificilmente entrará em combate ou irá em Missão de Intervenção, se quiser pode chamar de Guerra, pois esta como reforço num país. A não ser que a Guerra estoure nesse país que ele esta. Mas mesmo assim a Legião enviará outros regimentos ou no mínimo outras companhias de regimentos de metrópole lá em Tournante ou em Operação de Intervenção para reforçar o regimento outre-mer que tem seu efetivo no limite mínimo.
Os regimentos de Outre-mer antigamente eram bem vistos pelos Legionários para poderem ficarem mais tranqüilos e ainda voltarem com um bom pacote de grana depois de 2 anos em Sejour, pois não existia no mundo inúmeros conflitos como hoje e a ONU não estava atuando em todos que existiam como é o caso atual. Por isso os regimentos de metrópole hoje, como é o Caso do 2ºREI em Nimes, o 2ºREP na Cosrsica, o 1REC e o 1REG são os regimentos que mais são solicitados nessa ordem por estarem sempre atuando em Conflitos pelo mundo.







PESQUISA APROFUNDADA
SOBRE ESSE TAL DE
LUC LEGER



Hoje O Teste Físico Seletivo da Legião Estrangeira é Baseado num sistema Chamado LUC-LEGER. O que os Brasileiros teem chamado de YO-YO, por consistir uma corrida de vai e vem entre duas marcas distantes uma da outra por 20 metros.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Para Tentar Entender o que é o
LUC - LEGER




Introdução

Dentre os vários componentes que caracterizam a aptidão física de um indivíduo, a capacidade cardiorrespiratória tem sido considerada uma das mais importantes, tanto para a grande maioria dos atletas das diferentes modalidades esportivas, como também para os indivíduos não atletas, que necessitam de uma atividade física como meio de promoção de saúde (1).

Na avaliação da capacidade aeróbica, tem-se utilizado basicamente a medida do consumo máximo de oxigênio (V02 max), que é a capacidade do indivíduo de captar, transportar e utilizar oxigênio a nível celular na unidade de tempo (44). Para a medida do V02 tem-se utilizado instrumentos
de medida como bicicletas ergométricas e esteiras (02, 04, 14, 32, 43, 44), bancos de madeira (05, 30) e testes
de correr ou caminhar em pista de atletismo (12, 21, 41), cuja validade e reprodutibilidade foram descritas principalmente em baterias de teste, por Safrit (42) e Buono et al (10). Os métodos diretos são os mais precisos, mas além do alto custo, há a necessidade de pessoal especializado para aplicação dos testes e de um tempo relativamente grande despendido com cada avaliado. Por estes inconvenientes, vários autores têm proposto técnicas indiretas mais simples (predições), de menor custo e que possam ser aplicadas a grandes populações. Existem limitações naturais de um teste indireto submáximo e a margem de erro de predição
do V02 pode variar de 10% a 20% (19), que poderá ser diminuída em parte se forem seguidas corretamente as padronizações, se forem aplicados os testes mais adequados a cada situação, levando em conta as características de cada indivíduo avaliado.

Os testes de pista e campo têm sido utilizados na avaliação de grandes grupos, devido à simplicidade de sua aplicação e ao pequeno tempo despendido para cada avaliação.

Luc Léger & Lambert (22) levando em conta que o V02 aumenta proporcionalmente com a velocidade de corrida, propuseram o “20 m Shuttle-run test” ou “navette de 20 m”, aqui denominado teste aeróbico de corrida de Vaie-Vem de 20 m.
Após a publicação do estudo de Léger e Lambert (22), outros estudos foram realizados por Léger e seus colaboradores, para o aprimoramento do teste e estabelecimento de normas para escolares e jovens (23, 24, 25, 26,27, 28). Outros autores já mostraram a validade do teste em predizer o desempenho em provas de 5 e 10 km (36, 40).

Diversos estudos se preocuparam em verificar a validade do teste, tanto em crianças, adolescentes e adultos,
principalmente canadenses e européias (18, 22, 26, 27, 32, 33, 34, 37). Na tabela 1 podem ser observados estudos, em ordem cronológica, sobre as correlações (r) encontradas entre medidas diretas de V02 e as obtidas no teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m (validade concorrente).

Os valores de correlação são altos e significantes, variando de r=0,51 a 0,91.

TABELA 1. Validade do teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m.
Léger e Lambert (22) (adultos) r=0,84
Gadoury e Léger (18) (adultos) r=0,91
van Mechelen et al.(31) (crianças) r= 0,76
Gadoury e Léger (18) (adultos) r= 0,90
Prat et al (39) (adultos) r= 0,78
Paliczka et al (36) (adultos) r= 0, 93
Rambsbotton et al (40) (adultos) r= 0,96
Poortmans et al.(37) (adultos e crianças) r= 0,72
Léger et al.(26) (crianças) r= 0,71
Armstrong et al (03) (meninos) r=0,54
Léger e Gadoury (27) (adultos) r= 0,90
Liu et al (29) (adolescentes) r=0,65/0,51
Cunningham et al (13) (adolescentes) r=0,88
McVeigh et al (31) (crianças) r= 0,65/0,60

Os resultados são considerados bons pelos autores, levando em conta a margem de erro de todo teste indireto. Léger et al. (26) lembram que a menor validade para os grupos de crianças, quando comparados com adultos, deve-se a grande variação individual na idade biológica, e por isso levaram a idade cronológica em consideração na equação de predição do consumo máximo. Quanto ‘a reprodutibilidade, também foram feitos vários estudos em diferentes populações (22, 26, 27,29), inclusive em crianças brasileiras (15).

---------------------------


Na tabela 2 pode-se verificar que a reprodutibilidade foi alta em todos os estudos, mostrando que o teste pode ser aplicado e reaplicado num curto período de tempo e os resultados serão muito similares.

TABELA 2. - Reprodutibilidade do

teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m.

Léger et al (22) r = 0,80 (adultos)
Léger et al (26) r = 0,89 (crianças)
Léger et al. (27) r = 0,95 (adultos)
Duarte et al. (15) r = 0,91 (crianças paulistas)
Liu et al. (29) r = 0,93 (adolescentes)

Pelos trabalhos já publicados pode-se inferir a grande aplicabilidade deste teste, principalmente em escolares (7, 10, 33, 46) em sedentários e mesmo em atletas de quadra como voleibol, basquetebol, handebol, com o objetivo de se medir a aptidão cardiorrespiratória, onde não exista uma pista ou espaço muito amplo e que existam várias pessoas a serem mensuradas e avaliadas por apenas um professor.

Tem ainda a vantagem de possuir 21 estágios, com dificuldade progressiva, onde pode-se medir e avaliar ao
mesmo tempo pessoas que tenham baixa, média ou grande capacidade cardiorrespiratória. Este teste já faz parte de baterias de teste importantes em outros países como EUROFIT (11,17), FITNESSGRAM, conhecido como PACER (45), onde tem sido aplicado na Europa e nos EUA na avaliação de escolares, como também pela Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) para seleção de árbitros. No entanto, este teste ainda é pouco conhecido no Brasil e apenas um estudo foi publicado por Duarte et al (15).


Objetivo do estudo

Determinar a validade concorrente do teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m., como indicador do consumo máximo de oxigênio, em uma amostra de indivíduos adultos, de ambos os gêneros.



Metodologia

Em virtude do estudo requerer a presença das pessoas estudadas em duas ou mais ocasiões, conseguiu-se através de várias tentativas uma amostra de 48 pessoas voluntárias, com idades compreendidas entre 15 e 25 anos no grupo feminino e de 21 a 43 anos no grupo masculino. O grupo, após ter assinado o Termo de Consentimento para participar no estudo, foi submetido a teste de esforço máximo em esteira e em campo.

Os testes de esforço foram realizados pela manhã, sendo o teste em esteira no Laboratório de Esforço Físico -
LAEF e o teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m., num ginásio de esportes coberto, do Centro de Desportos, da Universidade Federal de Santa Catarina. Todos os sujeitos responderam a uma anamnese de saúde, para possível detecção de problemas mais sérios de saúde, antes de iniciarem o teste de esforço na esteira. A seguir eram mensurados a massa corporal (kg), estatura (cm) e pressão arterial (PA), seguindo-se então um período de repouso de 20 minutos; na seqüência era mensurada novamente a PA em repouso, era colocado um monitor de freqüência cardíaca, da marca Polar Night Vision, para monitoramento dos batimentos cardíacos (FC-bpm) em repouso, no esforço e na recuperação. Depois disso eram colocados todos os dispositivos do equipamento de consumo de oxigênio direto e em seguida se iniciava o teste de esforço, que durava em média de 8 a 12 minutos. O teste era progressivo, máximo, em esteira rolante marca Funbec (protocolo de Bruce), seguindo as recomendações tanto de Binkhorst et al. (8), quando se estava avaliando as mais jovens, quanto de Howley et al. (20), fazendo-se a medida direta do pico do VO2 max., via utilização
do aparelho AeroSport TEEM 100. A validade do AeroSport TEEM 100 já foi demonstrada por Windeman
et al. (47) e Novitisky et al. (35), que encontraram uma correlação de r= 0,96 entre os dados obtidos no TEEM 100 e o Sensormedics, aparelho de grande porte e precisão, largamente usado em pesquisas pelo mundo.


Durante o teste na esteira colhiam-se informações sobre o VO2 a cada 30 segundos, PA, freqüência cardíaca, volume expiratório e quociente respiratório, todos resgatados de uma impressora e computador acoplados a esteira.

Os critérios para se estabelecer o pico de VO2 max. foram os recomendados por Howley et al (20): quociente
respiratório maior que 1,00, freqüência cardíaca máxima estimada (220-idade) atingida no teste de esforço e não aumento do V02 maior que 150 ml entre os últimos minutos de exaustão do avaliado.
Após 10 dias do teste de esforço na esteira, o avaliado voltava para a realização do teste aeróbico de corrida
de Vai-e-Vem de 20 m. Para a realização do teste foram necessários os seguintes itens: local plano de pelo menos 25 metros, toca fitas, fita cassete do teste, 4 cones, fita crepe, cronômetro, placar com número de voltas, folhas de anotação e monitores de freqüência cardíaca. Este teste pode ser aplicado para grupos de 6 a 10 pessoas, que correndo juntas num ritmo cadenciado por um fita gravada especialmente para este fim, devem cobrir um espaço de 20 metros, delimitado entre 2 linhas paralelas (Figura 1). A fita emite bips, a intervalos específicos para cada estágio, sendo que a cada bip o avaliado deve estar cruzando com um dos pés
uma das 2 linhas paralelas, ou seja, saindo de uma das linhas corre em direção a outra, cruza esta com pelo menos um dos pés ao ouvir um “bip” e volta em sentido contrário (Tabela 3). Na fita, o término de um estágio é sinalizado com 2 bips consecutivos e com uma voz avisando o número do estágio concluído. A duração do teste depende da aptidão cardiorrespiratória de cada pessoa, sendo máximo e progressivo, menos intenso no inicio e se tornando mais intenso no final, perfazendo um total possível de 21 minutos (estágios). É interessante relatar no entanto que, no decorrer deste estudo e após outras práticas com este teste, nenhum dos autores deste artigo teve a oportunidade de ver algum dos avaliados ultrapassar o estágio 13, mesmo considerando, por exemplo, ter se avaliado atletas de muito boa condição cardiorrespiratória como maratonistas, outros fundistas e até atletas de triátlon.








FIGURA 1 Espaço físico para aplicação do teste



No primeiro estágio a velocidade é de 8,5 km/h, que corresponde a uma caminhada rápida, sendo acrescida de 0,5 km/h a cada um dos estágios seguintes. Cada estágio tem a duração de aproximadamente 1 minuto. Em cada estágio são realizadas de 7 a 15 idas e vindas de 20 metros. O ajuste de velocidade pela pessoa é facilmente conseguido em 2 ou 3 idas e vindas. Uma distância de 2 m, antes das linhas paralelas, é a área de exclusão (limítrofe) do teste, ou seja, toda pessoa que estiver antes dessa faixa ao som do “bip”, será avisada, para acelerar a corrida, mas se ela não conseguir acompanhar mais o ritmo, será então excluída do teste, ou seja, o teste termina quando o avaliado não consegue mais seguir o ritmo imposto pela fita. O último estágio atingido deve ser anotado, para se obter o V02 em ml/kg/min, através das equações publicadas por Léger et al (26) que estão descritas na tabela 4.

TABELA 3: Especificações para realização do teste

TABELA 4: Equações de predição do VO2 max. em ml/kg/min no
teste aeróbico de corrida de Vai-e-Vem de 20 m


Estágios
N.º
Velocidade (km/h)
Tempo entre os BIPs (por segundos)
N.º Idas/voltas (estágio completo)
1 1. 8,5 9,000 7
2 2. 9,0 8,000 8
3 3. 9,5 7,579 8
4 4. 10,0 7,200 8
5 5. 10,5 6,858 9
6 6. 11,0 6,545 9
7 7. 11,5 6,261 10
8 8. 12,0 6,000 10
9 9. 12,5 5,760 10
10 10. 13,0 5,538 11
11 11. 13,5 5,333 11
12 12. 14,0 5,143 12
13 13. 14.5 4,966 12
14 14. 15,0 4,800 13
15 15. 15,5 4,645 13
16 16. 16,0 4,500 13
17 17. 16,5 4,364 14
18 18. 17,0 4,235 14
19 19. 17,5 4,114 15
20 20. 18,0 4,000 15
21 21. 18,5 3,892 15
pessoas de 6 a 18 anos; y = 31,025 + 3,238 X - 3,248 A + 0,1536 AX.
pessoas de 18 anos ou mais; y = - 24,4 + 6,0 X

onde
y= V02 em ml/kg/min.;
X = velocidade em km/h (no estágio atingido);
A= idade em anos.

Para este estudo as pessoas foram avaliadas em grupos de 3. Implementou-se para o teste, um placar indicador manual, do número de voltas já realizadas, como sugerido por Boreham et al (9). Cada um dos avaliados correu com um monitor de freqüência cardíaca -Polar Night Vision- para registro dos batimentos cardíacos durante e após o teste.

A fita cassete utilizada foi cedida pelo próprio Prof. Dr. Luc Léger, da Universidade de Laval, Canadá.

É importante lembrar que, antes da marcação da área de teste de 20 metros, deve-se fazer a aferição da velocidade do tocafitas, segundo um período padrão de um minuto, que existe no início das instruções da fita, usando-se também um cronômetro.


Caso o toca-fitas esteja mais lento ou mais rápido (± 5 segundos de erro) do que o período padrão da fita, a distância do teste deve ser ajustada segundo uma tabela.


Antes do teste foi permitido aos avaliados um período de treino, para adaptação ao ritmo imposto pela fita.
Todas as pessoas eram estimuladas a chegar ao máximo.
No final do teste de cada sujeito registrou-se o estágio que havia sido atingido e a freqüência cardíaca máxima registrada no teste. Para o cálculo do VO2 estimado no teste de campo recorreu-se à equação publicada por Léger et al. (26), já apresentada na tabela 4. Os dados foram analisados através de estatística descritiva e do teste t de Student e Correlação de Pearson, sendo utilizado o nível de p<0,01 como nível de significancia estatística.


Resultados e discussão

A tabela 5 contêm os resultados médios e desvio padrão dos grupos feminino e masculino, das variáveis freqüência cardíaca de esforço e VO2 max. em laboratório e em campo. Pode-se notar que os dois grupos realizaram testes realmente máximos, pois as freqüências cardíacas (FC) médias foram elevadas, quase idênticas às estimadas para a idade e similares entre as duas situações. Pode-se notar também que não houve diferença significante entre as duas FCs, em ambos os grupos. Foi interessante notar que o grupo masculino apresentou em média FC de esforço maior no teste de campo, do que no laboratório. Um quociente respiratório maior do 1,00 no teste de esforço foi alcançado por 92% dos avaliados.

Quanto ao VO2 max. pode-se observar também uma similaridade entre os valores obtidos em laboratório e em campo, em ambos os grupos, não sendo as diferenças significantes (Tabela 6). Cabe ressaltar que, levando em conta as diferenças individuais nos valores de VO2 max. (método direto e predito), as variações foram em média 8,84% (3,5 a 18,7%) no grupo feminino e de 9,06% (2,9 a 18,7%) no grupo masculino.

TABELA 5: Freqüência Cardíaca (FC) nos testes

Tabela 6. – Valores do VO2 max (ml/kg/min
mediante medidas diretas e estimadas pelo teste aeróbico de corrida de vai-e-vem de 20 m
Através do coeficiente de correlação Pearsoniana
(p<O,01) entre os dois valores de V02 obtidos determinouse a validade concorrente neste estudo. Na tabela 7 são apresentados os coeficientes de correlação encontrados. Os resultados apontam para uma validade concorrente aceitável para ambos os grupos.

Tabela 7 Validade Concorrente – VO2 max direto X VO2 max. predito - Correlação de Pearson (r) e Coeficiente de Explicação (r2)
Homens r (16;001=0,590) = 0,75** r2= 56,3%
Mulheres r (22;001=0,515) = 0,73** r2=53,3%
Considerando os resultados obtidos de correlação, no grupo mais jovem deste estudo, pode-se verificar que em outros pesquisas também foram observados valores de correlação próximos aos aqui encontrados (3, 7, 9, 13, 29, 31, 37, 38, 45).

No estudo de Armstrong et al (3) ao avaliarem 77 meninos de 11 a 14 anos encontraram um r= 0,54 (p<0,O1), que apesar de ser significante, tinha uma variância em comum de 29%, o que é praticamente a mesma relatada em outros testes de campo e testes de VO2 max. Quarenta e oito adolescentes foram avaliados (22 meninos e 6 meninas) por Liu et al. (29) com o mesmo objetivo anteriormente citado e os resultados foram de r=0,65 para os meninos e r=0,51 para meninas.

McVeigh et al. (31) analisaram também a validade concorrente do teste em questão em 33 crianças de 13 e 14 anos (15 meninos e 18 meninas) e a correlação encontrada para meninos e meninas foi de r= 0,60 e 0,65, respectivamente.

Cunningham et al (13) analisaram a relação entre o teste de milha, o teste de teste aeróbico de corrida de vaie- vem e um teste max. em esteira, em 30 adolescentes (15 meninos e 15 meninas). Encontraram um r=0,88 entre o teste direto utilizando o aparelho COSMED K2 e o teste aeróbico de corrida de vai-e-vem.

Numa posição de não recomendação do teste esta a pesquisa de Dyson et al. (16). Foi estudado o quanto o teste aeróbico de corrida de vai-e-vem poderia predizer o VO2max. em um grupo de crianças (9 meninos e 10 meninas).
Encontraram um r= 0,58, que apesar de modesto, foi significante, mas o teste não recebeu uma recomendação
dos autores como forma de predição do VO2 max. Com relação a correlação obtida neste estudo entre o VO2 direto e o VO2 estimado pelo teste aeróbico de corrida de vai-e-vem, no grupo de maior idade, pode-se notar que os dados obtidos são semelhantes aos de Poortmans et al (37) r=0,72 e de Prat et al (39), que pesquisando 10 alunos do curso de Educação Física, encontraram uma correlação de 0,776. Por outro lado os achados deste estudo (0,75 e 0,73) são mais baixos que os obtidos por Léger & Gaudory (27) r=0,90, Ramsbotton et al
(40) r=0,96, Paliczka et al (36) r=0,93 e Gadoury & Léger (18) r=0,904.

Vale a pena comentar sobre alguns estudos que enfocaram a reprodutibilidade do teste aeróbico de corrida de vai-e-vem, mesmo considerando grupos de diferentes faixas etárias. Em 1990 Duarte et al (15) tendo como amostra um grupo de 41 escolares paulistas, do gênero masculino, de 10 a 14 anos, encontraram um valor bastante alto (r=0,91). Esses resultados são bem próximos aos de Liu et al (29), que pesquisaram a reprodutibilidade do teste em 12 homens e 8 mulheres e obtiveram um valor também elevado de r=0,93. Já Vincent et al (45) referiram valores mais baixos, sendo de

r=0,79 para meninos (n=29) e r=0,75 para meninas (n=22).

FC Max estimada
FC Max Esteira
FC Campo
t calculado
Dif. %
Homens X e DP 188,0±6,2 181,9±7,4 187,1±10,1 -2,27 NS 2,9
Mulheres X e DP 200,0±4,4 192,1±8,3 189,9±13,1 -0,83 NS 1,1

VO2 Max.
Direto VO2 Max.
Estimado t
Calculado Dif. %
Homens X e DP 47,8 ±6,5 46,8±4,3 0,63 NS 1,9
Mulheres X e DP 40,2 ±6,0 39,8±3,8 0,34 NS 1,0


Conclusões

Pode-se concluir que o teste aeróbico de corrida de vai-e-vem de 20 m apresentou neste estudo uma validade concorrente aceitável para este grupo de adultos, de ambos os sexos.
As diferenças não significantes entre as FCs nos testes de esteira e de campos são evidências concretas de que o estímulo aeróbico foi semelhante em ambas as situações.
Como comentário final pode-se afirmar que o teste aeróbico de corrida de vai-e-vem é um teste simples, que permite ser aplicado a pessoas de diferentes condições cardiorrespiratórias, que em termos educacionais é válido, pois leva o avaliado a conhecer seu corpo em situação de esforço máximo, levando ao conhecimento da sua limitação fisiológica naquele momento, algo que muitas pessoas jamais experimentam durante toda uma vida.
Sugere-se assim, que outros estudos sejam feitos sobre este teste, principalmente na população escolar, devido
à carência de testes de campo validados no Brasil, que possam ser aplicados em quadra poliesportiva, haja vista a restrição de espaços físicos cada vez maior para o profissional da Educação Física.








O que segue abaixo me foi enviado via E-mail por um Candidato que se apresentou na Legião, fez os testes mas não foi aprovado. Ele conseguiu achar gravado os BIP´S que são colocados no teste LUC LEGER.

Particularmente Eu não verifiquei o conteúdo nesse link, mas tenho certeza pela pessoa que se apresentou corretamente ser alguém que podemos confiar, não que seja vírus, mas que seja realmente o som emitido durante o teste Luc Leger (yo-yo) e\ou (vai e vem), como quizerem chamar a esse teste solicitado pela legião durante o teste físico.

-----------------------------------

Sgt ia te mandar via anexo mas fiquei receoso que nao conseguisse abrir pois o arquivo tem 18 mb* como achei no wikpédia tbm o arquivo estou lhe enviando o link :
*

Link para escutar a cadencia e o som dos Bips utilizados no teste Luc Leger da Legião.

http://fr.wikipedia.org/wiki/Test_de_Luc-L%C3%A9ger
*


Ao acaso encontrei o arquivo também no e-mule programa de* downloads usado para baixar musica* e afins.
*




--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Referências bibliográficas
1. AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE(1991). Guidelines for exercise testing and prescription, 4thEd. Lea & Febiger.
2. ANDERSON, K,L.; SHEPHARD,R.J.; DENOLIN,H.; VARNAUSKAS,E. and MASTRONI,R. (1971).Fundamentals of exercise testing. World Health
Organization; 66-69.
3. ARMSTRONG, N; WILLIAMS, J. and RINGHAM D. (1988). Peak oxygen uptake and progressive shuttle-run performance in boys aged 11-14 years. British Journal of Physical Education; 19, Supple. ,4: 10-11.
4. ASTRAND, P.O. (1960). Aerobic work capacity in men and women with special reference to age. Acta Physiologica Scandinavica; 49 (supl. 169).
5. ASTRAND, P.O. and RHYMING, l.A. (1975). Rhyming-Astrand step test. Physical Fitness Research Digest; 5(1): 13-14.
6. BARABAS, A.(1992). Measurement of aerobic power by field-tests. In J. COUDERT and E. van PRAAGH (editors), Pediatric Work Physiology, hildren and Exercise XVI, Masson.
7. BARNETT, A.; CHAN, L.Y.S. and BRUCE, I.C. (1993). A preliminary study of the 20-m multistage shuttle run as a predictor of peak VO2 in Hong kong Chinese students. Pediatric Exercise Science; 5 (1): 42-50.
8. BINKHORST, R.A.; SARIS, W.H.M.; NOORDELOOS, A.M.; van’t HOF, M.A. and HAAN, A.F.J. (1986). Maximal oxygen consumption of children (6 to18 years) predicted from maximal and submaximal values in treadmill and bicycle tests. ln J. RUTENFRANS, R. MOCELLIN and F.KLIMT, Children and Exercise XII. Human Kinetics Publishers, Champaign, Illinois.
9. BOREHAM, C.A.G.; PALICZKA, V. J. And NICHOLS, A.K (1990). A comparison of the PWC170 and
20-MST tests of aerobic fitness in adolescent schoolchildren. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness, 30(1): 19-23. 10. BUONO, M.J.; ROBY, J.J., MICALE, F.G., SALLIS, J.F. and SHEPHARD, E. (1991). Validity and reliability of predicting maximum oxygen uptake via field tests in children and adolescents. Pediatric Exercise Science, 3(3): 250-255.
11. CONSEIL DE L’EUROPE (1990). EUROFIT-Test European d’Aptitude Physique.
12. COOPER, K. (1972). Aptidão física em qualquer idade. 4a edição, Forum Editora, Rio de Janeiro.
13. CUNNINGHAM, L.N.; CAMA, G.; CILIA, G and BAZZANO, 0. (1994). Relationship of VO2 max with the 1-mile run and 20 meter shuttle test with youth aged 11 to 14 years. Medicine and Science in Sports and Exercise, 26 (5): 8209.
14. DUARTE,C.R. e DUARTE, M.F.S. (1989). Capacidade aeróbica em escolares de 10 a 18 anos: V02 e PWC 170. Revista Brasileira de Ciência e ovimento, 3(3):17- 25.
15. DUARTE, C.R.; DUARTE, M.F.S. e ANDRADE, D.H.(1990). Teste aeróbico de Luc Léger – aplicabilidade para a realidade brasileira. Anais do XVII Simpósio Internacional de Ciências do Esporte: 87, São Caetano do Sul, SP.
16. DYSON, K.; GILSON, N.D.; STARKEY, S.A.; GRAY, M.P.; BUTTERLY, R.J. and C00KE, C.B. (1996). Suitability of the 20-m shuttle run test for prediction of aerobic power in young children. Journal of Sports Sciences, 14 (1): 78.
17. EUROFIT. Test de resistência aeróbica de carrera ida y vuelta (course navette). Ministério de Educacion yCiência de Espanha.
18. GADOURY, C. and LÉGER, L. (1986). Validité de l’épreuve de course navette de 20m avec paliers de 1minute et du physistest canadien pour prédire le V02 max. Des adultes. Revue des Sciences et Techniques des Activités Physiques et Sportives , 7(13): 57-68.
19. HEYWARD, V. H. (1991). Advanced fitness assessment and exercise prescription. 2nd. Ed. Human Kinetics Books.Rev. Bras. Ciên. e Mov. Brasília v. 9 n. 3 p. julho 2001 13 07-14
20. HOWLEY, E.T.; BASSETT Jr., D.R. and WELCH, H.G. (1995). Criteria for maximal oxygen uptake: review and commentary. Medicine and Science in Sports and Exercise, 27(9): 1292-1301.
21. KLISSOURAS, V.(1973). Prediction of potential with special performance to heredity. Journal of Sports Medicine, 10: 100-107.
22. LÉGER, L. A. and LAMBERT, J.(1982). A maximal multistage 20-m shuttle run test to predict V02 max. European Journal of Applied Physiology, 49:.
23. LÉGER, L..A; LAMBERT, J. and MERCIER, D. (1983) Predicted V02 maximal speed for a multistage 20-m shuttle run in 7000 children aged 6-17. Medicine and Science in Sports and Exercise, 15 (2): 142-143.
24. LÈGER, L. A. and ROUILLARD, M. (1983). Speed reliability of cassette and tape players. Canadian Journal of Sports Sciences, 8: 47-48.
25. LÉGER, L. A.; LAMBERT, J.; GOULET, A.; ROWAN, C. and DINELLE, Y. (1984). Capacité aérobie des Québécois de 6 à 17 ans - Test navette de 20-28 metres avec paliers de 1 minute. Canadian Journal of Sports Sciences, 9 (2): 64-69.
26. LÉGER, L. A., MERCIER, D.; GADOURY, C. And LAMBERT, J.(1988). The multistage 20-meter shuttle run test for aerobic fitness. Journal of Sports Sciences, 6: 93-101.
27. LÉGER, L. A and GADOURY, C. (1989). Validity of the 20m shuttle run test with 1 m stages to predict V02 max in adults. Canadian Journal of Sports Sciences, 14(1): 21-26.
28. LÉGER, L. A.; MASSICOTTE, D.; GAUTHIER, R.; THEMBLAY, C.; CAZORLA, G and PRAT, J.A. (1992). Problems in establishing Canadian norms for the 20m shuttle run test of aerobic fitness. In J. C0UDERT and E. Van PRAAGH, Pediatric Work Physiology, Children and Exercise XVI, Masson.
29. LIU, N.Y.S.; PLOWMAN, S.A. and LOONEY, M. A. (1992). The reliability and validity of the 20-meter shuttle run test in American students 12 to 15 years old. Research Quarterly for Exercise and Sport, 63 (4): 360-365.
30. MARTZ, M.W.; ABLA, R.B. e MATSUDO, V.K.R.(1978). Retrospectiva sobre testes de banco para medir capacidade cardiorrespiratória. Anais do VI Simpósio de Ciências do Esporte: 16-21, São Caetano do Sul.
31. McVEIGH, S.K.; PAYNE, A. C. and SCOTT, S. (1995). The reliability and validity of the 20-meter shuttle test as a predictor of peak oxygen uptake in Edinburg school children, age 13 to 14 years. Pediatric Exercise Science, 7 (1): 69-79.
32. van MECHELEN, W.; HLOBIL, H. and KEMPER, H. C.G.(1986). Validation of two running tests as estimates of maximal aerobic power in children. European Journal of Applied Physiology, 55: 503-506.
33. van MECHELEN, W.; van LIER, W.H.; HLOBIL, H;.CROLLA, l. and KEMPER, H.C.G. (1992). Dutch EUROFIT reference scales for boys and girls aged 12-16. In J.C0UDERT, J. and E. van PRAAGH, Pediatric Work Physiology, Children and Exercise XVI, Masson.
34. MERCIER, D.; LËGER, L. A. and LAMBERT, J. (1983). Relative efficiency and predicted V02 max in children. Medicine and Science in Sports and Exercise, 15 (2): 143.
35. NOVITSKY, S.; SEGAL, K.R. and CHATRARYAMONTRI, B.; GUVAKOV, D. and KATCH, V. L. (1995). Validity of a new portable indirect calorimeter: the AeroSport TEEM 100. European Journal of Applied Physiology, 70: 104/1-104/6.
36. PALICZKA, V.J.; NICHOLS, A. K. And BOREHAM, C.A.G. (1987) A multi-stage shuttle run as a predictor of running performance and maximal oxygen uptake in adults. British Journal of Sports Medicine, 21(4):163-165.
37. POORTMANS, J.; VLAEMINCK, M.; COLLIN,M. and DELMOTTE, C (1986). Estimation indirecte de la puissance aérobie maximale d’une population bruxelloise mascuiine at féminine âgée de 6 a 23 ans. Comparaison avec une technique directe de la mesure de la consommation maximale d’oxyg’ene. Journal de Physiologie, 81(3): 195-201.
38. van PRAAGH, E.; FALGAIRETTE, G.; BEDU, M.; FELLMANN, N. and COUDERT,J. (1989). Laboratory and field-test in 7-year old boys. In OSEID, S. and CARLSEN, K. Children and Exercise XIII, Human Kinetics Books.Champaign.
39. PRAT, J. A.; GALILEA, J. ; IBÁÑEZ, J.; ESTRUCH, A.; GALILEA, P.A.; PALACIOS, L and PONS, V. (1986). Correlación entre el test de campo de
Léger (Course-Navette) y un test de laboratorio de cargas progressivas. APUNTS, 23: 209-212.
40. RAMSBOTTOM, R.; BREWER, J. And WILLIAMS, C. (1988) A progressive shuttle run test to estimate maximal oxygen uptake. British Journal of Sports Medicine;22 (4): 141-144.
41. RIPPE, J.M.; MARD, A.; PORCARDI, J.P. and FREEDSON, P. S. (1988) Walking for health and fitness. Journal of Americam Medical Association, 259(18): 2720- 2724.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Old January 17th, 2012   #7
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

CURIOSIDADES


O kepi branco - O primeiro era de cor de cáqui, mas devido ao sol e com o tempo de uso, a cor acabava mudando para branca. A primeira aparição do Kepi, foi feita em 1939 no desfile de 14 de Julhio. Atualmente é utilizado a cor branca para o kepi (Kepí-blanc).

O quepe que os legionários de antigamente usavam com aquele pano cobrindo a nuca se chama COUVRE-NUQUE.
A Granada da Legião - Um símbolo de causar arrepios em seus inimigos. É considerada uma das melhores tropas de combate do mundo. Esta granada contém sete chamas onde existem duas para baixo e cinco para cima.
Cores - Derivam do segundo Batalhão Suíço de 1885. O verde e o vermelho eram as cores usadas pelos guardas suíços ao rei francês.
O verde significa esperança e o vermelho sacrifício.

O cinto azul - Desde o ano de 1882, uma faixa larga era usada na cintura para proteger alimentos no estômago, de tempo frio, de enfermidades e aos poucos, foi se tornando parte do uniforme
O uniforme de pioneiros - um avental de couro e um machado (durante as paradas os pioneiros desfilam primeiro e simbolizam a construção do carater dos legionnaires).
A marcha da Legião Estrangeira - o ritmo da marcha da legião estrangeira é muito lenta em relação à marcha do exército regular (da ordem 80-88 passos por minuto, de acordo com as diferentes canções).
Banquetes da Legião - Camerone (de batalha de Camaron), Natal (é por definição um ajuntamento familiar e como todo legionário é uma família, esta dada é comemorada com muita bebida e histórias. Todos os legionários passam juntos este dia).
Retificação (regularização sobre a situação militar):
Todo legionário se compromete em assumir responsabilidades com a Legião podendo ter um anonimato enquanto estiver nas fileiras. Este recurso é utilizado para pessoas que queiram mudar de nome( por algum motivo em especial), um novo nome lhe será dado. Mas, caso o legionário queira se casar, ele terá que restabelecer o nome (ter o nome de volta), terá que passar por um processo chamado de "retificação". É necessário ter 1 ano de serviço e acordo do OPSR para poder beneficiar deste procedimento (Isto só poderia com três anos de serviços. Mas este prazo caiu para 1 ano). Ser retificado é uma condição para ser naturalizado, ser casado, etc.

Até alguns anos atrás era proibido tirar fots na Legião Estrangeira devido ao passado de crimes de varios de seus membros que preferiam ficar no anonimato

Naturalização:
São admitidas demandas de naturalização após 3 anos de serviço, contanto a sua retificação de acordo com o BSLE.


Matrimônio:
Para se casar é necessário ter 5 anos de serviço, ser retificado, e ter pelo menos o posto de Cabo.

Civil segurando:
Civil segurando para ir dormir na cidade só será permitido a legionários com 5 anos de serviço ou com uma autorização especial (por exemplo mencione no título de permissão " que Segura o civil é autorisée",règlement depende ausse do regimento). Simples = Basta o regimento autorizar a sua saída para a cidade.

Vida em cidade:
A autorização para hospedar (ter residência) na cidade é entrege a legionários com 5 anos de serviço, e com uma regra: É necessário ter uma razão válida para se beneficiar (estar casado ou viver em coabitação/junto).


Considerações para abrir contas:
Ser retificado, então ter 1 ano de serviço mínimo, passar relatório ao chefe de unidade.


Carro:
Condições para poder comprar um carro: Ter 5 anos de serviço, ser retificado, para passar relatório ao chefe de unidade e estar usando bem o civil de licenças do motorista (fazer uma conversão licensa de soldado para carteira de motorista civil).

Telefone portátil:
Para ter um telefone celular, é necessário ser retificado e passar um relatório ao chefe de companhia, em geral não há recusa.


Tecnologia / equipamentos:
É necessário declarar ao escritório-regimental de companhia (seção de comando) todo o equipamento que queira possuir ou possui (computador, impressora, celular, etc.).


Durante os 5 anos do 1º contrato o legionário não pode vestir outra roupa senão a que lhe é fornecida pela Legião(até alguns anos atrás);
Elementos de apoio essenciais para a vida na Legião: 1º – refeição quente servida quando e onde quer que seja possível, 2º – stock considerável de pinard (vinho tinto do exército), 3º - acesso a companhia feminina geralmente saudável;
Nos finais do século XIX foram criados os BMC (Bordéis Militares de Campanha), para suprir “determinadas” necessidades dos legionários!!!;
Em toda sua história, passaram pela Legião Estrangeira mais de 670 mil legionários;
As coisas mais comuns associadas à Legião Estrangeira são Beau Geste, Gary Cooper, Laurel & H, Dien Bien Phu;
Oficialmente não há franceses na legião(os franceses que se alistão são postos como francos suiços, canadenses), com a excepção dos oficiais;


Atualmente 15% do contigente do 2ºREI é composto de brasileiros , sendo que os romenos e os suiços são os primeiro e segundo em número de membros.


A águia de Camerone foi entregue primeira vez aos regimentos estrangeiros, em Maio de 1862. o original é depositado na cripta do museu da Legião, perto da mão de madeiras do capitão Danjou. A sua história sobe Napoléon 1, que inspira-se junto à Roma antiga. As legiões romanas arvoravam a águia em cabeça de coorte nas batalhas ou desfiles, símbolo da sua pertença à uma legião. Hoje, uma cópia de bronze realizada em 1831 é confiada para um ano, à volta de papel, aos regimentos da Legião estrangeira, e recordada esta filiação.

Desde vários anos este emblema dourado ao ouro fim tornou-se tradicional o presente de partida oferecido por sob - oficiais da Legião ao general COM.

Foi o General Bernelle que introduzio o francês como idioma oficial na Legião Estrangeira durante a Guerra na Espanha.


Em 1870 pela primeira vez, incorpora igualmente nas suas filas voluntários à estatuto específico: os comprometidos voluntários pelo período da guerra (EVDG) para lutar contra a Prússia nas filas do Exército Loire e são derrotados.


O Quartel Vienót(1ºRE) tem esse nome por causa do General Vienót que morreu na guerra da Criméia enquanto comandava o 1ºREI.




-------------------------------------------------------------------------------------------------------------









Este depoimento é de um Brasileiro que esteve na França para se alistar na Legião Estrangeira recentemente. Infelizmente ele não foi aprovado mas trás através do ORKUT sua experiência para todos que desejam seguir tal caminho.





ESTIVE NOS TESTE, NÃO DEU MAS VALEU

Estou vindo de ALBAGNE, estive nos teste mas não deu, fui dispensado por idade, o que tenho a dizer é que treine muito para o teste fisico, ( o vai e vem ) para tirar boas notas para ficar bem colocado, pois isto, o teste psicológico e a entrevista são os que definem a permanencia, mas no final é a comissão que define tudo.
estamos ai qualquer duvida deixe neste topito
boa sorte a todos.




TESTE
O TESTE FISICO AGORA É O ( VAI E VEM )
ENTÃO FICA MAIS DIFÍCIL POIS CADA ETAPA VAI DIMINUINDO O TEMPO DO APITO, ( SÃO DUAS LINHAS E O ESPAÇO ENTRE ELAS É DE 50M, AI TOCA UM SILVO, VOCÊ VAI DE UMA LINHA A OUTRA, TOCA DE NOVO AI VC VOLTA E SO VAI DIMINUINDO O TEMPO DO SILVO, SÃO 350 M CADA ETAPA,( 7 VEZES ) O MINIMO PARA PASSAR É NA 8 ETAPA ( EU CHEGUEI NO 8 MAS FIQUEI NA TERCEIRO APITO, MINHA TURMA ESTA BEM PREPARADA AI O QUE ME CLASSIFICOU FOI O TESTE PSICOLÓGICO ( TEM A ENTREVISA ) E NO FINAL FIQUE POR IDADE ( 35 ANOS ) POIS TINHA 4 COM O MESMO PONTOS QUE EU.
( FIQUEI SABENDO POIS O CAPORAL PORTUQUES QUE ME FALOU )


Eu só fis o teste de corrida, os outros não.
O QUE ACONTECEU FOI O SEGUINTE. CHEGUEI.
Tirei toda a roupa e eles me deram uma cueca, calção e camisa preta e uma meia, depois mais uma meia, cueca, e material higiênico que devolve depois ( quando dispensado)
DEPOIS:
1 - teste psicotécnico.( no dia que chega )
2 - Médico. ( no outro dia )se passar no 1
3 - corrida. ( no outro dia ) se passar no 2
4 - entrevista ( no outro dia ) se passar no 3
5 - outra entrevista ( motivação ) e espera para a classificação )
( toda quinta feira é dispensado e classificado que passou por tudo )
classificam 22 para a cor vermelha antes de CASTEL e o resto é dispensado.


GASTEI R$4.000 - ENTRE PASSAGEM INDA E VOLTA , 500 EUROS PARA ENTRAR 3 DIAS DE RESERVA DE HOTEL E SEGURO.
O BISU É O SEGUINTE:
ME ALISTEI EM PARIS - MAS IR PARA ALBANE TE POUPARA + OU - uma semana de quartel foi o que aconteceu comigo, fique uma semana em Paris PARA DEPOIS IR PARA ALBANE.
LEVE POUCA COISA POIS CHEGANDO LÁ, ELES MANDAM VC TIRA TODA A ROUPA E TE DÃO UMA CAMISA UM CALÇAO E UMA CUECA, E TE DÃO OUTRA DE RESERVA E MATERIAL DE LIMPEZA. EU LEVEI UMA Mochila só isto.
EU COMPREI PASSAGEM PELA IBÉRIA PASSANDO PELA ESPANHA AI EU SAI DA IMIGRAÇÃO.
TREINE BASTANTE, PROCURE APRENDER O FRANÇES PARA FICAR MELHOR, E SEJA SEMPRE VOLUNTÁRIO PARA TUDO E NA ENTREVISTA CONVENÇA O CARA QUE QUER FICAR, QUE É SUA VIDA SEU SONHO, E VER O QUE ACONTECE.
É UM RISCO SEMPRE, TODO DIA ELES RECEBEM VOLUNTÁRIOS.
BOA SORTE.

Médico: Lá você fara varios exames médico, então não sera bom ir de lente, leve o oculos, pois vi legionários de oculos e voluntarios também não há problemas, ( o problema é você tentar engana-los ) ps. se usar aparelho dentário, é melhor tira-lo tambem pois ele não vão ficar dando manuntenção.
NO CASO DOS TESTES FISICOS:
Treine de acordo com que pede ( no site da legião ) pois pode não fazer os testes fisico na seleção, mas com certesa em CASTEL onde é ministrado o curso basico de militar vai precisar e muito de condição fisica e psicológica.
QUESTÃO DE ALISTAMENTO:
Só ouvi falar que quando esta na epoca de inverno tem menos gente para alistar mas eles pegam menos gente tambem, ( agora é bravo passar frio lá ) tem de lavar a roupa todo dia á noite e dormir só de cueca - tem uns cobertores. será que resolve?
NO MAIS, PENSE BEM, A VIDA MILITAR É MUITO BOA, MAS TEM QUE TER DEDICAÇÃO E MORAL, E NA LEGIÃO MUITO MAIS QUE ISTO.
boa sorte a todos
CONTINÊNCIA.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------




O Fusil de Assalto utilizado pelas Forças Armadas Francesas Inclusive a Legião é o

F. A. M. A. S.
(Fuzil de Assalto Manufaturado A Santa Etienne)








Antes de vocês terem em mãos este fuzil é melhor conhece-lo:



Após a segunda guerra mundial, a França tomou de atraso na confecção de armas ligeiras. Com o Famas, este atraso é preenchido. E pode-se mesmo dizer - sem chauvinismo nenhum - que tem-se tomou-se do adiantamento sobre as outras nações.
Com efeito, o Famas, de parte seu modernité é muito eficaz. É um mais dos pequenos fuziis de assalto que servem através do mundo. Não é por azar que é doravante a arma regulamentar do exército francês.
O Famas, de parte o seu aspecto, é muito reconhecível.
Parte:
- Cruzeta imponente e maciça
- Cartucho M193 e 5,56 mm americano
- Longo punhado de transporte
Interiormente:
- Selector de fogo: golpe por golpe, automático, rabanada de três golpes (mecanismo bastante complexo)

O fabrico do Famas tem lugar à WS Etienne. Mas é notá-lo todo do mesmo modo interessante que o Famas serve já desde numerosos anos. Para exemplo, foi utilizado em 1983 no Chade e no Líbano, pelos paraquedistas e às forças especiais.



Emprego do Famas


O Famas substitui:
- O fuzil semiautomático MAS 49/59
- Pistolet-mitrailleur MATE 49
- O Fuzil de Assalto M.A.S de calibre 5,56 mm


Permite:
- o TIR à bolas ao golpe por golpe ou por rabanadas até à 300 m
- o TIR de granadas de 500 g até à 75 m
- o TIR de granadas de 500 g em TIR vertical entre 60 e 320 m; em TIR esticado à 100 m


Características do Famas:
Calibre: 5.56 mm
Massa: 4,595 Kg
Comprimento: 76 cm
Capacidade da loja: carregador de 25 cartuchos
Desempenhos:
Velocidade inicial: 930 m/s
Ritmo de tir:1000c/Mn
Alcance máximo: 3200m (300m para o alcance pratque)
Poder de perfuração de qualquer capacete: 300m


O FAMAS tem uma peça de segurança, é a CAIXA DE MECANISMO "BOITIER MECANISME" que fica dentro da coronha atraz do compartimento do carregador.


Na instrução ensina-se que em grande perigo quando tudo esta perdido, antes de morrer deve-se destruir ou livrar-se da peça de segurança, pois dessa forma o FAMAS será inutilisavel mesmo se cair em mãos inimigas.



O FAMAS tem um sistema interno de amortecimento de recuo.






--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Filmes Sobre a Legião

Existem vários filmes que divulgam guerras, feitos e a própria Legião Estrangeira.



Segue alguns desses filmes interessantes sobre a Legião:



Stanley e Oliver, Os Legionários,

Marcha ou Morre, com Tely Savalas o ator que fez Cojak

A Legião Salta Sobre Kolwezi,

O Grande Jogo,

A Cara do Amor,

Um da Legião,

Era Uma Vez a Legião,

Totó,

O Legionário,

Beau Geste, Marrocos,

Legionário(este todos já viram, é com o Van Damme),







Se alguém souber mais algum fique a vontade para nos indicar.





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Frases Famosas



“Estrangeiros por nascença, os Legionários tornaram-se franceses pelo sangue que derramaram.”


"Os legionarios perdem a vida mais nao a coragem"...


"Legio patria nostra"


Essa frase encontrava-se escrita no Marrocos:
"Não se saberia proclamar demasiado elevado os méritos de este bando admirável e a boa fortuna que é para a França ter uma tal ao seu serviço."


Esta frase é do General Gallieni:
"peço levar com comigo 600 homens da Legião estrangeira a fim de poder, se for caso disso, morrer convenientemente" a frase foi dita quando ele foi ordenado a comandar o Exército Frances na conquista de Madagáscar.


"Você esta aqui para servir a Legião não servir-se dela"


Légionnaire vous êtes soldats pour mourrir et je vous envoi où en meurt.
Colonel NEGRIER


"Eles foram, aqui, menos de sessenta, opostos a todo um exército que lhes destruiu a vida antes que a coragem abandonasse seus soldados franceses."





--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Videos

Alguns videos legais da Legião Estrangeira :


http://www.2rep.com/rep_2pages/media/video/index4.html

http://www.2rep.com/rep_2pages/media...o2rep2006.html

http://video.google.com/videoplay?do...26645&q=legion

http://soldf.e.kth.se/legion_etrangere/



ATENÇÃO SE VOCÊ NÃO AGUENTA CENAS FORTES NÃO VEJA ESTE VIDEO:
http://media.putfile.com/armstrong-murder264



Videos dos paraquedistas:
http://user.pandora.be/crezy.eddy/index.htm


Legião na África:
http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true



Estrangeiros não suportam treinamento de combate na Amazônia: http://redeglobo.globo.com/Eespetacu...0-2929,00.html

http://www.a-new-life.net/index2.html

http://www.ofp-fr.net/forum/index.php?showtopic=4289

http://fr.search.yahoo.com/search/vi...gion+etrangere


13ºMeia Brigada da Legião Estrangeira:
http://video.google.com/videoplay?do...36332288842053


Warriors of French Foregn Legion
http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true



Clip:
http://video.google.com/videoplay?do...angere&pl=true

Na África:
http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true

http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true


2ºREP:
http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true


1ºREI:
http://video.google.com/videoplay?do...legion&pl=true


Situação Brasileira:
http://wm.globo.com/webmedia/windows...w.wmv&ext.asx=


Recrutamento, seleção e treinamento:
http://video.google.com/videoplay?do...angere&pl=true


Para quem gosta de emoção e sonha em entrar em combate:
http://www.flurl.com/uploaded/brazil_10258.html

http://www.fenapef.org.br/htm/docs/FavelaRio.wmv

http://port.pravda.ru/main/2005/11/09/9101.html


Clip da Legião Estrangeira:
http://video.google.com/videoplay?do...gion+etrangere

GCP:
http://video.google.com/videoplay?do...gion+etrangere

Paraquedistas da Legião na África:
http://video.google.com/videoplay?do...61285&q=legion
Filme Navy Seals - Completo - 30 arquivos RAR:

Links to RARs:
rar01: http://www.megaupload.com/?d=6G83KF1N
rar02: http://www.megaupload.com/?d=OQ2OETC6
rar03: http://www.megaupload.com/?d=AK1QQG3R
rar04: http://www.megaupload.com/?d=ZRT95G0E
rar05: http://www.megaupload.com/?d=YW1MBH5I
rar06: http://www.megaupload.com/?d=1XIK79VN
rar07: http://www.megaupload.com/?d=BYQSQPJA
rar08: http://www.megaupload.com/?d=KP7KCXLC
rar09: http://www.megaupload.com/?d=LI6XU1QF
rar10: http://www.megaupload.com/?d=0U4ERQ7R
rar11: http://www.megaupload.com/?d=6P91BJOB
rar12: http://www.megaupload.com/?d=L2C3ZGXL
rar13: http://www.megaupload.com/?d=WLC4A6EV
rar14: http://www.megaupload.com/?d=AIY26YQ6
rar15: http://www.megaupload.com/?d=3KWP2BHA
rar16: http://www.megaupload.com/?d=HK42ND59
rar17: http://www.megaupload.com/?d=8F7Y7IA9
rar18: http://www.megaupload.com/?d=TZZFBLXW
rar19: http://www.megaupload.com/?d=ZQHHEWS5
rar20: http://www.megaupload.com/?d=2VAQWLI4
rar21: http://www.megaupload.com/?d=IGGDORXO
rar22: http://www.megaupload.com/?d=L3XGXXFF
rar23: http://www.megaupload.com/?d=GU39IFJV
rar24: http://www.megaupload.com/?d=BV7O8YO9
rar25: http://www.megaupload.com/?d=LMKHGLKQ
rar26: http://www.megaupload.com/?d=PT4WQICM
rar27: http://www.megaupload.com/?d=SPQC440N
rar28: http://www.megaupload.com/?d=HW10YI7G
rar29: http://www.megaupload.com/?d=PDQQ1HTB
rar30: http://www.megaupload.com/?d=NF4VNCBR



Video de seleção do GIGN - Francês, 700 megas:
http://www.hosting-creatif.net/adrie...20-%20Gign.avi

Compilação da Guerra da Croácia:
http://media.putfile.com/cro

Part 1:
http://rapidshare.de/files/7817431/SWAT_HRT_1.asf.html

Part 2:
http://rapidshare.de/files/7822317/SWAT_HRT_2.asf.html

Conflito na Georgia:
http://media.putfile.com/GEORGIA64


Resgate de Kamikaze 2° Guerra:
http://www.flurl.com/uploaded/Kamika...nade_6654.html

--Kamikaze--
Part 1
http://rapidshare.de/files/7776708/part1.wmv.html

Part 2
http://www.flurl.com/uploaded/Kamikaze_Part_2_6752.html

Part 3
http://www.flurl.com/uploaded/Kamika...olor_6675.html

Part4
http://rapidshare.de/files/7777011/part4.wmv.html

Part5
http://www.flurl.com/uploaded/Kamikaze_Part_5_6754.html


--Firebombing of Japan--

Part 1 - Magic Carpet- An Air-Raid Officer's account
http://rapidshare.de/files/7804075/fb1.wmv.html

Part 2 - A Mother's tale
http://rapidshare.de/files/7804261/fb2.wmv.html

Part 3 - Mastery of the Air
http://rapidshare.de/files/7804481/fb3.wmv.html

Part 4 - Death Train "Dead bodies and bits of flesh and bone were all around me."
http://rapidshare.de/files/7804612/fb4.wmv.html

Part 5 - Formidable Enemy
http://rapidshare.de/files/7804822/fb5.wmv.html

--Saipan--

Part 1 - Attack on Saipan "It was like the shouting of the Devil in my ears"
http://www.flurl.com/uploaded/Saipan_1_6905.html

Part 2 - "A swarm of grasshoppers"
http://rapidshare.de/files/7804983/s2.wmv.html

Part 3 - Imperial Navy Attacks
http://www.flurl.com/uploaded/Saipan_3_6906.html


Curta o Irmão do Rambo!!!
http://www.twistedzone.net/forum/viewtopic.php?t=1


Inferno Russo toda série:
http://www.archive.org/download/jahe...m-ur-roos1.wmv
http://www.archive.org/download/jahe...m-ur-roos2.wmv
http://www.archive.org/download/jahe...m-ur-roos3.wmv
http://www.archive.org/download/jahe...rroos-4-p1.mpg
http://www.archive.org/download/jahe...rroos-4-p2.mpg
http://www.archive.org/download/jahe...rroos-4-p3.mpg


Compilação de 15 min. só de Juba, 250 megas:
http://www.archive.org/download/al-j...dad-sniper.mpg

Jihad na Chechênia
http://www.archive.org/download/chechan/chechan.mpg

Chamado da Chechênia
http://www.archive.org/download/nida...insheshaan.mpg

Jihad na Bosnia:
http://www.archive.org/download/badr...adralbosna1.rm
http://www.archive.org/download/Fath...snia.Part2.ram

http://www.archive.org/download/badr...adralbosna2.rm

Os Crusados: UK + US x Iraque:
http://www.archive.org/download/retu...ecrusaders.ram

Top 10 ataques no Iraque:
http://www.archive.org/download/topt...nattacks1.rmvb


http://rapidshare.de/files/7807000/Y...art_1.wmv.html
http://rapidshare.de/files/7809146/Y...art_2.wmv.html
http://rapidshare.de/files/7813184/Y...art_3.wmv.html

http://rapidshare.de/files/7811176/a...mvees.avi.html
Jovem de 18 anos, chamdo Yevgeny Rodionoff, ele, cristão, após ser capturado com um grupo de outros 5 soldados, foi a eles proposto que se entregassem ao islã e a causa chechêna, ou a morte. Ele se negou e segurou firme em seu crucifixo, mesmo sabendo que seu destino seria morte com requintes de crueldade, os outros aderiram ao islã. Teve a garganta cortada e a cabeça arrancada, como você viu. Rodionoff foi canonizado pela igreja ortodoxa russa e é tido como santo, e é tido como o padroeiro da guerra da chechênia, quando os guerilheiros gritam "Allah Uakhbar" Deus é grande , os russos passaram a retorquir, com "Cristo Ressuscitou"
Há o video na integra: http://myweb.cableone.net/labhrs/chechclear.asf
Site do Rodionoff: http://www.rodionoff.ru/


http://www.chechnyawar.com/
http://www.kavkaz.tv/eng/video/
http://www.fallujah.us/
http://www.radioradicale.it/cecenia_war/e-video.html
http://armor.kiev.ua/Battle/Chechen/
http://www.rs-icty.org/glavna_galerija_video.htm
http://clearinghouse.infovlad.net/forumdisplay.php?f=2
http://www.assaultonterror.net/index/portal.php
http://www.atwar.net/news.php
http://club.guns.ru/eng/video.html
http://www.grouchymedia.com/
http://bratishka.ru/
http://warfare.ru/
http://www.militaryvideos.net/


Vídeo impressionante do atirador de Bagdá 02/12/2005 04:42
Juba é um grupo de atiradores de elite iraquianos. Eles matam com tiros certeiros soldados americanos enquanto filmam toda a ação. Dezenas de mortes de soldados americanos são atribuídas aos atiradores Juba.

(click com o botão direito e depois em “salvar destino como”)

Vídeo com 200 MB:
http://www.archive.org/download/al-j...dad-sniper.mpg

Vídeo com 3 MB:
http://home.att.net/~suefat/IsraeliSniperClip3.WMV

Para baixar pelo Kazaa ou Emule busque pelas palavras:

Irak Sniper
Iraq Sniper
Juba Sniper
Juba Baghdad Sniper

Forças Especiais Russas:
http://rapidshare.de/files/8326024/S...00001.avi.html
http://rapidshare.de/files/8328536/S...00002.avi.html
http://rapidshare.de/files/8331656/S...00003.avi.html
http://rapidshare.de/files/8344164/S...00004.avi.html
http://rapidshare.de/files/8348367/S...00005.avi.html
http://rapidshare.de/files/8353542/S...00006.avi.html
http://rapidshare.de/files/8355902/S...00007.avi.html
http://rapidshare.de/files/8357262/S...00008.avi.html

As 2:05 do video um sniper é morto por um sniper americano:
http://www.flurl.com/uploaded/Kevin_...2004_4388.html

Forças Especiais Belgas:
http://video.google.com/videoplay?do...special+forces
 
Old January 17th, 2012   #8
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Para quem gosta do Exercito Vermelho


O AA Tunguska
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru...nguska_M-1.wmv

O Tor-M1
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru...331_Tor-M1.wmv

O Buk-M1
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru/video/Buk-M1.wmv

S-300V (Esse pode derrubar aénonaves Sthealth como faz na Iugoslavia em 1999)
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru/video/S-300V.wmv

S-300 PMU
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru/video/S-300PMU.wmv

Smerch
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru...merch_MLRS.wmv

Grad
http://www.aviation.ru/www.rusarm.ru.../Grad_MLRS.wmv




Legião na África:
http://www.youtube.com/watch?v=3encc...ch=L%C3%A9gion
http://www.youtube.com/watch?v=yaWkh...ch=L%C3%A9gion
http://www.youtube.com/watch?v=Rm7nN...egion%20action

Legião em combate:

Videos do exército francês:
http://www.defense.gouv.fr/sites/ter...armee_de_terre
http://www.defense.gouv.fr/sites/ter...e_odyssee_2005
http://www.defense.gouv.fr/sites/ter...orce_en_action
http://www.defense.gouv.fr/sites/ter...e_de_terre_vie
http://www.defense.gouv.fr/sites/ter...ee_de_terre214

Decapitação no Afeganistão:
http://pt.ogrish.com/archives/video_...z_24_2005.html

Videos da Legião Estrangeira:
http://video.google.com/videoplay?do...82730&q=legion
http://video.google.com/videoplay?do...40450&q=legion

Videos da LE:
http://video.google.com/videoplay?do...n+Legion&hl=en
http://video.google.com/videoplay?do...n+Legion&hl=en

Clip da Batalha de Camerone:

Diversos videos sobre a Legião Estrangeira:
http://video.google.com/videosearch?q=legion+etrangere
http://www.youtube.com/results?searc...&search=Search

Legião atuando no auxilio as vitimas do Tsunami em 2004.

Mais videos da Legião.

Outro video da Legião:
http://video.google.com/videoplay?do...gion+etrangere

Outros videos da Legião:

Videos da Legião:
http://video.google.com/videosearch?q=legion+french







VOCÊ PODE VISITAR AINDA ALGUNS SITES DE REFERENCIA





Visitando este referido site abaixo na internet, Vera tudo mais ou menos como exporto aqui
Ao acessar Vera algumas bandeirinhas do lado superior esquerdo do vídeo
Clique na bandeira de Portugual e a pagina é traduzida para o Português, pois ela abre sempre em Francês.

Uma dica legal nesse site é que se encontra nele o Código de honra do Legionário. Isto porque, se você deseja saber sobre a Legião, é determinado a entrar, um dia vai conseguir, e o que com certeza terá de saber é o código de honra. Se desejar pode decora-lo mas em Francês, o português é somente para saber o significado.


www.legion-recrute.com










O site abaixo é bem legal mas infelizmente é todo em Francês, e alem de tudo não explica muito sobre como chegar e o que é necessário para ingressar na Legião Estrangeira. É um site para quem gosta da Legião estar se atualizando e compartilhando um pouco do que se tem feito na Legião atualmente. Mas nem pense que vão acessa-lo e ver um monte de tanques e soldados em grandes guerras, é mais para mostrar um ponto social e se fazer de bonitinho. Mas tem nele algumas fotos de quartéis e locais que para os antigos legionários traz uma boa dose de saudade.



www.legion-etrangere.com












O site que se segue abaixo é de um antigo Cabo Chefe da Legião Estrangeira que serviu por vários anos e realizou boas coisas por lá. Tem muita informação que pode complementar seu conhecimento sobre a Legião, mas é meio restrito, requer uma adesão as principais partes do site.



www.legiaonobrasil.com.br






O site abaixo também é muito conhecido youtube, este caminho é para ver um vídeo feito por uma rede de televisão francesa que mostra um pouco do processo de candidatos que chegam a Aubagne para se engajar na Legião. É todo em francês infelizmente, mas um pouco claro pois foi feito por uma Televisão Francesa, mas dá para conhecer um pouco dos locais e do processo que é feito visualmente, assim já da pra ter uma noção do que vão encontrar pela frente ao chegarem por lá. O vídeo é meio longo, 52 minutos e requer uma boa resolução.


http://video.google.com/videoplay?do...45&ampq=legion







O próximo caminho mostra um vídeo feito no 2º REP (Segundo Regimento Estrangeiro de Paraquedistas, que fica na ilha da Corsica , na cidade de Calvi. Nele mostra um pouco do Regimento e suas atividades. É bem legal, e me trouxe muitas saudades do que considero meu berço na Legião. Ainda vocês poderão ver no canto direito, antes de começar a rolar o
Vídeo do REP, inúmeros outros vídeos de diversas reportagens sobre a Legião, mas na sua maioria todos são editados em Francês


http://video.google.com/videoplay?do...gion+etrangere









PERGUNTAS

E

RESPOSTAS









Algumas Questões Que Me São Encaminhadas








Estarei Divulgando-as Aqui, se a Pessoa que me fez a Pergunta Autorizar divulga-la.
Não divulgarei o Nome de quem me fez a questão, nem qualquer motivo que possa levar a identificação do mesmo.








Recebi essas perguntas, apenas um dia após ter enviado o Doc Informativo a uma pessoa
Por isso coloquei logo de inicio a esta seção para que todos vissem que é preferível ler inteiramente ao doc, para não fazer perguntas que já expliquei anteriormente. OK
Saibam que as outras questões são interessantes mesmo e aconselho a continuarem a ler até o fim, pois ainda pode ser muito esclarecedor algumas perguntas e respostas que se seguem, não é esse o caso de nosso amigo que me envio a tais perguntas que segue agora.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sgt. Rush tudo bom, recebi sim o Doc, e gostei muito; gostei de saber que ainda podemos ter confiança em algumas pessoas ,+ eu to com umas duvidas eu ja tive ai ja vai fazer 18 messes e,...

Perguntas
1º) eu queria saber se algumas coisa conta por ai tipo; esportes radicais, rappel, tirolesa, escalagem, mergulho, PARAQUEDISMO e eu tb luto jiujitsu e submisson, sou faixa rocha, corro uns 15km /dia, nado sempre e faso musculação. oq destas coisa me favorese ai.

2º) O teste pscicotecno daí, eu nao consegui aqui p mim estudar, como faso p consegui aqele teste

meu amigo eu sonho tdos os dias em tar ai servindo com honra , sempre gostei de vida militar , servi 6 messes no exercito , mas foi mto rapido, eu nao tou indo nao é pelo dinheiro e sim por amor aq eu faso de + bem feito e + gostoso q é ser militar se vc poder me tar uma força ai serei etenamente grato

Respostas a tal pessoa, que aparentemente não leu o doc em um único dia, pois só assim para me fazer tais perguntas. Você que leu e chegou até aqui, já sabe, assim como eu, que tal pessoa não leu ao Doc, pois se tivesse lido já saberia de tais respostas que dei a nosso amigo. Vejam.

Grande, Não estou aqui para ser santinho e dizer que tudo é beleza, que as coisas vão facilmente se ajeitar, etc e tal. A realidade é unica, por isso posso até parecer grosso como todos que me conhecem dizem que sou, mas digo o que é, e pronto, goste ou não.
A legião não tá nem ai para Você, mesmo que seja forte, tenha sido instrutor do rambo, treinado o Mike taison, etc. Você é apenas mais um numa fila enorme que já andou em muito até você chegar e atrás de você ainda tem um montão igual, ou melhor ainda, já na fila e pior é que ainda inúmeros outros virão após. Porque se preocupar com uma única pessoa. Além do mais, Você.
Se já tivesse lido o doc completamente e com muita atenção, sei que ao chegar ao fim do mesmo, suas duvidas seriam quase que mínimas, mas com certeza não seriam essas que me expôs. Como não gosto de deixar ninguem sem resposta vou lhe responder sem muitos detalhes, pois tudo está explicado no doc, que se já leu deve reler com mais atenção.

R.1º) - Tudo isso que faz ou já fez (esportes radicais), não lhe ajudará em nada. Você entrará numa fila de candidatos concorrendo a um certo numero de vagas, e só vai contar ali o que você conseguir mostrar ser apto a fazer. Não vai importar, se naquele dia e hora estava ruim, com dor de cabeça, febre ou caganeira. Será naquela hora que terá que mostrar seu valor, e todos ali tenhem as mesmas chances, sendo isso bom ou ruim, a vida é assim injusta mesmo. Verá, magrelos sem aptidão alguma serem aceitos e outros ex-militares, fortes como touros, serem mandados embora. Por isso veja no doc onde falo da seleção na Legião como uma Loteria. Tudo que fez e/ou sabe fazer lhe será util caso caia na situação de precisarem desempatar entre alguns aprovados, mas tudo que me disse não é nada muito relevante (esportes radicais) isso todo mundo faz, ao menos os que estão ali querendo ser mais um legionário.

R.2º) Quanto aos testes psicotécnicos, eles mudam periodicamente e ate mesmo de turma pra turma é aplicado módulos diferentes, por isso procure mesmo na internet e encontrara diversos testes, baseando se que eles não são muito mais diferentes dos aplicados aqui no Brasil para conseguir se tirar a carteira de motorista. Isso já pode ser um bom treino.

R.3º) Quanto a vir a legião não pelo dinheiro e sim por amor a vida militar. Isso também não importa, em relação aos controladores dos testes no CSI, pois eles já entraram e talvez naquela época também pensavam como você. Coisa que sei ter mudado hoje em dia na cabeça dos mesmos. Agora Você, se conseguir entrar, deve sim pensar como usar a grana que ganhará, pois nada é eterno.

R.4º) Quanto a lhe ajudar. O maximo que estou me dispondo a fazer e que é de minhas possibilidades hoje, é lhes enviar o maximo de informações verdadeiramente concisas para se ter uma boa base e saber o que és, o que enfrentaras, para que, assim tenhão capacidade de escolherem quem sabe o melhor caminho para alcançar seus objetivos em relação a Legião.

Grande espero ter respondido a suas perguntas, se algo mais lhe surgir não deixe de me questionar, mas sobre tudo leia o doc inteiramente.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Questionamento sobre o Teste TAP do 2ºREP.



Fui ainda ontem dia 28-02-2007, questionado por alguém que acredito ser um admirador do Segundo Regimento Estrangeiro de Pára-quedista, o Famoso 2ºREP, e acredito que essa pessoa seja pára-quedista ou tenha sido aqui no Brasil. Sobre o TESTE TAP do 2ºREP.


Não acredito que isto seja importante para alguém que queira ir para a Legião, pois o que é realmente importante é saber de primeiro o que é necessário para estar em condições para se candidatar a Legião Estrangeira, segunda coisa, a saber, é onde se apresentar, e após o que encontrarão pela frente em fases de seleção.


Por motivo de curiosidade, muitos desejam saber mais e mais do que isto. Entendo essa curiosidade, principalmente vindo de um quem sabe PQD, para com os testes daqui e dela na Legião para outros PQD´s.


Mas digo a todos que tentem focar no que é necessário a estar apto, para se chegar na fase de seleção prontos para cada situação, pois não vai adiantar você saber de tudo sobre a Legião, como histórico, leis, Código de Honra, treinamentos, quais equipamentos teen e são usados, se Você nem se quer consegue ir ate a França e saber como fazer para chegar aos Postos de Informação da Legião, onde tudo realmente começa.
Se preocupar se com tudo que se tem na Legião talvez esqueça o primordial de tudo que é a Fase Seletiva que tem que Passar ou voltará para o Brasil sabendo tudo sobre a Legião ate mais do que muitos Legionários que estão ate mesmo na ativa.
Mas a diferença é que eles estarão lá e você fora.


Para não deixar ninguém sem resposta, principalmente quando são admiradores da minha paixão, A Legião e o 2ºREP, partimos do principio.


Questão:

- eu gostaria de saber se o senhor tem conhecimento do teste TAP do 2ºREP, seria igual ao nosso TAF?


Resposta:

Grande, não sei se, se refere a um teste para se ir para o 2ºREP, ou um teste que aprove o candidato para ser pára-quedista. Primeiro não existe um teste para se ir para o 2ºREP, pois depois de ser efetivado na legião ao 1ºRE em Aubagne você vai para o 4ºRegimento Estrangeiro em Castelnaudary ao sudoeste da França, onde esse regimento nada mais é do que a Escola da Legião e será lá que terá toda instrução de Base de um soldado. Passará quatro meses lá e durante todo esse tempo será notado em todas as atividades que for solicitado pelos seus chefes e superiores. Isso para que no final o chefe de sua secção faça uma classificação geral de todos da turma. Na ordem de classificação dada pelo chefe da secção ao voltarem ao 1ºRE apos os 4 meses de Castelnaudary, irão de acordo com as vagas disponíveis escolher o regimento que desejam ir. Se você acabar em 4 na classificação geral e só tiver 3 vagas para o REP e os 3 primeiros que estão na sua frente escolherem o 2REP, você deverá escolher outro regimento, mas se ficar em 4º e tiver mesmo que só 2 vagas e ninguém escolher o rep você poderá escolhe-lo e ainda sobrara uma vaga para os que estiverem apos você. Assim você já estará no 2ºREP, certamente ao chegar lá fará alguns testes para ver sua aptitude, como corrida, subir corda, mas tudo simples, pois você já vem treinado de Castelnaudary e consegue facilmente principalmente que todos que acabam entre os primeiros na classificação não é à toa, e escolhem realmente o 2ºREP, para mim o Regimento mais CAXIAS que pode ter na Legião, mas ao meu ver ainda é o melhor. Quando se chega no REP, você vai para outra escolinha chamada promoção, e ali vai aprender a saltar e as coisas comuns do regimento. Fará algumas corridas mais e terá que saltar 5 vezes para ter o Brevê PQD Francês, mas escutará certos legionários dizerem que não são 5 saltos e sim 6, isso não é verdade. Para se ter o Brevê é preciso só 5 de acordo com o Ministério da Defesa Francês e a Escola de Tropas AeroTransportadas (ETAP), mas lá no 2ºREP eles cobram 6 para você ficar ALINHADO, (não vou lhe explicar o que é alinhado, pois é uma longa historia que não tem nada a ver com o que me perguntou, mas seguindo em frente apos os 6 saltos você vai para a companhia que na maior parte das vezes não é você quem vai escolher, e sim o próprio regimento que vai designar e distribuir os novos legionários pára-quedistas em qual companhia eles irão devido a inúmeros fatos que podem estar ocorrendo. Mas apos irem para a Companhia designada, eles vão seguir uma rotina de todo soldado da Legião com varias instruções, cursos e terão que fazer o mínimo de 6 saltos para estarem alinhados para o próximo ano, caso contrario podem perder um PREMIO EXTRA EM DINHEIRO que vem embutido no SALARIO de um Legionário pára-quedista que ganha um pouco mais do que os outros de um regimento não PQD. É apenas uma merreca a mais chamada SOLDE de L´AIR. Alem desses saltos obrigatórios, cada legionário do 2ºREP deve fazer um teste anual chamado TESTE TAP. Eu não conheço o TAF, o qual menciona em sua mensagem me questionando, mas imagino que seja um teste para verificar as condições físicas e operacionais de um pára-quedista dado um período dentro de um regimento. Se for isso o Teste TAP do 2ºREP deve ser o TAF realizado aqui no Brasil. E esse deste TAP do 2ºREP, consistia em 8kms com farda de combate completa, saco de combate a 21kgs e equipamento completo sobre o homem, e este percurso deve ser completado em menos de 51 minutos. Essa é a parte mais dura do teste, apos se têm subida de corda de 6 metros só com a força do braço, 8 barras, 60 abdominais, e tinha algumas coisas a mais que infelizmente não lembro mais de tudo, e nem sei se as quantidades são exatas, mas fiz tantos que tenho quase certeza estar exato no que tinha que ser feito, quanto e como. Mas hoje em data atual não sei se mudou alguma coisa, pois sai do 2ºREP em 1995. Mas basicamente essas coisas não mudam, e a Legião tem ficado muito mais fácil devido ao sistema que a França implantou de Soldado Profissional, que tem amenizado as cobranças em relação aos testes que são efetuados.



Espero que todos que tenham alguma duvida sobre os testes TAP no 2ºREP, ou simplesmente a curiosidade de saber quais os testes que são aplicados aos Legionários Pára-quedistas tenham se satisfeito.



Caso alguém tenha uma outra resposta obtida através de alguma outra fonte, comente-me, seja sobre qualquer assunto relacionado a Legião que esteja ou não nesse doc, e estarei tentando averiguar as diferenças existentes, e consertar após constatada a exatidão da mesma, para que possamos sempre estar divulgando mudanças e atualizando a esse doc tantas vezes que seja necessário, se assim o for.




PERGUNTA
Tem alguma instituição governamental, tipo o exercito brasileiro que apóie ou de algum suporte para quem deseja ir para a Legião.

RESPOSTA
Infelizmente não. Pelas leis brasileiras é proibido um brasileiro servir numa força armada diferente a do nosso país. Você poderá conseguir alguma informação no consulado francês, mas esta será pequena e vaga. Dirão para que envie uma carta solicitando informações ao Comando Geral da Legião, que após algum tempo lhe enviará alguns prospectos sobre a mesma mas será tudo que terá, e estes não lhe ajudarão em nada a respeito de ser aprovado ou alguma ajuda do tipo quem levar essa carta resposta e os prospectos ate lá quando for fazer os testes seletivos, ser alguém com um ponto a mais. Por isso digo que é mais fácil conseguir informações pela internet como acessando ao site oficial da Legião e/ou obtendo informações atravez de meios opcionais como as comunidades relacionadas a Legião pelo Orkut, e a documentos editados por pessoas interessadas como o que passo a todas pessoas que me solicitam.

Continuação
Mas alguns amigos tem conhecidos que foram para a L.E., o Sr, quis dizer que o Brasil simplismente não apoia ou não permite mesmo?

RESPOSTA
Eu mesmo estive na Legião Estrangeira, mas saiba que é por sua livre e espontânea vontade sair do seu país para servir a outro, o que sugere que você assume a todos os riscos, principalmente perante as leis de seu país. O Governo brasileiro ate hoje não interviu a respeito disto, mas um dia se algo que coloque Brasil e França numa situação de discórdia diplomática isso pode vir surgir à tona e medidas serem tomadas, e assim cada um deve arcar com o que pode vir a ocorrer. Com isto creio que fica bem claro que o Brasil não permite mesmo que brasileiros sirvam em outra força armada estrangeira, e quanto a apoiar, isso nem pensar. Claro que Você vê muitas autoridades tipo policiais e militares que consideram os ex-legionarios e atuais legionários como seres superiores de guerra e experts em segurança. Mas tudo isto é ilusório. Pois são na verdade infratores das leis nacionais, e quem inflige uma lei pode estar cometendo um crime.

Continuação
Não sabia disso. Vou tentar a AMAN, pois nunca me passou pela cabeça servir em outro país sem a concordância do meu país.

RESPOSTA
Não estou querendo tirar ou colocar quem quer que seja em um caminho qualquer, toda decisão vai da pessoa em si. A AMAN é uma excelente escolha, mas pode ser tão quanto dificil ou mais de entrar do que a Legião. Para certos brasileiros sem muita capacidade e sem muito destino ou oportunidade tanto quanto profissional como financeira é quem sabe uma escolha a ser pensada. Saiba que talvez o Brasil não pense em Você como Você pensa nele.



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------



PERGUNTA
A MARCHE du KEPI BLANC é a marcha de 50km feita no deserto?

RESPOSTA
Se você for aprovado em Aubagne no 1ºRegimento Estrangeiro, irá para o 4º Regimento Estrangeiro na cidade de Castelnaudary, onde é a escola da Legião Estrangeira , onde passará lá 4 meses fazendo sua instrução de base, sendo que o primeiro mês você irá para uma fazenda fechada. Você durante esse período ainda será chamado de ENGAGE VOLUNTAIRE (engajado voluntariamente), e será ainda no periodo que estiver nessa fazenda que fará a tão famosa MARCHE DU KEPI BLANC, que só será realizada após algumas pequenas marchas de treino que podem começar com 5kms passando para de 10 a 15kms e assim sucessivamente ate chegar o dia da Marcha do Kepi Branco, que hoje em dia não atinge mais 50kms como todos dizem, se chegar aos 35 kms é muito. A partir da realização dessa marcha, que será quase no fim do primeiro mês, ou seja, quase no fim dos dias que ficarão na fazenda, vocês terão o direito a usar o Kepi blanc mas que só é verdadeiramente autorizada quando voltarem ao Regimento, ou seja, ao 4ºRE e realizarem uma espécie de formatura no Regimento, onde vão desfilar, cantar o hino da companhia e recitarão o código de honra do legionário e portarão o kepi blanco em definitivo a partir dessa data.

Observação
Como pode ver pela explicação acima a marcha do kepi blanco nem sempre atinge os 50 kms e nem é feita no deserto, não.











PERGUNTA
O que é o GCP


RESPOSTA

Leia a tudo primeiramente, pois já houve mudanças quanto aos procedimentos de aceitação para o Grupo de Comandos Paraquedistas aos quais vindas de um amigo que acabou de integrar ao GCP vem nos atualizar e informar.


Se a Legião é a Elite das Tropas Francesas, o 2REP é a Elite da Legião, o GCP é a Elite do Rep. O GCP, antigamente era chamado de CRAP (Commande de Recherche et Apui dans la Profondeur). Basicamente para se chegar ao GCP pela legião, você deve se enquadrar no contexto de ser pára-quedista, ter no maximo 26 anos até a data de envio de seu regimento a l´ETAP (Ecole de Troupes Aero-Portee), isso porque existe GCP que não são da Legião, e o Curso de formação de um GCP é ministrado nessa escola ETAP por Militares Franceses chamados da Armée Regulier, ainda se destacar em seu regimento caso não seja do REP, pois ha legionários de outros regimentos da legião que podem ser pára-quedistas, como é o caso do REG que teen um grupo também tão especial quanto ao NAVY SEAL americano, e eles são formados pára-quedistas juntamente com os soldados do exercito regular francês. Caso já seja do REP, se destacar em sua Companhia e em sua seção, demonstrando o interesse de ingressar no GCP, com isso seus superiores poderão ate mesmo adiantar lhe o seu envio ao pelotão de Caporal (cabo) e após isso concretizado, você poderá prestar o exame pre-seletivo para entrar para o GCP. Caso faça os testes de pre-seleção no REP e seja considerado apto, ainda não quer dizer que já será um dentre eles, pois o Regimento ira enviar uma lista de seus candidatos a L´ETAP, e eles decidirão quantas vagas serão reservadas para o REP, que por sua vez ira escolher entre todos os seus candidatos, aqueles que melhor se classificaram no pre-seletivo de acordo com o numero de vagas que foi previsto para o REP. Saibam ainda que o REP, em todas as vezes que mandou candidatos para o CURSO de GCP na ETAP, sempre o primeiro colocado no geral era do REP. O Caminho para se chegar o mais rápido ao GCP, é após ter sido aceito na legião e concluído o período inicial no 4RE (quarto regimento estrangeiro) que fica em uma cidadezinha no sudoeste da França, chamada Castelnaudary, escola da Legião. Você é claro terminando entre os primeiros deve logo escolher o 2REP, e por sua vez ao chegar lá, e ser designado a uma companhia seja ela qual for, dizer de imediato ao seu chefe de seção ao passar por uma entrevista inicial que seu desejo é ser um GCP. Ele mesmo poderá lhe orientar quais os caminhos a seguir, como por exemplo, se matricular na Seção de PARACLUB (seção de Salto Livre Comandado) que existe dentro do próprio REP, e se inscrever na escola de mergulho tambem no proprio REP, e outras coisinhas mais que poderá lhe ajudar posteriormente assim como Musculação, Corrida de Orientação, etc. Após isso só dependerá de você, estar a altura da superação que exige tal objetivo. Quanto aos testes de pré seleção, lhe garanto que são bem pesados, que consiste principalmente na resistência física e de raciocínio rápido em situação de fatiga intensa; mas nada de muito extraordinário como podem imaginar. Um GCP ou CRAP, como eramos costumado a chamar, não é o Super Homem, e sim mais um soldado com qualificações e treinamento expecifico para missões expecificas. Mas a todos que ainda pretendem ingressar na legião, devem ter em mente que toda longa caminhada começa sempre pelo primeiro passo, e que se deve ultrapassar um obstáculo de cada vez, do que pensar alto e nem se quer ter asas para voar.






O que se segue abaixo são dados de um amigo que após ter entrado para a Legião agora acaba de ingressar no G C P
Dados Enviados via E-mail em 01 / 07 / 2010.
Prefiro não informar seu nome para quem sabe não prejudicar de alguma forma sua Carreira.
Certamente se ele ler a este saberá de quem estou falando e saberá tal gratidão que tenho por toda ajuda e informação que me enviou e a tanto contribuiu para este.
Pelo propósito acima vou chama-lo de CLOVIS, a quem respeito e agradeço infinitamente.


*Sgt Rush, todo meu respeito ao Sr;
Também penso como o sr, e creio que a*Equipe estege*como elite da LE, mas sobre os teste de entrada, nada mais é feito pela Etap, e sim a Calvi,pelo*proprio comando do GCP,*no que se chama de Pré Seleçao, duas semanas, onde os candidatos*passam por testes fisico, médico e conhecimentos gerais na primeira semana, e*na segunda semana vao para o terreno pra por na pratica tudo o que sabe e tem a*oferecer a*Equipe.
Apos o fim destas duas semanas, voce passa por um rappor com o Comandante da Equipe, e*ele vai te dar o resultado, se apto, ou inapto, e tambem te dira o porque do sim ou nao. Sendo Sim, como foi o meu caso, me enviaram direto a um paraclub para iniciar os Saltos Livre para*preparaçao do SOGH, que esse sim é feito na Etap como colocaste.
Og em dia pra ingressa no SOGH vc tem de*ter o Niver B de paraquedismo civil na frança, por isso q o regimento nos envia direto ao Para Club, pois no SOGH tem teste seletivo na primeira semana de stagio*em Pau, que passam por testes fisicos TAP (com mais um 30 Mil TAP como a Calvi), e parte técnica nos 4 saltos testes que se faz na primeira semana.
Uma vez que vc tenha passado os teste de pré seleçao em calvi, tenha obtido o nivel B no civil, o BOI de Calvi envia uma nota a Etap pedindo o Nr de vagas possiveis para calvi, exemplo, se tiver 3 Caras aptos em calvi, e tiver apenas duas vagas, o cara q sobra, fica na equipe fazendo outros estagios de formaçao e vai fica para o proximo estagio do SOGH.
O SOGH é um dos estagios obrigatorios para vc integrar o GCP em uma OPEX, o segundo estagio Obrigatorio é o JEDBURGH, na cidade de Toulouse, este onde vc passa a trabalha toda a prossedure Operacionnel Commados dos GCP da 11° BP, onde inclui todos os GCP da arme de terre.
Com esses dois estagios, vc esta formado um 00 dentro da Equipe, e apos podera parti a OPEX como 00, ou ainda sera enviado pra fazer qualquer outro estagio de especializaçao.
No caso de o candidato ser do REG, ele n pode ser um GCP a calvi, a nao ser q ele seja transferido para la, e apos la chegar, fazer o mesmo caminho q todos em cia de combate e pre seleçao.
no REG, tem o GCM, grupo commando de montanha, mas esse eu n sei como é a pré seleçao deles, mas eles nao fazem SOGH.

*Grande abraço Sgt
Fique com Deus e Q Saint Michel nos proteja!!!

-------------------------------------------------------------

Realmente é complicado ver amigos e conquistam a tao sonhada vaga de entrar na LE, muitos graças ao seu*Doc, n manterem contato com o Sr.
Em Relaçao ao tempo, por enquanto ta tranquilo, estou na ultima semana do meu SOGH, e ja estamos formados, apenas saltandos pra*chegar até a data da formatura na sexta feira, entao 17h 30 ja estamos livre.
Sobre a Idade, na Ordem de Serveço da pré seleçao eles nao determinam limite, mas sei de caras com 30 anos q nao foram aceitos pela idade.
Creio esta*idades estar entre os 28 anos, pois junto comigo este ano passou um Chines com*28 anos, mas como lhe disse, oficial no papel, nao tem limite de idade.
Sobre o Para Club de Bastia ja*saltei la, ao lado do presidio tbm, mas o q me enviaram, e qual o Regimento de Calvi tem convenio, é o Paraclube da Sclaverie,*interior de Pau, ja que fica a 10 Km da Etap, e com isso, vc ja vai se adaptando com o local, cidade, os caras q estao sempre la, sao os monitores do SOGH que vc vai encontrar em seguida quando vier a escola fazer*o estagio.
Sobre os teste, a parte fisica, sao os testes TAP, Barra, Flexao, agachamentos, abdominais, corda, Pista de Combate, Pisina,*e as corrida equipado com saco a 11 kg e armamento de*1500 m, 8 Km e*30 Km. Existem os indices minimo, e depois todos os candidatos fazem junto, sendo q o q fizer mais, o indice dele é considerado o 20/20, por isso q vc*deve esta bem em tudo. Um exemplo,*Flexao de braço, o*indice é 50, c fizer menos ta eliminado, se tem um cara q faz 350, ele alcança o 20, q é a nota maior, ai eles dividem as meçoes até que chegue no 50, para que quem fizer o minimo, ficar so na média, com o 10/20.
Depois eles testam a gente nas atividades de combate, como, Sante, armamento, muniçao, reconhecimento, transmissao, TOPOGRAFIA (o mais cobrado), mecanica. um tudao, pra ver em que nivel vc ja esta, e onde eles podem fazer vc chegar.
Quanto os testes da segunda semana, vc recebe uma instruçao, de como montar uma patrulha da forma com que o GCP trabalha, e na semana de terreno, se trabalha em cima disso permanentemente, onde mais uma vez eles cobram muito a Topografia, e dao muito valor aos resultados obtidos no tiro, ja que se faz um dia de tiro de todas as arma.
Topografia, é muito cobrada na pré seleçao, e isso devo muito ao COSC, Clube de Orientaçao de Santa Cruz, pois foi la que iniciei minha vida neste magnifico esporte, 4 anos antes de vir a LE, sem saber que seria o que iria fazer toda a diferença quando eu chegasse a Calvi, e fosse querer integrar o GCP.
Sempre Foi, e sempre Sera uma Honra manter contato com o Sr, pois sei o quanto me foi util o Doc, e se hoje estou aqui em stagios pra integrar a Equipe do GCP de Calvi, aquele inicio onde vc fala das Elite da Legiao, findando que o GCP seria a Elite de Tudo, me motivou muito pra brigar pela minha vaga.
Grande abraço, q Saint Michel nos Proteja sempre.
Força e Honra


Obrigado mais uma vez, CLOVIS.
















--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PERGUNTA
Posso ir para a Legião com Aparelho Dental ?

me perguntarão sobre o uso de aparelho para correção dental,
se isso interfere em algo para se alistar na Legião Estrangeira.

RESPOSTA Quanto ao uso de aparelho correcional, isso não lhe impede de realizar nada, não é um defeito físico, então não precisa retira-lo não





Um futuro Candidato a Servir na Legião Estrangeira me perguntou:
PERGUNTA
Sou formado em Enfermagem, meu diploma me serviria de alguma coisa, como por exemplo: melhores chances de ser aceito? Poderia Eu trabalhar como enfermeiro na Legião?

RESPOSTA
Seu diploma de enfermeiro não é valido para a Legião, por isso leva-lo até lá não lhe garantiria nada de especial, em relação aos testes seletivos e muito menos lhe garantiria um ingresso de imediato.

Deve ter lido nesse mesmo doc, onde falo que não vale a pena levar outros documentos, a não ser o passaporte e o bilhete de avião.

Mas pelo que me parece Você é formado numa faculdade de Enfermagem, e não é um simples ajudante de enfermagem ou semelhante, lógico sem menosprezar tais cargos que sei terem seu valor, mas sabemos que uma formação como a sua de nível superior, lhe coloca num patamar superior.

Posso te aconselhar a tirar uma xerox colorida, bem feita de seu diploma o qual poderia estar levando com Você, pois médicos, enfermeiros, dentistas e até mesmo veterinários são muito bem requisitados pela Legião, pois eles sabem que alem de investir em você, estarão na verdade fazendo uma troca de oportunidades.

Isso também é valido para outras pessoas que possuem uma formação superior em áreas distintas que a legião poderá aproveitar no decorrer dos anos de serviço, tais como: Mecânicos, Cozinheiros, etc.

É claro que poderá sim chegar a ser enfermeiro na Legião, mas isso levará algum tempo.

Vou tentar explicar porque.

Vai ter que começar como todo mundo, legionário de base, limpando banheiro, aprendendo como todo mundo, a vida e a rotina militar de um soldado de infantaria.

Quando sair de Castelnaudary, apos o período de instrução de base, e voltar para Aubagne e em seguida for para o regimento de escolha, vai ser incorporado a uma companhia de combate dentro desse regimento.

Passará em uma entrevista com o Comandante da Companhia e com o seu agora Chefe de Seção, que certamente um dos dois irá lhe perguntar, o que pretende fazer, qual caminho gostaria de seguir, dentro da Legião Estrangeira.

Você dizendo que foi enfermeiro formado na vida civil, e por gostar dessa atividade, gostaria de seguir essa trilha também se possível dentro da Legião.

Certamente com isso seu chefe já lhe colocará como ajudante do Legionário Enfermeiro, que cada seção de combate tem no mínimo um, isso também vai depender do seu nível em francês, e marcará em seu Dossiê que deseja ser voluntário para os cursos de enfermagem e seguir essa BRANCHE...........(Branche em francês é galho, como galho de árvore, mas também é utilizado para designar uma profissão, assim como se você estivesse num galho e fosse seguir aquele galho ate as folhas, sempre daquele galho).

Com 10 meses de serviço ira passar a Legionário de primeira classe (1CL),
O pelotão de cabo poderá vir por volta de 2 anos de serviço, acredito ser essa a media hoje em dia.
Durante esse período esperando quem sabe ir ao pelotão de cabo
Estando numa companhia de combate
Fazendo os cursos de especialização da companhia.

Poderá ser enviado a fazer o primeiro nível de um curso de enfermagem, chamado CTE - Curso Técnico Elementar.
Como vê o nome já diz, o curso vai mais para um nível de auxiliar de enfermagem mesmo, e estará bem abaixo do seu nível.

Na Legião os cursos são todos praticamente divididos em CTE e CT1
CTE - Curso Técnico Elementar
CT1 - Curso Técnico de Primeiro Grau
você verá ainda CT2, e outras nomenclaturas, mas isso tem muito chão para tal, e aqui em nível de informação vamos nos restringir em CTE e CT1.

Para entender melhor.
Quando estiver em castelnaudary, na escola da legião, no 4º R.E., fazendo sua instrução de base apos ser aceito no 1ºRE em Aubagne, na verdade você estará fazendo seu CTE - 00, sendo que o numero apos a nomenclatura do Curso indica sua branche, sua profissão.

Branche 00 é - COMBATE de Infantaria
Branche 01 é - Combate a Tanques Blindados ou Tropas Mecanizadas
Branche 02 é - Técnico de Artilharia
Branche 03 é - Transmissão - Eletrônico, telecomunicações e informática.
Branche 04 é - Combate du Génie
Branche 05 é - Eletrônica e Eletromecânica aplicada
Branche 06 é - Trabalhos de infraestrutura
Branche 07 é - Cozinheiro - Alimentação
Branche 08 é - Auto Escola - Circulação, condução, Transporte.
Branche 09 é - Navegação Aérea
Branche 10 é – Técnica de reparação e de Gestão dos Materiais
Branche 11 é - Administração, Roupas e Vestimentas.
Branche 12 é - Saúde - Enfermagem, Medicina, Dentista, Veterinário, etc.
Branche 13 é - Gasolina - Tudo ligado a Combustíveis, derivados e inflamáveis.
Branche 14 é - Técnicas de Animal
Branche 15 é - Educação Física e Treinamentos Esportivos, Personal Trainning.
Branche 16 é - Musica

Apos um tempo de Legião poderá fazer um curso mais avançado de Combate, que seria o CT1 - 00 Curso Técnico de Primeiro Grau Branche Combate.

Então sua Branche seria Saúde, ficaria voluntário para o
CTE – 12 / Curso Técnico Elementar Branche Saúde.

Apos esse curso completado, que por sinal é realizado também no 4ºR.E. em Castelnaudary, o mesmo regimento escola, onde fez sua instrução de base. Voltara para seu regimento novamente e dentro ainda da companhia de combate começara a atuar como soldado enfermeiro.

Talvez para você seja legal, mas o enfermeiro carrega alem de todo o material como todo soldado comum, ainda mais uma sacola de enfermagem que não é pequena e bem pesadinha, já que somada com todo o resto que tem que levar, chega a incomodar. Isto tudo vale também para as outras profissões assim como o pessoal que faz TRANSMISSÃO, Branche 03, que após o CTE, sempre carregará o Radio da seção de combate, para o chefe da Seção, normalmente um Lieutenant (TENENTE).

Mas tudo bem, isso faz parte.

Com o tempo poderá ir para o pelotão de cabo.

e com o passar do tempo poderá, sair da companhia de combate e ir para uma outra companhia, mas ainda no mesmo regimento, na maioria das vezes essa outra companhia é a CCS - Companhia de Comando e Serviços.

Nessa Companhia que já não é mais uma companhia de combate, então não sairá mais tanto para as manobras e campanhas que as companhias de combate executam quase que semanalmente.

Com uns 4 a 5 anos de serviço no maximo passará ou a Cabo Chefe ou ainda devido a todo seu potencial como enfermeiro, ou outro potencial seja quem for, poderá ir para o pelotão de sub oficiais, chamado CM1 - Curso Militar de Primeiro Grau, ou diretamente para o CT1, no seu caso ENFERMAGEM.

Onde qualquer um dos dois citados acima CT1 e/ou CM1, também são realizados em Castelnaudary.

Ao voltar se for do CT1 curso técnico de primeiro grau, certamente terá já em vista uma previsão para o pelotão de sub oficiais.
Se estiver voltando do Pelotão de Sub Oficias - o CM1 - curso militar de 1ºgrau, também certamente já terá uma posição para ir ao CT1 de sua escolha ou normalmente em relação àquele que Você já fez o CTE,
Isso porque uma coisa puxa a outra.

A legião se investe em você para ser um sub oficial, ela precisa que você tenha maiores conhecimentos que seus subordinados, então lhe dará um curso de formação superior. E por outro lado se a Legião lhe da um curso de formação superior como qualquer que seja o CT1 que faça (o meu, por exemplo, é CT1-00 - Combate), logo você com isso tem um conhecimento superior e para isso deve ter um cargo superior.

Mas tudo isso não é uma regra seguida à risca, pois existem muitos Cabo Chefes que são CT1 em uma determinada função, seja ela qual for, ate mesmo cozinheiro, mecânico e seu grade é inferior ao de sargento que às vezes ainda não fizeram um CT1 por diversos motivos.

Ainda há Cabos que já teen o CT1 da sua área de trabalho, mas que ainda não são nem Cabo Chefe e nem irão ao Pelotão de Sub Oficiais por motivos diversos. Como por exemplo: até o ponto de ser enviado a um curso como tal era bom soldado, após por motivos diversos tornou-se um soldado alterado, cheio de punições, que o faz ficar estaguinado em seu posto, pois sua notação em seu dossiê para o chefe de seção ou em relação ao Comandante da Companhia é ruim. Com isso eles não o colocarão como voluntário para subir de grade, ir ao pelotão de Sub Oficiais, nem a outra coisa qualquer alem do que ele já é.
Assim no maximo ele conseguirá com o tempo de serviço passar de Cabo para Cabo Chefe que é apenas mais uma distinção, assim como o Legionário de Primeira Classe que não é superior ao legionário comum, simplesmente tem essa distinção para distingui-lo por tempo de serviço superior ao outro, assim acontece com os Cabo Chefes e Cabos comuns.

Para encurtar a historia toda, sim Você tem tudo para conseguir ser aceito na legião com uma especialização desta, Formado em Enfermagem.

Isto é valido para muitos que teen formações que podem ser úteis a Legião, como já disse anteriormente, por exemplo: MEDICO, DENTISTA, VETERINARIO, MECANICOS, AREA ELETRONICA, etc.

Tem tudo para conseguir chegar sim a ser um enfermeiro e trabalhar num posto dentro da enfermaria do regimento, e ate mesmo com o tempo chegar a ir a cursos mais superiores ainda, dessa vez realizados em hospitais militares juntamente com o pessoal do exercito normal francês. Onde o curso é a nível NACIONAL, e são poucos que chegam a este nível. Mas se conseguir chegar a esse ponto, sua carreira decolará praticamente para o nível de Oficial.

Mas, não se iluda, pois isso é muito difícil, mas não impossível, tanto é que existe alguns Oficiais, os melhores por sinal dentro da Legião, que começaram como simples legionários e entre os 17 anos a 20 anos de serviço são Oficiais da Legião Estrangeira.

Espero ter respondido a mais esta pergunta de forma clara e sem colocar seja quem for que tiver um diploma de formação superior como o caso dessa pessoa que me enviou a pergunta numa posição de que já foi aceito na Legião, pois Você poderia até ser PHD em NEURO, que se não passar nos testes físicos, médicos e psicotécnicos lá em Aubagne, não vai adiantar ser o que é. Sua Formação pode ser um bônus numa hora em que devido à presença de vários candidatos terem sido aprovados ao mesmo tempo, e eles precisem eliminar alguns. Os Selecionadores irão fazer uma triagem em relação ao potencial de cada um, principalmente no que a Legião pode vir a utilizar para seu beneficio.

Por isso lhe digo a todos, pé no chão, muita perseverança e paciência para conseguir alcançar a todos os seus objetivos, sejam eles quais forem.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PERGUNTAS
Essas Perguntas me foram enviadas por um futuro candidato que serviu o exercito brasileiro no 12º Batalhão de Engenharia de Combate em Alegre no Rio Grande do Sul.

1) - Os principios básicos são iguais em qualquer quartel? sim ou não?
2) - Sobre o exeme médico, eles fazem algum exame do tipo de DNA, pra ver se à alguma doença genetica?
3) - Durante os exames seletivos eles não realizarão nenhuma prova de conhecimentos sobre a legião?
4) – Sobre a escolha de regimentos, já que é difícil a Legião enviar um jovem soldado para o 3ºREI na Guiana Francesa, por ser perto do Brasil, haveria a possibilidade de enviarem um recém formado legionário a 13ºDBLE em Djibout na África.
5) - Ir para o 13º DBLE tem um tempo máximo de serviço no mesmo?
6) - Gostaria de ir para a 13ºDBLE, pois escutei que conseguiria ganhar uma grana extra, qual a sua opinião sobre isso.
7) – Minhas escolhas como Regimentos por ordem de preferencia serião, 13º DBLE, 2ºREG e/ou 1ºREG.





RESPOSTAS
P1) - Os principios básicos são iguais em qualquer quartel? sim ou não?
R1) - Quanto aos principios basicos de um quartel. Não entendi em relação ao que e por que diz isso, mas posso dizer que se serviu as forças armadas pelo exercito, vai ficar impressionado o tanto quanto as coisas são tão parecidas e ao mesmo tempo com tantas diferenças. Os soldados são muito parecidos, se divertem e falam das mesmas coisas, fazem a mesma zueira, são presos pelos mesmos motivos e assim vai, mas por outro lado verá que existe tantas diferenças em relação a diciplina, ordens, tradições e comando. Mas se analizar bem, a principio é tudo mais ou menos igual mesmo. Os soldados ficam velhos, desinteressados e barrigudos, os Oficiais são umas bestas que dão ordens com seu livrinho que ganhou na academia, outros ralam e acreditam no sistema, enquanto alguns diferem todo dia contra o mesmo e assim se vai levando.

P2) - Sobre o exeme médico, eles fazem algum exame do tipo de DNA, pra ver se à alguma doença genetica?
R2) - Em relação aos exames médicos na seleção não inclui nada relacionado a DNA, se houver algo assim, nunca foi divulgado a ninguem. Mas pode ter certeza que se fizessem algo do tipo, nos saberiamos.
Então a resposta se a Legião nos exames medicos de seleção faz algum tipo de exame de DNA, pra ver se à alguma doença genetica?, a Resposta é NEGATIVO.

P3) - Durante os exames seletivos eles não realizarão nenhuma prova de conhecimentos sobre a legião?
R3) – Não há uma prova de conhecimento sobre a Legião durante os testes seletivos no 1º R.E. em Aubagne. Os exames são somente os já tão comentados testes:
físico no sistema “Luc-Leger” – chamado por nos de yoyo

Boa escolha quanto aos regimentos (13DBLE - em Djibout na Africa / 2ºREG e 1ºREG, na região metropolitana francesa)

P4) – Sobre a escolha de regimentos, já que é difícil a Legião enviar um jovem soldado para o 3ºREI na Guiana Francesa, por ser perto do Brasil, haveria a possibilidade de enviarem um recém formado legionário a 13ºDBLE em Djibout na África.
R4) - A 13 vai ser um pouco difícil, os motivos diferem dos que envolvem brasileiros irem para a Guiana Francesa, pois tem muita gente antigona querendo ir para a 13, mas existe a possibilidade sim e não é remota não, e lá já deve saber que para fazer uma grana a mais é sem duvida ainda hoje o melhor lugar, pois lá você pode chegar a ganhar o triplo do que ganharia nos regimentos da metropole.

P5) - Ir para o 13º DBLE tem um tempo máximo de serviço no mesmo?
R5) – Existe sim um tempo limite que é de 2 anos de serviço para todos que vão a um desses regimentos chamados de Outra Mer, como são chamados os regimentos em outros paises cujo a Legião tem bases fixas, assim como a propria 13DBLE na Africa temos ainda o Mayotte que é o DLEM, no Tahiti na Polinesia francesa que é o 5º, e ainda o 3ºREI na Guiana Francesa aqui acima do Brasil na America do sul. Esse período de 2 anos é chamado de SEJOUR OUTRA MER.

P6) - Gostaria de ir para a 13ºDBLE, pois escutei que conseguiria ganhar uma grana extra, qual a sua opinião sobre isso.
R6) - Um bizu forte se deseja fazer uma graninha é ir primeiro a um regimento na metrópole e esperar ate passar a CABO para solicitar partir em SEJOUR em um Regimento de Outra Mer.

Porque digo isso, de esperar passar a Cabo primeiro.

Se desejar fazer uma graninha a mais, os Regimentos de Outra Mer são uma boa pedida já que chegam a pagar até 3 vezes mais, exceto o 3ºREI na Guiana Francesa que não da para fazer muita grana não, nesse paga bem menos, apesar que é um excelente regimento para quem procura uma real aventura.

Por Lógica se for com uma patente como CABO que ganha bem mais que soldado, fará bem mais grana.

Segundo porque nesses regimentos de outre mer você fica neles por um periodo maximo de 2 anos, o que é chamado de SEJOUR, e quando volta deve esperar uns 3 anos em algum regimento da metropole para poder solicitar um novo SEJOUR OUTRE MER.

Então, se for como soldado, vai passar um bom tempo ate ser cabo e será cabo somente no fim do sejour, coisa assim como uns 3 meses antes, se der sorte, pois tem alguns que ainda voltam como Legionario de Primeira classe.

Chegando aqui vai escolher um regimento e se ainda for 1cl é porque algo deu errado lá, tipo alguma alteração, mesmo que não deseje isso, as vezes acontece sem querer e seu dossie ja vem com uma marquinha vermelha, ai vai para o regimento que escolher e lá vai cair numa fila de espera juntamente com os outros legionarios de 1cl que ja são desse regimento para ir ao Pelotão de Cabos e que já tenhem uma maior relação com o chefe de seção e ate mesmo com o Comandante da Companhia, que vão esperar para ver seu comportamento primeiro, para depois pensar em lhe enviar a um Pelotão de Cabo.

Ainda corre o risco de quando voltar de um Sejour, ao escolher um regimento na metropole, pode ir direto para uma Companhia que não é de combate e sim uma COMPANHIA DE COMANDO E SERVIÇÕS (CCS), com isso acabou as missões que uma companhia de combate pode executar inumeras vezes, inclusive as TOURNANTES, que são periodos que companhias vão por 4 meses a paises de outre mer, ate mesmo por exemplo a 13 em Djibout. Eu, fui para o 2ºREP diretamente, e durante 5 anos fiz 3 tournantes, 2 vezes em dijibout e uma no chad, levantei uma boa grana e sem contar que a cada vez que voltavamos das Tournantes tinhamos ferias especiais chamadas ferias de salubridade, que não são descontadas daquelas normais e podem variar de 15 a 30 dias.









Bem falamos da escolha da 13ºDBLE, mas quem decide o que fazer é você.


P7) – Minhas escolhas como Regimentos por ordem de preferencia serião, 13º DBLE, 2ºREG e/ou 1ºREG.
R7) – Já lhe disse que é boa suas escolhas quanto aos regimentos (13DBLE - 2ºREG e/ou 1ºREG).
Também já falamos da situação da 13DBLE , então agora vamos falar das escolhas 2ºREG e 1ºREG

Se gosta de Genie, não tem melhores escolhas, mas trocaria a posição das escolhas para primeiro o 1ºREG e depois o 2ºREG.

Se escolher o 2ºREG antes, com certeza irá, pois é um regimento jovem, foi criado quando eu ainda estava na legião, e fica no Plato de Albion, (não sei se o nome do local é assim que se escreve), e naquela epoca todos diziam que lá o regimento é bom, mas a vida lá deixa a desejar, pois não tem nada por perto, a cidade é longe e só dá pra ir de taxi, sem contar que é do tamanho de um ovo.

Enquanto o 1ºREG, já é um regimento de tradições e que fica numa boa e mediana cidade que você pode ter mais liberdade de divertimento e possibilidades no que desejar.

A vantagem de se escolher um regimento de metropole quando se vem de Castelnaudary 4ºRE, é que você pode ter a chance de escolher o Regimento que realmente gosta, se for aplicado pode chegar a cabo logo e também esses regimentos executam missões externas a França chamada de TOURNANTES, que duram em média 4 meses por ai a fora, sem falar nas missões de ajuda humanitárias e até mesmo a participação em diversos conflitos, o que dá para levantar também uma graninha e ainda você tem direito a ferias suplementares.

Apos passar a Cabo pode solicitar partir em Sejour no seu terceiro ano de serviço, voltando com uns 5, você pode receber uma proposta de ir para o pelotão de sub oficiais se reengajar mais 3 anos.



Mas tudo isso não deve ser por enquanto sua preocupação maior enquanto estiver por aqui no Brasil, deve estar focado em como e quando vai para a França, onde vai se apresentar e em que data pode ter mais chances devido a baixa concorrência, ou ao menos menor do que em certas epocas. Deve ainda se preparar bem fisicamente e psicologicamente para tudo que representa o sistema de seleção. Os primeiros passos sempre são os mais dificeis, por isso teen que serem dados em boas bases, pois ao longo dessa caminhada irá aprendendo os demais caminhos a seguir.











PERGUNTA
Perguntaram-me se difere em muito os padrões físicos dos soldados do exercito brasileiro e os da Legião.

RESPOSTA
Tive que responder que difere em muito, mas muito POUCO mesmo e não só nos padrões físicos. Talvez não seja tão flagrante no período de seleção, mas quando forem aos regimentos verão soldados que com o passar do tempo perdem a motivação, se deixam levar pelo comodismo e descuidam se da forma física e aquela grande barriga oval será sua forma visível, assim como soldados desleixados, com suas fardas amarrotadas, verá bagunceiros com seus armários com coisas espalhadas por todos os cantos e até porcos sem ofender aos suínos que por muitas vezes vão parecer mais limpos que certos companheiros de quarto que encontrará. Mas isso não é privilegio só de uma classe, pois ainda verá oficiais que só conseguem comandar com a ajuda de um livrinho que ganharam na Academia Militar, outros que comandam, mas ninguém obedece, outros que nem comandam e ainda tem aqueles que comandam, mas não teriam capacidade de executar o que ordenam, mas verá soldados em forma e fortes sempre disponíveis para algo que acreditam, ainda verá frágeis soldados, mas de uma capacidade e potencial inigualável, verá bêbados e drogados, bonzinhos e bandidos, mas o que se vê não condiz com o que se difere, pois é Você quem faz a diferença em sua postura e atitude.







PERGUNTA
Perguntaram-me outro dia se existe uma cadeia dentro da Legião de baixo de um regimento. Acredito que foi por causa da entrevista que uma Pessoa que passou pela Legião que após desertar veio para o Brasil e deu uma entrevista na Revista isto é.

RESPOSTA
No 4º Regimento Estrangeiro em Castelnaudary, escola da Legião tem sua cadeia assim como em qualquer quartel na Legião ou ate mesmo aqui no Brasil existe uma cadeia em cada um. O do 4ºRE, fica debaixo do Posto da Guarda logo na entrada do Regimento, apenas isso. Nada de macabro como Masmorras com câmera de tortura como muitos devem imaginar, é simplesmente celas como em qualquer cadeia.









PERGUNTA
Perguntaram-me ainda se na Legião existe um ASILO.

RESPOSTA
Sim existe um Asilo, chamado CENTRO DOS INVALIDOS DA LEGIÃO ESTRANGEIRA em Puloubier, e é reservado a Legionários que se aposentaram ou aqueles que por um motivo ou outro ficaram andicapés, paraplégicos e\ou Loucos. Fatos que ocorrem sim, na Legião.
Os aposentados, são aqueles que durante seu trajeto na legião não guardaram grana para o final de sua carreira e\ou não construíram nada para si quando ainda estavam na ativa, hoje aposentado não da para fazer muita coisa com o dinheiro, ou ainda são bêbados que consumirão toda grana que ganharam e não conseguem viver por si só, então vão para lá e continuam a ter quem cuide dele. Saiba que lá é pago, e para os aposentados já vem descontado de sua aposentadoria mensalmente.
Os paraplégicos que vão para lá ficaram assim por algum motivo que os aposentou por invalides e como não tenhem outro lugar para ir, ficam por lá onde serão tratados e cuidados pela Legião.








Esse E-MAIL vale a pena ler


To querendo realmente tentar entrar na legião, estou cansado de tanta hipocrisia nesse país.

Todos criticam o sistema mais todos dão seus "jeitinhos" para se safarem, aqui no Brasil, nós militares e principalmente os policiais não temos prestígio nenhum perante a sociedade, e você deve saber disso, só somos temidos por causa das armas e das carteiradas.

Não vejo saída para esse país rocha. Por isso não desejo ser visto como o fodão, mas tenho certeza que quando você andava pelas ruas de toda a França ou até mesmo toda a Europa, as pessoas deviam olhar e pensar..."Aquele ali trabalha duro pela gente". Não que no Brasil nós não o façamos, mas não há política alguma de incentivo, nossos materiais são escassos e temos pouquíssimas manobras e nosso trabalho não é divulgado.

Como estava dizendo desejoso de me realizar profissionalmente e estar realmente fazendo parte de uma tropa operacional é que pretendo buscar a L.E.


PERGUNTA
A única e última coisa que preciso saber é!
Com o soldo de legionário da pra levar uma vida legal na França?
Sei que é impossível ficar rico e tal. Mas da para ser ter uma casinha em um lugar bom, poder fazer compras no supermercado e poder às vezes dar aquela abusada, talvez levar a noiva do Brasil?
Acho que você me entendeu, a única questão é! COMO SERIA O PADRAO DE VIDA? (sei que nos primeiros anos é foda)


RESPOSTA
Li a seu e-mail e sei o quanto à gente fica meio decepcionado aqui no Brasil com esse sistema. Mas posso lhe dizer que não é bem na Legião que vai andar na rua e as pessoas vão dizer, - "Aquele ali trabalha duro pela gente". Isso é ilusão, lá na França, não são todos os franceses nem mesmo sua maioria que gostam dos Legionários, NÃO. Ocorreu-me no dia 14 de julho em Paris, que é quase o mesmo que o dia 7 de setembro aqui no Brasil. Ao estarmos desfilando pela Champs Elisses, escutávamos "Vive la Légion", mas à noite quando tivemos uma folga bem merecida depois de meses de treinamento e semanas fechadas só treinando para desfilar e fazer o melhor na Avenida, fomos a algumas discotecas e boates e escutamos nas portas. – “Hoje é festa privada, infelizmente vocês não podem entrar”. Assim foi para todas as outras em que fomos. Chegamos a ir a bares não só no dia do desfile, mas como em qualquer dia comum em qualquer lugar e ficamos por um longo tempo esperando ser atendidos e a garçonete depois de um tempo veio e nos disse que não iria nos servir, pois o patrão não autorizava servir legionários, pois alguns camaradas nossos, os quais nem às vezes conhecemos ou temos contato e são bem diferentes de nos, pois são uns brigões arrumadores de encrenca e bardeneiros que quebram tudo, estiveram lá em época passadas e quebraram o bar todo. Não vai importar realmente que Você não seja igual a tais, você (s) pertencem a mesma instituição. A legião tem uma MÁ reputação que não é de hoje que todos são de beberrões e bardeneiros, fica difícil pra tudo, digo isso ate mesmo para alugar uma casinha antes dos 5 anos (é proibido, mas a gente se vira), temos que alugar por outras pessoas, brasileiros que já estão na legião há mais tempo, brasileiras que vivem na França casadas com outros franceses que com a convivência e conhecimento podem ou não aceitar fazer um favor ou não, tem outras brasileiras que vai conhecer dependendo do regimento que estiver, que às vezes trabalham como putas, e tambem com o convívio e conhecimento pessoal de cada um pode ou não aceitar a fazer um favor ou ainda quando se arruma uma namorada francesa que para ter onde ficar com o Namorado pode aceitar fazer uma locação. O salário no começo, ate passar a cabo é mais ou menos, pois com a Comunidade Européia o dinheiro valido passou a ser o Euro e tudo ficou muito caro na França, mas mesmo assim juntando como foi meu caso com um outro colega de regimento, deu para alugar um apartamentozinho na cidade e dividir as despesas na boa. Não vai sobrar muito, mas dá para se sentir um pouco mais livre nos finais de semana, quando solicitamos permissão para sair e passamos em nosso apto. tranqüilos escutando nossa musica, falando besteira e podendo ficar acordado ate altas horas, sair e voltar a hora que queremos como queremos e com quem queremos. Depois que passar a Cabo, ai sim a grana vem melhor e da para se ter uma independência em relação a alugar um apto só para vc e ate ter um carrinho, quem sabe morar com uma garota. Após os 5 anos se passar a Cabo Chef sua vida fica estagnada e você tem uma vida social comum, vai pro quartel, faz seu trabalho medíocre, às vezes como mecânico, motorista, às vezes como um secretario socado dentro de um escritório, ou outros tipos de trabalho o que vai depender dos cursos que fizer, pode ser ainda cozinheiro, e assim vai, mas o importante é que você sai no final do expediente e pode ir para sua casinha na cidade, fardado ou em roupa civil, pode ter seu carrinho e ate levar quem sabe a velha namorada brasileira para morar lá com você e quem sabe se quiser ate casar-se e morar por lá tranqüilamente. Com o tempo virão os filhos e tudo ta feito para nunca mais precisar deixar a França, cumprirá seus 15 anos empurrado com a barriga, engolindo sapo de muitos oficiais e suboficiais de merda, mas vai indo esperando a aposentadoria. Ate o dia que sai da legião arruma um trabalho como caminhoneiro ou outra coisa suave para completar a graninha da aposentadoria, e consegue a medida do possível até ser feliz. Se for a Suboficial dependendo da sua especialidade na legião, pode continuar numa companhia de combate e continuar uma vida de mais fora do que dentro do quartel, ou também devido sua especialização ser um sargento responsável em algum setor como escritório ou cozinha ou qualquer coisa comum que se tem no quartel e ai é igual à vidinha dada para os cabos chefes. Mas tanto para os cabos chefes como para qualquer suboficial que tem um trabalho comum isto ainda será interrompido por guardas e serviços extras que às vezes se tem por lá, um bom exemplo é o Natal, que é um desses e que passará no quartel, pois é uma tradição, mas terá as ferias que poderá viajar e ate vir ao Brasil legalmente. Mas como pode ver não é uma maravilha assim como muitos podem pensar. E ainda digo que para se chegar aos 15 anos precisa-se ter muito saco, pois o primeiro ano vai bem, depois se você não conseguir fazer os estágios que deseja e for enviado a outros que não deseja, mas terá que realizar da mesma forma e ser sempre aprovado se não pega uma cana brava e suja seu dossiê podendo lhe impedir de quem sabe chegar a cargos que almeja, isso vai minando sua vontade e do mesmo jeito que no Brasil vem uma certa decepção por tudo que você acreditava e tudo que fez para chegar lá e não tem reconhecimento como achava que teria.

Por isso eu não iludo ninguém, só to aqui a dar informações, pois no meu tempo quando desejei ir não existia Internet, Orkut, ainda se era obrigado a pegar visto e comprovar renda, então sei a dificuldade e sei também quantos teem a mesma vontade que Eu tinha a anos atrás. Hoje há tanta informação disponível, tantos meios para consegui-las, mas muitas são incorretas e\ou incertas sem fundamento e há ainda outros que tentam ganhar dinheiro ainda vendendo informações que tenhem como se a Legião fosse uma mercadoria que chega a me deixa angustiado. Hoje tento dar o maximo de informações precisas a todos que querem saber sobre a Legião, mas sem dizer a seja quem for, para ir ou não, pois não quero que ninguém venha um dia mais tarde dizer que sou responsável por nada. Nem mesmo se essa pessoa foi ate lá e foi aprovada e esta vivendo seu sonho, ou se foi e foi reprovada, gastou todo seu dinheiro e ta na merda, ou que não foi por que disse que era ruim e hoje não teem nada, e outros colegas dele foram e teem muita coisa a qual inveja. Por isso digo logo, Não me importa a vida de ninguém, ajudo a terem bases sólidas através de informações precisas para que possam assim analisar todos os pontos e tentarem se decidir, de forma que saibam mais ou menos no que estão se metendo de livre e espontânea vontade.



Continuação do e-mail



Sgt. Rush foi por isso que você saiu então?
Quando passou Sub Oficial saiu da operacionalidade!

Não foi por isso não, minha especialização era combate, como viu nesse doc, Eu já possuía meu CT1-00 \ Curso Técnico de Primeiro Grau Branche 00 Combate, e poderia ficar anos numa companhia de combate. Tive outros motivos particulares infelizmente que me fizeram deixar a Legião. Mas não vou mentir que o fato de terem me enrolado por algum tempo antes de me enviarem ao pelotão de cabo e que me fez perder o direito devido a idade de entrar para o CRAP, atual GCP, quando já tinha feito por 2 vezes os testes no REP para ver ser estaria apto para ir e passar na ETAP no estagio de CRAP, e estar apto com sobra, ate mesmo com a aprovação do Capitão Comandante do CRAP “GCP” do REP que queria me ver junto a eles, isso me decepcionou em muito em relação a Legião. Fui ate onde havia a mim mesmo prometido quando entrei na Legião. Chegar a sub oficial com meritos. E posso dizer que quando decidi sair foi um grande reboliço em Aubagne pois todos ficaram chocados inclusive o proprio General, que por varias vezes e por diversas formas tentou para que Eu ficasse.
Como já havia tomado minha decisão e tinha pra mim como uma missão cumprida e outras oportunidades de vida no civil, segui meus principios. Hoje sou o que sou realmente graças a Legião e a amigos que fiz por la. Saiba que dinheiro não ganhará para viver sem fazer nada apos a legião, sem contar que as pessoas que você conhece hoje em alguns anos poderão estar ganhando mais do que você, por aqui na vida civil. Por isso digo que ao entrar na Legião não deve ser por dinheiro, apesar de se ter sempre em mente o uso que fará do que ganhar, mas deve ser por um objetivo de realização pessoal.




PERGUNTA
Gostaria de saber informações do tipo:
Como é o dia- a- dia dos Legionários
Quais são as suas obrigações constantes e/ou diarias
Se eles tem alguma segurança
Se podem sair do país a passeio
Se podem quebrar o contrato de 5 anos
Qual é a penalidade da quebra de contrato


RESPOSTA

Quanto ao dia a dia de um legionário. Ao ingressar na Legião após os testes seletivos, todo legionário fará sua instrução de base em uma cidade chamada Castelnaudary no sudoeste da França, onde fica o 4ºRE - quarto regimento estrangeiro, que é a escola da Legião. La o legionário que ainda não é um legionário pois não tem o aprendizado mínimo, então é chamado de E.V. (engage voluntário). Nessa escola onde passará os primeiros 4 meses interno, tem uma jornada bem exaustiva e diferenciada de quando for para um regimento. Nesse regimento escola onde ficara seus primeiros 4 meses, sendo que o primeiro ele fará numa fazenda militar, chamada FERME, ele estará totalmente alheio ao mundo exterior. Não tem tv, nem radio, muito menos acesso a telefone e computadores para uso externo. Apreendera ali tudo que um legionário de base deve conhecer para ser integrado a um regimento onde se especializara de acordo com o regimento que escolheu e de acordo com a especialidade da companhia que foi afectado. A rotina nessa fazenda consiste basicamente em:
Banho e higiene pessoal, Café (mínimo), atividade esportiva (na maioria das vezes corrida e exercícios de alongamento e flexibilidade), após tem um banho e lavagem de roupa, partem logo em seguida para instrução teórica das mais diversas como por exemplo, armamento(tudo que consiste as armas que serão dadas em dotação a um jovem legionário como é o caso do fuzil famas) apreenderão peso, alcance, desmontar e remontar ao mesmo, inclusive de olhos vendados, apreenderão tecnicas de orientação tais como manuseio de bússolas e como utilizar na pratica. Vem o almoço, que não é uma comida terrível como muitos podem achar, mas com certeza não é muita, pois lá não tem espaço para a preguiça. Terão cursos teóricos de primeiros socorros, explosivos, conhecerão todos os regimentos por via de slides, aprenderão o Francês em aulas que consistem na conversação e na repetição de palavras do tipo usadas pelos superiores em comando e como devem responder, aprenderão diversas frases e palavras como nome de coisas e utensílios que irão ver durante o dia a dia. Na parte da tarde vem a parte pratica onde todos deverão aplicar nas diversas tarefas o que lhes foi ensinado nas salas de aula. A noite há a janta, onde a comida é diferenciada do almoço e não é resto e sua qualidade e sabor também são bem aceitáveis. Não pense que terminou ai, ainda existe tarefas que so podem ser realizadas durante a noite como treinamentos de ataques a instalações, camuflagem e outras atividades que consistem em minar a resistência e a moral do soldado para que eles estejam se auto condicionando a momentos de tensão e estress constantes. O período que podem ter para dormir pode ser bem curto durante este mês na ferme. Farão durante esse mês ainda na ferme diversas marchas, onde cada uma terá sua distancia aumentada graduativamente de uma para a outra com o passar dos dias conforme o grupo va ficando mais treinado. Farão antes do final desse mês na ferme uma marcha chamada de MARCHE DU KEPI BLANC, o que ao terminarem esta estarão prontos para utilizar o tão sonhado quepi branco da legião. Mas por enquanto não poderão portar ao mesmo, pois terão que esperar voltarem ao 4ºRE onde ocorrerá uma formatura e a partir daí serão nomeados como Legionários. Ao termino do Primeiro Mês na Ferme voltarão para o 4º Regimento Estrangeiro, onde a vida fica bem mais fácil. A rotina ai consiste em acordar, café no refeitório, onde é muito bom esse, onde se inclui um self service, você pode escolher entre café, cha, leite, chocolate, pão, manteiga, geléia, mel, etc. Após de volta a companhia onde estão alojados tem a faxina geral, passando após pela formatura matinal e logo em seguida segue uma atividade esportiva onde pode variar desde o famoso footing (corrida) ate futebol, voleibol, handebol, natação, Percurso de combate (uma pista com obstáculos), musculação, etc. após essa atividade, voltam a companhia e tomam banho e tem um tempo para um lanche rápido, pois logo irão para a sala de aula para cursos teóricos, almoço no refeitório, onde almoçam em pratos e não bandejões como nos quartéis aqui no brasil, outra vez é uma espécie de self service, com direito a refrigerante nas maquinas de distribuição, onde é grátis e pode se servir a vontade. Tem ate mesmo cerveja e vinho mas no começo neste regimento não sei se vão autorizar os novatos a se servirem do mesmo. No período da tarde são atividades mais praticas, que podem variar desde tiro no estande, conhecimentos de táticas e cursos básicos como o próprio Francês, que é ensinado graduativamente de acordo com o progresso da turma. Vem a janta no mesmo estilo do almoço. Após ainda podem seguir uma ou outra atividade selecionada pelo chefe da secção, mas as vezes esses estão livres para assistir tv, irem ao mercado que fica no próprio regimento chamado lá de FOYER, onde tem diversos produtos como um mercado e ate mesmo um bar, podem ate mesmo comprar cartas de telefone e ligar para onde desejarem se conseguirem um telefone livre, já que são muita gente desde novos legionários mas tem se ainda os antigos que estão neste regimento e também querem utilizar o telefone. Vai se perguntar se esses antigões não podem sair e ligar de fora do regimento. Sim eles podem mas para sair terão que passar pelo portão da guarda e isso com uma farda de saída que deve estar impecável, se não alem de não saírem são capazes de irem é preso, então porque arriscar. Mas hoje muitos já teem celular e deve estar bem melhor para se arrumar um telefone que não esteja sendo usado por um antigão. Mesmo assim o numero de novatos nesse regimento ainda é enorme, cerca de uns 600 novos legionários para uns 10 telefones em media se todos estiverem funcionando.

Nesse regimento o difícil realmente é o primeiro mês na Fazenda, após com o retorno ao regimento novamente, vão se acostumando com o pessoal e com as regras que devem seguir, vão aprendendo mais o francês e as gafes são mais raras. O tempo vai se passando e quando se percebe os 4 meses chega ao fim e em breve voltarão novamente para o 1ºRE (primeiro regimento estrangeiro) que fica na cidade de Aubagne a uns 20 kms da cidade de marselha ao sul da França, onde foi lá que tudo começou para esse legionário, foi ali que fez os testes seletivos, e agora só estão a esperar poder voltar lá para de acordo com a classificação que é feita pelo chefe da seção que durante todo os quatro meses passados pela turma foi notando e anotando tudo em relação a cada legionário, a qual atribuiu pontos de acordo com a capacidade do mesmo em relação a cada atividade que este executou, e com isto fez-se então uma classificação.

Ao votar ao 1ºRE em Aubagne de acordo com a classificação do chefe da seção que estavam vão se apresentar a um oficial superior na ordem da classificação e poderão de acordo com o numero de vagas disponível para cada regimento escolher o que melhor lhe parecer a seu gosto.
Feito-se isto, partirão praticamente de imediato ou no maximo em 3 dias todos serão encaminhados aos mesmos.

Chegando no novo regimento, cada legionário passará por um período de adaptação. Difícil descrever a rotina diária que pode variar de regimento para regimento e de companhia para companhia. Mas basicamente não foge muito a rotina que viveram quando estavam no 4ºRE, mas agora não são mais tão restritos como em Castelo. Agora eles podem após cada jornada de trabalho, saírem do quartel se não estiverem de guarda, de serviço interno, em missões, ou presos por diversos motivos que podem ocorrer durante um simples dia na Legião. Se o legionário ao fim do dia não quiser sair do quartel, pode ficar em seu quarto que na maioria das vezes é dividido entre 4 ou 6. Na sua maioria sempre tem tv, radio, geladeira, micro ondas, etc. Isso depende de como os ocupantes do mesmo se organizam para tal. Nesse período pode telefonar, se não tiver um computador, pode sair do regimento e ir a um lan house e acessar a internet, tudo que pode pensar como numa vida comum de um civil, mas sempre respeitando as normas e regras da legião.

Quanto as obrigações são sempre as comuns de qualquer quartel. Estar presente nos horários previstos, estar com um fardamento adequado para cada atividade e este sempre limpo e alinhado, prestar continência a seus superiores, etc. Coisas comuns do dia a dia de um militar em qualquer quartel do mundo.

Quanto a saírem do país a passeio, isso também depende de inúmeros fatores. Primeiro se ele estiver no quadro de anônimo, que são colocados nesse ao se engajar todo aquele que tem algum problema na vida civil que possa vir a ser procurado pela policia ou sistemas financeiros ou ainda de ordem jurídica, tipo, se ele for casado a Legião não deseja que uma mulher com filho nos braços venha bater em suas portas cobrando a presença do então legionário em relação a pensões e outras mais. Com isto a legião muda o nome e a nacionalidade do mesmo o que ele não deve sob pena de punições quebrar a este de forma alguma. Com isto ele fica restrito a não poder sair da França em suas férias, mas ainda pode viajar por toda a França e fazer tudo que uma pessoa comum faz, desde ir ao cinema, bares, fazer compras, enfim tudo.
Mas vejamos se ele não estiver sob contrato de anonimato. Em suas férias deverá solicitar ao Comando Geral uma Permissão Especial para deixar o país durante suas férias e isso poderá ou não ser acordado a ele tendo se em vista a quantidade de dias, a quantidade de dinheiro necessária e sobre tudo em virtude dos riscos que pode vir a ocorrer, acarretando ou gastos, ou perda a Legião e aos cofres públicos franceses, pois se lhe acordado a tal permissão, ele estará sob respaldo francês.


Quanto a segurança. Dizer-lhe que a segurança é total, seria da minha parte uma mentira, mas todo legionário tem um seguro de vida especial (pago por ele e não pela legião), em caso de estar em missão ou treinamento algo lhe ocorrer, receberá total assistência. Vejamos alguns tipos. Caso ele vá a uma missão que o leve por motivos quaisquer a perder uma perna um braço, ele terá todo os cuidados médicos previstos em hospitais modernississimos militares, tratado por bons médicos. Após sua recuperação terá uma pensão militar a vida. Sei que nada disso recolocara e completara a falta de tal membro e sua capacidade de fazer o que aquele com aquele membro fazia. Mas ele tem um suporte coisas que na vida civil muitos trabalham em funções bem mais perigosas e arriscadas a acontecer algo do gênero e não tenhem nada para lhes garantir um respaldo a tal circunstância. Alem do mais ele ao entrar ele sabia, sabe e sempre saberá dos riscos que lhe são sujeitos. Se ele ainda vier a falecer seja em combate ou treinamento, por um motivo ou outro, terá um enterro digno, poderá de acordo com seus familiares, ser removido para o local desejado pelos mesmos, sem custo adicional a tais e esses se indicado em sua apólice de seguro receberão o seguro que lhes é em contrato previsto.
Mas agora vejamos no caso de uma simples fatalidade ocorrer por motivos fúteis causados por uma tolice de sua parte. Digamos que esteja sob um contrato de anonimato e este mesmo ao pegar suas férias, viaje a um pais que não lhe é permitido sem autorização previa da Legião e algo lhe ocorra. Ele será totalmente responsável por tais atos. A legião não lhe dará nenhum suporte e nem mesmo receberá nada do seguro pois ele não estava onde deveria e sobre as ordens da Legião. Se mesmo em férias esse alugar um carro, causar um acidente com vitimas, a legião não lhe ajudará em nada, ainda descontará de seu salário automaticamente parte do mesmo para cobrir seus danos, materiais e se houver pessoais. Caso haja vitima fatal ele pode ser processado civilmente e sendo julgado culpado pagar as penalidades previstas em leis, ou seja, ele pode mesmo ir preso e riscado do quadro da Legião.
Se ele sair com amigos para beber e acarretar danos a quem seja, pagará por eles e ainda será preso pela Legião. Se ainda beber e pegar aquele carro alugado, o qual por estar sob contrato de anonimato, o que não poderia estar fazendo, ou ate mesmo um carro emprestado de um amigo que já o tenha (o que também é proibido, pois não pode dirigir em vias publicas sem a Carteira de Motorista Civil, pois a militar só serve para veículos militares) e causar um acidente material, terá que pagar pelos danos e ficará preso pela legião, assim como a seu amigo que lhe emprestou o carro. Mas se nesse acidente houver fitimas fatais, assim como ele mesmo vier a falecer devido a tal. A legião não lhe dará nada, o seguro não pagara nada.
Então podemos concluir com tudo isto, que se for alguém correto que segue as leis, as normas previstas pela legião, não terá problemas em relação a vida cotidiana. Se um acidente ou uma fatalidade ocorrer dentro do sistema que integra a Legião terá todo suporte francês, assistido de perto pela Legião (quando digo isto inclui desde oficiais advogados da Legião ate o ministério da defesa francês), que se disponibilizaram a todo e qualquer preço para que tudo seja feito da melhor forma e rapidamente possível, tudo que tenha que vir a ser feito para um Legionário honrado e sua família. Mas qualquer passo fora dessa linha o leva a assumir suas conseqüências.
Ainda quanto a segurança em treinamento, isso não precisa se preocupar, claro que existe um risco de algo totalmente imprevisto ocorrer, mas digo que do que se faz necessário a segurança, as normas francesas se ocupam inigualavelmente, tanto no aspecto imaginário quanto no fator equipamentos e normas a seguir. Durante uma missão, seja qual seu caráter, ou seja, de ajuda humanitária pela ONU, de paz pela OTAN, ou ainda de intervenção, os riscos de algo ocorrer são grandes, mas tem que acreditar que ele estará ao lado de pessoas realmente competentes no que fazem, o que torna esse risco bem ameno.
Particularmente, eu durante o tempo que estive na Legião, vi mais legionários morrendo e/ou se destruindo por besteiras do que por falha de algum equipamento ou norma que estava sendo aplicada devidamente como prevista.
Quanto a segurança, cabe ao Legionário a torna-la cada vez mais presente e forte, ou andar no parapeito de um prédio com um capacete na cabeça achando que é o maioral entre tudo que o rodeia. Eles devem sempre em primeiro lugar aprender que não são de aço e não são tão fodões como acreditam ser e que sempre existe um peixe maior do que eles o são. Assim, a vida continua e você chega até mesmo se desejar a se aposentar com o menor dano possível a sua vida.

Quanto ao contrato de 5 anos, que é o “primeiro” (veja que marquei entre aspas), assinado pelo candidato, só tem duas formas de quebrá-lo. Primeiro é ele ficar inapto a cumprir com seus deveres, como por um motivo ou outro venha a ficar louco, paraplégico ou morrendo, e em segundo seria desertar, mas veja que em nenhuma dessas alternativas ele sai ileso de um situação problemática.
Não existe como lhe dizer que se ele quebrar o contrato de 5 anos acarretaria em perdas do tipo, isso ou aquilo pois não há essa quebra de contrato. Mas não vou lhe mentir que já não tenha ocorrido casos de Legionários conseguirem através de um sistema jurídico reduzir o tempo de serviço previsto em tal contrato para uma saída imediata. Mas são casos extremamente especiais que não é para qualquer um. O caso que conheço foi do filho de um rei que após estar na Legião por mais de 3 anos já, teve conhecimento da morte de seu pai e irmãos em um acidente fatal, o que o tornou o único herdeiro ao trono e por tais motivos, a Legião lhe permitiu uma concessão. Mas o contrato ficou em aberto. Ele não era desertor, pois estava ainda sob contrato para que voltasse um dia a se reapresentar e cumpri-lo. Não sei se voltou ou o que se deu por fim, mas é um caso raro que não acredito ser algo que possa a vir ocorrer nos dias de hoje. Veja bem que se a Legião acordar o que podemos chamar de quebra de contrato, não será bem uma quebra de contrato e sim uma rescisão ao mesmo e assim não terá nada que o condene. Mas caso contrário a um acordo com a Legião, isso passa a penas previstas por leis. Se desertor, fica impedido de morar e/ou trabalhar em qualquer país da Europa tendo se em vista a União Européia. Poderá ser preso e levado a Legião a qual devido ao tempo passado fora, poderá recusar seu regresso, ou aceitar e em corte marcial expulsa-lo do quadro de contingente por falta gravíssima e assim forçado a deixar a França. Se teimar em ficar o qual não terá visto para sua permanência no território e for capturado ilegalmente poderá ser deportado para seu país de origem e assumir as conseqüências previstas em leis de seu país.
 
Old January 17th, 2012   #9
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

PRESTEM ATENÇÃO A ESTE E-MAIL


Pergunta que me foi enviada via e-mail, por uma pessoa após ler ao Doc e ter conversado com varias pessoas e pesquisado por varias comunidades

PERGUNTAS
Caro sgt rush, outra duvida cruel minha é sobre dezembro. Porque o
>candidato brasileiro que foi até a Fraança e tentou, o de 34 anos
>que está no seu doc, disse que as vagas diminuem no inverno, ou
>seja, não há muita diferença entre entrar em dezembro ou em outro
>mês ou estação, e outra informação que recebi do sgt. luciano, não
>sei se lhe é estranho, do 2o REI, que disse que um bom mês é
>fevereiro pela baixa incidência de brasileiros que não perdem o
>canaval pela legião, o que nã é o meu caso...
>
>Outra coisa que o senhor disse que me deixou bolado foi o fato de
>que a legião é um pouco loteria, devido á grande incidência de
>europeus do leste, que tem uma certa facilidade para chegar até lá
>fugindo do caos dos seus países, queria saber qual sua opinião sobre
>isso e sobre as estações e meses que são melhores para a legião...

RESPOSTA
Quanto ao mes de Dezembro é melhor para se ir candidatar, não porque é inverno. Na verdade a melhor data para se alistar na Legião na minha opinião é pro final de dezembro, perto do Natal, pois todos que decidem ir para a Legião desejam passar as festas de fim de ano com seus parentes para depois irem para a Legião pois sabem que ficarão um bom periodo sem ver parentes e amigos, tendo isso praticamente como uma despedida.
Como o Natal é uma festa mundial, isso vale para todos os candidatos de toda e qualquer nacionalidade. O caso de ser inverno na Europa só é um acaso, mas que nos ajuda, pois é considerado baixa estação, então ate as passagens baixam um pouco o preço.
Quanto ao caso dessa pessoa que deixou colocar um relato dele no doc, dizendo que as vagas diminuem no inverno. Isso não é simplesmente decidido pela Legião que vão abaixar as vagas no inverno ou para o final de ano.
Saiba que a cada ano a Legião tem um numero de vagas a completar.
Os responsaveis pelo efetivo da Legião tenhem padrões e estastisticas das necessidades que deveram suprir durante o ano.
Tudo isso é estipulado pelo numero de legionarios que irão se aposentar durante o ano, pelo numero de intervenções que poderam surgir, pelo numero de soldados que deverão substituir os legionarios de certos regimentos que ja podem estar em missões, sejam essas de paz, ajuda humanitaria e\ou conflito real, ainda há o calculo medio de desertores, baixas em combate e aqueles em fim de contrato que decidem voltar a vida civil, etc.
Com tudo isso dá para se ter uma pequena noção da complexidade do numero de vagas que a Legião vai estipular por ano.
Eu Não saberia lhe dizer quando começa o ano para uso dessas vagas em relação a Legião. Mas se as vagas forem se completando de acordo com o previsto durante o ano, é meio logico que ao chegar ao final do ano (inverno) as vagas vão parecer poucas. Mas não é verdade isso. eles devem dividir as vagas igualmente durante todos os meses do ano, usando porcentagens e calculos com base em estatisticas dos meses que mais se apresentam candidatos e com base nos que se apresentam menos (Por exemplo dezembro perto do Natal).
Mas se acontecer um imprevisto, tipo uma companhia em missão morrer em combate, eles vão antecipar o numero de candidatos aceitos para suprir o mais rapido possivel as perdas do regimento que a companhia toda morreu. Mas pode acontecer ao contrario. Se muitos Legionarios que estavão previstos se aposentarem, ou irem em fim de contrato de volta a vida civil, dicidirem ficar um ou dois, ate mesmo tres anos a mais, vai ter vagas estipuladas a mais, o que não será necessario realmente, então a Legião pode cortar algumas vagas de acordo com o tempo que restar para o final do ano legião em relação as vagas.
Quanto ao Sgt. Luciano, que esta no 2ºREI em Nimes, eu o conheço sim, e ele se refere a brasileiros, pois de uns anos para cá, tem sido uma verdadeira invasão de candidatos de nacionalidade brasileira tentando se engajar.
Sabendo que a apresentação de muitos candidatos de mesma nacionalidade ao mesmo tempo não é bom para ninguém. Isso ocorre desde os Russos ate Nos mesmos. Já houve casos de haver inumeros candidatos russos la em Aubagne no Centro de Seleção, que começou a se formar as panelinhas, que lá são chamadas de Mafias. Se não me falha a memoria parece que eram mais ou menos 80 candidatos russos, e num só dia foram mandados embora uns 20 de uma unica vez.
Por isso o Sgt Luciano comenta que Fevereiro é um bom mês para os brasileiros se apresentarem pois a maioria dos Brasileiros preferem esperar passar o Carnaval para depois irem para a Legião. Sabemos bem que aqui no Brasil o Ano acaba 2 semanas antes do Natal e vai se arrastando depois do ano novo ate o final do Carnaval quando começar a rodar normalmente.
Quanto a legião ser um pouco como uma Loteria, vou tentar lhes explicar, pois isso vem ocorrendo a cada vez mais.
Você pode ver que as vezes tenhem gente que nem treinam muito, nem são muito esportivos, nem muito inteligentes, nem se quer tenhem uma profissão no civil que possa ter interesse na Legião, mas esses são aceitos facilmente, enquanto pode ter conhecimento de outros candidatos que foram para lá com um bom preparo fisico, de bom nivel intelectual e formação academica e com Diploma de cursos interessantes para a Legião e esse não foi aceito.
Como isso pode ser possivel.
Muitos fatores podem ter intervido para que coisas desse tipo ocorrecem e continuem ocorrendo.
Devido a aquele numero previstos de vagas para o Ano vigente Legião, eles começam a selecionar candidatos normalmente, eles fazem um pouco como as Companhias Aereas, que vendem mais passagens que os aviões podem transportar, prevendo quem sabe umas desistencias, etc. Isso é o famoso (OverBook). A Legião por sua vez, faz quase que a mesma coisa. Seleciona um numero maior de candidatos que o necessario perante aquele periodo, prevendo quem sabe um imprevisto que necessite de imediato um numero maior de candidatos para suprir quem sabe a falta daquela companhia que morreu ou ate mesmo a um numero maior de pessoas que vão embora pra vida civil do que o previsto. Para a Legião é simples, se nada acontecer em relação aos imprevistos que prevêem, eles mandarão o excesso embora, lógico que para isso vão fazer uma triagem para pegar desse grande numero de candidatos aprovados, mas que ainda não foram aceitos e que continuam no Centro de Seleção em Aubagne, candidatos que podem ser melhor aproveitados em prol da Legião. Ai entra a questão de se ter uma boa formação superior como Medico, Enfermeiro, Veterinário, etc na vida civil. Mas não confunda que se você foi da SWAT, da SAS, e de qualquer outra tropa de elite do mundo isso vai lhe ser um ponto muito forte para esse caso de triagem, pois a Legião sabe que isso não influencia em muito, pois eles sabem também que esse tipo de pessoa já traz com ele certos costumes que as vezes não condiz com que a Legião pode procurar e querer ensinar, mas também pode ajudar em relação que esse candidato já tem um costume a viver sob pressão e conviver em grupo e ser meio adaptado a obedecer ordens, etc.
Em relação aos povos do Leste Europeu, ainda fica mais evidente esse caso de Loteria, pois eles teem facilidades para chegar a França em relação aos povos das Américas. Para eles é um trem basta, um ônibus, um carro ou ate mesmo de carona. Esses candidatos do Leste, chegam aos bandos como já disse fugidos de guerras e em busca de melhores oportunidades. Quem for ate lá, verá desses, candidatos grandes e fortes irem embora e outros menos fortes ficarem.
Não pensem que a legião faz uma seleção de ponta, baseando se em minuciosos detalhes e capacidades de cada um. Tudo lá se passa meio de acordo com a necessidade do período, e isso não há uma previsão para cada tipo de período que pode vir a surgir.

Tendo se tudo isso em vista, você pode deduzir que não há uma data, um mês, uma estação do ano e\ou período anual, que possamos dizer ser a melhor para se apresentar ou não.

Por isso comparo tudo isto a uma Loteria. Todos que jogam tenhem chance de ganhar, e não é porque Você jogou mais cartões do que uma outra pessoa, você vai ganhar. Traduzindo isso, só quero dizer que Todos que se apresentam a Legião nos testes de Seleção tenhem a mesma chance de serem aprovados, e não é porque um candidato tem mais diplomas, foi um super soldado em tropas de elite, é cotado como gênio em nível intelectual e Você um simples motoboy que você não será aceito e o outro sim. Tudo isso vai depender do período que a Legião se encontrar no momento em que cada um se apresentar. Você chega sem nada, mas a Legião precisa de imediato de pessoal você estará dentro. Você chega todo pronto, mas a Legião não precisa de muita gente no momento, mesmo tendo sido aprovado em tudo, poderá ser mandado embora, principalmente se chegou sem nada e esta no mesmo grupo do Cara que tinha vários diplomas e formação, numa triagem com esse cara, Você vai ser rejeitado. E ainda se você chegar com toda essa formação e esplendorosa capacidade mas a Legião não precisar de muitos candidatos a mais devido a um grande grupo de legionários que reengajarão novamente, certamente Você vai ser mandado embora, com um papel dizendo que poderá voltar a se apresentar quem sabe em três ou seis meses, etc.

Espero ter sido claro nessas respostas e que tenha entendido o que considero LOTERIA.

Qualquer duvida a mais estamos sempre atentos para esclarecer o mais brevemente e precisamente possível a todos.








Esse e-mail É MAIS UM que realmente vale a pena ler



PERGUNTA
EU FAÇO 34 ANOS EM MAIO
HONESTAMENTE, VOCÊ ACHA QUE TENHO CHANCES DE INGRESSAR
MESMO ESTANDO EM FORMA, POIS CORRO 30 KM TODOS OS DIAS,
ESTOU PREOCUPADO EM GASTAR UMA GRANA SÓ PARA IR E QUEM
SABE VOLTAR CEDO DE MAIS, SEM CONSEGUIR MEU OBJETIVO.

RESPOSTA
A Principio todos devem ter em mente e estar consciente de que a Legião para todos sem excessão virou uma verdadeira Loteria, a partir de alguns anos para cá, devido a grande procura, por jovens vindos a procura de melhores oportunidades de um trabalho, principalmente os povos do Leste Europeu, fugidos das Guerras que atingem seus paises, com fome, inflação e desemprego. Os dois ultimos motivos hoje afeta inclusive paises Desenvolvidos, que não oferecem muitas oportunidades aos menos providos de estudo e formação profissional qualificada e esperiente. Principalmente agora com a União Europeia, onde quem tem boa formação mas não tem emprego, pode tentar em outro pais, deixando ainda mais escasso as vagas internas para os novos formados desse proprio pais. Com isso sobra para aqueles que não tenhem boa formação ou ate mesmo sem formação alguma uma oportunidade na Legião, de trabalharem por 15 anos, ganhando em Euros, o que em seu pais o valor realmente não é negligenciado pois estarão ganhando praticalmente como alguem bem formado e com um bom emprego. Sem contar que só deverão trabalhar 15 anos, enquanto esses mesmos profissionais de seu pais que teem um bom emprego, por vezes terão que trabalhar ate mesmo o dobro do que ele.

Por tudo isso NÃO dá para afirmar com exatidão que por isso ou por aquilo Você será reprovado, e nem mesmo dá para dizer que por isso ou por aquilo que tenha em evidência sera aprovado.
Mas devido aos ultimos relatos de varias pessoas que tentaram ingressar na Legião com uma certa idade, podemos afirmar que Você, e todos aqueles que apresentam-se na faixa etária acima dos 32 anos esta num grupo de risco, evidênte.
Vejamos bem. Que não é por estar em forma, correr 30 kms diariamente, que isto lhe será suficiente, pois isso não é tudo.
A Legião, assim como as Forças Armadas Francesas em Geral, utiliza parametros estabelecidos por cientistas e pesquisadores renomados mundialmente, assim como foi o motivo da mudança do teste fisico de antigamente que era a busca da força fisica e resistencia, para o LUC LEGER, que faz referencia ao calculo cardio-pulmonar. Então, os novos parametros da forma e força fisica que atinge seu alge nos homens é pre estabelecida, se não me falha a memoria, entre os 29 a 35 anos. Pode observar que atletas novos na faixa de 19 a 25 anos ainda não atingiram o maximo de seu potencial, por isso você não vai ver com frequencia, grandes recordes de maratonistas com baixa idade, ciclistas famosos que ja garanham o Tour de France, La Volta de la Espanha, são sempre de uma idade compreendida no parametro acima 29 a 35.
O candidato que esta no parametro de idade entre 17 a 21 mesmo 22, ainda são considerados muito jovens, apesar da Legião poder utilizar e formar esse candidato, podendo tirar o maximo de seu potencial que ainda esta por vir. A legião sabe que são imaturos e sem conciencia total do que desejam e de suas capacidades em superar obstaculos.
Digo que o melhor parametro para os candidatos que tentam ingressar na Legião é entre 23 a 31 anos maximo - Não que isso já te ilimine de cara, pois existe varios casos de candidatos acima desse parametro serem aceitos, e outros que mesmo acima da idade pre determinada pela legião 40 anos, que conseguirão ser aceitos devido as suas especializações no civil que poderiam ser bem utilizadas ainda pela Legião, (Medico, dentista, Cozinheiro, Mecanico, etc).
Entre 23 e 31, se observar pelo ponto de vista de um periodo de trabalho de 15 anos, para se chegar a aposentadoria. Esses candidatos estão proximos de seu alge fisico, mental, são mais maduros em relação a seus desejos e a Legião estaria aproveitando o melhor de cada um, pois 23 + 15 = 38 anos, exatamente onde se aproxima da fase de regressão fisica do homem considerada entre 42 e 46 anos. Outro com 31 + 15 = 46 anos exatamente no ponto de regressão fisica.
Tendo se ainda o rigor do trabalho militar, principalmente na Legião, onde 2 anos trabalhados, você pode praticalmente calcular um desgaste quase de 3 anos, comparado com um civil. Assim essa soma fica ainda mais critica - Veja então, 34 + 15 + 7anos considerando o desgaste de +1ano para cada 2 = 56, ou seja, você teria apenas 49 anos, mas seu potencial fisico aproveitavel parecerá a de uma pessoa com quase 56 anos. Devido ao rigido desgaste militar, será inevitalvel as dores de articulações, problemas precoces da coluna, dificuldades respiratorias, uma maior perda em relação a visão, assim como uma audição deficiente, e outros desgastes mais. Tudo isso pode gerar não para a legião mas sim para a França, uma quem sabe aposentadoria precoce por invalidez, ou ate mesmo deficiencias que os cofres publicos franceses deverão arcar por anos e mais anos.
Espero que assim tenha ficado um pouco mais claro essa idéia de porque pessoas ainda jovens, de plena e sã conciencia, que apresentam formação e potencial excelente são recusados. Podem ainda pensar que isso tudo em relação as idades não é um padrão fixo para todos. Com certeza não. Eu sei disso, você pode saber e quem sabe ate mesmo a Legião e o governo frances tambem saibam. Mas porque correrem o risco já que há tanta oferta.
Por isso não digo a ninguem se deve ir ou não. Essa decisão cabe exclusivamente a Você. Eu simplesmente oriento as pessoas com informações que possam ajudar a entender e a saberem, o que necessitam para se engajar, onde se apresentar, o que terão que fazer em relação a testes e entrevistas e até mesmo um pouco do Antes (historico) e um pouco do depois, assim como um pouco de cada regimento e como se passa até chegarem a esse ponto, se chegarem.
Minha dica seria mais pelo lado logico do que pelo lado sonhador. Se você esta num parametro de idade meio superior como citado acima, mas tem uma posição economica favoravel, que permite quem sabe a tal gasto sem que isso mais tarde seja algo que lhe fará uma perda irrecuperavel se caso algo não sair como deseja. Acho que pode tentar sua chance. E se você ainda tem um trabalho que te remunerá razoavelmente bem, tem formação ou esta cursando uma faculdade, ligada ou não ao seu trabalho atual, com a mesma faixa etaria dita avançada para a Legião, e que para ir para os testes da Legião seria necessario largar tudo isso para ir. Eu não iria, ou tentaria pegar umas ferias e tentar durante esse periodo. Mas, agora se tudo para você, é diferente do exposto acima, reflita bem na atual chance de ganhar na Loteria.



MAIS PERGUNTAS, VEJAM ESTA.

PERGUNTA
C eu na for aceito na primeira vez, tem como depois eu m alistar novamente...
OU é chance unica?

RESPOSTA
Grande, se for recusado na primeira tentativa, poderá sim se apresentar novamente, mas isso vai depender do porque foi rejeitado. Eu mesmo ao chegar lá com um ferimento na mão fui rejeitado ainda no Fort de Norjent em Paris no teste pre-seletivo médico e tive que esperar 3 meses ate minha mão curar e ai sim pude voltar, foi quando fui aceito. Agora há casos que se é rejeitado e eles dizem, que só pode voltar em 6 meses, 1 ano e alguns casos é definitivo, na sua maior parte as vezes são os reprovados no psicotecnico, pois não atingem nem mesmo uma média considerada possivel de se amelhorar, seria quase que um idiota ou mongoloide para chegar a isto, pois não deve ter acertado nem mesmo 1/5 das questões. Existe casos que o passado desse candidato não ajuda muito, do tipo já ter sido explulso de outra força armada por crime grave, insubordinação que acarretou falta gravississima, etc. Mas deve sempre pensar e se preparar para entrar de primeira, pois se tiver que voltar ao Brasil e juntar grana para tentar uma segunda chance, novamente sem a certeza de ser aceito, isso pode se tornar muito caro e o tempo vai passando tão rapido que torna isso quase que inapropriado. Mas nunca é de mais saber que se não conseguir da primeira vez, poderá sim ter uma ou duas chances a mais para retentar. Boa Sorte Grande, mas espero que se for, vá preparado e consiga ficar de primeira, mas caso isso não ocorra e for seu sonho mesmo, não desista pois eu mesmo, tive a chance de desistir, mas meu sonho e minha vontade de alcançar os objetivos por mim estipulados, fazem os obstáculos parecerem lombadas de carro. Passo por Cima. Um Forte Abraço e ate mais.




ESTA É LEGAL

PERGUNTAS
1-fui aspirante a oficial aqui em recife,tem problema comentar isso na hora da entrevista, e eu li q era bom levar um documento e fotos para provar...

2-tenho um filha da 4 anos ela mora com meus pais,eles a sustentão,quando for p l.e.na entrevista devo falar,e terei q mudar o nome?

RESPOSTAS
R1) – Comentar que foi aspirante a oficial não vai lhe ajudar em nada, isso não vai lhe dar qualquer vantagem sobre os outros candidatos, e alem do mais se estiver na entrevista e porque certamente já passou pelos testes físicos, medico e psicotécnico, e falar sobre isso alem de não lhe ajudar em relação a tentar marcar uns pontos para ser aceito irá sim criar mais perguntas, do tipo porque não se tornou um oficial, porque saiu, não gostou do que, etc. Por isso digo que não deve falar muito, responda as perguntas e não queira mostrar muita coisa pois pode acabar falando besteira ou se complicando por não ter a resposta adequada para uma pergunta que só foi formulada por algo que você mesmo falou.

Saiba que essa idéia de que todos acreditam que só porque foram paraquedistas, mergulhadores, estiveram no exercito aqui ou ali, em uma tropa ou outra mais fodona ainda, vai lhe dar alguma vantagem, é pura besteira, pois todos que chegam ali em sua maioria já foi militar, já serviu em diversas unidades de elite de seus paises, principalmente o pessoal do leste europeu como russos, tchecos, poloneses, etc. e além disso já até entraram ou não em combate real, coisa que aqui no Brasil vocês não fizeram, ou pelo menos em sua maioria não. Parem então de quererem serem os Bonzãos, os Fodões que não são. Vão até lá na humildade de querer ser algo a mais do que já foram ou quem sabe que ainda são, assim irão muito mais longe que acreditam, caso contrario seu destino certamente é só conhecer o portão da Legião, suas fotos e historias através de livros e revistas. Ainda mais levar fotos e diplomas, não ajudará em muito não, pois seus diplomas a não ser que seja de curso superior em atividades como Medicina, Dentista, Veterinária, etc. que podem vir a interessar a Legião, e que você tenha experiência no ramo, como ter trabalhado num pronto socorro durante tantos anos, não vale a pena levar mais papel inútil para lá, eles não querem ver você vestido com uma farda branquinha de espadilha na cintura abraçado com sua mãe e aquela tia do interior, eles não querem ver fotos de você com um fal velho em posição rambotica no estande de tiro, pois tudo isso você fará lá, isso não é nada de novo. Você deve ter a consciência de que nada que tenha feito até hoje vai impressionar o cara que estará te entrevistando, querer ser melhor que os outros candidatos não é com esses artifícios que o fará. Para isto existe os testes físicos e psicotécnicos, e tudo isso realizado com muita saúde e não com asteróides que se descobrirem o uso, será eliminado definitivamente e dependendo de qual for poderá sair de lá direto para a Gerdamerie (espécie de policia federal francesa), mas não pense que vai ser engajado por eles, vai ser sim é enjaulado por eles e deportado para o seu pais com possibilidade de acusação de trafico internacional.

PERGUNTA
2-tenho um filha da 4 anos ela mora com meus pais,eles a sustentão,quando for p l.e.na entrevista devo falar,e terei q mudar o nome?
RESPOSTA
R2)- Primeiro se tem uma filha de 4 anos, você já deve ter feito o registro da mesma, deve ser ou ter sido casado, se não também não vai importar muito.
Veja bem , se sua filha foi registrada com seu nome, a GUESTAPO, ou seja, o serviço de investigação da Legião que ganhou esse apelido depois de anos por conseguir juntamente com a INTERPOL (Policia Internacional), descobrir inúmeras coisas a respeito dos candidatos, já vai saber de sua filha, então não adiantará mentir. Se lhe perguntarem se tem filhos diga a verdade, se não perguntarem, pode nem comentar, pois como disse as vezes é melhor ficar calado do que falar besteira e se complicar sozinho. Mas atenção se não perguntarem mas no final lhe disserem algo como, “Você tem alguma coisa a acrescentar1?!!”, isso pode ser uma pegadinha para ver sua atitude. Se foi casado saberão também, então pode se considerar já no anonimato, pois se for aceito eles como já expliquei no doc não vão querer sua esposa nos portões do quartel cobrando pensão.





TEM AINDA ESTA

PERGUNTAS
1-e possivel se aposentar pela legião com quanto tempo de serviço?
2-existe algum regimento de combate de operações anfibias,sem ser o 2 R.E.P...

RESPOSTAS
R1) – Quanto a se aposentar pela legião você pode sim a partir dos 15 anos de serviço. Não parece muito, mas tem que se ter um saquinho preparado para aguentar a encheção de saco que faz 15 parecer o dobro ou ate mesmo mais.

R2) – Fora a 3ªCia do REP especializada em combate amphibio, existe um grupo do 1ºREG, não sei se ainda se chama DINOPS, que atuam um pouco como o NAVY SEAL Americano. Fazem deminagem subaquatica e outras coisitas mais. Eles juntamente com o Seals foram os primeiros a desembarcar na guerra do Golf (Iraque) em 1991 na Operação Daguet ou Tempete du Desert, assim chamada pelos franceses, mas conhecida pelos Americanos como Operation Desert Storn, para limpar as praias das minas iraquianas para que barcos de desembarque das tropas aliadas podessem chegar as mesmas.





OUTRA MAIS

PERGUNTA "Ser musico e ficar o resto da carreira tocando enquanto outros vão e vem de missões" Se o candidato for aceito,e fazer parte da banda ,depois ele não pode fazer por exemplo um curso de caporal e mudar a qualificação para infante e tambem participar das missões?
RESPOSTA É muito dificil você ao entrar na Legião e ir para a Musica Principal da Legião (MPLE – Musique Principale de la Legion Etrangere) e depois se tornar um infante, o que pode ocorrer como muitos que vão para a musica é conseguir apos passar a Cabo solicitar um sejour em outra mar (paises ex colonia francesa, tipo guiana francesa ao norte do amazonas na america do sul), ficará dois anos numa companhia de combate ou de serviço, essa ultima a mais provavel, e ao voltar terá que passar pelo 1ºRE - Aubagne novamente e com certeza sera novamente destacado de volta a Musica principal da Legião, poderá ate mesmo ir a SGT e subir na hierarquia militar mas sempre na carreira de musico. Não vou negar que já deve ter havido casos contrario a isso, o qual desconheço tal fato, mas é dificil e você se forçar a barra pode ser considerado indiciplinado e sua notação vai manchar seu dossie e sua carreira ficará complemetida. É como se especializar em transmissão, ou escritorio, dificilmente saira dessa sua formação para outra, não importa aonde for dentro da Legião sempre ficará na sua area.



+ 1

PERGUNTA
Minhas dúvidas ficaram a respeito de férias
Durante a minha permanência na legião vou poder usufruir do meu salário normalmente ou só quando eu acabar meus 5 anos Enquanto estiver lá vou poder manter contato com minha família

RESPOSTA
Em relação ao seu salario, você faz dele o que bem quizer. Recebera mensalmente, numa conta bancaria particular sua. Você poderá utilizar-lo como desejar, inclusive se desejar mandar dinheiro para o Brasil, é só fazer um viramento postal e o dinheiro irá para a conta que solicitar aqui no Brasil, onde chegará já convertido na moeda nacional.

Com isso, você poderá ainda guardar o recibo desse envio dizendo ser para sustentar sua mãe, ou algum dependente seu, quando fizer a declaração de imposto de renda que terá que fazer lá para o governo francês, e isso será abatido e você poderá assim não ter que pagar imposto e até mesmo ainda receber uma restitiuição fiscal que lá na França realmente funciona e você recebe mesmo um cheque que vem para Você ou se preferir e solicitar essa restituição é depositada na sua própria conta. Isto é um bizu muito forte, pois ninguém deve fazer como eu fiz, e muitos outros legionários também fizeram e ainda fazem por não terem informações adequadas de como fazer e porque, ou ainda por não acharem necessário, o que é falso isso, pois para se retificar, dar baixa, ou se aposentar, é necessário apresentar a declaração do imposto de renda francês. Se você não tiver vai ter que faze-lo e ai a governo vai pegar os atrazados em forma de multa etc, e assim comer uma boa grana que você teria pra receber. Por isso se estiver na legião, apartir do segundo ano você deve se preocupar em se informar para estar fazendo sua declaração e sempre estar em dia em relação a isto, pagando ou não, mas sim declarando anualmente, e sempre pouco se tiver que pagar e ou receber, mas estará tranqüilo quando estiver por acabar seu tempo pela Legião.

Voltando ainda ao salário, recebera mesmo estando em turnante num pais ex colonia francesa, tipo Djibout na África, onde seu salario pode chegar a dobrar ou ate mesmo a triplicar, apesar de la fora não ter muito no que gastar , então a maior parte ficará no banco em sua conta particular, pois ao voltar dessa turnante em media 4 meses, tera uma ferias chamada de férias de salubridade que pode variar de 15 a 20 dias úteis, ou seja, seus quinze dias pode passar a ser 21 pois não vai contar os sábados e domingos que ocorrerem nesse período, e se ainda houver um feriado nacional ai no meio aumentara mais um dia. Esse sistema é valido para toda e qualquer férias que pegar pela Legião. Por isso parece no sistema que um legionário no seu primeiro ano tem direito a férias de apenas 20 dias, mas se ver bem vai dar mais de 30 dias corridos. Já para o segundo ano 30 dias pode chegar a quase ou mais dependendo dos feriados à 45 dias, e assim vai. Para isso esse dinheiro que ficou no banco será ótimo, e é sempre bom pensar quando estiver em turnante que receberá férias ao voltar e se gastar muita grana por lá ao voltar estará de cofre vazio e vai ter que passar as férias socado dentro de seu quarto no regimento, quando todo os outros vão viajar ou comprar coisas que você não poderá pois terá bebido ou estrapolado gastando lá na turnante com um monte de gente que nem valia a pena.

Quanto a estar lá na Legião, vai sim também poder manter contato com sua família. Nos primeiros meses será um pouco difícil, pois ao chegar em Aubagne no 1ºRE para fazer os testes seletivos, você estará meio restringido a certos setores que podem não ser fácil conseguir hora e oportunidade para ligar, mas de repente pode cruzar quem sabe um brasileiro já antigo na Legião que possua ate mesmo um celular e que lhe permita uma ligação, mas não deve contar com essa sorte. Se for aceito ira para a Escola da Legião no 4ºRE em Castelnaudary, onde ficará lá por 4 meses, sendo que o primeiro mês irá para uma fazenda fechada fazendo instrução de base e com certeza lá não terá direito a telefonemas. Mas ao voltar novamente para o regimento durante os outros 3 meses em Castelo, terá condições successivas de ligar para sua família ou a quem desejar desde que tenha dinheiro em mãos para comprar um cartão telefônico. Ao ir para o Regimento que escolher, terá uma vida bem mais tranqüila, podendo sair a noite após o expediente do quartel, ir ate mesmo a uma Lan House, acessar a seus e-mails, orkut , enviar fotos e tudo como todo mundo faz hoje normalmente ( há se meu tempo fosse assim). Com o passar do tempo poderá ate mesmo comprar um note book, celular, etc, ter internet no celular e com isso acessar a internet pelo seu note book dentro do quarto usando sua linha telefônica do seu celular e fazer tudo de lá mesmo, ou de onde estiver.





TEM GENTE SONHANDO ALTO, isso pode ser bom, mas acho meio fora da cruel realidade.

PERGUNTA
Olá sgt, li seu doc mas ainda tenho uma dúvida. Li em alguma comunidade que para se tornar oficial do exército francês há concurso público, gostaria de saber se o legionário pode fazer, e se depois de oficial voltaria para a legião.
Obrigado
RESPOSTA
Grande para ser oficial na França assim como no Brasil é atravez de um concurso publico para se entrar na academia militar e você deve ser frances nato ou ter a nacionalidade francesa. Não é impossivel, se você entrar na legião, apos 5 anos poderá solicitar sua naturalização francesa e com autorização regimentar poderá prestar a tal concurso, mas inclua nas necessidades para tal o fator idade, a qual não sei exatamente lhe dizer qual seria o limite para tal. Os oficiais que escolhem a Legião apos se formar, são os melhores em sua classificação. assim como na Legião que existe uma classificação la em Castelo 4ºRE, escola da Legião, e os melhores tem direito de escolher o regimento que deseja ir, mas se ficar por ultimo vai para onde sobrar vaga. Os oficiais recem formados em melhor classificação em sua maioria escolhem a Legião pois para eles será um salto enorme em sua carreira, marcando enormes pontos para subir na hierarquia militar muito mais rapidamente. Há ainda outra forma, seguindo carreira, e chegando se a graduação de Ajudante Chef, assim já naturalizado, você poderá prestar exames especiais para oficiais, que não é a todo tempo que há e nem todos que podem prestar, mesmo já sendo Adj Chef. Não é nada facil também tais exames, mas posso dizer que a todos que conheci e que foram prestar tais exames foram aprovados e continuaram em sua Unidade que já estavam, ou seja, Na Legião em seu regimento que já estava, mas agora como oficiais e podendo ate comandar uma seção e apos uma companhia. Esse caminho é muito longo e quase sem muitas perspectivas de realmente se conseguir alcançar. Mas existe sim varios oficiais na Legião que começaram como Legionarios, e esses são sem duvida os melhores que encontrará por la, pois os outros em sua maioria venhem para se promover e vão embora em dois anos. Há os que ficam mais temp e se apaixonam pela Legião e ate acabam encarnando o espirito Legionario, mas são bem poucos esses, na sua maioria sem lixo que comandam como lixo o que considerão lixo (Legionarios).



-----------continuação para a mesma pessoa-----------------------------------------------------------


PERGUNTA
Olá sgt, nesses últimos dias me surgiu mais uma dúvida. O senhor falou que é possível chegar a oficial por tempo de serviço, mas aí vou estar com mais de 40 anos e com certeza vou estar em alguma função administrativa, e ñ vou mais participar de missões. Me solucione esta dúvida obrigado.

RESPOSTA
Grande como ja lhe disse o caminho entrando como Legionario de Base é muito dificil chegar a Oficial, pois não é bem por tempo de serviço, se foi assim que entendeu. O que disse é que com tempo de serviço pode chegar a um alto grau como Sub Oficial e assim já naturalizado e se sob anonimato ao se engajar, já estará retificado. Tudo isso lhe permitirá prestar Provas para ser promovido a oficial, num concurso que já não é concorrendo com Civis, do tipo concurso publico, esses Exames Especiais é só para Sub Oficiais de Alto Escalão com alto grau de competencia e com ficha limpa e muitos cursos e com um dossie bem invejavel se consegue entender isso. Com isso irá somente uma vez para esses exames pois não é o tempo todo que tem e Vc ainda esta numa fila para realiza-lo. Se for reprovado, pode-se dizer que acabou sua chance pois mesmo voltando para o fim da fila, não terá tempo de serviço habil para ficar ate chegar novamente sua vez. alem disso o Regimento não vai enviar um cara que foi reprovado.A melhor maneira
é você chegar a sub oficial o mais brevemente possivel, ser retificado, solicitar sua naturalização o mais rapidamente possivel e apos tudo isso entrar com pedido para se inscrever para prestar o Concurso Publico para a Academia Militar, lá se dedicar muito e acabar entre os primeiros e poder assim solicitar voltar para a Legião Estrangeira ou se desejar ai poderá mesmo ir para qualquer outro regimento do exercito normal, chamado ARMÉE REGULIER. Quanto a sua pergunta quanto a ter 40 anos e não participar mais de missões isso é muito relativo. Se for sub oficial e passar no exame especial, voltará como Tenente e ser Chefe de seção numa companhia de combate, e se sua companhia for para uma intervenção sua seção irá e Vc também, pois sera o chef desta, mesmo tendo ate mesmo mais de 40 anos. Mas não se iluda com isso. primeiro deve conseguir entrar para a legião, apos tem que se dedicar muito para estar sempre entre os primeiros, nunca cometer erros para não ser punido por alterações graves, para assim chegar a..
..a Sub Oficial, assim mesmo se dedicar muito para avançar rapidamente os degrais hierarquicos ate o posto de Adjudant Chef e/ou Major para poder assim prestar esses Exames especiais podendo assim chegar a Oficial. Mesmo falando dá para se ver que é longo o caminho, e na real alem de muito longo que requer muitos anos e dedicação, verá que é um puta saco, que se entrar verá que ate mesmo cinco anos são longos, as vezes longos ate demais. Por isso digo para se concentrar principalemente na primeira e principal etapa que é conseguir entrar, e ai sim dar inicio a uma caminhada que poderá te levar a tal objetivo, transpondo cada obstaculo e etapa uma de cada vez.







OUTRO

PERGUNTA
vou ser sincero a respeito do que você me perguntou em relação a sua aflição quanto a ir para a Legião e não poder voltar ao Brasil no primeiro ano devido a Sra. sua Avó, que certamente ja deve estar com uma certa idade e sabemos bem que com a idade vem uma certa fragilidade.

RESPOSTA
Primeiro de tudo se for para a Legião, despeça-se bem de todos por aqui, pois ao embarcar no aeroporto rumo a Legião, você terá que se preocupar um pouco mais com você. Estar bem concentrado para os testes e não com o corpo lá e a cabeça aqui.

Segundo, vamos somar o tempo, 1 mês para fazer os testes de seleção. se for aceito mais 4 meses de instrução ao 4ºRE em Castelnaudary, voltando a aubagne no 1ºRE para escolher o regimento. Ate aqui é igual para todos os candidatos antes de irem para os regimentos, em media 5 meses, por isso ainda da para você sair da Legião pois o contrato de experiência é de 6 meses, mas após assinar o contrato definitivo para ir para um regimento escolhido, você estará se comprometendo a ficar ainda mais 4 anos e 6 meses.

Nessa sua situação não deve escolher o 2ºREP (segundo regimento estrangeiro de paraquedista), pois esse é um regimento mais rigido, alem do mais fica numa ilha chamada Corsica, e para se ir ou sair de lá, somente com avião ou navio, e a Policia da Legião controla bem o cais em calvi e o aeroporto, principalmente se for acusado uma deserção. E sem contar que ali se for após Castelnaudary, ira direto para a PROMOÇÃO, que no rep é a Escola de Saltos, e ficará ainda em sistema fechado por mais 1 mês, ao acabar a promoção ai sim ira para a Companhia designada, e poderá ter um titulo de permissão para sair a vila (sair do quartel), sempre fardado com roupa de saida, pois tem menos de 5 anos de serviço, sem esse titulo assinado pelo capitão poderá sair ate as 22 horas, quando deverá estar na Companhia para a chamada noturna, com o titulo pode ficar fora do quartel até as 6 horas da manhã do outro dia, quando deve estar presente a companhia para a chamada matinal. Tendo se em vista que um jovem legionario com menos de 5 anos não tem direito a ir mais longe do que Calvi. Tendo se em vista que não terá permissão (Ferias) antes de completar 1 ano, legalmente, pois ainda pode ocorrer que nesses 6 meses que faltam ainda para solicitar suas ferias, a Companhia em que Você esta, do Regimento que Você está pode partir para uma TOURNANTE pela AFRICA que dura 4 meses em media, ou ainda estourar um alerta a alguns dias de suas Ferias que ja ta confirmada e tudo, vão cancela-la e terá que ficar de prontidão, e de repente partindo para atuar em relação ao Alerta. isso pode pegar ate mais 6 meses. E mais um motivo para você não ir ao REP em CALVI, é que lá não tem embaixadas nem consulados.

O melhor nesse caso apos o 4RE é escolher um regimento no territorio francês, e digo que um dos melhores seria o 2ºREI (Segundo Regimento Estrangeiro de Infantaria), que fica na cidade de NIMES, é um regimento muito operacional, e tirando o Salto de Paraquedas do REP, é tudo igual. Só que nesse regimento as regras de saida são muito mais leves. Enquanto no 2ºREP você tem toda aquela historia de papel, titulo de permissão para noite, inclusive sabado que acaba o serviço normal ao meio dia, e domingo é necessario tambem titulo de permissão, o 2º R.E.I, tem seu serviço só ate a sexta feira, as 18 horas e não necessita titulo de permissão para sabado, domingo, manhã e noite. Dessa forma fica fácil um legionario mesmo que novo, com um pouco de tempinho, quando ja falar razoavelmente bem o francês, de alugar um apartamento na cidade, o que ajuda aos finais de semana ir para seu apto. colocar uma roupa civil, mesmo que tenha menos de 5 anos de serviço, pois a cidade é grande, não como Calvi que é um cidadezinha ridiculamente pequena e todos conhecem um legionario só de olhar para ele, mesmo que tente colocar uma roupa civil. Alem do mais ira nessa cidade conhecer muitas pessoas brasileiras que moram nela, No proprio 2ºREI deve ter diversos brasileiros com, mais de cinco anos de serviço ou não, que moram na cidade, que podem lhe ajudar para locação, roupas poderá comprar ate mesmo numa C&A, como por aqui no Brasil. E é comum muitos se reunirem para trocar de roupas na casa de um desses e pegarem o trem para viajarem para Paris, Marseille, Bordeaux, ate mesmo tem alguns que se aventuram ir ate BARCELONA na espanha, mesmo que só para o final de semana e sem estar de ferias ou ter uma permissão adequada para isso.

Na legião existe um ditado que diz, PAS VEUX, PAS PRIS / VU, FOUTU (pronuncia = Pá vú, pá pri / Vú, Fútiu), que quer dizer = Não visto, não foi pego. Visto, tá fodido.
Por isso todos tentam não ser visto.

E aqui no Brasil existe um outro ditado que diz = Para um bom entendedor um pingo é letra.

Se é que me entende. Não posso, nem nunca direi o que deve fazer, isso são decisões a serem tomadas por cada um.

A Legião em si, ela mesma sabe que durante as férias muitos legionarios, mesmo estando sob contrato de anonimato vão a seus paises, principalmente os belgas, italianos, alemães, e mesmo o pessoal do leste europeu, pois para eles é logo ali. Um trem, Onibus e até mesmo de carro alugado e pronto. Nesse caso a Legião aplica a regra citada acima ( PAS VU, PAS PRIS). No caso da gente fica um pouco mais complicado pegar um avião.

Na verdade não se precisa de um passaporte para brasileiros voltarem da França ou de qualquer outro pais para o Brasil. Basta com uma certa antecedencia se apresentar no consulado com um documento brasileiro, tipo RG ou carteira de motorista, pois tem foto e varios dados e com uma passagem aérea, e solicitar uma autorização de entrada (é só um papel feito praticamente na hora), e poderá vir para o Brasil com ele. Mas não vá pensando que é facil assim, vão lhe perguntar onde esta o seu passaporte, se disser que perdeu, será obrigado a fazer uma especie de (B.O) boletim de Ocorrência na Policia de Lá, para apresentar e terá que constar nesse o numero de seu passaporte. Por isso anote bem o numero do seu. E além do mais quando eles olharem seu corte de cabelo, já vão ficar bem intrigados, pois tá cheio de legionario desertando e os brasileiros não ficam atras dessa situação não. Aqui poderá durante o tempo que ficar tirar um novo.


Em relação a ter dois passaportes, Você vai com o que esta valendo, pega o carimbo ao entrar na França e esconde esse como puder. Se apresenta na Legião com o que declarou aqui no Brasil perdido para poder fazer o outro com que viajou. Esse não é mais valido mas não consta nada nele que diga que ele não é mais valido e a legião se te perguntar porque não tem o carimbo de entrada no pais, você não entende o porque simplesmente. Não irão lhe perguntar certamente, alem do mais o importante para a Legião é que esta lá, isso não é crime se até mesmo entrou ilegalmente na França. Isso é apenas um delito leve.

Deve saber exatamente onde vai deixar o Passaporte valido. Não deve de maneira alguma se apresentar na Legião com os dois, pois eles vão achar, pois em Aubagne ficará pelado com suas coisas todas em cima de um balcão onde estarão vasculhando e anotando tudo que você tem, lhe darão roupas de lá e tudo isso ira para um Estoque que se for recusado receberá ao partir, e se for aceito receberá após a instrução básica, antes de irem para o regimento ao voltarem de Castelo para Aubagne novamente, mas ao chegar ao regimento terão novas e varias revistas de armário nas companhias. Se acharem você perderá seu passaporte e cumprirá uma pena na cadeia interna de seu regimento. Isso pode lhe dar uns 30 dias de cana, alem de ser notada em seu currículo e não vai agradar nem deixar você muito a vontade em relação a seus chefes e superiores, sem contar que essa punição pode lhe atrapalhar em casos de futuramente ir para um pelotão de cabo, algum curso que esteja previsto, ou se a companhia estiver pronta para ir em tournante ou de alerta e você estiver preso, pode até não ir.

O que Eu acho melhor é, que se decidir realmente ir para a Legião, não perca tempo dando voltinhas turísticas por Paris ou onde quer que seja antes de se apresentar. Tente logo que possível se for aceito manter contato com alguém aqui no Brasil, que possa lhe dar noticias das pessoas que deseja. Não vá com a cabeça cheio de preocupações em relação a quem ficar por aqui, pois assim você não atrai nada de mal, nem para Você nem para os que tanto quer bem. Saiba que o que tiver que acontecer , vai acontecer, e não é você quem conseguirá mudar isso. Só não deixe quem sabe a oportunidade de que tanto esperou, passar lhe entre os dedos, pois as vezes ela só decide passar uma única vez. Além do mais verá que tudo pode se arranjar muito mais facilmente estando lá e vendo o que se pode fazer, com novos amigos do lado, que já estão lá algum tempo e que podem lhe orientar quando for necessário uma atitute.


Creio que não deve se preocupar tanto com isso. Não lhe conheço, nem tão pouco a sua Avó, que vejo ter um grande carinho por tal. Mas certamente nada de inesperado irá acontecer, não dentro de um ano ou quem sabe ate mais. Mas no caso de uma fatalidade a qual se preocupa, estou quase que convicto que sua Avó gostaria que estivesse onde estiver nesse momento de pesar, se isso for o que lhe faz bem, e ela irá feliz por isto.






ESSE É LEGALZINHO, PODE ATÉ SER BEM UTIL


PERGUNTA
Porque no doc não tem muita coisa sobre o teste físico de corrida chamado Luc Leger.
Para quando devo marcar minha passagem de volta.


RESPOSTAS
Não coloco muito sobre o tal teste fisico, hoje chamado LUC LEGER, pois em minha epoca não era dessa forma o teste. Ainda estou a esperar um amigo que vai me passar o teste de como é feito e suas metragens, assim como melhores resultados, mas para não colocar algo que realmente seja verdadeiro, prefiro esperar ate que tenha uma informação vinda de fonte confiavel - OK

Observação: Esta resposta foi bem antes de abril 2007, pois a partir desta data já temos adicionado maiores conteúdo a respeito do Luc Leger e como podem ter visto existe mesmo uma pesquisa aprofundada em relação ao que é Luc Leger no Mundo, e quanto a Legião temos links que direcionam a fotos e vídeos sobre o mesmo. 06-06-07.


Quanto a Passagem, para quando deve marcar a volta? - Isso é algo meio complexo, pois vamos contar o tempo, saindo do Brasil ate chegar na França, por exemplo PARIS, sai hoje chega amanhã = 2 dias / digamos que vá para o Fort Norjent e espere lá praticamente uma semana (7 dias) para descer com o grupo de candidatos para o 1ºRE em Aubagne, os testes levam em media se for bem, sendo aprovado a todos uns 25 dias, até aqui já temos 34 dias - vamos contar então 1 mês para fazer os testes de seleção. se for aceito mais 4 meses de instrução ao 4ºRE em Castelnaudary, voltando a aubagne no 1ºRE para escolher o regimento. Ate aqui é igual para todos os candidatos antes de irem para os regimentos, em media 5 meses. Você se pudesse pegaria uma passagem de 5 meses e estaria garantido se fosse aceito e fosse para a instrução basica em castelo e não gostasse, poderia ainda solicitar desligamento e utiliza-la.
Digo da complexidade pois se chegar no PILE (Poste de informação da Legião Estrangeira) de Paris, ou seja, o Fort de Norjent, já terá ali 2 dias depois de sair do Brasil, terá que esperar em media 1 semana para ir par Aubagne, isso se for, pois la no forte fará um exame medico preliminar, se for reprovado nesse eles vão lhe mandar embora e sua passagem não precisaria mais do que 5 dias, como foi meu caso. Se é aprovado e desce para o 1ºRE em Aubagne, é recebido no CSI, começa a fazer os testes e é reprovado no primeiro, vai ser mandado embora praticalmente no mesmo dia, contando isso deve dar uns 8 dias, mas ai a Legião vai lhe dar uma passagem de trem para o próprio dia a noite para voltar para Paris, de onde você veio. Vai chegar em paris com 9 dias, uma passagem com 10 dias bastaria. Por isso espero que tenha entendido a complexidade de se dar uma certa quantidade de dias para se marcar na passagem de volta. O melhor é pensar que não vai utilizar a tal passagem, que você vai ser aceito e marcar a volta para o limite possível. Mas não se iluda, leve um dinheiro que se algo não sair como planejado, você possa se apresentar no Aeroporto, pagar uma taxa e voltar no vôo que estiver disponível e de sua escolha. Podendo ainda dá um role por lá se desejar.


RESUMINDO, marque a passagem para a data mais extensa possível, mesmo se pensando que 30 dias são suficientes, pois se não passar, seja em qual fase for, terá que remarcar sua passagem, então tenha uma graninha extra para fazer isso e estará tranqüilo. Não esqueça que caso venha você a ser recusado, ao sair a Legião vai lhe pagar por cada dia que ficou instaldo lá, desde o primeiro dia no Fort de Norjent ate aquele que estará saindo, o que já é uma graninha e que dá para pagar a taxa de transferência de sua passagem tranquilamente.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------


PERGUNTA
Qual o quartel que concentra uma quantidade maior de militares brasileiros
Vale a pena servir nesse regimento
Qual a rotina de missão real da LE. ?

RESPOSTAS
Acredito eu pelos últimos números que me foi passado que o 2ºREI que fica na cidade de Nimes é o regimento atual com maior concentração de brasileiros. Esse regimento é considerado apesar do 2ºREP ser um regimento paraquedista que deve estar pronto a intervir de imediato, o 2REI é o que mais vai para tournantes e missões, pois guardam o Regimento paraquedista para intervir de imediato em outros locais se necessário uma intervenção urgente. Por isso ainda digo que o 2ºREI é melhor para servir que o REP, principalmente para levantar uma grana e estar sempre girando em tudo que possa vir a aparecer. A rotina de missões reais são diversas e sempre que houver interesse pela França ou se solicitado pela ONU e/ou OTAN a França pode vir a enviar tropas a tais destinos indicados por tais organizações. Mas não se engane em relação a Combate Real, pois apesar da legião participar de inúmeras missões de paz e ajuda humanitária, os combates reais não são tão freqüentes como muitos podem pensar, que vai a todo o momento pegar seus fuzis e saírem atirando para tudo que aparecer, pois mesmo em situações hostis existe um comando que dirige cada intervenção tanto para ação como para reação.












Esse e-mail É MAIS UM que realmente vale a pena ler






PERGUNTA
Sobre o ANONIMATO
Eu, como brasileiro, posso ser alistado como legionário de outro país? Portugal, por exemplo.
Meu nome será trocado, certo?
Posso utilizá-lo pelo resto da minha vida?
Posso usar meu nome trocado fora da Legião?
Depois que eu sair da Legião, eu poderei usar meu novo nome?

Entrando com o anonimato, eu posso pedir cidadania francesa com meu novo nome?
Eu receberei a cidadania francesa com meu novo nome?

Não vou nem falar de que país eu sou para os meus camaradas legionários.



RESPOSTAS
A partir de ter sido ENGAJADO SOB ANONIMATO, não importando o motivo que eles achem ou por sua solicitação de mudar de nome, que terá que explicar o motivo, você irá trocar de nome, por um outro que eles vão lhe dar.

De que forma que é feito o anonimato.

Se você se chama Emilio Ronalds, brasileiro da cidade de São Paulo nascido em 01 – 01 – 1980 com 27 anos atualmente por exemplo.

Tendo se em vista que na Europa o que vale sempre é seu nome de família aqui chamado de sobrenome, saibam que lá o sobrenome é o seu nome aqui. Nesse caso seu nome é Emilio e seu sobrenome RONALDS, mas na Europa, seu nome é (nome de família) RONALDS e seu sobrenome é Emilio.


Eles podem lhe dar um nome qualquer mas que começará com a primeira Letra de seu sobrenome, no caso aqui será o R de RONALDS.

Como Você é brasileiro e o Brasil foi colônia Portuguesa, eles na certa escolherão um nome típico português que poderá ficar assim, por exemplo. Ribeiro Antunes. Que no Brasil seria seu nome Antunes Ribeiro.

Quanto sua nacionalidade é difícil trocarem, mas se por um motivo muito claro, eles também podem vir a trocar.

Sua idade será mantida, mas sua data de nascença será trocada com certeza.

Então,

Você era assim,
Emilio RONALDS, brasileiro da cidade de São Paulo nascido em 01 – 01 – 1980 com 27 anos atualmente.

Poderá ficar assim,
RIBEIRO, Antunes, brasileiro da cidade de Curitiba nascido em 05 - 05 – 1980 com 27 anos atualmente.


A partir desse momento você só usará esse nome, nunca deverá dizer a ninguém seu verdadeiro nome e nem responder quando alguém lhe chamar por este velho nome, mas não se esqueça de atender pelo novo nome quando solicitado, principalmente quando ainda estiver em aubagne no centro de seleção, deve ficar bem esperto a partir daquele momento.

Com essa nova identidade você fará tudo dentro e fora da Legião, até mesmo a conta bancaria que a própria legião abrirá para você receber seu salário será nesse novo nome, suas tarjetas da farda, sua carta de identidade, seus diplomas adquiridos e tudo que possa pensar será nesse novo nome, ate mesmo quando sair na rua deve se apresentar com esse nome, para não ser acusado de quebra de anonimato com risco de ate ser mandado embora da Legião ou entregue a Policia, pois se esta sob anonimato é porque algo você fez, digamos que matou alguém e é procurado pela policia brasileira que entrou em contato com a Policia internacional (INTERPOL), que vai te procurar pela Europa com mandatos de busca e apreensão. Mas mesmo com tudo isso conseguiu ser aceito na Legião, o que hoje em dia já é muito difícil ser aceito sem ter feito nada de errado, pior ainda é ter algo grande nas costas, pois a Legião não é mais como antigamente que pegava tudo e qualquer voluntário sem saber do seu passado, hoje existe novas normas e leis. Mas como dissemos conseguiu ser aceito pela legião e essa que fez de tudo para lhe esconder. Agora Você sai pela rua dizendo seu verdadeiro nome e no azar das coisas a policia do Brasil fica sabendo e passa para a Interpol que vai solicitar a Legião que entregue você a eles que por sua vez vai lhe extraditar de volta ao Brasil. Assim a Legião não poderá mais lhe proteger.

Quanto a essa sua nova identidade poderá utilizar durante todo o restante de sua vida, mas formas e normas e leis podem lhe complicar com o passar dos anos. Tipo, será difícil se naturalizar sem antes se retificar, ou seja, ter solucionado todos os seus problemas anteriores que lhe fizeram entrar para o quadro de engage sous anonimate, e sem se retificar, que nada mais é do que recuperar sua verdadeira identidade a qual chegou na Legião, não vai conseguir se naturalizar. Mas isso não é grave, pois poderá ficar seus 15 anos de legião ou ate mesmo mais se decidir após tudo isso ainda ficar mais, ficar ainda com o seu nome fictício. Poderá ate mesmo se aposentar com seu nome de anonimato, mas não terá a naturalização e sim uma simples carte de sejour, essa carta de estadia e como o Green Card, americano, lhe da direito de morar e trabalhar no pais, agora com a comunidade européia poderá trabalhar e/ou morar em qualquer parte da Europa, já que tem uma aposentadoria que lhe é depositada em sua conta bancaria não importando em qual pais esteja, ficará tranqüilo.

Mas digamos que ache ainda necessário ter a Naturalização francesa. Você ainda pode solicitar sua retificação e após na Naturalização solicitar o Afrancesamento de seu nome, do tipo. Emilio RONALDS, poderia passar a ser RONALDEAUX Emile, o que para o mundo será verdadeiramente outra pessoa em qualquer sistema de consulta ou banco de dados. Apesar que suas digitais sempre são as mesmas.

Ainda quanto a esconder sua nacionalidade ate mesmo dos outros legionários você poderá conseguir em relação aos estrangeiros, mas fica difícil esconder dos portugueses, angolanos, brasileiros em principal, espanhóis, argentinos e assim por diante que conhecem bem esse nosso sotaque e formas de expressões utilizadas por nos.

Saiba que na vida tudo é possível, se não é hoje , amanhã quem sabe não será. Digo isso pois as leis vivem mudando. O que hoje ao iniciar algo parece ser quase impossível amanhã conhecendo bem o sistema quem sabe não ache uma brecha que lhe conduza a possibilidades desconhecidas por muitos, inclusive para mim mesmo que lhe explico isso hoje.


Continuação, mas quase a mesma coisa.


PERGUNTA - RESPOSTA

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Quando eu trocar de nome pela Legião, será definitivo?
O novo nome será meu para sempre?

Não, você pode manter-lo se desejar, mas se não quiser mais pode solicitar sua retificação e voltar a ter seu novo nome apagado e tudo voltando para seu verdadeiro nome. Assim seus diplomas e breves passam a ser referidos a Você mesmo, com o nome real não o fictício dado ao entrar na Legião. Sua conta bancaria será renovada para o nome verdadeiro e assim tudo que possa ter seu nome falso voltara ou melhor passara para seu verdadeiro nome de quando chegou na Legião.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------


Eu, como brasileiro, posso ser alistado como cidadão português?
Ou, por outro lado, eu já posso ser alistado como cidadão francês?

Não, você apresentou um passaporte brasileiro, será engajado como brasileiro, mesmo que seja engajado sob anonimato, vai mudar nome e sobrenome pessoal, vai mudar nome de pai e mãe, local e data de nascimento, mas seu país será o mesmo, ficaria difícil colocar um chinês nascido na áfrica, etc. e tal. Por outra forma não pense em se apresentar com um passaporte falso, posso lhe garantir que a Interpol vai investigar e se descobrir, alem de não entrar para a Legião, pode ser preso por falsa identidade ideológica e outras coisinha mais.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se eu receber um outro nome, eu poderei ser naturalizado cidadão francês com meu novo nome?
Não, aparentemente não existe essa possibilidade, para isso será preciso se RETIFICAR, mas como comentei lá em cima, tem coisas que hoje são proibidas e que amanhã talvez você sendo um suboficial bem graduado, com uma ficha invejável por sua disciplina, sem punições, tendo invejáveis atuações em missões, com seus diversos cursos e estágios, seus breves e diplomas, possam lhe permitir quem sabe uma negociação governamental. Mas quem sabe ate mesmo estando lá dentro da legião, conhecendo melhor o sistema, suas normas e leis, venha a achar algo que lhe permita efetuar isto. Mas pelo meu modesto conhecimento nessa área, só posso lhe dizer que ate agora não vi, e nem sei de tal fato ter ocorrido.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Alguém saberá o meu nome verdadeiro? Quem? O comandante? Meus superiores saberão?
Não, ninguém saberá seu verdadeiro nome, nem o cabo de sua equipe, seu sargento chefe de grupo, nem o tenente chefe da seção, nem o capitão comandante da companhia do regimento onde esta, mas para resumir e lhe fazer entender bem isso, nem o comandante do seu regimento, nem o general comandante da Legião Estrangeira saberá seu nome, alem do mais isso não interessa a eles. Então se não contar, quase ninguém saberá. Digo quase ninguém pois tem gente que saberá. Mas sabe quem saberá? Somente as pessoas que trabalham no serviço de segurança e investigação da Legião , conhecido e apelidado como GUESTAPO, mas para essas pessoas é tão comum isso e fazem tanto para tantas pessoas que com certeza dois dias depois nem lembrarão do seu verdadeiro nome sem antes consultar um catalogo com inúmeras trocas dentro do computador que seu acesso é muito restrito a um oficial chefe de seção.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Com meu novo nome, eu posso comprar carro? Casa? Viajar através dele para outros país? Posso ser uma nova pessoa em todos os sentidos?
Difícil isto também, pois para tudo dentro da Legião, desde comprar uma bicicleta, celular, você precisa de autorização especial que deve solicitar primeiro ao seu chefe de seção, normalmente um tenente, depois será repassado essa solicitação já com aval favorável do tenente para o Capitão comandante de sua companhia e esse quem dará a resposta final, seja esta positiva ou não, mesmo que o tenente tenha dito sim. Agora no caso de comprar carro, casa, tudo isso na maioria das vezes requer um financiamento e isso talvez não seja autorizado, mas como sempre digo, nem tudo eles precisam ficar sabendo que esta fazendo. Mas a melhor coisa será sempre ter dinheiro para comprar a vista o que desejar, mesmo tendo conta no banco, pois isso acarretaria em investigação pessoal e você não existe ate chegar na Legião, o que lhe revelaria em anonimato. Quanto a viajar não terá passaporte, mas ate mesmo com a carta de identidade militar com seu nome dado pela legião pode viajar por toda Europa, pois a Legião tem uma reputação inigualável por qualquer outra tropa de elite ao mundo, mas essas viagens internacionais será melhor que não seja de avião pois assim precisará de passaporte, enquanto de trem ou de ônibus, como fazem todos os legionários que mesmo no anonimato em PLD (permissão de longa duração = férias) viajam, alguns poloneses, belgas, alemães, espanhóis e etc vão a seus paises e voltam tranquilamente.




-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Como funciona a naturalização para alguém que se alistou no anonimato?
Você precisa primeiro se retificar, caso contrario não poderá ser naturalizado, já lhe expliquei um pouco acima como isso funciona.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Há alguma forma de eu não ser alistado como brasileiro?
Sim, primeiro deve se naturalizar ou ter a dupla cidadania. Se tiver parentes originários de outros paises, você pode solicitar primeiro sua cidadania e após receber a tal, poderá solicitar na embaixada desse pais um passaporte, assim com esse poderá se apresentar na Legião com o novo passaporte e escolher essa cidadania como nacionalidade.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Tenho um filho que nao vive comigo mas gostaria de poder mandar dinheiro para ele caso fosse aprovado, isso seria possível.
Claro que sim, é possivel mandar dinheiro para onde, quando e para quem quizer. Com o dinheiro de seu salario mensal, você faz o que bem entender dele. Alem do mais seu salario vem numa conta bancaria que pode fazer um viramento direto para a conta da pessoa que deseja, e essa já recebera na conta enviada o dinheiro já transformado em moeda corrente do pais e pago as taxas de transferencia e impostos, mas pode ainda enfiar tudo num livro e mandar registrado para o endereço que desejar, mas saiba que dessa forma muitas vezes o livro some. Quanto ao viramento bancario alem de seguro e pratico você pode guardar o estrato de envio desse dinheiro para um dependente e em sua declaração de imposto que tera que fazer para o governo francês podera dedutilo de seu imposto final.


As perguntas que seguem abaixo vem de uma pessoa que mesmo ao ter recebido esse mesmo Doc Informativo ao qual esta lendo agora me enviou. Pode notar-se que essa pessoa não deu o interesse necessário em ler a todo o doc com a devida atenção merecida para saber um pouco do que possa ajudar a quem deseja quem sabe ir a Legião ou não. Por isso digo aos mesmo que hoje com este em mãos, leiam tudo por completo e com total interesse antes de fazer tais perguntas básicas às quais você que leu esse doc ate aqui com atenção e interesse saberá responder ao mesmo. VEJAM ASSIM MESMO.


Ao ler o e-mail que o Sr, me mandou, também diz lá que em determinada fase será aplicado um texte de :Q.I (inteligência) padrão :Francês!O candidato tem que atingir mínimo de:8,0 pontos!Total mínimo!Como é esse texte (se é que o senhor pode falar),existe um "parecido" na internet?

É isso mesmo, nos testes seletivos serão aplicados diversos testes, entre eles há um teste psicotécnico ao qual deve ter lido no doc o que explico em relação aos mesmos e se ler com atenção verá que indico um link para um site francês que Você pode fazer alguns exercícios para ir treinando algo que se assemelha em muito os testes aplicados na Legião a nível psicotécnico.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Qual á altura mínima para ser um legionário?

Não existe uma altura considerada mínima para ser um legionário, mas acredito que utilizem um padrão de no mínimo 1,60 e no maximo 2,10. Mas já vi exceções. No meu grupo de combate tive um soldado com 1,57 e quando estava na instrução ainda tinha um inglês com 2,12 que calçava 50 e teve que esperar outra turma pois estava esperando a Legião confeccionar uma bota para ele.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Old January 17th, 2012   #10
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

-O Sr. é sagento ,mas é brasileiro ou só mora em São Paulo?
-Quanto tempo o senhor está na legião?
-Quanto tempo ,e como o senhor fez para conseguir ter essa patênte!


Não falo de minha vida particular, e por suas perguntas vejo que não tem dado atenção necessária ao doc que lhe enviei a pouco, espero que esteja com este a mão, que leia-o inteiramente pois não me incomoda em responder as perguntas que surjam, mas o que tem me questionado é simplório de mais, típico de quem nunca viu nem se quer leu nada sobre a Legião.
E se tivesse ao menos dispensado um pequeno tempo para ler a meu perfil no orkut saberia a resposta a tais questões, mas como não gosto de deixar ninguém sem resposta, vou lhe responder mas sem muito detalhes.
Sou Brasileiro e atualmente moro em São Paulo, minha terra natal a qual voltei após sair da Legião onde estive por 8 anos e meio, onde ralei um pouco mais que no Brasil, atuei em certos conflitos e com o tempo, dedicação e estudo fui indicado por meus superiores para o Curso de Sargento.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
-Quanto mais o candidato saber ,exe:este tiver digo á nível de Brasil e for para á legião =cursos técnicos, faculdade,treinamento ,será que vale alguma coisa?

Quanto a tal pergunta já explico isto no doc, procure ler com atenção ao doc, se o seu foi enviado antes de 12 de junho de 2007, me solicite um novo renvio do doc em sua versão mais atualizada.
Todos esses cursos são importantes mas não vão lhe ajudar muito, a não ser que tenha uma faculdade e atuado diretamente na função de medico, dentista, veterinário e outras áreas que a legião sempre poderá utilizar suas habilidades em prol de suas tropas. Mas isso também vai depender somente se já foi aprovado em todos os testes seletivos e devido a um numero de vagas estipulado tiverem em sua turma ultrapassado ao mesmo, eles precisem desempatar entre alguns candidatos, vão avaliar tais formações em uma nova triagem entre os candidatos empatados.


------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-O candidato á legionário tem que ter (á nível Brasil)escolaridade mínima?

Não é necessário se ter um nível de escolaridade expecifica para se apresentar na Legião, mas é necessário saber ler e escrever em sua língua natal, mesmo que o candidato seja semi-analfabeto já teve casos de aceitação em meu tempo. Hoje isso deve ser muito raro uma aceitação, pois de mais em mais aparecem candidatos com formação superior e níveis dos mais diversos e avançados possíveis. Eu mesmo servi com um Coronel do exercito russo, teve outro que era Phd em geofísica formado em haward, entre outros como pilotos de caça, biólogos, atores e etc.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Vi as fotos no seu :Orkut, e tinha mostrando ao que parece um soldado com seu corpo:destroçado,cabeça de outro,...o que seria aquilo?O senhor "vivenciou " isso?
até!

Fases do que se tornará comum a um legionário em missão e em combate alem de vivenciar, executará o que pode parecer desumano a muitos, mas saiba que a morte de alguns é essencial para a vida de outros tantos.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Achei no :YouTube, um video em que se podia houvir o hino do legionário (canção da legião)!
Achei MUITO LEGAL MESMO!!!!!
-O Sr. teria á letra(em frânces) e traduzida para o português!??
-Chegou á dar arrepios! e também euforia! Muito legal!

Poderia sim lhe enviar a letra de qualquer canção da Legião e sua tradução, mas preciso primeiro que me envie o link do Youtube para ver qual é a canção que menciona ou o nome da canção para estar redigindo a letra e a tradução.
Fico no aguardo de seu envio para estar o mais breve possível lhe enviando a tal letra e tradução.


Esse E-MAIL
é mais um
que vale a pena ser lido por inteiro


PERGUNTA em AZUL e as RESPOSTAS em VERDE


Li que*o teste psicotécnico terá 60 questões, sendo 34 de raciocínio lógico matemático e 24 de memória e organização de cubos. Eu sabia da memorização, mas desconhecia que caía matemática. É matemática simples? Ou haverá questões que envolvem trigonometria? Haverá questões que envolvem Teorema de Pitágoras, fórmulas matemáticas, equações?
Eu entrei no site que você indicou para testes psicotécnicos. Eu resolvi vários deles com facilidade. Se for aquilo, não terei muitas dificuldades, mas treinarei mais.

No teste psicotécnico quando dito de raciocínio lógico matemático, não quer dizer que vai cair trigonometria e essas questões não, raciocínio lógico matemático é que você precisa de cálculos lógicos matemáticos por exemplo para saber se um quadrado cabe dentro de um circulo dado, ou se virar uma roldana para direita para onde girar uma terceira roldana situada no fim do sistema, etc.
Se, achou fácil os testes psicotécnicos aplicados no site que deixei o link no doc., não terá grandes problemas não no da Legião pois são bem parecidos em relação aqueles, que tem no site que indico para treinamento.

*
Outra coisa. Lembro que um, outro ex-legionário entrou na comunidade para tirar dúvidas e ele disse que quando fez o teste psicotécnico, ele precisou decorar nomes de lojas e ruas num mapa, e escrevê-los num papel em branco. Procede esta informação?
Os testes psicotécnicos que forem aplicados hoje numa turma não serão aplicados amanhã na turma seguinte, eles têem um sistema de seleção aleatória de testes que escolhe por si só as questões, por isso não se preocupe no caso que foi exposto por tal pessoa, mas eu nunca ouvi dizer que isso ocorra, ter que anotar coisas em papeis, isso é coisa de meu tempo, quando os testes psicotécnicos eram bem diferentes dos aplicados hoje em dia e era em papel ainda e não em computadores como é feito agora.


Ainda gostaria de saber sobre os cursos dentro da Legião. Vi você citando a possibilidade de fazê-lo quando estes estiverem disponíveis e vi no site da Legião que há cursos para telefonista, operador de rádio, etc. São estes cursos a que você se refere?
Sim, é mais ou menos por ai.* Quando estiver numa companhia de combate, lá na frente após ter acabado sua instrução de Base em Castelnaudary no 4º Regimento Estrangeiro e ter ido para o Regimento de escolha e ser afectado a uma companhia, fará diversos cursos, mas na maioria voltado para o emprego de acordo com a especialidade da companhia ou necessidade da mesma.
Eu estava numa companhia de combate em montanha no 2ºREP, os cursos que a Companhia ministrava era de escalada, rappels, esqui, sobrevivência em altas altitudes, sobrevivência na neve e em baixas temperaturas, Combate em locais inacessíveis, montanhismo, etc. e tínhamos ainda como em qualquer outra companhia a parte de esporte, combate corpo a corpo, explosivos, tiro, armamento etc. Mas quando começamos a ficar mais velhos de tempo de serviço e novos legionários forem chegando a companhia, essa sua companhia por sua vez ira se reestruturar para receber os novos legionários e os mais velhos terão que fazer cursos de especializações para saírem dessa companhia e irem para uma outra, na maior parte das vezes sairá da companhia de combate para uma companhia de logística, no caso do 2ºREP essa era a CCS (companhia de comando e de serviços) – O comando aqui é no sentido de comandantes, oficiais que comandam a situação e operações e não no sentido de comando de combate e grupos especiais. Sendo assim seus chefes de seção irão lhe sugerir e lhe perguntar sobre o que gostaria de fazer em seguida, isso ainda lhe será perguntado quando for novo na companhia, mas com o passar do tempo voltaram a inspecionar seu dossiê e analisarão o que você disse anteriormente e vão assim lhe sugerir fazer certos cursos. Mas essa escolha é meio que obrigatória, e não se tem como dizer, “não quero”, “não vou”, se eles decidirem que você irá fazer tal curso, você vai, ou no mínimo vai preso e fica com a ficha suja e outros que desejar realmente fazer poderá esquecer. Essas escolhas dependem em muito também por exemplo do que na vida civil você era. Por exemplo antes de entrar para a Legião você era mecânico de carro. Eles podem lhe sugerir devido a seus conhecimentos a fazer um curso de mecânico e quando for para a Tal companhia de logística e/ou serviços ira para a seção de mecânica dos veículos do regimento, assim não passará novamente de um mecânico como numa oficina no civil. Mas se for bom em certo assunto eles podem lhe oferecer um estagio meio relativo ao seu melhor ou pior desempenho, porque digo isso. Se foi ate ali um legionário indisciplinado com varias alterações e punições, nem vai ter que escolher, e sim, só aceitar. Eles podem com isso lhe enviar ao estagio de cozinha. Será cozinheiro quando for para a C.C.S. de seu regimento e trabalhar no refeitório. Mas existe ainda no caso de quando chegar a Companhia de Combate no regimento que for designado, fazer um teste de audição no serviço de transmissão regimentar. Isso para ver se você responde bem a escutar e memorizar certos graus de comunicação do tipo códigos morse, telefax, etc. Se for bom, poderá fazer o curso de radio transmissor e quando novo legionário ainda na companhia de combate ganhará a mais que todos os outros legionários, quando forem para as manobras e marchas, um belo, desajeitado, grande e pesado radio para carregar alem da sua arma e equipamentos que terá que levar como todo mundo. O salário continuará o mesmo. Por isso lá em cima Eu digo de acordo com a especialidade ou NECESSIDADE da companhia, pois cada seção de cada companhia sempre terá no mínimo 1 homem radio, para levar o radio do chefe da seção, e o capitão terá no mínimo 2 homens rádios para levar seus rádios de comunicação com o PC (Posto de Comando) e com os Chefes de Seções, e assim vai.

Não pense que só porque os cursos começam na semana que vem que você pode chegar ao seu superior direto e dizer que quer fazê-lo. Esses cursos são abertos de tempos em tempos, mas para cada regimento tem um numero especifico de vagas. O coronel comandante de tal regimento solicitará aos chefes das companhias que indiquem pessoas para completar o numero de vagas que o regimento tem disponível, assim cada chefe de companhia, na sua maioria capitães pedirá aos chefes de seções (Tenentes em sua maioria) que indiquem os candidatos para tal.

Não se iluda, mesmo que o Curso seja uma bosta, o regimento vai mandar o numero maximo disponível para o mesmo. Seja assim a favor ou contra sempre vão achar as pessoas e voluntários necessários para tal, mesmo que a contra gosto.

Tem seu lado bom ter uma especialização assim, pois quando decidir por exemplo sair da Legião, seja por aposentadoria, fim de contrato ou alguma perda diferente. Poderá solicitar a RECONVERSÃO do estagio que tem e futuramente poderá trabalhar na Vida Civil nessa área. Bom exemplo é o de cozinheiro. Após ter feito o curso e trabalhado na Legião por alguns anos no refeitório regimentar, agora ao ir embora em fim de contrato por exemplo, poderá solicitar a Reconversão que é mais um pequeno estagio de especialização nessa área e ao sair poderá assim tentar arrumar um emprego em um restaurante anunciando em seu C.V. – Cozinheiro por tantos anos na Legião Estrangeira, com curso de especialização por exemplo em Assados e Cozidos, ou numa Padaria como especialista em Pães, Bolos e doces. Isso vai depender de quando for fazer sua reconversão no que escolheu se especializar dentro é lógico da área que trabalhava na Legião. Se foi mecânico na Legião após a reconversão poderá vir a trabalhar numa oficina mecânica e ser especialista em motores a diesel, etc.



*
Você disse que é muito complicado chegar a oficial. Na verdade, não pretendo nem chegar a oficial, apenas se isto me for realmente possível. Sei que é difícil e não estou sequer planejando. Aliás, a minha melhor espectativa na Legião é conseguir a aposentadoria após 15 anos de serviço. Nada mais. Embora eu pretenda sair da Legião após 5 anos.

Se sua melhor espectativa é conseguir se aposentar pela legião por tempo de serviço terá que fazer os mínimos 15 anos.
Agora me diz que pretende mesmo é sair da Legião ao final do primeiro contrato de 5 anos. Parece que deseja usar a Legião para acessar um direito de vida no exterior, o que não condeno, não. Cada um faz o que achar melhor para si, mas não acho a melhor forma para se conseguir isto, engajando se na Legião. Existe inúmeras formas de poder morar e trabalhar no exterior.*

Eu gostaria de saber se é possível estudar FORA da Legião. Os Legionários podem fazer cursos fora do quartel da Legião? É possível cursar uma universidade francesa enquanto se serve na Legião?
*
Para se fazer qualquer coisa fora da Legião estando efetivado é muito difícil. Primeiro vai depender de solicitar a seus chefes superiores e aguardar um aval favorável, o que é difícil antes dos primeiros 3 anos, e difícil ainda também pois você tem inúmeros dias que não poderá comparecer ou sequer poderá sair do regimento. Seja este por ser a semana que sua companhia esta de serviço regimentar, ou você e sua companhia estão em missão outre-mer, que dura em media 4 meses, podendo ser na África ou outros paises que a Legião tem bases externas a França, em sua maioria paises ex colônia francesa, ou ainda por estar preso por qualquer motivo que pode vir a ocorrer, ainda pode não poder comparecer aos cursos que terão que ser noturnos devido ao expediente diário no quartel, devido a terem partido em missões ou por simples fato de estarem em manobras ou treinamentos de tiro noturno num estande de tiro afastado, etc. e etc. e tal. Fazer uma Universidade Francesa, estando engajado a Legião, é quase tão difícil como se chegar a Oficial.



Sobre os testes físicos. Vi os testes no site e li o que você falou sobre eles. Eles são muito simples. São até ridículos, e falo isto francamente. Mas minha dúvida é a seguinte: mesmo havendo muitos brasileiros se alistando ao mesmo tempo, mesmo havendo poucas vagas, se eu fizer o teste físico e me sobressair entre todos, eu sou chamado? Se eu surpreender os avaliadores nos testes físicos e fizer 20 barras, por exemplo, tenho mais chances?
*
Sim, é verdade que os testes físicos são fáceis. Sempre digo isto a todos, mas devem sempre estar preparados e treinarem para não serem surpreendidos. Pois, conseguir fazer o que pedem é uma coisa fácil, mas lembre-se que terá outros candidatos lutando por uma vaga também que vão querer mostrar ao maximo do que são capazes e com isso elevarão o nível daquele grupo a parâmetros que as vezes você pode não estar preparado para superar e com isto ficar em ultimo na classificação do grupo no teste físico, por exemplo. É por isso que digo sempre que a fase seletiva é uma grande Loteria, pois Você sendo forte mas cair num grupo de testes muito forte pode vir a ser recusado e outros candidatos muito mais fracos que você fisicamente e intelectualmente, mas que por sorte vierem a se apresentarem e caírem num grupo muito mais fraco poderá ser aceito, quando você não foi, mesmo sendo muito melhor do que este fracote em questão.

Quanto ao grande numero de brasileiros se apresentando na Legião ao mesmo tempo para fazer os testes seletivos, isso na verdade é um pequeno problema, se estiver preparado realmente e fazer os testes seletivo, ao qual jamais vai surpreender os avaliadores, mesmo se fizer 500 barras e 2000 abdominais, pois isso não quer dizer muita coisa. Não vai mudar em nada, mas certamente com tais resultados estará aprovado no teste físico. Isso é bom, mas tem ainda os testes psicotécnicos, médicos e entrevistas que derrubam mais que o físico, que é um teste apenas para analisar a capacidade do individuo de efetuar funções físicas, analisar a coordenação motora e reflexos. Tendo se em vista que a Legião não solicita campeões olímpicos, ela apenas deseja homens saudáveis, inteligentes ao ponto de poderem aprender e capacitados a exercerem certas atividades fisicas as quais se for aprovado será treinado para tal, e os resultados virão com o treinamento interno, intenso e programado para o desenvolvimento do mesmo. Com isso nem mesmo um campeão olímpico teria mais chances que um candidato normal que se apresentar. As chances são iguais para todos e não adianta ser muito bom em algo e ser medíocre em outros pontos. O melhor é estar num parâmetro médio em tudo, pois é na verdade o que a Legião necessita, pois sempre terá como fazer tal pessoa a melhorar seus resultados, chegando inclusive a fazer o mesmo a ultrapassar os resultados daquele que era bom só em uma coisa, exatamente naquela coisa.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Esse mesmo ainda continua


Sgt.Rush, se eu for aprovado e assinar o contrato de: 5 anos
Realmente quando acabar o tempo do contrato eu posso mesmo sair da legião? Pois existem alguns filmes sensacionalistas,como os que o ator: Jean CLaude Van Damme fez sobre á Legião que se o soldado não cumpre determinadas tarefas, procedimentos, ou é muito penalizado tipo preso, descriminado, etc. E ele pode ainda ficar mais tempo borigado na Legião? Se sim, em quais casos?

Não grande tudo isto é muita besteiraiada.
Claro que se cometer alguma falha será punido com serviços do tipo aqui no brasil que vai desde aquartelado ou mais conhecido como ficar de pernoite, podendo ainda ser preso se o que fez foi mais grave, etc, mas nunca vai passar do seu contrato assinado. Nunca eles podem de reter após seu contrato ter terminado, etc.

Seu primeiro contrato na verdade não é o de 5 anos e sim o de 6 meses.
É um contrato provisório que Você assina se aprovado nos testes seletivos em Aubagne, ainda no 1ºRE. Após aprovação em Aubagne ira para a escola da Legião que fica numa cidadezinha chamada Castelnaudary no 4ºRE. Ao voltar de lá, se foi aprovado pelos chefes de seção poderá assinar um novo contrato definitivo de 5 anos, mas esses seis meses que já fez já vem incluído, nesse período, o que quer dizer que só faltara uns 4 anos e meio do total dos 5.

Esse contrato definitivo de 5 anos, você vai assinar se após voltar de castelo, seus chefes considerarem você como Apto a vida militar, pois se for a castelo e não fizer nada direito pode ser ainda recusado pela Legião por inaptitude a vida militar e será mandado embora. Coisa muito difícil de acontecer pois os testes seletivos visam engajar somente pessoas aptas a tais atividades.

Caso você for a Castelo e ao voltar de lá não desejar mais continuar na legião antes do termino dos 6 meses e antes de assinar o Contrato definitivo com data de 5 anos, mesmo tendo sido considerado apto a vida militar por seus chefes de seção, você pode PEDI A PARTIR CIVIL, e ninguém poderá lhe recusar.

-Fora os textes de sobrevivência, ... é comun o legionário se alimentar pouco? Exe: receber so uma pequena ração de alimentação por vários dias,etc?

Sim e não, é muito relativo o que considera se alimentar pouco.
Vou ser logo direto. Nos quartéis da Legião foi um dos lugares que melhor comi, e olha que estou falando e incluindo vários restaurantes entre essa resposta.

Mas para detalhar um pouco mais, quando estiver em Aubagne no 1ºRegimento Estrangeiro, fazendo os testes seletivos no Centro de Seleção e Incorporação, você não terá muita liberdade nem tempo para comer como todo mundo o faz, mas a comida é ótima e a quantidade suficientemente necessária. No meu tempo éramos nos mesmo que nos servíamos, se ficasse no prato você se ferrava. Isto era apenas para evitar desperdícios, o que eu acho justo. Quanto for para Castelnaudary na escola ficará lá por 4 meses fazendo a instrução de base, sendo que o primeiro mês é numa fazenda fechada. Ali vai comer pouco em horários diversos e comidas que são boas, mas devido ao preparo feito de qualquer jeito, fica meio difícil olhar e pensar que é bom, mas eu sempre digo que prato bom é a fome do cidadão. Vai com isso ainda querer repetir, e não será sempre que poderá. Mas não vai morrer de fome. Ao voltar da fazenda após 1 mês, vai comer no refeitório normalmente como todos os Legionários, estando fazendo instrução de base ou os antigões que vêem fazer cursos e estágios em castelo e ate os afectados a esse regimento. Saindo de la, vai para o Regimento e nesse verá que em nenhum quartel Brasileiro se come desse forma e nem mesmo em certos restaurantes você encontra todo dia um Cardápio diversos como na Legião que nunca na semana vai repetir um prato, sempre é diferente inclusive o almoço da Janta. Claro que quando for em manobras e treinamentos as vezes a ração não é suficiente para sua fome, mas você tem toda a liberdade de antes de sair para o terreno, como chamamos sair em marchas e treinamentos fora do Regimento, você poderá comprar coisas que complementem sua vontade de comer. Você pode comprar desde esses saquinhos de miojo (macarrão instantâneo), salames, queijos, pão e ate mesmo uma panela e ovo para fazer no alto da montanha como eu e meu binome TIPU fizemos uma vez. O Grande problema sobre tudo isto é você carregar tudo isto mas seu equipamento e armamento e tudo que vem junto a uma manobra ou marcha.
MAIS 1 Falando se pode voltar a fazer os testes seletivos caso seja reprovado

Um pré-candidato sai de sua terra natal para fazer o exame de seleção, chega no quartel da L.E faz os testes mas e reprovado. Esse mesmo candidato tem o direito de refazer os testes em outra oportunidade? ( exemplo: foi reprovado em setembro ele poderá fazer de novo em dezembro? ou foi reprovado nesse ano ele pode fazer no proximo? )

Para responder a sua pergunta se alguem que for a Aubagne na França, propriamente ao 1ºRegimento Estrangeiro no CSI (Centro de Seleção e Incorporação) para fazer os testes seletivos e se o mesmo for reprovado, ele poderia voltar a fazer os mesmos em data posterior?, a resposta é SIM, mas entra ai varios fatores para que esse sim seja verdadeiro. Vejamos. Quando o candidato é recusado em sua primeira vez nos testes seletivos ao sair ele recebe um papel que descreve o motivo pelo qual foi reprovado e se há para ele a possibilidade de estar voltando a fazer os testes seletivos novamente e qual o tempo de espera que deve ter entre este e o próximo, caso não seja lhe dado nado o candidato tem o direito a solicitar por escrito tais informações.
Eu mesmo fui recusado na minha primeira vez por estar com um corte na mão, ainda em Paris no Fort de Norjent onde me apresentei e por isso tinha que esperar 3 meses para curar a mão e voltar a me apresentar, após aquele periodo.
Existe outros casos de pessoas que fizeram o teste psicotecnico e foram recusadas em definitivo, o que não lhe permite mais voltar a fazer os testes seletivos pois eles tenhem tudo guardado e quando este se apresentar a qualquer PILE (posto de informação da Legião), seja este onde for eles de la mesmo vão manda-lo embora. E nem vai adiantar esse candidato falsificar documentos e mudar de nome, nacionalidade etc, pois a Legião tira as digitais do mesmo e se for comparada e verem que ele é outro cara que ja esteve lá e agora vem com documentos falsos, vai acabar sendo entregue a Gerdamerie, que é uma forma de policia comparada mais ou menos com a Policia federal aqui no Brasil.
Mas esse caso de rejeição definitiva é raro mas acontece sim, mas para isso o cara deve ser bem burrinho nos testes psicotecnicos e ate meio doido e/ou totalmente inapto fisicamente e/ou considerado anti-social que não aceita ordens nem o trabalho em grupo determinado nas entrevistas e/ou ainda o mais definitivo que seria um parecer médico.
Quanto aos outros casos de rejeição sempre o candidato poderá voltar em data pre determinada pelo Centro da Legião um retorno para poder refazer os testes seletivos. Mas esse periodo pode variar entre 3 meses, 6 meses, 1 ano e ate no maximo 3 anos, apos isso já será rejeição definitiva.



*-Caro Sgt Rush. cada Pais tem sua força armada ,exe:Brasil, Itália, E,U,A , etc ... Á Legião Estangeira (que é formada por pessoas de vários Países) mesmo assim é para defender exclusivamente os interesses da :França ,ok?Li (na internet) que ela já participou praticamente de:90% dos conflitos mundiais! Gostaria de saber se ela também é requizitada para defender seus="aliados" ?

A Legião Estrangeira, em primeiro lugar defende os interesses da França e em segundo atua em missões de paz e intervenções pela ONU e OTAN, mas como tropa Francesa.

*-Qual á diferença de:voluntário e engajado na legião?

A diferença entre Voluntário e Engajado é simples. Todos que se apresentam na Legião são de voluntários, estão ali prestando serviço desde o primeiro dia que chegam a um quartel da Legião, mas sem contrato, se forem mandados embora ainda receberão por tais serviços. É uma merreca mas dá para dizer que foi pago pelas faxinas que realizou enquanto estava dentro dos quartéis da Legião fazendo ou esperando os testes seletivos. Após passar pelos testes seletivos e ser aceito na Legião irá para o 4ºRE em Castelnaudary, escola da Legião como Engajado, pois este já esta sobre contrato.



Para que eu possa me aposentar na Legião por tempo de serviço terei que cumprir 3 contratos de 5 anos (5+5+5)?

Os contratos da Legião para se chegar aos 15 anos e assim a aposentadoria, não é a rigor 5+5+5, pode diferir muito por exemplo 5+3+3+2+2 ou ainda 5+2+3+1+4. O primeiro sempre será de 5 anos mas os demais você poderá escolher quantos anos a mais deseja assinar.



Qual a real possibilidade de um recém saido da formação conseguir ir para o 3º REI na Guiana Francesa, se ele terminar a instrução em primeiro lugar lá no 4º R.E. escola da Legião em Castelnaudary.

As chances de um recém formado legionário ao sair do 4ºRE em Castelnaudary, escola da Legião ao voltar para Aubagne no 1ºRE para escolher o regimento que deseja ir, mesmo que não tenha terminado bem na classificação final mas que deseja ir para o 3ºREI na Guiana Francesa, são muitas, pois não são muitos que desejam fazer uma tournante outra mer logo de cara como simples legionario e sobre tudo para a Guiana Fracesa onde pode se pegar inúmeras doenças, e que se paga mal em relação aos outros pontos de outre mer que pode escolher e principalmente não desejam queimar um cartucho atoa, indo para outre mer logo de inicio, todos preferem na sua maioria esperar ate ser Cabo e solicitar uma Tournante Outre Mer na 13DBLE em Djibout na África que paga melhor, tem menos doenças e mais atividades a nível de intervenções.

Agora se Você for brasileiro e acabar em primeiro na classificação de Castelnaudary, as chances de Você conseguir ir para o 3ºREI na Guiana são mínimas. A Legião não gosta e não quer enviar brasileiros com menos de 3 anos de serviço para a Guiana pois é o período mais difícil para novos legionários e a guiana não é nada fácil física e moralmente, e deixando muitas facilidades para um brasileiro na Guiana desertar.


Todos os batalhões dão as mesma chances de chegar a cabo ou difere de um para o outro...

As possibilidades de se chegar a Cabo é igual de regimento para regimento, o que varia e em muito é a posição do Legionário, tipo companhia ou serviço que executa e tão importante ou mais é seu tempo de serviço e como foi cumprido esse serviço. No meu tempo você não chegava a Cabo antes de 3 anos e meio para um Legionário comportado, mas hoje com 2 anos ta todo mundo já no pelotão de Cabos. Até mesmo tendo alterações que não sejam muito graves.



*-seria possível o senhor me mostrar (página) onde possamos ver o salário atual (tabela /euros) de um soldado, cabo,sargento ,oficial?
Quanto aos salários eu mesmo poderia lhe dizer de grade para grade cada salário de base de cada um, mas não passo esse tipo de informação a pedido de amigos meus que ainda estão por lá. Alem do mais não quero que isto influencie a decisão como um interesse que não é o mais apropriado para se tomar a decisão de se deve ir ou não. Mas para não lhe deixar sem nada, pense em Legionário de base entre 900 a 1.000 euros.

*-Também (neste caso eu) de saber se tem com "eu" me engajar na carreira de oficila (contrato de :10 dez anos),ou não ,se para isso tem um outro processo,o senhor conseguiria essa informação!
Para ser um oficial do exercito francês é muito fácil. Primeiro deve ser Francês Nato, prestar concurso publico como é feito aqui no Brasil para academia militar. Não esqueça ainda que deve estar dentro do limite de idade, a qual hoje não sei mais qual é. Fazer os exames e estar aprovado dentro do numero de vagas. SIMPLES COMO TUDO. Tem como se chegar a Oficial do exercito francês estando na Legião, mas para isto eu explico no Doc ao qual você ou vocês se incluir seus amigos, deve ler com mais atenção ao mesmo principalmente o tópico perguntas e respostas.



Esse E-MAIL
é mais um que vale a pena LER e SABER

Quanto tempo um legionário pode servir?
Ele pode se aposentar na Legião?

Um legionário pode servir no mínimo de 5 anos o que seria o primeiro contrato, após ele ainda pode assinar mais contratos chegando ate os 15 anos de serviço onde se desejar pode parar e ter sua aposentadoria, mas tem diversos casos como de antigos Cabos Chefes (Caporal Chef) e Sub-Oficiais, que continuam após mesmo terem completado os 15 anos para conseguirem irem a Outre Mer mais uma vez, ou porque quando foram para um regimento de Outre Mer pela ultima vez, foi necessário assinar mais um contrato e com isso passou dos 15, podendo chegar aos 16 ou 17, onde podem ao retornar pararem e terem diretamente sua aposentadoria pois já passou mesmo dos 15 anos de serviço. Mas há ainda casos que na maior parte das vezes isso para os Sub Oficiais, que para conseguirem subir mais um degrau hierárquico, o que o novo grade lhe permitira se aposentar com uma aposentadoria ainda melhor, continuam por mais alguns anos. Conheço casos de Sub Oficiais com mais de 30 anos de serviço e alguns que chegaram mesmo ao posto de Oficial.

Mas pensem bem nisso. Você completou seus 15 anos, com uma ficha impecável como sub oficial, mas para garantir um grade maior do que tem e ganhar um pouco mais na próxima missão que a sua companhia vai em breve, assina por mais 3 anos. Só que ao ir em missão tipo simples de Outre Mer, Você acabe pegando uma doença, ou ainda acabe pisando onde não deve e fique paralítico, ou pior ainda você por um conflito real ou idiotamente por um acidente Você venha a morrer. Será que valeu a pena perder sua aposentadoria por isso. Cuidado com a ganância e o egoísmo.



Se um Legionário morrer em combate o que acontece, a família recebe alguma coisa ou termina ali?

Todo Legionário é obrigado a fazer um seguro de vida, que ele vai ter que pagar mensalmente, se não tiver ou não querer, não tem problema, mas se sua companhia ou ate mesmo o regimento for partir em missão de intervenção, ou missão de paz seja onde for, ou ate mesmo uma simples tournante, ou ainda ele for para um regimento de Outre Mer, é obrigado a ter o Seguro de Vida, caso contrario não ira. Lógico que todo legionário tem um seguro ou ao menos num caso dos acima citado trata rapidinho de fazer um, coisa simples pois nos regimentos ta cheio de carinhas dos seguros lá. Sei que hoje em alguns quartéis da Legião eles ate teen uma sala para eles dentro do regimento.

Quanto a um legionário que venha a morrer em combate, a família vai receber uma carta do governo francês avisando e parabenizando a família do mesmo, isso é claro se ele tenha deixado um endereço e nome de pessoa a ser avisada no caso de uma fatalidade como esta e seu ultimo salário caso não tenha recebido ou o complemento dos dias que se passaram após o ultimo pagamento. E o Seguro se encarregará de pagar aos familiares que ele indicou em sua apólice assim que o Regimento indicar a morte do mesmo a eles. Não se preocupe pois a legião se encarregara disto sem problema algum. Alem do mais após o falecimento em combate de um soldado se a família desejar a legião envia o corpo do Legionário para o país e local desejado pela família.

Quanto a um legionário que venha a morrer por idiotice qualquer, tipo acidente de carro quando bêbado fora do quartel num final de semana agitado. A família deste vai receber uma carta do governo francês avisando simplesmente do ocorrido, sem parabenização e indicando nesta carta o local onde eles podem vir retirar o corpo e pagar os prejuízos causados pelo mesmo se por azar o mesmo alem de se acidentar com o carro ainda tenha matado mais gente inocente do tipo num ponto de ônibus ou ainda pior ter enfiado o carro num bar da esquina que ele não conseguiu virar e matou mais algumas pessoas. Esse infeliz vai deixar para a família não o seguro pois esse não ira pagar pois foi morto fora de serviço e sendo culpado pelos danos acima mencionados, vai deixar para a família a conta dos reparos a serem efetuados no Bar e a indenizar as vitimas causadas pelo idiota.




Se Alguém estiver em um Regimento da Legião e estiver fazendo o curso e não alcançar as metas sai da Legião? Se por um acaso do destino quebrar uma perna ou pegar uma doença que impossibilite naquele momento de concluir um curso, será mandado embora da Legião?

Não grande, se já estiver na Legião e incorporado a um regimento e for enviado a um Curso ou Estagio, seja esse qual for e onde for, se tiver a infelicidade de não conseguir concluir por qualquer que for o motivo não será mandado embora da Legião. Se não conseguir concluir o curso ou estagio por um motivo medico, do tipo quebrar uma perna ou por doença adquirida durante o curso tipo uma dengue ou malaria ou outras desse tipo que incapacitam a pessoa a atividades as quais ele precisaria estar em sãs condições, ele irá ao hospital para se tratar e voltará após ao regimento que esta incorporado e ao qual nada lhe será cobrado e esperara quem sabe uma nova oportunidade para refazer o curso. Mas existe ainda a possibilidade de ser enviado a um curso ou estagio e por motivo diferente as medica esse candidato não consiga alcançar o aprovamento neste curso ou estagio, voltará a seu regimento e companhia e será punido com alguns dias de prisão ou simplesmente será punido com alguns dias de aquartelamento fechado e/ou muita faxina, mas nunca será excluído por isto da Legião. Claro que existem inúmeros casos possíveis que pode vir a ocorrer para que alguém seja exonerado e expulso da Legião (roubo, trafico e/ou uso de drogas, etc.), mas não será pelo motivo de não se conseguir uma aprovação num curso ou estagio.





Este também considero Bom
Fala de Alguém que deseja Levar Família para Lá


PERGUNTA
1- Depois de quanto tempo poderei levar minha familia para morar comigo, pois sou casado e tenho uma filha que esta para nascer?

2 - Poderei alugar uma casa assim q sair do recrutamento

3 - Poderei sair quando acabar o expediente claro que em dias que não estiver de serviço ou em missão

4 - Posso mandar por exemplo 70% dos meu salário para o brasil durante o recrutamento e depois também ou só digo a conta e eles se encarregam disso


RESPOSTA
Você ate pode levar sua esposa e filho(a) para morar com você lá na França, mas diversos fatores vão influenciar para isto, desde primeiro ser aceito, ir para a instrução, voltar da mesma, ir para um regimento que escolher, e por ultimo preciso saber se deseja a via correta e aceita pela legião ou pode ser naquele jeitinho que os brasileiros sabem dar.

Bem vamos completar por todas as formas

Primeiro pela forma correta, aceita pela legião.
Deve passar nos testes seletivos (1mes), ir para a instrução(4meses), ao voltar escolher um regimento, fazer a classe lá no regimento(+1mes), NÃO PODERA MORAR NA CIDADE E ALUGAR UMA CASA LÁ NÃO ANTES DE SER RETIFICADO O QUE OCORRE COM 5 ANOS, MAS PODERA SAIR TODOS OS DIAS DO QUARTEL SE NÃO ESTIVER DE SERVIÇO, OU EM MISSÃO OU A MAIS COMUM QUE IMPEDE O LEGIONARIO DE SAIR QUE É PAGANDO PUNIÇÃO OU PRESO, deverá esperar passar a Cabo, podendo ir a Cabo Chefe, mas podendo chegar ate mesmo a sub oficial antes do final do primeiro contrato de cinco anos, mas tudo isto não vai lhe ajudar em muito, pois só poderá solicitar permissão para morar na cidade, e alugar um apartamento ou casinha(bem mais difícil) após completar 5 anos, ou seja, após seu primeiro contrato, onde poderá sair do quartel com roupas civis e morar na cidade com autorização oficial, poderá assim trazer quem desejar para morar com você, mas a pessoa que trouxer deverá lutar por si só para entrar no país, mas tendo se em vista que conhece um legionário e vai morar com o mesmo tudo fica bem mais facil. No seu caso de ser casado e ate lá já ter uma cria, terá que se retificar, o que ocorre após também o primeiro contrato, ai fica mais fácil pois já terá saído do ANONIMATO que certamente se encontrara e poderá traze-los para perto de você. Resumindo pelas formas legais da Legião vai levar uns 5 a 6 anos para ter seus familiares morando perto de você. Quanto a mandar 70% do seu salário para sua família durante o recrutamento e mesmo após. O salário é seu e você faz dele o que bem entender. Sei que durante a instrução é meio complicado ficar solicitando qualquer coisa. Acredito que durante a instrução não seria a melhor idéia sair pedindo para ir aos correios fazer um viramento postal. Primeiro porque estará no anonimato e não poderá ficar dizendo que vai mandar dinheiro para pai, mão, mulher ou filhos. Alem do mais isso é problema seu que ninguém ta nem ai para isso, vc fará quando lhe sobrar tempo. Na instrução esse tempo é quase que inprovavel você ter, mas se tiver poderá fazer sim, já que o dinheiro é seu e pronto. A legião não fará isso para Vc, pois lembre-se que estará se aceito sob contrato de engage sur anonimate.

Bem tudo isso acima é a forma legal e autorizada pela Legião e o governo francês. Mas como sabe bem somos brasileiros e experts em bular estas formas.

Pela Forma Alternativa que é a mais comum.
Primeiro deve ir a França
Passar nos testes seletivos em Aubagne no 1ºRE (primeiro regimento estrangeiro), que deve durar no maximo 1 mês.
Ir para a instrução de base em Castelnaudary, 4ºRE (quarto regimento estrangeiro), escola da Legião onde ficara 4 meses.
Voltará novamente a Aubagne no 1ºRegimento Estrangeiro agora como Legionário para escolher o seu regimento de afectação, isso é muito rápido leva de 1 a 3 dias maximo
Chegar no novo regimento que escolheu
Esse seu regimento que escolher deve ser algo diferente do 2ºREP (Segundo Regimento Paraquedista) que fica na ilha da Corsica, e onde o regime é muito duro e fechado
Deve escolher regimentos no Continente, ou seja, aqueles que se situação em França Metropolitana, assim como o 2ºREI (Segundo Regimento Estrangeiro de Infantaria), situado na cidade de NIMES. Digo isto e dou este como exemplo pois é um regimento mais tranqüilo em matéria de quem deseja uma vida mais social e aberta, e é um dos melhores regimentos da Legião ate mesmo a nível operacional. Pois de diferente do REP, eles só não tenhem o regimento amphibio e não saltam de paraquedas, mas vão ate mais em missão do que o Próprio regimento paraquedista pois este é guardado para intervenções de urgência que podem vir a ocorrer quando outros regimentos estão em missões de paz ou de ajuda humanitária, o que ocorre mais do que intervenção de assalto para um choque imediato ao inimigo.
Chegando no novo regimento vai ser afectado a uma companhia de combate
Em 1 mês mais estará totalmente familiarizado com a rotina deste
Encontrará neste inúmeros brasileiros e por estar numa cidade
Terá contato com inúmeros brasileiros civis que não tenhem nada a ver com a legião ou sim
Pois existe inúmeras mulheres brasileiras que são casadas com Legionários, em sua maior parte vindas do norte do brasil pois moravam perto da Guiana Francesa ou mesmo lá, e devido a Legião ter um quartel na Guiana Francesa que fica na América do Sul ao norte da Amazônia, os Legionários em sejour neste quartel acabam casando com as brasileiras e trazendo-as após para a França. E esses preferem esse quartel (2ºREI – Nimes) para morar pela sua localização geográfica e pela liberdade social que podem encontrar ali.
Voltando ao assunto
Tendo todo esse conhecimento e conhecidos brasileiros
Pode alugar um apartamento no nome de alguma pessoa que venha a confiar em você
Ou que essa pessoa amiga lhe indique a algum outro proprietário de onde ela já morou
Dizendo que você é de confiança e que é legionário (dinheiro certo) que vai pagar as contas em dia, cuidar de tudo, não arrebentar a casa da pessoa (pois se fizer ele vai lá na legião e você ta fodido e meio) então poderá alugar um apartamento mais facilmente.
Poderá sua esposa ir para a França, já que não precisa de visto, entrara no país facilmente e alem do mais terá um endereço e nome de pessoa a qual estará lhe recebendo durante sua estadia.
Saiba que mesmo sem visto, essa pessoa só pode ficar no país durante 3 meses
Mas isso após estar lá ninguém vai mandar elas embora e nem caçar elas pelas ruas
Poderá morar em seu apartamento tranquilamente
Só vai ser difícil trabalhar pois não terá papeis para isto
Mas tendo uma criança pequena não desejará isto
E você estará ganhando suficientemente o necessário para lhe dar amparo
Se não gastar tudo nas farras e em cervejada com os amigos dentro ou fora do quartel
Você em relação ao quartel poderá como já dito se não estiver de guarda ou serviço regimentar, não estiver em manobras e exercícios de treinamento externo, ou ainda ter indo em missões seja estes quais forem (missão de intervenção, paz ou ajuda humanitária, ou ainda em tournante com a companhia) poderá sair todos os dias após o expediente ainda em roupa militar, ou seja, fardado como se fosse passear ou fazer compras na cidade e ir para sua casinha e voltar pela manha antes da chamada matinal, isso tudo é bem tranquilo, existe inúmeros legionários que fazem isto, moram juntos na cidade para nos finais de semana não ficarem presos nos quartos dentro do quartel alugam um apto para poderem ficarem mais tranqüilos em casa em roupa civil, comer a hora que quizerem e verem a tv como quizerem e ate saem civis e vão viajar para outras cidades deixando as fardas em seu apto. voltam antes, passam em seus aptos e trocam de roupa e na segunda bem cedo se apresentam no quartel devidamente fardados com a roupa que saíram ainda bem passadinhas e alinhadas antes da chamada matinal. Para tudo isto vale um velho ditado da Legião que diz NÃO VISTO, NÃO PEGO, SE VISTO, TA FODIDO.
Mas todos aqueles que alugam um cantinho para si, tenhem ou não mulheres e filhos, se cuidam, não abusam e não se metem em confusões tipo brigas em bares, ou atitutes indisciplinares no quartel que o façam ficar detido ou preso, assim levam uma vida tranqüila que fazem com que eles cheguem aos 5 anos(fim do primeiro contrato), onde se retificam e regularizam sua situação perante a legião e ao governo francês, assim como de sua esposa e filhos, podendo solicitar a partir daí uma dupla nacionalidade as quais será estendida a sua esposa e filhos e passar a partir daí a levar uma vida corriqueira chegando aos 15 anos ou mais e a uma aposentadoria merecida.


_________________________________________________________
 
Old January 17th, 2012   #11
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Mais dois que se complementam e que vale a Pena

Quanto a sua pergunta em relação a quantas vezes você pode se alistar se for recusado na primeira vez que tentar fazer o exame seletivo.
Você pode se apresentar para os testes seletivos quantas vezes desejar, mas saiba que quando você se apresenta pela primeira vez e é recusado, você recebe um papel dizendo quanto tempo você deve esperar para poder se reapresentar. Mas esse papel que diz o motivo e a data de retorno se desejar, normalmente é dado quando você é reprovado no exame medico, pois um médico sabe quanto tempo é necessário para curar a enfermidade que lhe esta tornando inapto temporário nesse exame.
Atenção que o medico pode lhe considerar INAPTO TEMPORARIO e lhe dar 3 meses, ou 5 meses, ou ainda 6 meses, ou mesmo 200 dias, ate mesmo 1 ano , 1 ano e meio ,etc. será ele quem vai lhe dizer quanto tempo terá que esperar para poder se reapresentar. Mas veja bem que não é um simples período de espera, e sim, é o tempo que normalmente você teria que fazer exames ou tratar certos problemas.
Exemplo básico é, você chega com o braço engessado por um acidente banal onde caiu e torceu o braço e lhe foi necessário engessar. Nada grave, mas se apresentar-se com este braço engessado, vai ser reprovado no teste medico e esse poderá lhe dar uns 3 meses para que possa voltar. Ai você irá perguntar, mas 3 meses, isso não é muito? E o medico lhe dirá, claro que não, e que ainda esta sendo muito complacente a vontade de cada candidato, pois, para tirar o gesso do braço, e mesmo que tire hoje no mesmo dia, ainda terá que fazer um período de reeducação e fisioterapia, basicamente só este período já dura 3 meses. Se aqui no Brasil não se usa isto, saiba que o medico é um Oficial Francês que não ta nem ai e que sua palavra conta em muito, e sobre tudo lá na França esse período de fisioterapia é seguido à risca. Mas isto é só um exemplo, saiba que o medico pode definir diferentes tempos de espera para o mesmo problema em diferentes pessoas. Isso depende de caso para caso e de medico para medico. Saiba que ainda o Medico pode lhe considerar INAPTO DEFINITIVO. Como o próprio nome dado já indica, quer dizer que você não poderá mais se apresentar na Legião Definitivamente, nunca mais. Isto pode ocorrer por diversos motivos, desde o teste físico, psicotécnico, entrevista, mas o mais comum é o teste medico lhe barrar definitivamente, pois uma fratura exposta, uso de pinos, pé chato, problemas de coração, coluna, olhos, etc. e etc. e tal.






O meu irmão foi para LE, se apresentou em Aubagne e lá passou 5 dias, mas foi reprovado no teste médico por um pequeno desvio na coluna. Deram para ele um papel com espera de 18 meses para que ele pudesse voltar a se alistar novamente, enquanto que para outros eram 3 meses, 5 meses e ai por diante.
Gostaria de saber por que este espaço de tempo diferenciado pra cada um?
Ele mandou uma carta ao General pedindo uma chance , que queria realmente servir a legião. Entregou a mesma em Aubagne e disseram pra ele que daqui a uns 30 ou 60 dias em media lhe responderiam.
Queria saber quais as reais chances do General acatar seu pedido?
Já aconteceu algo parecido?
Ele tem chances?

Grande o General não ACATARÁ nenhum pedido pois quem manda lá é ele, então ao invés de acatar ele pode até aceitar tal pedido, mas o que Eu acho difícil pois seu irmão esta considerado INAPTO TEMPORARIO por uma decisão medica, o que o valor da palavra desse é muito mais forte ate mesmo que a palavra de um ministro, nesse caso o Ministro da Defesa Francesa, isso mesmo, nem ele passaria por cima de uma decisão medica. Pois nessa situação há inúmeros fatores que serão analisados desde capacidade física, idade jovem demais ou avançada demais, complicações de um cotidiano duro, ináptitude e/ou invalidez e aposentadoria precoce.

Grande, quanto ao tempo de retorno para cada candidato considerado inapto temporariamente varia de pessoa para pessoa pois cada uma dessas pode ter sido reprovada por diversos motivos diferentes, mesmo que todos no teste médico.

Se alguém tem um pequeno problema do tipo, ferimento na mão ainda com os pontos aplicados devido a uma queda ou outro tipo de acidente que não seja grave e logo após retirar esses pontos e fazer a fase de reeducação, este já estará apto a refazer novos testes seletivos, o medico sabendo disso lhe confere um tempo de espera para que trate de seu ferimento e estipula uma data possível para o retorno, onde o candidato poderá voltar a se apresentar novamente com chances de passar, ao menos não será reprovado no teste medico novamente por tal motivo.

Mas veja que seu irmão, com desvio de coluna já é um problema mais serio, mesmo que pequeno, e já deve agradecer que eles não o colocarão Inapto Definitivamente. Isso deve ser por realmente seu desvio de coluna ser algo pequeno e com um tratamento ao qual os médicos da Legião detectaram que com um tratamento de 1 ano e meio ele possa já ser corrigido e assim possibilitando a seu irmão poder voltar a se apresentar novamente para fazer novamente os testes seletivos.

Observe que se passar os 18 meses dados para que seu irmão volte a fazer os testes seletivos, mas ele não fizer um tratamento em relação ao problema medico indicado ou não fizer nada em relação ao problema que tem e que foi o causador desse impedimento, vai chegar lá após esses 18 meses e não será aceito novamente pois os médicos vão detectar novamente e ao verem que ele já esteve lá e foi recusado pelo mesmo motivo, podem vir a acreditar que seu irmão se submeteu a um tratamento e voltou novamente sem ter resultado e considerarem então incontornável tal deficiência na coluna apesar de pequeno e considerarem a partir daí como uma inaptidão definitiva.

Veja ainda que ele fazendo esse tratamento ele poderá resolver tal problema de desvio de coluna e ele poderá voltar a refazer os testes seletivos e não que se ele fizer tal tratamento e for corrigido sua coluna ele já estará aceito na Legião. Isso porque terá que passar ou repassar os testes psicotécnicos, físicos, entrevistas e ate mesmo ao teste medico, ao qual podem detectar outro problema. Por isso sempre digo para fazerem um check-up medico, treinarem os testes psicotécnicos que existem por ai e treinarem muito sua aptidão física antes de irem ate a França para arriscarem-se no teste seletivo.


mais um*

1- Na legião, ha grupinhos formados por pessoas de mesma nacionalidade para fazer algo que possa prejudicar aos outros de nacionalidades diferentes?
*
Sim, são conhecidos como máfias, mas essa matéria em prejudicar nunca é a ponto de morte e sim escapar de um trabalho mais nojento como limpar a fossa do regimento, não fazer a faxina do rancho, não pegar turnos de merda na madrugada durante a guarda. Mas entenda que para os Bazucas é igual, pois na minha guarda nunca coloquei um jovem legionário brasileiro no 2 quarto de hora. Assim vai, se existe máfia para eles, os brazucas também tenhem e assim fica tudo igual.


*
2- Existe algum tipo de trote aplicado pelos mais antigos?

A legião em si só já é um grande trote para todos, mas se pensa em trote como esses aplicados na faculdade aqui no Brasil, ou dos tipos dos quartéis do Brasil. NÃO, isso não ocorre, só vai ter que agüentar os cabos na instrução de base que vão fazer tudo para minar suas forças, resistência e moral, mas isso faz parte do trabalho do mesmo, comandado pelos coordenadores e não se trata de trote apesar de parecer.


*
3- O senhor poderia explicar mais sobre o binome?

Binome quer dizer DOIS NOMES (DUAS PESSOAS).* Desde quando for aprovado nos testes seletivos e for para castelnaudary no 4ºRE escola da Legião, você vai para uma seção e nessa seção vai se trabalhar por BINOME, ou seja, a junção de uma pessoa FRANCOPHONE (Que Fala Francês /belgas, suíços, canadenses, franceses, africanos e árabes) com uma pessoa NON FRANCOPHONE (que não fala francês, tipo um brasileiro), mas pode ser um francophone um brasileiro que fale suficientemente o francês para poder explicar a um outro engaje voluntaire as ordens e o que deve ser feito, assim esse brasileiro de vez ter um francophone para ajuda-lo, será o francophone de uma outra pessoa, para ajuda-la. Essa união de duas pessoas é para que façam tudo juntos durante a instrução de base, desde a guarda ate mesmo a faxina e os treinamentos tácticos ou aulas de francês, etc. O Binome francophone deverá ajudar a explicar ao Amigo Non francophone o que deve ser feito, da forma que deve ser feito, o que esta sendo dito, etc. Assim será durante todo o tempo lá na escola e principalmente durante a estadia na fazenda durante seu primeiro mês em castelnaudary. Saiba que antigamente mesmo chegando numa companhia de combate no seu regimento escolhido apos o termino de sua instrução de base iria para uma companhia e trabalharia lá com um binome, mas agora não seria mais no âmbito de aprendizagem, pois quando um jovem legionário acaba a instrução e vai para seu regimento de escolha já deve falar o suficiente para poder comunicar-se e entender praticamente tudo. Essa nova função dos binomes se refere aos treinamentos e possível atuação real de ajuda mutua entre os binomes.



Chefe do Grupo de Combate



chefe da Equipe 1 chefe da Equipe 2



Binome Alfa Binome BRAVO Binome Alfa Binome BRAVO
equipe 1 equipe 1 equipe 2 equipe 2




Entendam que existem outros elementos num grupo de combate, como motorista, atirador de elite, enfermeiro, etc. Essa exposição é somente para que possam entender a disposição de um Binome em uso tático ao seio de um grupo de combate.

Mas hoje já não é mais assim, ao chegar no regimento e afetado a uma companhia e irá depender de sua função, para se ter à confirmação se trabalhará em binome ou até mesmo em trinome.



4- Existe algum tipo de previdência social que temos direito mesmo saindo antes de se aposentar?

Quando chegar no regimento de sua escolha vai aparecer muitas coisas para serem feitas, tipo seguro de vida e invalidez que não são todas nem quaisquer empresas que querem ou fazem tal seguro para um Legionário devido aos riscos da profissão, então os que mais aparecem são os de sempre, empresas montadas por ex-militares que pensaram durante anos e hoje regem empresas de renome na França como a AGPM, GPM, parece que ate a AGF agora também anda aceitando tais apólices. Para o Legionário é essencial ter um seguro de vida, por motivos bem óbvios.

Em relação à previdência você ira pagar lá uma sim, chamada MUTUELLE. Não sei ao certo como funciona, mas já vem praticamente como pacote fechado.

Caso agente vire civil na França, o tempo de serviço vai contar?
Se sair da legião, após algum tempo em fim de contrato, antes de se aposentar e arrumar um trabalho por lá, esse tempo dentro da legião vai contar sim para seu tempo de serviço contando para a sua aposentadoria. Mas para tudo isso não deixe de declarar e pagar se necessário os Impostos na França.

Seria interessante pagar uma previdência aqui no país de origem?
Se você não pensar em voltar um dia a morar no Brasil, e se aposentar dentro da Legião, não vejo qual o interesse de pagar previdência privada aqui não, continue com a sua na França. Mas dá para se ter uma aqui também se assim desejar, e ate outra na suíça, na Alemanha, ou onde e como desejar, já que o dinheiro é seu. Mas se morrer, terá pagado tudo isto pra que?
*
*
*
*
5- Ha alguma rivalidade entre pessoas de nacionalidades diferentes dentro da legião?
*Tipo, o pessoal da Alemanha que não gosta do pessoal dos paises latinos, ou pessoas de outras nacionalidades*quem não goste de nos brasileiros?

Sim, existe sim o preconceito, o racismo e as discórdias entre os povos mesmo dentro da Legião, mas dentro da Legião essas atitudes ou são guardadas no fundo da alma ou ainda desaparecem devido a todos que estão ali deixaram suas causas, suas rinchas, suas filosofias para trás para poderem recomeçar uma nova vida do zero. Tendo se em vista ainda que o sofrimento une as pessoas e os treinamentos da Legião são ótimos para isso, pois qualquer transparência em ralação a um outro legionário pode custar muito caro. Tenha em vista que a Legião tornará se, sua Pátria "LEGIO PATRIA NOSTRA". Eu já vi palestino e israelense como binomes, eu já vi argentinos e brasileiros juntos tomando cerveja e rindo muito como velhos amigos e irmãos, eu já vi alemão e judeu se ajudarem mão na mão quando enfiados na merda em treinamentos de sobrevivência, etc.
*
*
6- Ouvi falar de casos de ex-legionários que pediram baixa e foram trabalhar em empresas de segurança. Caso a pessoa saia da legião, como seria a aceitação no mercado de trabalho, tanto na Europa como*aqui mesmo em nosso pais?
*
Se você desertar estará bem encrencado, não vai arrumar trabalho em lugar algum da Europa, nem mesmo no fundo perdido da África, não lhe aceitarão como mercenário e nem mesmo como faxineiro. Infelizmente aqui no Brasil tais são aceitos, pois estes enganam seus empregadores contando inúmeras estórias e acabam por vezes atingindo cargos bem importantes da área de segurança, mas que só dura até cometerem um erro, que na maioria das vezes é grave.

Se sair ao final de 5 anos, seu primeiro contrato, não terá experiência suficiente para encarar o mercado de trabalho para uma empresa de segurança internacional que atua, por exemplo, no Iraque, Afeganistão, etc. Vai no maximo trabalhar numa empresinha de segurança francesa ou européia, como vigilante, isso caso não se especialize mais, fazendo cursos no civil. Mas ser vigilante na Europa não é algo assim ruim, já que recebera uma graninha, terá sua vidinha social e poderá levar isso até uma aposentadoria aos 40 anos de serviço. No Brasil vou comentar logo abaixo, pois tanto faz fazer 5, 10, 15 anos de serviço na Legião, ou ainda ate mesmo se aposentar na Legião.

Se fizer mais de 5 anos, poderá chegar a cargos e patentes melhores que poderão florear seu C.V Poderá procurar trabalho não somente como Segurança, mas fazer reconversão da sua especialidade na Legião, para poder trabalhar quem sabe na mesma função na vida civil, o que é aparentemente bom, mas difícil concorrer com europeus com seus diplomas e níveis intelectuais bem avançados, sem contar que para se trabalhar num escritório, ou em um restaurante como cozinheiro por exemplo, terá que passar por muitas entrevistas e testes e sempre virão a lhe questionar por que entrou na legião com um ar de que você já tenha feito algo errado na vida e isso vai lhe colocar já pro fim da lista, mesmo que seja em sua área muito bom no aspecto profissional. Isso já não vai ocorrer muito se você for para o campo da segurança privada, pois vão primeiro pensar nas suas especialidades e depois verão o porque esteve na legião ou nem mesmo pensarão muito nisto, pois se for bom na área e cumprir os requisitos exigidos por eles, pra que eles vão querer deixar o passado intervir no que você é hoje.

Enquanto que para o Brasil, ter estado ou não na Legião não vai ajudar em muito principalmente na área de segurança onde terá que fazer todos os cursos ministrados aqui, pois a legião só ira como já disse FLOREAR seu C.V, terá que fazer cursinho de vigilante após outros cursos complementares como agente de segurança e tudo que desejar seguir nessa área, pois não conta nada a Legião, já que lá a realidade é outra. Você faz guerra e não segurança.

Se, aposentar-se na legião não vai precisar trabalhar se assim desejar, não que vá ficar rico com sua aposentadoria, mas pode viver modestamente numa cidade pequena do interior onde o custo de vida é mais baixo, onde durante todo tempo na Legião juntou dinheiro e comprou sua casinha que agora o espera para fazer aquela horta nos fundos e ajustar as plantas do jardim na frente.

Mas se não for esse seu desejo ao voltar para o Brasil, poderá como aposentado e com sua experiência trabalhar como consultor de segurança, mas saiba que o mercado ta cheio de brasileiros bons que convivem com uma larga experiência e competência e por vezes muito diferente da apreendida por você na Legião. Não esqueça que na Legião você aprende como em um grupo bem armado e organizado atuar diante de inimigos bem definidos em uma guerra declarada, enquanto que para ser segurança no Brasil a situação é totalmente oposta, de forma que você dependendo do local de seu trabalho, trabalhará não muito bem equipado, ás vezes mesmo sozinho tendo que enfrentar um inimigo dissimulado ao meio de civis corriqueiros num outro tipo de guerra fria. Você saberá que tem conhecimento e capacidade para tal, mas terá que fazer inúmeros cursos aqui no civil brasileiro para estar atuante de acordo com o mercado brasileiro, pois na Legião não lhe será dado diplomas que comprovem sua experiência em tais áreas de forma internacional e com isso fica difícil ser absolvido num mercado de trabalho tão rude como o do Brasil.
*

7- Sei que o francês e garantido, vamos aprender, mas por ocasião da convivência com outros Legionários de outras raças torna-se fácil aprender outros idiomas, tipo o inglês?

Não. Na verdade não é que você não tenha lá um bom amigo Inglês ou Americano, ou seja, um amigo de língua natalina inglesa que não vá poder lhe ensinar o inglês, mas a real é que você sempre estará falando francês inclusive os ingleses estarão falando em francês, ainda sem contar que os ingleses, americanos, australianos se juntam nas famosas máfias quando fora do período de serviço e ficam entre eles num grupo bem fechado. Resta aos brasileiros o mesmo recurso, mas não se iluda quando esses mesmos vierem bater a sua porta, principalmente após, terem lhe visto aos beijos e abraços, etc e tal a mais, com outras brasileiras. Ai sim eles virão a sua porta e vão querer chegar junto, com aquela velha ironia amigável deles. Já que com aquele bom jeito grosso inglês de beber e falar merda às garotas e mulheres por mais putas que sejam, fogem deles após tomar toda a grana.
*
*

8- Ha alguma regra que restringe a conversação de seu idioma de origem em determinadas horas e locais, impondo ao militar a obrigação de falar francês para que todos possam entender o que esta sendo falado?
EX: quando estamos reunidos com o pelotão e converso com um amigo que fala português.

Isso é obvio que há esse tipo de restrições, você poderá falar outra língua que não seja o Francês, em horas vagas, nos bares, e até mesmo dentro do quartel, na companhia em seu quarto ou mesmo onde e quando for possível de acordo com a ocasião. Mas entenda que o bom censo e saber viver em grupo, já diz que por educação não deve se falar uma língua que outros presentes não saibam, ou não entendam.

6- Com relação às mulheres, dá para conhecer mulheres legais (sem ser prostituta) lá na França? Ou elas têm algum tipo de preconceito com os brasileiros?

Dá sim, poderá de acordo com sua desenvoltura chegar a conhecer inúmeras pessoas, sejam estas brasileiras ou francesas, de ambos os sexos e de atividades tão diversas e inúmeras possíveis.
Quanto às mulheres sejam estas brasileiras, francesas, árabes ou de qual nacionalidade lhe surgir pela frente, não há bem esse lance de preconceito racial, do tipo cor da pele ou situação sócio política econômica, etc, isso até que não se vê muito. A situação é mais levada para um outro ponto de vista, ou seja, o ponto é tido em relação a ser Legionário, pois ainda se mantém aquela vela tradição que todo Legionário é em potencial um beberão, alcoólatra, grosso e brigão que no fim vai quebrar tudo. Na verdade, não estão errados os que vêem dessa forma, pois enquanto alguns tentam mudar essa idéia hoje num canto da cidade sendo responsáveis e respeitadores, no outro lado há um outro grupo que reforça a tese da melhor forma possível. Assim fica difícil.








Como são definidas as missões e quem vai.
Terei que ficar 2 anos em um determinado ambiente, exemplo África?, ou determino esse tempo!!
Muitos legionários ainda hoje em dia perdem suas vidas? apesar de seu rigoroso treinamento?

Quanto às missões como são determinadas em resumo geral - OK
Grande Jânio, as missões dependem de onde estiverem ocorrendo e qual a necessidade da mesma para que a França determine o que vão precisar e com isto determinem o que enviaram e quem. Tudo começa por determinar a necessidade (construir pontes, ruas, etc). Tendo se que entre as forças armadas, a Marinha e a Aeronáutica não fazem tal serviço, só restou o Exercito. Do exercito (regular francês ou Legião) qual tem regimento de engenharia que pode suprir essa necessidade. A Legião tem, mas o exercito francês regular também tem. Vamos dizer que optaram em enviar a Legião por diversos fatores tipo é uma zona violenta cheia de rebeldes e ta morrendo gente adoidado e enviar os soldados franceses seria provocar discussões em massa quanto a real necessidade. Então vai a Legião mesmo. A partir daí o General comandante da legião é avisado da missão que terá pela frente. O General da Legião reúne seus conselheiros e entram em discussão para se escolhe dentro da legião quais os regimentos de Engenharia (GENIE) que existem, desses quais estão operacionais e disponíveis para partir. Digamos então que a legião diz que o regimento de genie dela mais operacional no momento e disponível é o 6 REG (sexto regimento estrangeiro de genie). OK a partir daí o Coronel Comandante do Regimento de Engenharia da legião ao qual foi escolhido é avisado. Por sua vez esse coronel reúne seu conselho e decidem qual das 6 a 8 Companhias do Regimento esta mais operacional e disponível para Partir. Assim sendo aquela Companhia irá para a Missão, que pode durar de algumas horas ate 4 meses, após serão substituídos. Mas tudo isto incide primeiro na necessidade da operação podendo variar em vários níveis, desde uma simples secção ate uma companhia, regimento, batalhão, etc ate todo mundo se for uma guerra mundial.
Espero que tenha entendido que não é todo dia que vai partir em missão, pois entre a armada, a legião, o regimento, a companhia, e você, sempre terá tempo obrigatório de espera para uma nova missão e sem contar que existe uma fila de espera, ao voltar de uma missão, você volta pro fim da fila.

Quanto ao tempo de determinação
Como viu acima quem determina o tempo das missões nunca será você, isso vem de muito alto, bem alto mesmo em matéria de patente.

Agora quando me pergunta de ficar num ambiente definido como na África.
Isso ocorrerá se escolher um Regimento de OUTRE – MER, ou seja, como explico no Doc
Um regimento fora da França, tipo no Guiana Francesa, no Haiti, em Djibouti, no Mayotte, etc. Se escolher fazer uma TOURNANTE OUTRE – MER, ira para um regimento num desses paises e ficará lá por 2 ANOS obrigatoriamente.

Quanto aos legionários perderem suas vidas mesmo com seu rigoroso treinamento.
Primeiro o treinamento não é tão rigoroso assim, como deve fantasiar em sua cabeça. Ralação tem, mas também tem muita faxina e encheção de saco sem contar as infindáveis guardas e serviços no interior de um quartel.
E na verdade são poucos, muito pouco os legionários que Perdem suas Vidas em Combate. A maioria morre por BESTEIRA e nem em missão ou combate estão, às vezes nem de serviço e sim de ferias ou de folga ou simplesmente à noite apos uma dia comum de trabalho no quartel sai para uma baladinha, regada a muito Álcool, Papelotes e Etceteras.

Quanto a perder a vida em combate, pense de como é escolhida a força armada que ira para uma missão (exercito, marinha, aeronáutica, legião).
Depois pense como é escolhido o regimento de tal armada (são vários e para o exercito, esses vários regimentos ainda chega a dobra, pois tem o Exercito Regular e a Legião).
Depois pense como dentro do Regimento escolhido se vai escolher entre as varias Companhia deste regimento ira
e ainda pense que dentro da companhia poderá ainda ter que se escolher entre as Seções, dependendo do nível da missão.
Então após tudo isto se der sorte sua seção ira para a missão, talvez melhor a Companhia que esta. Ai depois disso tudo ira para a missão que não é atacar ninguém, nem defender nada e sim uma missão de ajuda humanitária na África, onde vai distribuir arroz para o povo de lá que ainda vai te xingar.
Veja que ai você só corre o risco de morrer quando um africano te cuspir na cara e você se afogar. Ou pode morrer banalmente, do tipo, o condutor do caminhão não apertou bem o freio de mão e você foi de baixo do caminhão pegar sua boina que vôo e morreu esmagado.
Em combate real mesmo terá pouquíssimas chances de morrer realmente, mas espero que não esteja a fim de aproveitar essa chance que é que nem ganhar na loteria.
Seja consciente, faça o que mandar seus superiores e não se meta a besta em achar que é o Rambo, Van damme, etc, pois no cinema se morre todo dia mas você levanta e vai pegar seu salário. Na vida real você morre e só é mais um.





+1 DOS BONS PARA SE LER

Sargento Rush, eu não sou muito forte nem musculoso, mas me sinto fisicamente bem, pois sou ciclista amador, me exercito 3 a 4 vezes por semana, mas com tudo não corro muito bem, pois depois dos 8 anos de idade me dedico ao ciclismo de rua. Gostaria de saber do Senhor para qual lado devo procurar melhorar para ter mais chances no teste físico. Devo procurar correr mais, fazer mais exercícios aeróbicos ou devo buscar mais força e músculos, já que não possuo uma estrutura visualmente forte. Hoje estou com 31 anos 1,82 de altura por 86 kgs, sendo minha maior estrutura peso-muscular distribuída nas pernas, região das coxas.

Grande, muitos acreditam que o principal fator para entrar na Legião é o Físico.
Tem pessoas que me vêem e dizem que são super atletas, correm 30kms por dia, que levantam 120kgs no Supino, 50 na rosca direta, que fazem isso e aquilo, são bombados Alá Rambonneguer, outros ainda se dizem ate mesmo faixa preta de jiu, capoeira, Box, verdadeiros Ninjas, e quando chegam no teste seletivo da legião são reprovados.
Às vezes alguns, são reprovados ate mesmo no teste físico.
E se visse a foto ou mesmo visse a tal pessoa, diria que ele tem uma boa estrutura muscular, altura e peso bem distribuídos, assim como os seus, de 1,82 por 86kgs, que é uma boa distribuição peso e altura, principalmente tendo em vista sua idade e sabendo se que é ciclista atuante, então não são 86 kgs de barriga de chopp, ou de ar a base de bombas.
Saiba que a parte Física é uma das menores exigências.
Pois se avaliado que o candidato tem condições a executar diversas tarefas com um certo nível cardio-respiratório já é suficiente, pois o físico pode ser desenvolvido com os treinamentos da Legião, modelado para um Soldado.
O sistema da Legião é bem básico, se tem muito tirarão, se falta colocarão.
Por isso o teste físico da legião é ate que banal, mas são os resultados obtidos pelo sistema Luc Leger que dirão se o candidato tem ou não capacidade CARDIO VASCULAR, para desenvolvimento após ser admitido e com treinamento adequado alcançar níveis exigidos para um soldado.
Veja que digo níveis para um soldado e não para um halterofilista, um lutador, um maratonista. Pois cada um desses exemplos acima, em sua maioria desenvolve partes especificas a tal esporte, que por vezes não é interessante para um soldado, todo aquele nível, em um único ponto muscular e sim um nível médio em tudo.
Por que digo isto.
Todos vêem um super soldado como sendo este, forte, cheio de músculos, assim como o Rambo. Quando a realidade não é bem por ai.
Ter músculo, muitas vezes não condiz com a força.
Para um soldado ter músculo é importante, mas na medida certa.
Um soldado, com massa muscular muito elevada tem seu peso proporcionalmente aumentado, o que dificulta nas marchas, nas corridas necessárias em inúmeras vezes, pois alem do saco pesado tem que transportar todo seu peso corporal, sem contar que ele transpira muito mais, bebe muito mais água que os demais (às vezes tem que se racionar a água como no deserto), destrói os músculos, seu batimento cardíaco dispara mais facilmente, apresenta sinais de fatiga a níveis superiores e em menor tempo, vindo a se tornar um verdadeiro frangote, que neste estado não conseguiria nem mesmo subir uma escadaria quanto mais uma corda, o que seria fácil para ele em estado de repouso.
Um bom exemplo são candidatos que no teste físico onde é necessário subir uma corda só com a força dos braços se torna fácil, mas quando é necessário fazer o teste de corrida como chamado pelos brazucas de Yo-yo ou ainda Vai e vem, ou não conseguem ou pelos resultados obtidos em relação a seus batimentos cardíacos são reprovados. Pois esse candidato é moldado a pegar peso e não a poder fazer tudo (correr, saltar, atirar, respirar, se controlar, tudo de uma vez).

Sem contar aquelas pessoas que para se sentirem os bacanas, se darem bem com a mulherada, se entopem de entorpecentes, anabolizantes de tudo que é tipo e causam a si um desenvolvimento artificial e precoce.
Alguns desses Caras, não sabem e outros mesmo sabendo não se preocupam com a realidade de que, se estão alterando o ritmo natural do desenvolvimento muscular de seu corpo, estão também alterando o Uso e desenvolvimento de todos seus órgãos, como coração, pulmões, rins, baço, fígado, pâncreas, ossos, vértebras e cartilagens, etc que estão sofrendo com esse tipo de desenvolvimento acelerado.
Veja bem um garoto que aos 21 anos começa a fazer musculação e usar inadequadamente de certas substancias, aos 22, 23 estará com a musculatura que só obteria naturalmente com exercícios aos 28.
Mas a realidade é que todos os seus órgãos que deveriam estar com a idade de 23 anos, também passaram a ter os mesmo 28 relativo a musculatura, talvez ate mais, pois é incalculável a reação de cada órgãos devido ao choque de crescimento que lhe foi necessário para suprir a necessidade do individuo em suportar fortes exercícios. Como é muito comum o caso de Inchaço do Coração que se faz necessário para impulsionar mais sangue, os Rins trabalham em excesso para filtrar as inúmeras toxinas, as Dilatações Pulmonares para envio de oxigênio, etc, etc e tal de uma longa lista.
Por isso, estamos vendo a cada dia mais e mais exemplos de jogadores de futebol que caem no gramado com ataque cardíaco aos 33 anos.
Quantos anos na verdade tinha o coração deste jogador, e o restante de seus órgãos.
Pense que alguns anos atrás, ataque cardíaco era coisa de velho. Hoje vemos de mais em mais jovens morrerem com tal súbito.

Mas para tais pessoas tudo bem, o que deseja é agora ser O Fodão pras minas, o amanhã verá depois, já que é novo e não sente os efeitos que virão com o tempo, como dilatação dos vasos sangüíneos, sopro no coração, impotência sexual. Este último e o que é mais irônico ainda, pois fez tudo isso pra ser bonitão, comer as menininhas, mas agora se não é broxa, não consegue mais dar umas 3 por semana, e uma de cada vez com um bom intervalo de dias, e só esta aos 40 anos.
Sabendo-se que com tal investida não pode mais se desenvolver, limitando seu potencial cardio respiratório, pois seus órgãos já chegaram ao limite maximo de crescimento, dilatação, desenvolvimento possível. Seus órgãos já encheram a sua caixa torácica e seu coração ainda com 26 anos já esta em seu limite maximo como um homem de 35 anos ou mais, e não tem mais como desenvolver e atender as necessidades de acordo com as funções que tenta exercer o individuo. E se esse individuo se esforçar em exagero, os órgãos se rompem, explodem, rasgam, em resposta ao excesso de esforço solicitado pelo individuo mesmo que ainda jovem em idade, mas impossível ser realizado pois seus órgãos já não teem a mesma idade e sim já é um velho órgão.
Lembre-se que o Cara ainda é novo, mas os órgãos já são velhos.

Por outro lado, no caso contrario, de um candidato moldado em forma de maratonista. Faria o teste físico do Yo-yo facilmente, mas pode ter problemas em subir a Corda, onde requer uma força mais bruta, quando não se tem a técnica exata para tal. Mas entenda que esse Magrelo ainda levaria vantagem em relação ao Musculoso, pois ele tem um super pulmão e seus batimentos cardíacos são quase que inalteráveis em pequenos testes. Subir a corda pode ser treinado e com certa técnica, seria alcançado facilmente.
Veja que esse cara que corre e pode andar quilômetros sem sinal de fatiga, com um batimento cardíaco sustentável, tem também uma força extraordinária nas pernas, mas não tem o volume muscular do halterofilista.
Por isso lá em cima eu digo que Músculo não é referencia exata de Força.
O halterofilista poderia levantar e colocar no chão um saco de combate super pesado por algumas vezes, mas não conseguiria marchar com o mesmo diversos quilômetros. Observe que nem o Rambo ou qualquer outro super soldado do Cinema ou Tv, transporta um grande saco de combate, mas também pra que né, se ele não come (pra que ração de combate para vários dias de um conflito), não dorme (pra que saco de dormir, com todo seu volume), não se machuca, não troca de roupa, não toma banho nem usa sabão, pois não pega nenhuma infecção, não precisa realmente de um saco de combate mesmo. Mas lembre-se que a Legião é na França e não em Hollywood, e que você esta no exercito e não no cinema.
Eu ainda gostaria de entender porque esses soldados assim tão fodões usam armas.
Armas são para soldados simples como da Legião, do SEALS americanos, GCP francês, SAS, e outros que em sua maioria, seus membros não são super musculosos, e sim por vezes ate mesmo secos como gravetos, mas são de uma resistência a toda prova e que após marchar e correr por 15, 20, 30 quilômetros ainda tenhem que lutar com um inimigo que por vez ficou só no buraco esperando eles chegarem pra enfiar bala.

Resumindo todo esse bla bla bla
Você deve tentar relacionar seu treinamento em busca da resistência física sobre tudo, com musculatura que lhe proporcione total movimentação, agilidade e que não seja um peso morto em cima de você.
Faça como já vem fazendo a tempo, continue pedalando, que como já deve saber é um excelente exercício para os músculos e para o sistema respiratório.
Tente alternar certos dias entre pedalar e correr. Faça um pouco de musculação visando sobre tudo a força e não ao ganho de massa que aumentaria seu peso, o que não é necessário e se ainda houver a possibilidade, faça um pouco de natação, mesmo não tendo esse tipo de teste dentro dos testes seletivo físico, esse tipo de exercício ajuda muito o desenvolvimento respiratório, trabalha os sistema cardio e ainda relaxa os músculos.
Sei ser difícil pra muitos brasileiros o que vou dizer agora, devido ao poder aquisitivo de cada um. Procure se alimentar bem, selecionando melhor o que realmente lhe é útil em matéria de alimento e saúde. Coma Carne, mas evite excesso, Coma Salada mas não deixe faltar os Carboidratos em suas refeições. Procure, Veja, Siga os conselhos de especialistas em Nutrição. Durma Bem e sei que chegará aos testes seletivos da Legião, pronto pra enfrentar qualquer barra no quesito físico. Mas não vá esquecer que o Físico é o menor dos problemas, pois ainda, existe outros, como Psicotécnico, Médico, aquelas Entrevistas, sem contar o fator sorte relacionado ao numero de candidatos.






Daqueles esse Careta

Teve um candidato que estava mais preocupado em Viver na França, ter uma vidinha social e se aproveitar da Legião para isto, do que realmente conseguir entrar para a Legião e ser um soldado, como algo que pulse em seu sangue. Este me fez algumas perguntas que respondo abaixo. São interessantes suas perguntas e nunca é demais saber.


(1ª) O Doc. Fala que nossas esposas ficarão como clandestinas mais que nós não devemos nos preocupar, pois a polícia não vai sair atrás delas correndo e q vai ficar apenas difícil arrumar emprego Sgt não teria uma maneira de reverter essa situação? Indo como estudante, por exemplo, para estudar o próprio Francês?

Grande, claro que há como sua esposa ir como estudante.
Mas a burocracia é tão grande que não sei realmente se valeria a pena.
Para isto sei que precisaria ter algum lugar para ficar, ou seja, na casa de alguém que iria assinar um termo de responsabilidade por tal pessoa durante o período do curso.
Teria que ter uma escola em que se matriculasse e pagasse sobre tudo.
Teria que ter posses no Brasil, indicando que sua estadia no país seria somente durante o período de estudo e ao final não teria motivos para deixar o Brasil tornando se uma imigrante ilegal na França.
Tendo se em vista que se algum requisito não for aprovado ou ainda se verificado uma falta grave tipo algum documento falso, levantaria diversas suspeitas, que tal pessoa só ta querendo ir morar na França e que tudo não passa de uma artimanha para isto e o visto pode ser negado.
Sabe que negado uma vez, fica mais difícil ate mesmo ir como turista, pois o serviço de imigração ficará com o cadastro dela. Que se mais tarde se apresentar no Aeroporto lá na França, querendo entrar ate mesmo como turista pode ser barrada, pois sabem da intenção que tinha e por ter sido negado antes agora se apresenta assim. Então poderão negar sua entrada no país mesmo se sabendo que para turista, maximo 3 meses a França não pede visto. Mas nesse caso eles podem barrar direto no aeroporto e colocarem tal pessoa no avião de volta. Não é extradição mas é uma recusa de visto de entrada. Saiba que quando se chega num aeroporto internacional, eles solicitam seu passaporte com ou sem visto, e é nesse momento que é carimbado seu passaporte que passa a valer o período de estadia. Mesmo se já tinha visto não quer dizer que você pode entrar. É o serviço imigratório no país de origem que autoriza ou não a entrada.
O processo para se tirar um visto de estudante é compresso $
Tem que provar que esta matriculada numa escola lá
Terá que provar que tem onde ficar lá
Que tem como se manter lá
Que não deve nada a justiça aqui
Que tem situação estável no Brasil como, posses tipo casa própria, trabalho fixo que não farão tal pessoa querer ficar morando lá após o curso.
Terá que passar por entrevista no Consulado onde será após uma investigação de toda documentação, questionada sobre inúmeras situações como; nome de solteira, idade, profissão, casada, solteira, divorciada, viúva, tudo isto explicando cada ponta, se casada o nome completo, idade, profissão, que faz seu marido, ao qual terá que levar papeis sobre ele, tipo rg, cpf, explicar sua profissão atual, sem contar que você esta na legião pois se foi aceito o que já é dificil, certamente com esposa e filhos será engajado sob um contrato de anonimato, trocando de nome e quebrando qualquer vinculo com sua esposa, filho e família aqui. Se ela falar vai estar quebrando seu contrato de anonimato perante a legião e ferrando sua vida e a dela juntamente, pois nem assim conseguiria o visto para tal.
Terá ela ainda que explicar diversos motivos por que esta indo estudar na França, se é para uma empresa que trabalha (isso facilitaria) ou por outros motivos e quais são tais. Terá sua esposa que explicar que se hoje não esta mais com você, tipo mãe solteira, como pensa em ir para a França estudar com um filho pequeno nas mãos, (saiba que nenhum serviço social gosta de uma idéia da mãe deixar um filho pequeno nas mãos de outros, mesmo que por mais nobre que seja a causa), como pagará tais gastos e como se manterá por lá. Como vê é uma longa lista de quesitos e explicações, que no fundo pode alem de não dar em nada complicar o futuro.
Mas no contesto de se conseguir um visto de estudante ainda não daria o direito a sua esposa de trabalhar no país e se pegarem ela trabalhando pode da mesma forma ser presa e deportada, e você não poderá fazer nada, mesmo sendo legionário, só lhe complicaria ainda mais.
Eu na verdade não vejo como uma boa solução.


(2ª) Sargento e a situação do meu filho que deverá ter aproximadamente 1 ano e 6 meses quando eu for me alistar e + ou – 2 anos depois da escola. Como poderia reverter a situação dele de clandestino e se eu não terei problemas em relação a estadia dele por lá, e em relação a escola como ficaria?

Não terá como estudar, Ponto Final. Seu filho se estiver numa condição ilegal não poderá se inscrever numa escola lá. Seria o mesmo que se delatar, sem contar que não teria documentação para inscreve-lo numa escola publica e nem numa particular, mesmo que tivessem dinheiro para pagar, pois seria exigido uma outra serie de documentação referente aos pais, moradia, nacionalidade, profissão, etc.





(3ª) Sgt eu dei uma olhada no site (www.legiaoestrangeira.com.br) não sei se é o site oficial da legião vir por esse site que o salário de um soldado é de 1.250,00 euros isso em um regimento de Metrópole esse valor na Europa daria pra viver com um pouco de dignidade por lá? Sem muitas privações vi também nesse site que a diferença de um salário de soldado para o salário de um caborel é + ou – cerca de 100 euros
Isso seria verdade?



Primeiro não é caBorel e sim CAPORAL, que é o mesmo que Cabo aqui no Brasil
O Salário de um jovem legionário é de 1.050 euros ate os 10 meses de serviço, quando passa para Legionário de 1ªClasse que receberá por volta de 1.250 euros
A diferença salarial entre, um leg 1ªcl e um Caporal é bem próxima disto mesmo, uns 100 euros.
Tendo se em vista um Engage Voluntaire (período antes de se formar Legionário) ate o final da Escolinha e chegando se no Regimento, essa pessoa não terá quase que gastos algum. Mas não se iluda, eu disse QUASE. E o correto a todos e tentar economizar ao maximo, pois após esse período, quando chegar a um regimento, seja o que escolheu ou não, sempre virá os gastos, do tipo EMBUTIDOS, quase que obrigatoriamente e os PESSOAIS de real necessidade.
O que são esses tais gastos que EU denomino de “gastos embutidos”. Existe uma tradição em toda companhia de qualquer regimento da Legião, pagar-se mensalmente uma taxa, chamada de Caísse Section (caixa seção), que tem por finalidade, quando um legionário sai da companhia e por si da seção, seja por qual for o motivo tipo mudança de regimento, ou de companhia para uma outra de serviços tipo CCS, é feito uma espécie de festinha interna com tira gosto e bebidas e é dado um pequeno presente para o mesmo, tudo isto sai desta caixa. Isso tudo vem da Caísse Section, assim como diversas outras coisas, que a Seção decide fazer no regimento ou no Terreno em manobras por vezes se tirá dinheiro dessa caísse e Você não poderá dizer nada, pois quem cuida disto é o ajudante da seção em sua maior parte com o aval do oficial chefe da seção. O pagamento é quase que obrigatório. Dizem que se não quiser não precisa pagar, mas não tem ninguém que não pague, se é que consegue entender isto.
Mas não pense que é uma extorsão, pois não é não. Todos gostam de um pequeno brinde para os amigos que se vão e quando este o for, saberá que terá o seu também. Sem contar que todos colaboram, proporcionalmente em relação ao grau hierárquico que ocupa e seu salário. Ou seja, um legionário deve pagar uns 20 euros mensais, um cabo deve pagar por volta dos 30 euros, um cabo-chefe pagará 35, um sargento pagará ainda mais, por volta de uns 50, um chefe pagará uns 60 euros, e assim por diante. Mas entenda que esses valores são um exemplo meu dos meus tempos, hoje não sei quanto e como pode estar dividido isto, sem contar que esses valores podem mudar de seção para seção, de companhia para companhia e de regimento para regimento, assim como o salário varia também de local para local. Mas uma coisa é certa, a Caíxa Seção existe e todos colaboram com ela.
Os Gastos Pessoais são aqueles que realmente se fazem necessário ao Legionário, como uma apólice de seguro, que é QUASE que Obrigatório se ter uma. Se não quiser não precisa, mas para ir em Sejour Outre-mer por 2 anos, Tournantes de 4 meses, Missões e hoje mesmo a certas manobras e treinamentos que deve se ter um Seguro de Vida, que é pago pelo Legionário de próprio bolso com seu Salário. Não me pergunte quanto esta um seguro para um legionário que eu não sei hoje, e isso também varia de regimento para regimento. O REP, por ser paraquedista, já sai mais caro.
Ainda nesses gastos você logo de inicio é bom economizar pois se chegar no inverno no regimento seja este qual for, sempre terá que comprar algumas coisas básicas para poder se adequar ao regimento ou a seção ou ainda para se ter um certo conforto.
O que isto quer dizer. Quando se chega a um regimento existe certas peças do fardamento que lhe são dadas tipo uma insignea metálica que vai na roupa, um breve tipo paraquedista, uma fourrager, que é uma cordinha que fica no ombro e cada um tem o seu com sua cor, tipo o do REP é vermelho, e o do 3ºREI na guiana, que são 3 juntos, mas cada um de uma cor e cada um com um valor. Essas coisas lhe são dadas, mas apenas 1. Saiba que para a guarda você sempre precisa de um em perfeito estado e limpo. Quase sempre terá que comprar um outro a mais. O Kepi blanc será quase que sempre aquisição obrigatória ao final de um mês. Certo que poderá lavar o seu, mas chega uma hora que não se dá mais, terá que comprar, é inevitável. Outra coisa que pode se ir levando é um saco de dormir, dá para usar o de dotação, mas se cair num regimento especifico e num treinamento for dormir na neve, sei que no outro treinamento vai querer estar com um saco de dormir mais robusto, mais leve e que esquente mais que o regulamentado. Um tênis novo, não é assim tão necessário, mas se fará necessário com o uso diário em breve rasgará ou se gastará. Um salame ou queijo ou um miojo chamado lá de sopa chinesa, para completar a ração de combate numa manobra sempre vai bem, pois a ração é dada, mas todo dia a mesma coisa o Soldado alopra, sem contar que as vezes a fome ultrapassa o que é servido ou contido na ração, e ficar olhando os outros com bolachas, barrinhas de cereais, frutas, chicletes, chocolates em meio a uma marcha acaba com a moral de quem esta olhando mas anima a muito quem esta se servindo de tais. Sempre há aquele que lhe estica a mão, mas é uma vez, da próxima é educadamente correto ter para poder oferecer também, quase como uma troca. Isto gera mais gasto, mas essa troca gera mais amigos, o que é de estrema importância para todos, principalmente em tal situação e local.
Como da pra ver esse salário ou mesmo o salário de Cabo são bons sim, mas para uma única pessoa que vive dentro de um quartel, que não tem gasto com nada, pois não paga casa (alojamento, quarto ate 6 pessoas maximo tudo bem arrumado, novo e limpo), não paga Luz nem água, não paga comida (tem o refeitório com bom café, almoço e janta), não paga roupa (tem fardamento) não paga nem roupa de cama que é lavada pela companhia em locais próprios e vem tudo limpinho desde lençóis, cobertores, fronhas.
Com tudo isto o Legionário tem seu salário pra si próprio e se torna um bom salário, pois se somar todos os benefícios seu salário passaria dos 3 mil euros.
Um civil de base precisaria ganhar o dobro do salário de um legionário de base, no mínimo para ter tudo que um legionário tem, e ainda seria difícil em relação a qualidade da comida do refeitório, que as vezes chega a ser melhor do que um restaurante, por isso seria como ele ir a um bom restaurante quase que todos os dias no almoço e na janta.
Em sua situação logo no inicio seria quase que impossível dar condições adequadas a quem quer que seja que levasse para lá. Fica ainda mais difícil se falar de uma criança pequena, onde terá que pensar em roupas condizentes para o frio de lá, comida que não é barata, etc.


(4ª) Sgt. Minha esposa vivendo de uma forma clandestina poderia abrir algum negócio por lá? Pois vc falou q nós deveríamos sempre pensar no que fazer com nossa grana em caso de algum dia a própria legião ser ingrata e eu falando por mim não gostaria de um dia se o caso acontecer de me aposentar e depois virar motorista de algum caminhão pra pegar algum por fora não q eu não queira me aposentar por lá mais sempre tive vontade de trabalhar pra mim mesmo isso é de família trabalho para o meu pai, mais penso que o q é do meu pai é do meu pai principalmente pelo fato de ele ter outra família como eu poderia resolver essa situação será q isso só será possível depois de eu passar pra caborel como seria pra eu resolver essa situação? E qual seria o melhor momento pra abrir um negócio por lá?

Grande, tem certas perguntas sua que não condiz com a inteligência que acredito que tenha.
Se sua esposa esta clandestina num país o único negocio que pode montar é lavar roupa pra fora dentro da sua casa, mas maquina de lavar lá é barata e quase todo mundo tem, pode ser uma faxineira na casa de outras brazucas, já não é negocio e sim emprego e após com o convívio pode ate arrumar na casa de um francês através da indicação de alguém.
Quando digo que devem sempre pensar no que vão fazer com a grana que ganharão, estou mais me referindo a um soldado do que a um civil de base que pensa em levar uma vidinha social.
Um legionário deve guardar dinheiro dos Sejours Outre Mer, das Tournantes e de Missões que fizer pois ao se aposentar, não receberá muito e poderá com o que economizou montar quem sabe um pequeno negocio em seu país de origem, assim como no Brasil, onde o dinheiro de lá fora vale mais aqui dentro. Esse Legionário pode voltar e montar um quiosque na praia e viver tranqüilamente, ganhando uns trocos, curtindo a praia e sem a real necessidade de se esforçar em muito pois já terá o seu garantido mensalmente ate a morte.
Tudo isto também vale para um cara só, pois a partir do momento que pensa em ter esposa e filhos, mesmo após se aposentar vai ter que ralar duro para manter essa casa em pé. Vai ter que ter um ocupação que garanta o sustento das outras bocas, pois sua aposentadoria garantirá somente a sua boca.
Sua situação não se resolve somente quando passar a Caporal (cabo), talvez ela se resolva somente quando passar a Cabo Chef ou Sargento ou ate mesmo quem sabe só ao final do primeiro contrato de 5 anos.
Porque não se resolve quando se passa a Cabo. Pois não terá 5 anos ainda e não poderá se retificar, pois se aceito na legião, volto a repetir, SE ACEITO, por ser casado e com filho só será aceito sob contrato de anonimato.
Digo Talvez, quando passar a Cabo Chefe pois chegando se a essa graduação já poderá ter algumas regalias, mas ainda duvido que te retifiquem com menos de 5 anos e que te dêem entrada nos papeis para naturalização que vai levar mais algum tempo.
Os Sub Oficiais que chegam ao posto antes de completar o primeiro contrato de 5 anos, certamente terão muito mais regalias e com certeza já poderá solicitar sua retificação antes mesmo do termino do primeiro contrato, e com essa adquirida poderá solicitar varias outras permissões como do tipo morar fora do quartel, sair em roupas civis, ter um carro, viajar ao exterior, etc.

Agora a todo e qualquer soldado, não importando o grau hierárquico que se encontre, completando seu primeiro contrato de 5 anos, já terá permissão para sair do quartel em roupas civis e pode solicitar a retificação. Com a retificação em mãos poderá pedir permissão para morar fora do quartel, ou seja, alugar uma casa (pagará de seu bolso, com seu salário, sem nenhum acréscimo, pois a Legião lhe dá alojamento, quer ir morar fora é por sua conta), poderá comprar carro, viajar ao exterior, ou seja PLD – Permissão de Longa Duração, casar, até naturalizar-se e após isto como cidadão francês levar sua esposa e filho agora tudo legalizado para morar com Ele (Você) na França, e com todos os direitos legais franceses.




(5ª) Sgt qual seria o melhor momento pra mim poder levar a minha família ?

Acredito que com as respostas acima, seja fácil deduzir qual o melhor momento para levar sua esposa e filho para a França.

Em meios IRREGULARES, seria após estar se instalar num regimento fixo ao termino do período de instrução de base em Castelnaudary no 4ºRE escola da Legião, (mínimo 6 meses, por volta dos 8 a 10 meses de serviço) já que deseja uma vidinha socialigth, onde possa ir após o expediente para casa ver sua esposa e filho e nos finais de semana ainda poder ficar em casa sem o compromisso de se apresentar a chamadas matinais e alertas inesperados, o seu regimento deve ser algo como o 1ºRE em aubagne, que lhe proporciona facilmente isto por ser um regimento burocrático e fica praticalmente dentro da cidade, é longe somente o necessário para poder morar na cidade e ninguém ficar sabendo se você não quiser contar. Ali é fácil se adaptar a vida do regimento que não faz grande coisas. Vai conhecer diversos brasileiros vindo e indo, outros que lá estão e moram na cidade que poderá lhe ajudar a fazer o mesmo.
Terá que ter conhecimento das pessoas deste regimento, e fora do quartel também, que seria no caso outros brasileiros e brasileiras.
Poderia ser em um regimento na França Metropolitana como o 2ºREI em Nimes, onde ainda iria fazer alguma turnante ou missão e ganharia uma graninha adicional e ao retorno desta poderia alugar um apartamentinho através do conhecimento de outros brasileiros e brasileiras da cidade de Nimes que não são poucos por lá e que poderiam te ajudar em muito, mas sabendo se que a vida é cara com a entrada do Euro. Hoje uma latinha de 300ml de Coca Cola na França vale 1,10 Euros.
Mas existem diversos regimentos da Legião que ficam na França Metropolitana que podem ser boas opções para se ficar, tem uma vida mais tranqüila pois não são tão rédeas curtas como o caso do REP, que não deve de maneira alguma ser sua primeira escolha, ou na verdade não deve ser sua escolha de forma alguma, já que esse regimento fica numa ilha, longe de uma cidade que é minúscula e todos se conhecem por lá, tem chamadas de manhã e a noite as 22hs todos os dias da semana, mesmo aos domingos.

Agora por meios CORRETOS, espere chegar a Sargento (sub-oficial) mínimo, ou completar seus 5 anos (fim do primeiro contrato), solicite sua retificação e logo em seguida a esta, solicite sua naturalização. Assim poderá morar na cidade, andar em roupas civis, comprar um carrinho, ser casado, levar sua esposa para lá que terá com o tempo direito como você a dupla cidadania e seu filho igualmente, mas mesmo antes de sair esses documentos poderão morar com você livremente, seu filho poderá se matricular numa boa escola e terão todos os direitos como franceses, mesmo que ainda não o sejam.

Saiba que esse tipo de vida é um degrau já bem alto numa escada que começa primeiramente com o primeiro degrau que para você é
SE APRESENTAR NOS TESTES SELETIVOS DA LEGIÃO,
SER APROVADO
E
ENTRAR.
Digo ser aprovado e entrar pois como já deve ter visto em algum tópico do Doc que nem todos que são aprovados entram, pois se diversos candidatos forem aprovados numa fase acima do necessário, eles farão uma peneira e só aceitaram o numero necessário partido dos melhores para os piores. E digamos que ser casado com filho não ser um ponto positivo. Por isso esteja ciente que terá que se superar para não ficar numa peneira. Terá que ser aprovado entre os melhores para nem se quer, terem que questionar porque devem lhe aceitar.






Teve ate mesmo um candidato com uma certa doença que ate então não conhecia e tive que mandar um amigo meu que na ativa da Legião, justamente no 1ºRE em Aubagne foi buscar a resposta para que eu pudesse responder a um interessado, juntamente ao médico responsável no centro medico onde se avalia os candidatos a engajamento.

Decidi colocar essa resposta meio que indicativa para num caso qualquer outro interessado esteja em tal situação já saiba como funciona.


Pergunta
No caso de pessoas que sao desertores aqui no brasil?
entrariam para o quadro de anonimos la na legiao? ou ate mesmo nao seriam aceitos?

li que durante a instrução aprenderiamos frances a moda legiao. como assim? pode explicar melhor como e o metodo de aprendizagem da legiao?

durante o recrutamento, agente fica somente la no 4°, ou nos teremos instruçao em outros locais da frança e da europa? russia, alemanha, italia....

RESPOSTAS
Sim elas entrariam para o quadro de Anônimos se aceitas na Legião, mas ser desertor das forças armadas em seu pais não é muito bom para se apresentar na Legião, pois ficarão com uma péssima impressão sua. Se desertou das forças Armadas de seu pais, imagina aqui que nem seu país é.

O método legião para apreender o francês é simples. Conversação e Repetição, baseado nas coisas simples do dia a dia e de frases utilizadas nos comandos dados e de formas que um legionário deve se apresentar ou mesmo como indicar alvos ou objetos no campo de batalha. Um legionário deve sair de Castelo falando em media 300 palavras. Não é muito, mas para quem não precisa falar e sim obedecer já um avanço em larga escala.

Durante o recrutamento você não ficara no 4ºRE Castelnaudary Escola da Legião, você ficará somente nos Piles como o de Paris – Fort de Norjent e fará seu recrutamento totalmente no 1ºRE em Aubagne. Após se selecionado fará sua instrução de Base somente no 4ºRE lá em Castelo como disse escola da Legião. Somente lá, não ira para qualquer outro lado. No maximo ira ate a ferme (fazenda fechada) e fará algumas marchas pelos arredores simplesmente.

Poderia lhe mandar essas respostas para seu e-mail se tivesse me repassado, pois para achar o e-mail de cada um devo perder muito mais tempo a procurar em diversas paginas. Como vi que não são perguntas muito pessoais, decidi lhe enviar aqui pelo orkut mesmo e se achar que deve apagar fique avontade para tal.
 
Old January 17th, 2012   #12
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Mais dois que se complementam e que vale a Pena

Quanto a sua pergunta em relação a quantas vezes você pode se alistar se for recusado na primeira vez que tentar fazer o exame seletivo.
Você pode se apresentar para os testes seletivos quantas vezes desejar, mas saiba que quando você se apresenta pela primeira vez e é recusado, você recebe um papel dizendo quanto tempo você deve esperar para poder se reapresentar. Mas esse papel que diz o motivo e a data de retorno se desejar, normalmente é dado quando você é reprovado no exame medico, pois um médico sabe quanto tempo é necessário para curar a enfermidade que lhe esta tornando inapto temporário nesse exame.
Atenção que o medico pode lhe considerar INAPTO TEMPORARIO e lhe dar 3 meses, ou 5 meses, ou ainda 6 meses, ou mesmo 200 dias, ate mesmo 1 ano , 1 ano e meio ,etc. será ele quem vai lhe dizer quanto tempo terá que esperar para poder se reapresentar. Mas veja bem que não é um simples período de espera, e sim, é o tempo que normalmente você teria que fazer exames ou tratar certos problemas.
Exemplo básico é, você chega com o braço engessado por um acidente banal onde caiu e torceu o braço e lhe foi necessário engessar. Nada grave, mas se apresentar-se com este braço engessado, vai ser reprovado no teste medico e esse poderá lhe dar uns 3 meses para que possa voltar. Ai você irá perguntar, mas 3 meses, isso não é muito? E o medico lhe dirá, claro que não, e que ainda esta sendo muito complacente a vontade de cada candidato, pois, para tirar o gesso do braço, e mesmo que tire hoje no mesmo dia, ainda terá que fazer um período de reeducação e fisioterapia, basicamente só este período já dura 3 meses. Se aqui no Brasil não se usa isto, saiba que o medico é um Oficial Francês que não ta nem ai e que sua palavra conta em muito, e sobre tudo lá na França esse período de fisioterapia é seguido à risca. Mas isto é só um exemplo, saiba que o medico pode definir diferentes tempos de espera para o mesmo problema em diferentes pessoas. Isso depende de caso para caso e de medico para medico. Saiba que ainda o Medico pode lhe considerar INAPTO DEFINITIVO. Como o próprio nome dado já indica, quer dizer que você não poderá mais se apresentar na Legião Definitivamente, nunca mais. Isto pode ocorrer por diversos motivos, desde o teste físico, psicotécnico, entrevista, mas o mais comum é o teste medico lhe barrar definitivamente, pois uma fratura exposta, uso de pinos, pé chato, problemas de coração, coluna, olhos, etc. e etc. e tal.






O meu irmão foi para LE, se apresentou em Aubagne e lá passou 5 dias, mas foi reprovado no teste médico por um pequeno desvio na coluna. Deram para ele um papel com espera de 18 meses para que ele pudesse voltar a se alistar novamente, enquanto que para outros eram 3 meses, 5 meses e ai por diante.
Gostaria de saber por que este espaço de tempo diferenciado pra cada um?
Ele mandou uma carta ao General pedindo uma chance , que queria realmente servir a legião. Entregou a mesma em Aubagne e disseram pra ele que daqui a uns 30 ou 60 dias em media lhe responderiam.
Queria saber quais as reais chances do General acatar seu pedido?
Já aconteceu algo parecido?
Ele tem chances?

Grande o General não ACATARÁ nenhum pedido pois quem manda lá é ele, então ao invés de acatar ele pode até aceitar tal pedido, mas o que Eu acho difícil pois seu irmão esta considerado INAPTO TEMPORARIO por uma decisão medica, o que o valor da palavra desse é muito mais forte ate mesmo que a palavra de um ministro, nesse caso o Ministro da Defesa Francesa, isso mesmo, nem ele passaria por cima de uma decisão medica. Pois nessa situação há inúmeros fatores que serão analisados desde capacidade física, idade jovem demais ou avançada demais, complicações de um cotidiano duro, ináptitude e/ou invalidez e aposentadoria precoce.

Grande, quanto ao tempo de retorno para cada candidato considerado inapto temporariamente varia de pessoa para pessoa pois cada uma dessas pode ter sido reprovada por diversos motivos diferentes, mesmo que todos no teste médico.

Se alguém tem um pequeno problema do tipo, ferimento na mão ainda com os pontos aplicados devido a uma queda ou outro tipo de acidente que não seja grave e logo após retirar esses pontos e fazer a fase de reeducação, este já estará apto a refazer novos testes seletivos, o medico sabendo disso lhe confere um tempo de espera para que trate de seu ferimento e estipula uma data possível para o retorno, onde o candidato poderá voltar a se apresentar novamente com chances de passar, ao menos não será reprovado no teste medico novamente por tal motivo.

Mas veja que seu irmão, com desvio de coluna já é um problema mais serio, mesmo que pequeno, e já deve agradecer que eles não o colocarão Inapto Definitivamente. Isso deve ser por realmente seu desvio de coluna ser algo pequeno e com um tratamento ao qual os médicos da Legião detectaram que com um tratamento de 1 ano e meio ele possa já ser corrigido e assim possibilitando a seu irmão poder voltar a se apresentar novamente para fazer novamente os testes seletivos.

Observe que se passar os 18 meses dados para que seu irmão volte a fazer os testes seletivos, mas ele não fizer um tratamento em relação ao problema medico indicado ou não fizer nada em relação ao problema que tem e que foi o causador desse impedimento, vai chegar lá após esses 18 meses e não será aceito novamente pois os médicos vão detectar novamente e ao verem que ele já esteve lá e foi recusado pelo mesmo motivo, podem vir a acreditar que seu irmão se submeteu a um tratamento e voltou novamente sem ter resultado e considerarem então incontornável tal deficiência na coluna apesar de pequeno e considerarem a partir daí como uma inaptidão definitiva.

Veja ainda que ele fazendo esse tratamento ele poderá resolver tal problema de desvio de coluna e ele poderá voltar a refazer os testes seletivos e não que se ele fizer tal tratamento e for corrigido sua coluna ele já estará aceito na Legião. Isso porque terá que passar ou repassar os testes psicotécnicos, físicos, entrevistas e ate mesmo ao teste medico, ao qual podem detectar outro problema. Por isso sempre digo para fazerem um check-up medico, treinarem os testes psicotécnicos que existem por ai e treinarem muito sua aptidão física antes de irem ate a França para arriscarem-se no teste seletivo.


mais um*

1- Na legião, ha grupinhos formados por pessoas de mesma nacionalidade para fazer algo que possa prejudicar aos outros de nacionalidades diferentes?
*
Sim, são conhecidos como máfias, mas essa matéria em prejudicar nunca é a ponto de morte e sim escapar de um trabalho mais nojento como limpar a fossa do regimento, não fazer a faxina do rancho, não pegar turnos de merda na madrugada durante a guarda. Mas entenda que para os Bazucas é igual, pois na minha guarda nunca coloquei um jovem legionário brasileiro no 2 quarto de hora. Assim vai, se existe máfia para eles, os brazucas também tenhem e assim fica tudo igual.


*
2- Existe algum tipo de trote aplicado pelos mais antigos?

A legião em si só já é um grande trote para todos, mas se pensa em trote como esses aplicados na faculdade aqui no Brasil, ou dos tipos dos quartéis do Brasil. NÃO, isso não ocorre, só vai ter que agüentar os cabos na instrução de base que vão fazer tudo para minar suas forças, resistência e moral, mas isso faz parte do trabalho do mesmo, comandado pelos coordenadores e não se trata de trote apesar de parecer.


*
3- O senhor poderia explicar mais sobre o binome?

Binome quer dizer DOIS NOMES (DUAS PESSOAS).* Desde quando for aprovado nos testes seletivos e for para castelnaudary no 4ºRE escola da Legião, você vai para uma seção e nessa seção vai se trabalhar por BINOME, ou seja, a junção de uma pessoa FRANCOPHONE (Que Fala Francês /belgas, suíços, canadenses, franceses, africanos e árabes) com uma pessoa NON FRANCOPHONE (que não fala francês, tipo um brasileiro), mas pode ser um francophone um brasileiro que fale suficientemente o francês para poder explicar a um outro engaje voluntaire as ordens e o que deve ser feito, assim esse brasileiro de vez ter um francophone para ajuda-lo, será o francophone de uma outra pessoa, para ajuda-la. Essa união de duas pessoas é para que façam tudo juntos durante a instrução de base, desde a guarda ate mesmo a faxina e os treinamentos tácticos ou aulas de francês, etc. O Binome francophone deverá ajudar a explicar ao Amigo Non francophone o que deve ser feito, da forma que deve ser feito, o que esta sendo dito, etc. Assim será durante todo o tempo lá na escola e principalmente durante a estadia na fazenda durante seu primeiro mês em castelnaudary. Saiba que antigamente mesmo chegando numa companhia de combate no seu regimento escolhido apos o termino de sua instrução de base iria para uma companhia e trabalharia lá com um binome, mas agora não seria mais no âmbito de aprendizagem, pois quando um jovem legionário acaba a instrução e vai para seu regimento de escolha já deve falar o suficiente para poder comunicar-se e entender praticamente tudo. Essa nova função dos binomes se refere aos treinamentos e possível atuação real de ajuda mutua entre os binomes.



Chefe do Grupo de Combate



chefe da Equipe 1 chefe da Equipe 2



Binome Alfa Binome BRAVO Binome Alfa Binome BRAVO
equipe 1 equipe 1 equipe 2 equipe 2




Entendam que existem outros elementos num grupo de combate, como motorista, atirador de elite, enfermeiro, etc. Essa exposição é somente para que possam entender a disposição de um Binome em uso tático ao seio de um grupo de combate.

Mas hoje já não é mais assim, ao chegar no regimento e afetado a uma companhia e irá depender de sua função, para se ter à confirmação se trabalhará em binome ou até mesmo em trinome.



4- Existe algum tipo de previdência social que temos direito mesmo saindo antes de se aposentar?

Quando chegar no regimento de sua escolha vai aparecer muitas coisas para serem feitas, tipo seguro de vida e invalidez que não são todas nem quaisquer empresas que querem ou fazem tal seguro para um Legionário devido aos riscos da profissão, então os que mais aparecem são os de sempre, empresas montadas por ex-militares que pensaram durante anos e hoje regem empresas de renome na França como a AGPM, GPM, parece que ate a AGF agora também anda aceitando tais apólices. Para o Legionário é essencial ter um seguro de vida, por motivos bem óbvios.

Em relação à previdência você ira pagar lá uma sim, chamada MUTUELLE. Não sei ao certo como funciona, mas já vem praticamente como pacote fechado.

Caso agente vire civil na França, o tempo de serviço vai contar?
Se sair da legião, após algum tempo em fim de contrato, antes de se aposentar e arrumar um trabalho por lá, esse tempo dentro da legião vai contar sim para seu tempo de serviço contando para a sua aposentadoria. Mas para tudo isso não deixe de declarar e pagar se necessário os Impostos na França.

Seria interessante pagar uma previdência aqui no país de origem?
Se você não pensar em voltar um dia a morar no Brasil, e se aposentar dentro da Legião, não vejo qual o interesse de pagar previdência privada aqui não, continue com a sua na França. Mas dá para se ter uma aqui também se assim desejar, e ate outra na suíça, na Alemanha, ou onde e como desejar, já que o dinheiro é seu. Mas se morrer, terá pagado tudo isto pra que?
*
*
*
*
5- Ha alguma rivalidade entre pessoas de nacionalidades diferentes dentro da legião?
*Tipo, o pessoal da Alemanha que não gosta do pessoal dos paises latinos, ou pessoas de outras nacionalidades*quem não goste de nos brasileiros?

Sim, existe sim o preconceito, o racismo e as discórdias entre os povos mesmo dentro da Legião, mas dentro da Legião essas atitudes ou são guardadas no fundo da alma ou ainda desaparecem devido a todos que estão ali deixaram suas causas, suas rinchas, suas filosofias para trás para poderem recomeçar uma nova vida do zero. Tendo se em vista ainda que o sofrimento une as pessoas e os treinamentos da Legião são ótimos para isso, pois qualquer transparência em ralação a um outro legionário pode custar muito caro. Tenha em vista que a Legião tornará se, sua Pátria "LEGIO PATRIA NOSTRA". Eu já vi palestino e israelense como binomes, eu já vi argentinos e brasileiros juntos tomando cerveja e rindo muito como velhos amigos e irmãos, eu já vi alemão e judeu se ajudarem mão na mão quando enfiados na merda em treinamentos de sobrevivência, etc.
*
*
6- Ouvi falar de casos de ex-legionários que pediram baixa e foram trabalhar em empresas de segurança. Caso a pessoa saia da legião, como seria a aceitação no mercado de trabalho, tanto na Europa como*aqui mesmo em nosso pais?
*
Se você desertar estará bem encrencado, não vai arrumar trabalho em lugar algum da Europa, nem mesmo no fundo perdido da África, não lhe aceitarão como mercenário e nem mesmo como faxineiro. Infelizmente aqui no Brasil tais são aceitos, pois estes enganam seus empregadores contando inúmeras estórias e acabam por vezes atingindo cargos bem importantes da área de segurança, mas que só dura até cometerem um erro, que na maioria das vezes é grave.

Se sair ao final de 5 anos, seu primeiro contrato, não terá experiência suficiente para encarar o mercado de trabalho para uma empresa de segurança internacional que atua, por exemplo, no Iraque, Afeganistão, etc. Vai no maximo trabalhar numa empresinha de segurança francesa ou européia, como vigilante, isso caso não se especialize mais, fazendo cursos no civil. Mas ser vigilante na Europa não é algo assim ruim, já que recebera uma graninha, terá sua vidinha social e poderá levar isso até uma aposentadoria aos 40 anos de serviço. No Brasil vou comentar logo abaixo, pois tanto faz fazer 5, 10, 15 anos de serviço na Legião, ou ainda ate mesmo se aposentar na Legião.

Se fizer mais de 5 anos, poderá chegar a cargos e patentes melhores que poderão florear seu C.V Poderá procurar trabalho não somente como Segurança, mas fazer reconversão da sua especialidade na Legião, para poder trabalhar quem sabe na mesma função na vida civil, o que é aparentemente bom, mas difícil concorrer com europeus com seus diplomas e níveis intelectuais bem avançados, sem contar que para se trabalhar num escritório, ou em um restaurante como cozinheiro por exemplo, terá que passar por muitas entrevistas e testes e sempre virão a lhe questionar por que entrou na legião com um ar de que você já tenha feito algo errado na vida e isso vai lhe colocar já pro fim da lista, mesmo que seja em sua área muito bom no aspecto profissional. Isso já não vai ocorrer muito se você for para o campo da segurança privada, pois vão primeiro pensar nas suas especialidades e depois verão o porque esteve na legião ou nem mesmo pensarão muito nisto, pois se for bom na área e cumprir os requisitos exigidos por eles, pra que eles vão querer deixar o passado intervir no que você é hoje.

Enquanto que para o Brasil, ter estado ou não na Legião não vai ajudar em muito principalmente na área de segurança onde terá que fazer todos os cursos ministrados aqui, pois a legião só ira como já disse FLOREAR seu C.V, terá que fazer cursinho de vigilante após outros cursos complementares como agente de segurança e tudo que desejar seguir nessa área, pois não conta nada a Legião, já que lá a realidade é outra. Você faz guerra e não segurança.

Se, aposentar-se na legião não vai precisar trabalhar se assim desejar, não que vá ficar rico com sua aposentadoria, mas pode viver modestamente numa cidade pequena do interior onde o custo de vida é mais baixo, onde durante todo tempo na Legião juntou dinheiro e comprou sua casinha que agora o espera para fazer aquela horta nos fundos e ajustar as plantas do jardim na frente.

Mas se não for esse seu desejo ao voltar para o Brasil, poderá como aposentado e com sua experiência trabalhar como consultor de segurança, mas saiba que o mercado ta cheio de brasileiros bons que convivem com uma larga experiência e competência e por vezes muito diferente da apreendida por você na Legião. Não esqueça que na Legião você aprende como em um grupo bem armado e organizado atuar diante de inimigos bem definidos em uma guerra declarada, enquanto que para ser segurança no Brasil a situação é totalmente oposta, de forma que você dependendo do local de seu trabalho, trabalhará não muito bem equipado, ás vezes mesmo sozinho tendo que enfrentar um inimigo dissimulado ao meio de civis corriqueiros num outro tipo de guerra fria. Você saberá que tem conhecimento e capacidade para tal, mas terá que fazer inúmeros cursos aqui no civil brasileiro para estar atuante de acordo com o mercado brasileiro, pois na Legião não lhe será dado diplomas que comprovem sua experiência em tais áreas de forma internacional e com isso fica difícil ser absolvido num mercado de trabalho tão rude como o do Brasil.
*

7- Sei que o francês e garantido, vamos aprender, mas por ocasião da convivência com outros Legionários de outras raças torna-se fácil aprender outros idiomas, tipo o inglês?

Não. Na verdade não é que você não tenha lá um bom amigo Inglês ou Americano, ou seja, um amigo de língua natalina inglesa que não vá poder lhe ensinar o inglês, mas a real é que você sempre estará falando francês inclusive os ingleses estarão falando em francês, ainda sem contar que os ingleses, americanos, australianos se juntam nas famosas máfias quando fora do período de serviço e ficam entre eles num grupo bem fechado. Resta aos brasileiros o mesmo recurso, mas não se iluda quando esses mesmos vierem bater a sua porta, principalmente após, terem lhe visto aos beijos e abraços, etc e tal a mais, com outras brasileiras. Ai sim eles virão a sua porta e vão querer chegar junto, com aquela velha ironia amigável deles. Já que com aquele bom jeito grosso inglês de beber e falar merda às garotas e mulheres por mais putas que sejam, fogem deles após tomar toda a grana.
*
*

8- Ha alguma regra que restringe a conversação de seu idioma de origem em determinadas horas e locais, impondo ao militar a obrigação de falar francês para que todos possam entender o que esta sendo falado?
EX: quando estamos reunidos com o pelotão e converso com um amigo que fala português.

Isso é obvio que há esse tipo de restrições, você poderá falar outra língua que não seja o Francês, em horas vagas, nos bares, e até mesmo dentro do quartel, na companhia em seu quarto ou mesmo onde e quando for possível de acordo com a ocasião. Mas entenda que o bom censo e saber viver em grupo, já diz que por educação não deve se falar uma língua que outros presentes não saibam, ou não entendam.

6- Com relação às mulheres, dá para conhecer mulheres legais (sem ser prostituta) lá na França? Ou elas têm algum tipo de preconceito com os brasileiros?

Dá sim, poderá de acordo com sua desenvoltura chegar a conhecer inúmeras pessoas, sejam estas brasileiras ou francesas, de ambos os sexos e de atividades tão diversas e inúmeras possíveis.
Quanto às mulheres sejam estas brasileiras, francesas, árabes ou de qual nacionalidade lhe surgir pela frente, não há bem esse lance de preconceito racial, do tipo cor da pele ou situação sócio política econômica, etc, isso até que não se vê muito. A situação é mais levada para um outro ponto de vista, ou seja, o ponto é tido em relação a ser Legionário, pois ainda se mantém aquela vela tradição que todo Legionário é em potencial um beberão, alcoólatra, grosso e brigão que no fim vai quebrar tudo. Na verdade, não estão errados os que vêem dessa forma, pois enquanto alguns tentam mudar essa idéia hoje num canto da cidade sendo responsáveis e respeitadores, no outro lado há um outro grupo que reforça a tese da melhor forma possível. Assim fica difícil.








Como são definidas as missões e quem vai.
Terei que ficar 2 anos em um determinado ambiente, exemplo África?, ou determino esse tempo!!
Muitos legionários ainda hoje em dia perdem suas vidas? apesar de seu rigoroso treinamento?

Quanto às missões como são determinadas em resumo geral - OK
Grande Jânio, as missões dependem de onde estiverem ocorrendo e qual a necessidade da mesma para que a França determine o que vão precisar e com isto determinem o que enviaram e quem. Tudo começa por determinar a necessidade (construir pontes, ruas, etc). Tendo se que entre as forças armadas, a Marinha e a Aeronáutica não fazem tal serviço, só restou o Exercito. Do exercito (regular francês ou Legião) qual tem regimento de engenharia que pode suprir essa necessidade. A Legião tem, mas o exercito francês regular também tem. Vamos dizer que optaram em enviar a Legião por diversos fatores tipo é uma zona violenta cheia de rebeldes e ta morrendo gente adoidado e enviar os soldados franceses seria provocar discussões em massa quanto a real necessidade. Então vai a Legião mesmo. A partir daí o General comandante da legião é avisado da missão que terá pela frente. O General da Legião reúne seus conselheiros e entram em discussão para se escolhe dentro da legião quais os regimentos de Engenharia (GENIE) que existem, desses quais estão operacionais e disponíveis para partir. Digamos então que a legião diz que o regimento de genie dela mais operacional no momento e disponível é o 6 REG (sexto regimento estrangeiro de genie). OK a partir daí o Coronel Comandante do Regimento de Engenharia da legião ao qual foi escolhido é avisado. Por sua vez esse coronel reúne seu conselho e decidem qual das 6 a 8 Companhias do Regimento esta mais operacional e disponível para Partir. Assim sendo aquela Companhia irá para a Missão, que pode durar de algumas horas ate 4 meses, após serão substituídos. Mas tudo isto incide primeiro na necessidade da operação podendo variar em vários níveis, desde uma simples secção ate uma companhia, regimento, batalhão, etc ate todo mundo se for uma guerra mundial.
Espero que tenha entendido que não é todo dia que vai partir em missão, pois entre a armada, a legião, o regimento, a companhia, e você, sempre terá tempo obrigatório de espera para uma nova missão e sem contar que existe uma fila de espera, ao voltar de uma missão, você volta pro fim da fila.

Quanto ao tempo de determinação
Como viu acima quem determina o tempo das missões nunca será você, isso vem de muito alto, bem alto mesmo em matéria de patente.

Agora quando me pergunta de ficar num ambiente definido como na África.
Isso ocorrerá se escolher um Regimento de OUTRE – MER, ou seja, como explico no Doc
Um regimento fora da França, tipo no Guiana Francesa, no Haiti, em Djibouti, no Mayotte, etc. Se escolher fazer uma TOURNANTE OUTRE – MER, ira para um regimento num desses paises e ficará lá por 2 ANOS obrigatoriamente.

Quanto aos legionários perderem suas vidas mesmo com seu rigoroso treinamento.
Primeiro o treinamento não é tão rigoroso assim, como deve fantasiar em sua cabeça. Ralação tem, mas também tem muita faxina e encheção de saco sem contar as infindáveis guardas e serviços no interior de um quartel.
E na verdade são poucos, muito pouco os legionários que Perdem suas Vidas em Combate. A maioria morre por BESTEIRA e nem em missão ou combate estão, às vezes nem de serviço e sim de ferias ou de folga ou simplesmente à noite apos uma dia comum de trabalho no quartel sai para uma baladinha, regada a muito Álcool, Papelotes e Etceteras.

Quanto a perder a vida em combate, pense de como é escolhida a força armada que ira para uma missão (exercito, marinha, aeronáutica, legião).
Depois pense como é escolhido o regimento de tal armada (são vários e para o exercito, esses vários regimentos ainda chega a dobra, pois tem o Exercito Regular e a Legião).
Depois pense como dentro do Regimento escolhido se vai escolher entre as varias Companhia deste regimento ira
e ainda pense que dentro da companhia poderá ainda ter que se escolher entre as Seções, dependendo do nível da missão.
Então após tudo isto se der sorte sua seção ira para a missão, talvez melhor a Companhia que esta. Ai depois disso tudo ira para a missão que não é atacar ninguém, nem defender nada e sim uma missão de ajuda humanitária na África, onde vai distribuir arroz para o povo de lá que ainda vai te xingar.
Veja que ai você só corre o risco de morrer quando um africano te cuspir na cara e você se afogar. Ou pode morrer banalmente, do tipo, o condutor do caminhão não apertou bem o freio de mão e você foi de baixo do caminhão pegar sua boina que vôo e morreu esmagado.
Em combate real mesmo terá pouquíssimas chances de morrer realmente, mas espero que não esteja a fim de aproveitar essa chance que é que nem ganhar na loteria.
Seja consciente, faça o que mandar seus superiores e não se meta a besta em achar que é o Rambo, Van damme, etc, pois no cinema se morre todo dia mas você levanta e vai pegar seu salário. Na vida real você morre e só é mais um.





+1 DOS BONS PARA SE LER

Sargento Rush, eu não sou muito forte nem musculoso, mas me sinto fisicamente bem, pois sou ciclista amador, me exercito 3 a 4 vezes por semana, mas com tudo não corro muito bem, pois depois dos 8 anos de idade me dedico ao ciclismo de rua. Gostaria de saber do Senhor para qual lado devo procurar melhorar para ter mais chances no teste físico. Devo procurar correr mais, fazer mais exercícios aeróbicos ou devo buscar mais força e músculos, já que não possuo uma estrutura visualmente forte. Hoje estou com 31 anos 1,82 de altura por 86 kgs, sendo minha maior estrutura peso-muscular distribuída nas pernas, região das coxas.

Grande, muitos acreditam que o principal fator para entrar na Legião é o Físico.
Tem pessoas que me vêem e dizem que são super atletas, correm 30kms por dia, que levantam 120kgs no Supino, 50 na rosca direta, que fazem isso e aquilo, são bombados Alá Rambonneguer, outros ainda se dizem ate mesmo faixa preta de jiu, capoeira, Box, verdadeiros Ninjas, e quando chegam no teste seletivo da legião são reprovados.
Às vezes alguns, são reprovados ate mesmo no teste físico.
E se visse a foto ou mesmo visse a tal pessoa, diria que ele tem uma boa estrutura muscular, altura e peso bem distribuídos, assim como os seus, de 1,82 por 86kgs, que é uma boa distribuição peso e altura, principalmente tendo em vista sua idade e sabendo se que é ciclista atuante, então não são 86 kgs de barriga de chopp, ou de ar a base de bombas.
Saiba que a parte Física é uma das menores exigências.
Pois se avaliado que o candidato tem condições a executar diversas tarefas com um certo nível cardio-respiratório já é suficiente, pois o físico pode ser desenvolvido com os treinamentos da Legião, modelado para um Soldado.
O sistema da Legião é bem básico, se tem muito tirarão, se falta colocarão.
Por isso o teste físico da legião é ate que banal, mas são os resultados obtidos pelo sistema Luc Leger que dirão se o candidato tem ou não capacidade CARDIO VASCULAR, para desenvolvimento após ser admitido e com treinamento adequado alcançar níveis exigidos para um soldado.
Veja que digo níveis para um soldado e não para um halterofilista, um lutador, um maratonista. Pois cada um desses exemplos acima, em sua maioria desenvolve partes especificas a tal esporte, que por vezes não é interessante para um soldado, todo aquele nível, em um único ponto muscular e sim um nível médio em tudo.
Por que digo isto.
Todos vêem um super soldado como sendo este, forte, cheio de músculos, assim como o Rambo. Quando a realidade não é bem por ai.
Ter músculo, muitas vezes não condiz com a força.
Para um soldado ter músculo é importante, mas na medida certa.
Um soldado, com massa muscular muito elevada tem seu peso proporcionalmente aumentado, o que dificulta nas marchas, nas corridas necessárias em inúmeras vezes, pois alem do saco pesado tem que transportar todo seu peso corporal, sem contar que ele transpira muito mais, bebe muito mais água que os demais (às vezes tem que se racionar a água como no deserto), destrói os músculos, seu batimento cardíaco dispara mais facilmente, apresenta sinais de fatiga a níveis superiores e em menor tempo, vindo a se tornar um verdadeiro frangote, que neste estado não conseguiria nem mesmo subir uma escadaria quanto mais uma corda, o que seria fácil para ele em estado de repouso.
Um bom exemplo são candidatos que no teste físico onde é necessário subir uma corda só com a força dos braços se torna fácil, mas quando é necessário fazer o teste de corrida como chamado pelos brazucas de Yo-yo ou ainda Vai e vem, ou não conseguem ou pelos resultados obtidos em relação a seus batimentos cardíacos são reprovados. Pois esse candidato é moldado a pegar peso e não a poder fazer tudo (correr, saltar, atirar, respirar, se controlar, tudo de uma vez).

Sem contar aquelas pessoas que para se sentirem os bacanas, se darem bem com a mulherada, se entopem de entorpecentes, anabolizantes de tudo que é tipo e causam a si um desenvolvimento artificial e precoce.
Alguns desses Caras, não sabem e outros mesmo sabendo não se preocupam com a realidade de que, se estão alterando o ritmo natural do desenvolvimento muscular de seu corpo, estão também alterando o Uso e desenvolvimento de todos seus órgãos, como coração, pulmões, rins, baço, fígado, pâncreas, ossos, vértebras e cartilagens, etc que estão sofrendo com esse tipo de desenvolvimento acelerado.
Veja bem um garoto que aos 21 anos começa a fazer musculação e usar inadequadamente de certas substancias, aos 22, 23 estará com a musculatura que só obteria naturalmente com exercícios aos 28.
Mas a realidade é que todos os seus órgãos que deveriam estar com a idade de 23 anos, também passaram a ter os mesmo 28 relativo a musculatura, talvez ate mais, pois é incalculável a reação de cada órgãos devido ao choque de crescimento que lhe foi necessário para suprir a necessidade do individuo em suportar fortes exercícios. Como é muito comum o caso de Inchaço do Coração que se faz necessário para impulsionar mais sangue, os Rins trabalham em excesso para filtrar as inúmeras toxinas, as Dilatações Pulmonares para envio de oxigênio, etc, etc e tal de uma longa lista.
Por isso, estamos vendo a cada dia mais e mais exemplos de jogadores de futebol que caem no gramado com ataque cardíaco aos 33 anos.
Quantos anos na verdade tinha o coração deste jogador, e o restante de seus órgãos.
Pense que alguns anos atrás, ataque cardíaco era coisa de velho. Hoje vemos de mais em mais jovens morrerem com tal súbito.

Mas para tais pessoas tudo bem, o que deseja é agora ser O Fodão pras minas, o amanhã verá depois, já que é novo e não sente os efeitos que virão com o tempo, como dilatação dos vasos sangüíneos, sopro no coração, impotência sexual. Este último e o que é mais irônico ainda, pois fez tudo isso pra ser bonitão, comer as menininhas, mas agora se não é broxa, não consegue mais dar umas 3 por semana, e uma de cada vez com um bom intervalo de dias, e só esta aos 40 anos.
Sabendo-se que com tal investida não pode mais se desenvolver, limitando seu potencial cardio respiratório, pois seus órgãos já chegaram ao limite maximo de crescimento, dilatação, desenvolvimento possível. Seus órgãos já encheram a sua caixa torácica e seu coração ainda com 26 anos já esta em seu limite maximo como um homem de 35 anos ou mais, e não tem mais como desenvolver e atender as necessidades de acordo com as funções que tenta exercer o individuo. E se esse individuo se esforçar em exagero, os órgãos se rompem, explodem, rasgam, em resposta ao excesso de esforço solicitado pelo individuo mesmo que ainda jovem em idade, mas impossível ser realizado pois seus órgãos já não teem a mesma idade e sim já é um velho órgão.
Lembre-se que o Cara ainda é novo, mas os órgãos já são velhos.

Por outro lado, no caso contrario, de um candidato moldado em forma de maratonista. Faria o teste físico do Yo-yo facilmente, mas pode ter problemas em subir a Corda, onde requer uma força mais bruta, quando não se tem a técnica exata para tal. Mas entenda que esse Magrelo ainda levaria vantagem em relação ao Musculoso, pois ele tem um super pulmão e seus batimentos cardíacos são quase que inalteráveis em pequenos testes. Subir a corda pode ser treinado e com certa técnica, seria alcançado facilmente.
Veja que esse cara que corre e pode andar quilômetros sem sinal de fatiga, com um batimento cardíaco sustentável, tem também uma força extraordinária nas pernas, mas não tem o volume muscular do halterofilista.
Por isso lá em cima eu digo que Músculo não é referencia exata de Força.
O halterofilista poderia levantar e colocar no chão um saco de combate super pesado por algumas vezes, mas não conseguiria marchar com o mesmo diversos quilômetros. Observe que nem o Rambo ou qualquer outro super soldado do Cinema ou Tv, transporta um grande saco de combate, mas também pra que né, se ele não come (pra que ração de combate para vários dias de um conflito), não dorme (pra que saco de dormir, com todo seu volume), não se machuca, não troca de roupa, não toma banho nem usa sabão, pois não pega nenhuma infecção, não precisa realmente de um saco de combate mesmo. Mas lembre-se que a Legião é na França e não em Hollywood, e que você esta no exercito e não no cinema.
Eu ainda gostaria de entender porque esses soldados assim tão fodões usam armas.
Armas são para soldados simples como da Legião, do SEALS americanos, GCP francês, SAS, e outros que em sua maioria, seus membros não são super musculosos, e sim por vezes ate mesmo secos como gravetos, mas são de uma resistência a toda prova e que após marchar e correr por 15, 20, 30 quilômetros ainda tenhem que lutar com um inimigo que por vez ficou só no buraco esperando eles chegarem pra enfiar bala.

Resumindo todo esse bla bla bla
Você deve tentar relacionar seu treinamento em busca da resistência física sobre tudo, com musculatura que lhe proporcione total movimentação, agilidade e que não seja um peso morto em cima de você.
Faça como já vem fazendo a tempo, continue pedalando, que como já deve saber é um excelente exercício para os músculos e para o sistema respiratório.
Tente alternar certos dias entre pedalar e correr. Faça um pouco de musculação visando sobre tudo a força e não ao ganho de massa que aumentaria seu peso, o que não é necessário e se ainda houver a possibilidade, faça um pouco de natação, mesmo não tendo esse tipo de teste dentro dos testes seletivo físico, esse tipo de exercício ajuda muito o desenvolvimento respiratório, trabalha os sistema cardio e ainda relaxa os músculos.
Sei ser difícil pra muitos brasileiros o que vou dizer agora, devido ao poder aquisitivo de cada um. Procure se alimentar bem, selecionando melhor o que realmente lhe é útil em matéria de alimento e saúde. Coma Carne, mas evite excesso, Coma Salada mas não deixe faltar os Carboidratos em suas refeições. Procure, Veja, Siga os conselhos de especialistas em Nutrição. Durma Bem e sei que chegará aos testes seletivos da Legião, pronto pra enfrentar qualquer barra no quesito físico. Mas não vá esquecer que o Físico é o menor dos problemas, pois ainda, existe outros, como Psicotécnico, Médico, aquelas Entrevistas, sem contar o fator sorte relacionado ao numero de candidatos.






Daqueles esse Careta

Teve um candidato que estava mais preocupado em Viver na França, ter uma vidinha social e se aproveitar da Legião para isto, do que realmente conseguir entrar para a Legião e ser um soldado, como algo que pulse em seu sangue. Este me fez algumas perguntas que respondo abaixo. São interessantes suas perguntas e nunca é demais saber.


(1ª) O Doc. Fala que nossas esposas ficarão como clandestinas mais que nós não devemos nos preocupar, pois a polícia não vai sair atrás delas correndo e q vai ficar apenas difícil arrumar emprego Sgt não teria uma maneira de reverter essa situação? Indo como estudante, por exemplo, para estudar o próprio Francês?

Grande, claro que há como sua esposa ir como estudante.
Mas a burocracia é tão grande que não sei realmente se valeria a pena.
Para isto sei que precisaria ter algum lugar para ficar, ou seja, na casa de alguém que iria assinar um termo de responsabilidade por tal pessoa durante o período do curso.
Teria que ter uma escola em que se matriculasse e pagasse sobre tudo.
Teria que ter posses no Brasil, indicando que sua estadia no país seria somente durante o período de estudo e ao final não teria motivos para deixar o Brasil tornando se uma imigrante ilegal na França.
Tendo se em vista que se algum requisito não for aprovado ou ainda se verificado uma falta grave tipo algum documento falso, levantaria diversas suspeitas, que tal pessoa só ta querendo ir morar na França e que tudo não passa de uma artimanha para isto e o visto pode ser negado.
Sabe que negado uma vez, fica mais difícil ate mesmo ir como turista, pois o serviço de imigração ficará com o cadastro dela. Que se mais tarde se apresentar no Aeroporto lá na França, querendo entrar ate mesmo como turista pode ser barrada, pois sabem da intenção que tinha e por ter sido negado antes agora se apresenta assim. Então poderão negar sua entrada no país mesmo se sabendo que para turista, maximo 3 meses a França não pede visto. Mas nesse caso eles podem barrar direto no aeroporto e colocarem tal pessoa no avião de volta. Não é extradição mas é uma recusa de visto de entrada. Saiba que quando se chega num aeroporto internacional, eles solicitam seu passaporte com ou sem visto, e é nesse momento que é carimbado seu passaporte que passa a valer o período de estadia. Mesmo se já tinha visto não quer dizer que você pode entrar. É o serviço imigratório no país de origem que autoriza ou não a entrada.
O processo para se tirar um visto de estudante é compresso $
Tem que provar que esta matriculada numa escola lá
Terá que provar que tem onde ficar lá
Que tem como se manter lá
Que não deve nada a justiça aqui
Que tem situação estável no Brasil como, posses tipo casa própria, trabalho fixo que não farão tal pessoa querer ficar morando lá após o curso.
Terá que passar por entrevista no Consulado onde será após uma investigação de toda documentação, questionada sobre inúmeras situações como; nome de solteira, idade, profissão, casada, solteira, divorciada, viúva, tudo isto explicando cada ponta, se casada o nome completo, idade, profissão, que faz seu marido, ao qual terá que levar papeis sobre ele, tipo rg, cpf, explicar sua profissão atual, sem contar que você esta na legião pois se foi aceito o que já é dificil, certamente com esposa e filhos será engajado sob um contrato de anonimato, trocando de nome e quebrando qualquer vinculo com sua esposa, filho e família aqui. Se ela falar vai estar quebrando seu contrato de anonimato perante a legião e ferrando sua vida e a dela juntamente, pois nem assim conseguiria o visto para tal.
Terá ela ainda que explicar diversos motivos por que esta indo estudar na França, se é para uma empresa que trabalha (isso facilitaria) ou por outros motivos e quais são tais. Terá sua esposa que explicar que se hoje não esta mais com você, tipo mãe solteira, como pensa em ir para a França estudar com um filho pequeno nas mãos, (saiba que nenhum serviço social gosta de uma idéia da mãe deixar um filho pequeno nas mãos de outros, mesmo que por mais nobre que seja a causa), como pagará tais gastos e como se manterá por lá. Como vê é uma longa lista de quesitos e explicações, que no fundo pode alem de não dar em nada complicar o futuro.
Mas no contesto de se conseguir um visto de estudante ainda não daria o direito a sua esposa de trabalhar no país e se pegarem ela trabalhando pode da mesma forma ser presa e deportada, e você não poderá fazer nada, mesmo sendo legionário, só lhe complicaria ainda mais.
Eu na verdade não vejo como uma boa solução.


(2ª) Sargento e a situação do meu filho que deverá ter aproximadamente 1 ano e 6 meses quando eu for me alistar e + ou – 2 anos depois da escola. Como poderia reverter a situação dele de clandestino e se eu não terei problemas em relação a estadia dele por lá, e em relação a escola como ficaria?

Não terá como estudar, Ponto Final. Seu filho se estiver numa condição ilegal não poderá se inscrever numa escola lá. Seria o mesmo que se delatar, sem contar que não teria documentação para inscreve-lo numa escola publica e nem numa particular, mesmo que tivessem dinheiro para pagar, pois seria exigido uma outra serie de documentação referente aos pais, moradia, nacionalidade, profissão, etc.





(3ª) Sgt eu dei uma olhada no site (www.legiaoestrangeira.com.br) não sei se é o site oficial da legião vir por esse site que o salário de um soldado é de 1.250,00 euros isso em um regimento de Metrópole esse valor na Europa daria pra viver com um pouco de dignidade por lá? Sem muitas privações vi também nesse site que a diferença de um salário de soldado para o salário de um caborel é + ou – cerca de 100 euros
Isso seria verdade?



Primeiro não é caBorel e sim CAPORAL, que é o mesmo que Cabo aqui no Brasil
O Salário de um jovem legionário é de 1.050 euros ate os 10 meses de serviço, quando passa para Legionário de 1ªClasse que receberá por volta de 1.250 euros
A diferença salarial entre, um leg 1ªcl e um Caporal é bem próxima disto mesmo, uns 100 euros.
Tendo se em vista um Engage Voluntaire (período antes de se formar Legionário) ate o final da Escolinha e chegando se no Regimento, essa pessoa não terá quase que gastos algum. Mas não se iluda, eu disse QUASE. E o correto a todos e tentar economizar ao maximo, pois após esse período, quando chegar a um regimento, seja o que escolheu ou não, sempre virá os gastos, do tipo EMBUTIDOS, quase que obrigatoriamente e os PESSOAIS de real necessidade.
O que são esses tais gastos que EU denomino de “gastos embutidos”. Existe uma tradição em toda companhia de qualquer regimento da Legião, pagar-se mensalmente uma taxa, chamada de Caísse Section (caixa seção), que tem por finalidade, quando um legionário sai da companhia e por si da seção, seja por qual for o motivo tipo mudança de regimento, ou de companhia para uma outra de serviços tipo CCS, é feito uma espécie de festinha interna com tira gosto e bebidas e é dado um pequeno presente para o mesmo, tudo isto sai desta caixa. Isso tudo vem da Caísse Section, assim como diversas outras coisas, que a Seção decide fazer no regimento ou no Terreno em manobras por vezes se tirá dinheiro dessa caísse e Você não poderá dizer nada, pois quem cuida disto é o ajudante da seção em sua maior parte com o aval do oficial chefe da seção. O pagamento é quase que obrigatório. Dizem que se não quiser não precisa pagar, mas não tem ninguém que não pague, se é que consegue entender isto.
Mas não pense que é uma extorsão, pois não é não. Todos gostam de um pequeno brinde para os amigos que se vão e quando este o for, saberá que terá o seu também. Sem contar que todos colaboram, proporcionalmente em relação ao grau hierárquico que ocupa e seu salário. Ou seja, um legionário deve pagar uns 20 euros mensais, um cabo deve pagar por volta dos 30 euros, um cabo-chefe pagará 35, um sargento pagará ainda mais, por volta de uns 50, um chefe pagará uns 60 euros, e assim por diante. Mas entenda que esses valores são um exemplo meu dos meus tempos, hoje não sei quanto e como pode estar dividido isto, sem contar que esses valores podem mudar de seção para seção, de companhia para companhia e de regimento para regimento, assim como o salário varia também de local para local. Mas uma coisa é certa, a Caíxa Seção existe e todos colaboram com ela.
Os Gastos Pessoais são aqueles que realmente se fazem necessário ao Legionário, como uma apólice de seguro, que é QUASE que Obrigatório se ter uma. Se não quiser não precisa, mas para ir em Sejour Outre-mer por 2 anos, Tournantes de 4 meses, Missões e hoje mesmo a certas manobras e treinamentos que deve se ter um Seguro de Vida, que é pago pelo Legionário de próprio bolso com seu Salário. Não me pergunte quanto esta um seguro para um legionário que eu não sei hoje, e isso também varia de regimento para regimento. O REP, por ser paraquedista, já sai mais caro.
Ainda nesses gastos você logo de inicio é bom economizar pois se chegar no inverno no regimento seja este qual for, sempre terá que comprar algumas coisas básicas para poder se adequar ao regimento ou a seção ou ainda para se ter um certo conforto.
O que isto quer dizer. Quando se chega a um regimento existe certas peças do fardamento que lhe são dadas tipo uma insignea metálica que vai na roupa, um breve tipo paraquedista, uma fourrager, que é uma cordinha que fica no ombro e cada um tem o seu com sua cor, tipo o do REP é vermelho, e o do 3ºREI na guiana, que são 3 juntos, mas cada um de uma cor e cada um com um valor. Essas coisas lhe são dadas, mas apenas 1. Saiba que para a guarda você sempre precisa de um em perfeito estado e limpo. Quase sempre terá que comprar um outro a mais. O Kepi blanc será quase que sempre aquisição obrigatória ao final de um mês. Certo que poderá lavar o seu, mas chega uma hora que não se dá mais, terá que comprar, é inevitável. Outra coisa que pode se ir levando é um saco de dormir, dá para usar o de dotação, mas se cair num regimento especifico e num treinamento for dormir na neve, sei que no outro treinamento vai querer estar com um saco de dormir mais robusto, mais leve e que esquente mais que o regulamentado. Um tênis novo, não é assim tão necessário, mas se fará necessário com o uso diário em breve rasgará ou se gastará. Um salame ou queijo ou um miojo chamado lá de sopa chinesa, para completar a ração de combate numa manobra sempre vai bem, pois a ração é dada, mas todo dia a mesma coisa o Soldado alopra, sem contar que as vezes a fome ultrapassa o que é servido ou contido na ração, e ficar olhando os outros com bolachas, barrinhas de cereais, frutas, chicletes, chocolates em meio a uma marcha acaba com a moral de quem esta olhando mas anima a muito quem esta se servindo de tais. Sempre há aquele que lhe estica a mão, mas é uma vez, da próxima é educadamente correto ter para poder oferecer também, quase como uma troca. Isto gera mais gasto, mas essa troca gera mais amigos, o que é de estrema importância para todos, principalmente em tal situação e local.
Como da pra ver esse salário ou mesmo o salário de Cabo são bons sim, mas para uma única pessoa que vive dentro de um quartel, que não tem gasto com nada, pois não paga casa (alojamento, quarto ate 6 pessoas maximo tudo bem arrumado, novo e limpo), não paga Luz nem água, não paga comida (tem o refeitório com bom café, almoço e janta), não paga roupa (tem fardamento) não paga nem roupa de cama que é lavada pela companhia em locais próprios e vem tudo limpinho desde lençóis, cobertores, fronhas.
Com tudo isto o Legionário tem seu salário pra si próprio e se torna um bom salário, pois se somar todos os benefícios seu salário passaria dos 3 mil euros.
Um civil de base precisaria ganhar o dobro do salário de um legionário de base, no mínimo para ter tudo que um legionário tem, e ainda seria difícil em relação a qualidade da comida do refeitório, que as vezes chega a ser melhor do que um restaurante, por isso seria como ele ir a um bom restaurante quase que todos os dias no almoço e na janta.
Em sua situação logo no inicio seria quase que impossível dar condições adequadas a quem quer que seja que levasse para lá. Fica ainda mais difícil se falar de uma criança pequena, onde terá que pensar em roupas condizentes para o frio de lá, comida que não é barata, etc.


(4ª) Sgt. Minha esposa vivendo de uma forma clandestina poderia abrir algum negócio por lá? Pois vc falou q nós deveríamos sempre pensar no que fazer com nossa grana em caso de algum dia a própria legião ser ingrata e eu falando por mim não gostaria de um dia se o caso acontecer de me aposentar e depois virar motorista de algum caminhão pra pegar algum por fora não q eu não queira me aposentar por lá mais sempre tive vontade de trabalhar pra mim mesmo isso é de família trabalho para o meu pai, mais penso que o q é do meu pai é do meu pai principalmente pelo fato de ele ter outra família como eu poderia resolver essa situação será q isso só será possível depois de eu passar pra caborel como seria pra eu resolver essa situação? E qual seria o melhor momento pra abrir um negócio por lá?

Grande, tem certas perguntas sua que não condiz com a inteligência que acredito que tenha.
Se sua esposa esta clandestina num país o único negocio que pode montar é lavar roupa pra fora dentro da sua casa, mas maquina de lavar lá é barata e quase todo mundo tem, pode ser uma faxineira na casa de outras brazucas, já não é negocio e sim emprego e após com o convívio pode ate arrumar na casa de um francês através da indicação de alguém.
Quando digo que devem sempre pensar no que vão fazer com a grana que ganharão, estou mais me referindo a um soldado do que a um civil de base que pensa em levar uma vidinha social.
Um legionário deve guardar dinheiro dos Sejours Outre Mer, das Tournantes e de Missões que fizer pois ao se aposentar, não receberá muito e poderá com o que economizou montar quem sabe um pequeno negocio em seu país de origem, assim como no Brasil, onde o dinheiro de lá fora vale mais aqui dentro. Esse Legionário pode voltar e montar um quiosque na praia e viver tranqüilamente, ganhando uns trocos, curtindo a praia e sem a real necessidade de se esforçar em muito pois já terá o seu garantido mensalmente ate a morte.
Tudo isto também vale para um cara só, pois a partir do momento que pensa em ter esposa e filhos, mesmo após se aposentar vai ter que ralar duro para manter essa casa em pé. Vai ter que ter um ocupação que garanta o sustento das outras bocas, pois sua aposentadoria garantirá somente a sua boca.
Sua situação não se resolve somente quando passar a Caporal (cabo), talvez ela se resolva somente quando passar a Cabo Chef ou Sargento ou ate mesmo quem sabe só ao final do primeiro contrato de 5 anos.
Porque não se resolve quando se passa a Cabo. Pois não terá 5 anos ainda e não poderá se retificar, pois se aceito na legião, volto a repetir, SE ACEITO, por ser casado e com filho só será aceito sob contrato de anonimato.
Digo Talvez, quando passar a Cabo Chefe pois chegando se a essa graduação já poderá ter algumas regalias, mas ainda duvido que te retifiquem com menos de 5 anos e que te dêem entrada nos papeis para naturalização que vai levar mais algum tempo.
Os Sub Oficiais que chegam ao posto antes de completar o primeiro contrato de 5 anos, certamente terão muito mais regalias e com certeza já poderá solicitar sua retificação antes mesmo do termino do primeiro contrato, e com essa adquirida poderá solicitar varias outras permissões como do tipo morar fora do quartel, sair em roupas civis, ter um carro, viajar ao exterior, etc.

Agora a todo e qualquer soldado, não importando o grau hierárquico que se encontre, completando seu primeiro contrato de 5 anos, já terá permissão para sair do quartel em roupas civis e pode solicitar a retificação. Com a retificação em mãos poderá pedir permissão para morar fora do quartel, ou seja, alugar uma casa (pagará de seu bolso, com seu salário, sem nenhum acréscimo, pois a Legião lhe dá alojamento, quer ir morar fora é por sua conta), poderá comprar carro, viajar ao exterior, ou seja PLD – Permissão de Longa Duração, casar, até naturalizar-se e após isto como cidadão francês levar sua esposa e filho agora tudo legalizado para morar com Ele (Você) na França, e com todos os direitos legais franceses.




(5ª) Sgt qual seria o melhor momento pra mim poder levar a minha família ?

Acredito que com as respostas acima, seja fácil deduzir qual o melhor momento para levar sua esposa e filho para a França.

Em meios IRREGULARES, seria após estar se instalar num regimento fixo ao termino do período de instrução de base em Castelnaudary no 4ºRE escola da Legião, (mínimo 6 meses, por volta dos 8 a 10 meses de serviço) já que deseja uma vidinha socialigth, onde possa ir após o expediente para casa ver sua esposa e filho e nos finais de semana ainda poder ficar em casa sem o compromisso de se apresentar a chamadas matinais e alertas inesperados, o seu regimento deve ser algo como o 1ºRE em aubagne, que lhe proporciona facilmente isto por ser um regimento burocrático e fica praticalmente dentro da cidade, é longe somente o necessário para poder morar na cidade e ninguém ficar sabendo se você não quiser contar. Ali é fácil se adaptar a vida do regimento que não faz grande coisas. Vai conhecer diversos brasileiros vindo e indo, outros que lá estão e moram na cidade que poderá lhe ajudar a fazer o mesmo.
Terá que ter conhecimento das pessoas deste regimento, e fora do quartel também, que seria no caso outros brasileiros e brasileiras.
Poderia ser em um regimento na França Metropolitana como o 2ºREI em Nimes, onde ainda iria fazer alguma turnante ou missão e ganharia uma graninha adicional e ao retorno desta poderia alugar um apartamentinho através do conhecimento de outros brasileiros e brasileiras da cidade de Nimes que não são poucos por lá e que poderiam te ajudar em muito, mas sabendo se que a vida é cara com a entrada do Euro. Hoje uma latinha de 300ml de Coca Cola na França vale 1,10 Euros.
Mas existem diversos regimentos da Legião que ficam na França Metropolitana que podem ser boas opções para se ficar, tem uma vida mais tranqüila pois não são tão rédeas curtas como o caso do REP, que não deve de maneira alguma ser sua primeira escolha, ou na verdade não deve ser sua escolha de forma alguma, já que esse regimento fica numa ilha, longe de uma cidade que é minúscula e todos se conhecem por lá, tem chamadas de manhã e a noite as 22hs todos os dias da semana, mesmo aos domingos.

Agora por meios CORRETOS, espere chegar a Sargento (sub-oficial) mínimo, ou completar seus 5 anos (fim do primeiro contrato), solicite sua retificação e logo em seguida a esta, solicite sua naturalização. Assim poderá morar na cidade, andar em roupas civis, comprar um carrinho, ser casado, levar sua esposa para lá que terá com o tempo direito como você a dupla cidadania e seu filho igualmente, mas mesmo antes de sair esses documentos poderão morar com você livremente, seu filho poderá se matricular numa boa escola e terão todos os direitos como franceses, mesmo que ainda não o sejam.

Saiba que esse tipo de vida é um degrau já bem alto numa escada que começa primeiramente com o primeiro degrau que para você é
SE APRESENTAR NOS TESTES SELETIVOS DA LEGIÃO,
SER APROVADO
E
ENTRAR.
Digo ser aprovado e entrar pois como já deve ter visto em algum tópico do Doc que nem todos que são aprovados entram, pois se diversos candidatos forem aprovados numa fase acima do necessário, eles farão uma peneira e só aceitaram o numero necessário partido dos melhores para os piores. E digamos que ser casado com filho não ser um ponto positivo. Por isso esteja ciente que terá que se superar para não ficar numa peneira. Terá que ser aprovado entre os melhores para nem se quer, terem que questionar porque devem lhe aceitar.






Teve ate mesmo um candidato com uma certa doença que ate então não conhecia e tive que mandar um amigo meu que na ativa da Legião, justamente no 1ºRE em Aubagne foi buscar a resposta para que eu pudesse responder a um interessado, juntamente ao médico responsável no centro medico onde se avalia os candidatos a engajamento.

Decidi colocar essa resposta meio que indicativa para num caso qualquer outro interessado esteja em tal situação já saiba como funciona.


Pergunta
No caso de pessoas que sao desertores aqui no brasil?
entrariam para o quadro de anonimos la na legiao? ou ate mesmo nao seriam aceitos?

li que durante a instrução aprenderiamos frances a moda legiao. como assim? pode explicar melhor como e o metodo de aprendizagem da legiao?

durante o recrutamento, agente fica somente la no 4°, ou nos teremos instruçao em outros locais da frança e da europa? russia, alemanha, italia....

RESPOSTAS
Sim elas entrariam para o quadro de Anônimos se aceitas na Legião, mas ser desertor das forças armadas em seu pais não é muito bom para se apresentar na Legião, pois ficarão com uma péssima impressão sua. Se desertou das forças Armadas de seu pais, imagina aqui que nem seu país é.

O método legião para apreender o francês é simples. Conversação e Repetição, baseado nas coisas simples do dia a dia e de frases utilizadas nos comandos dados e de formas que um legionário deve se apresentar ou mesmo como indicar alvos ou objetos no campo de batalha. Um legionário deve sair de Castelo falando em media 300 palavras. Não é muito, mas para quem não precisa falar e sim obedecer já um avanço em larga escala.

Durante o recrutamento você não ficara no 4ºRE Castelnaudary Escola da Legião, você ficará somente nos Piles como o de Paris – Fort de Norjent e fará seu recrutamento totalmente no 1ºRE em Aubagne. Após se selecionado fará sua instrução de Base somente no 4ºRE lá em Castelo como disse escola da Legião. Somente lá, não ira para qualquer outro lado. No maximo ira ate a ferme (fazenda fechada) e fará algumas marchas pelos arredores simplesmente.

Poderia lhe mandar essas respostas para seu e-mail se tivesse me repassado, pois para achar o e-mail de cada um devo perder muito mais tempo a procurar em diversas paginas. Como vi que não são perguntas muito pessoais, decidi lhe enviar aqui pelo orkut mesmo e se achar que deve apagar fique avontade para tal.
 
Old January 17th, 2012   #13
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Sargento eu tenho PSIORIASE, isto me impediria de servir a Legião

Grande, não estou aqui para abrandar e paparicar ninguém, então a real é simples, recebi a alguns dias a resposta do próprio medico chefe que hoje faz a seleção medica dos voluntários no 1ºRE - CSI em aubagne. Gostaria de ter lhe enviado tal resposta anteriormente, mas não tive tempo pra procurar em inúmeras solicitações, perguntas etc e tal, a sua onde creio que ate seu e-mail estava contido numa dessas. Então resolvi esperar que me retornasse, como você o fez. Quanto ao seu problema, Sinto muito, esse tipo de doença PSIORIASE, que Eu ate então nem sabia do que se tratava, é que é, algo ate mesmo que comum entre homens e mulheres na faixa etária entre 20 e 40 anos, pode ser branda, como pode ser de grandes proporções e pode ate estar ligada a fenômenos emocionais, não é contagiosa mas também não é por totalmente curável, sendo freqüente no cotovelo, joelho, no couro cabeludo e partes do corpo, tendo suas fazes de melhoria, quando não exposto muito ao sol, com tratamento cotidiano, etc, etc e tal. Mas tudo isto com certeza você sabe bem. A resposta para Você na Legião é NEGATIVA por diversos fatores que me foram explicados em duas folhas num e-mail cheio de blá, blá, blá, e vou lhe tentar resumir rapidamente. Você não teria condições não financeiras mas sim locais e temporais que lhe permitissem comprar seu remédio estando em missões na África por exemplo por 4 meses, ainda pior por turnante de 2 anos, não poderiam lhe enviar para qualquer lugar que a Legião achasse necessário, e porque pegariam alguém com problemas que pode se agravar quando aparece inúmeros candidatos em plena saúde. Sinto ser eu alguém que venha a lhe dar tal desilusão, mas a vida é assim, às vezes tem coisas que não são para nós. Agora no texto explicativo dizem ate que tem fazes que essa doença chega a desaparecer, não que você esteja curado, pois não tem cura, mas clinicamente é como se estivesse, pois ela chega a visualmente desaparecer, certo que pode voltar sabe se lá quando. Se quiser ainda tentar sua sorte, saiba que a Legião esta lá. Se achar que vale a pena, esperar uma dessas fases que some visualmente essa sua psioriase e ir tentar os testes seletivos, quem sabe ainda não conseguisse passar, mas veja que não é só o medico, ainda tem físico, psicotécnico e entrevistas, onde pode levar ate um mês e você não pode ficar passando pomadinha, alem do mais, vão lhe confiscar tudo desde o primeiro momento que chegar na Legião. Entenda que não sou Eu quem lhe respondo a tal, e sim um Medico Clinico Geral, profundamente conhecedor de sua profissão e que se deparar com Você em tal situação não terá nenhuma pena em lhe reprovar. Grande sua resposta esta ai, mesmo sendo ela tão negativa e tão frustrante como sei que pode ser, é o que é. Bem Grande, so tenho a lhe desejar muita sorte em tudo que desejar fazer nessa vida. Valeu e ate mais.



Essas perguntas me foram feitas pelo Orkut na Comunidade Legião Estrangeira no Tópico do Sr. TARIK que acabara de voltar da Legião e se propôs a responder também algumas questões.

Segue abaixo minhas respostas a tais perguntas que por sinal já inclui as mesmas no Orkut, no tópico mencionado acima.


Qual o espaço q um Legionário dispõe para objetos pessoais? Sei q a LE recolhe tudo q o cara leva, mas depois ele dispõe de algum espaço para ter uns livros ou qualquer outra coisa?

Faço das palavras do Tarik as minhas já que ele acabou de chegar de Castelnaudary e traz a informação mais recente e precisa.

Durante a instruçao, quando ja estamos em castelnaudary voce pode recuperar algumas de suas coisas basicas que foram confiscadas, como tenis, toalha, dicionario, livro, foto etc. mas nada eletronico.




Como ter celular e qual o critério q o superior usa para autorizar ou n? Existe critério ou é na base da boa vontade do cara?

Em matéria desse tipo de aparelhagem a Legião no começo hesitou em liberar, mas um Legionário utiliza-se ainda hoje do velho sistema “D” para conseguir o que se deseja. Em diversas revistas, foram encontrados inúmeros celulares, palms, etc. Por ser justo não poder impedir aos mesmos de telefonar, desde que esses saibam se estão sobre contrato de anonimato ou não, e quais são os procedimentos e punições para aqueles que desrespeitarem as normas internas que diferem um pouco ao menos de regimento para regimento, mas no básico segue um padrão de bom senso.
Em castelo é proibido o uso de celulares pelos Novos Legionários (engage voluntaires), mas ao se chegar ao seu regimento de escolha ele pode adquirir um sem maiores restrições. Mas ele é informado que durante marchas, formaturas que não são poucas não deve ficar ligado, pra ser mais claro, ele só pode usar realmente nas horas vagas.
Tenho pena do legionário que esquecer ligado o celular no bolso e numa formatura este tocar.




É possível ter palm ou laptop? Se sim, quais os critérios?

Os critérios são quase que os mesmos para o Celular, podendo mesmo acessar internet, só que tem agravantes, pois um legionário que for pego em sites pornôs onde esteja relacionado PEDOFILIA, poderá ter seu aparelho apreendido e ser julgado não só no conselho de enquête, tipo corte marcial, ter seu contrato anulado, com isso entregue as autoridades francesas competentes e ir a julgamento civil, se condenado, pode ser preso ou mesmo deportado ao seu país de origem onde responderá de acordo com as leis vigentes. Ainda no Regimento, existem diversas revistas de aquartelamento (reviste de casernemment), onde podem confiscar os aparelhos para vistoria do B2, uma espécie de célula de investigação e segurança.



Geralmente, quantos Legionários dormem por dormitório? É verdade q os sargentos têm quartos individuais?

No 2ºREP, são quartos para 6 soldados. Sendo que desses um é o chefe de quarto, em sua maioria é um Caporal (cabo) ou o Legionário mais antigo em tempo de serviço. Em certos períodos há quartos com camas disponíveis pois há legionário em estágios, cursos fora do quartel, missões com outras companhias, etc. Não é raro se ver quartos para 6 onde só tem 3 habitando nele.
Os sargentos, por serem Sub-Oficiais, tenhem alojamento diferenciado em local próprio (Vila dos Subs) com quarto individual para cada um. Mas na maioria esses preferem morar fora do quartel, pois eles pagam pelo quarto onde dormem no quartel. Então melhor morar num pequeno apartamento fora do quartel onde você tem toda liberdade de fazer como gosta, pois dentro do quartel eles também respeitam regras e também teem revista em seus quartos quando assim forem designadas, mas não se iludam pois são todos bem avertidos de datas e horários que serão as revistas. Não existe surpresa deste tipo para esse nível de graduação.



Quantas marchas, afinal, existem até a do kepi branco, durante o treinamento? As vezes parece q existe ao menos uma antes da do kepi q tb é importante, as vezes parece q é só a do kepi. As infos q tenho sobre isto são meio confusas.


Vejam como as informações a respeito disto diferem de legionário para legionário. Porque?
Simplesmente pois quem decide o planning semanal na Fazenda ou ate mesmo após o primeiro mês de isolamento na “ferme” durante a instrução é o Chefe da Seção. Se pegarem um daqueles ajudantes cheio de gás que viveu no REP, carrega no peito com orgulho o Brevet de Chuteur Ops, esses jovens legionários vão ralar, correr, marchar, suar e chorar em muito. Mas se a seção pegar um velho, já fatigado pelos anos e ate mesmo desapontado que esta ali para subir sua notação, ou que vem de um regimento mais light, por exemplo que não é de costume marchar, como no caso da Cavalaria que vivem dentro de blindados, esses não irão ralar muito em questão física, mas vão penar nas salas de aula com cursos teóricos, cantos, etc e tal. Claro que estes vão fazer as mesmas atividades físicas e teóricas previstas no Direcionamento Global da Legião para a Formação de um Legionário, mas ao invés de correr toda manha 8 kms, vão num dia correr 5 e no outro jogar vôlei, rugby, etc.




É possível fazer mais de um Sejour Outra-Mer durante os 5 anos?

NÃO, ISSO É IMPOSSIVEL. Vejam porque.
Ao chegar a Legião, você fica quase um mês nos testes seletivos
Se aprovado vai para Castelnaudary e passa 4 meses lá (já são 5)
Volta para Aubagne e com esses binga aqui e ali, já estará com quase 6 meses
Digamos que já em Aubagne escolha um regimento Outre Mer, como soldado vai ganhar uma merda, mas tudo bem você escolhe a 13DBLE em Djibout na África. Onde vai passar 2 anos lá
Quando voltar já estará com 2 anos e 6 meses, e vai pegar umas férias de 2 meses, obrigatória.
Voltando ainda voltará para o 1ºRE em Aubagne, já com quase 3 anos de serviço, e ai sim será designado seu novo regimento na França Metropolitana. Não será enviado a Outre Mer assim consecutivamente pois existe uma fila de espera. E quando chegar ao Regimento que foi designado, poderá ate pedir de imediato ir novamente em SEJOUR de 2 anos num regimento fora da França Metropolitana ditos Outre Mer como Guiana, Haiti, Mayotte, Djibout, etc. Mas como já disse tem uma fila de espera em todo regimento e você acabando de chegar vai pro fim desta. O maior agravante é que para se ir a Outre Mer é necessário que o Legionário seja qual for sua patente, deve ter um contrato com mais de 3 anos de serviço ainda por cumprir para poder ir a outre mer, pois vai passar 2 lá, volta pega mais férias e se quiser sair após, ainda sobrará tempo para a Legião finalizar toda a papelada necessária para este voltar a vida civil ou ir para a RETREITE (aposentadoria).




Durante os Sejours Outra-Mer é possível fazer tournantes?

Essa pergunta é relativa, pois se você pensa em Tournante como MISSÃO então SIM, mas veja que uma coisa difere da outra. TOURNANTE é algo diferente do que uma MISSÃO como Combate, Intervenção.
Pense num legionário que esta em Sejour Outre Mer por 2 anos na 13DBLE em Djibout na África. Este com seus 6 meses de serviço lá está afectado a uma companhia de combate.
E estoura uma guerra civil na Somália, país vizinho como já ocorreu.
Os primeiros a partir são as companhias tournantes que estão presentes nessa região e qual sua função é reforçar o dispositivo do regimento base.
Mas se esse contingente que é pequeno, em sua maioria é uma Companhia no maximo 2 devido aos reforços que esta pega em seu próprio regimento para esta tournante e vem com um numero superior de uma companhia (nunca é claro chega ao numero de 2 cias.). Os soldados em Sejour desse Regimento Outre Mer partirão também em missão. Veja que eles estão em Sejour em Djibout e partirão em Tournante (missão) à Somália. Fato este que é raríssimo, mas que já ocorreu. Pena que para o pessoal em Sejour o salário não mudou. Com isso, acredito que consigam diferenciar que uma Tournante é algo diferente de Missão.




Vamos Dividir sua Pergunta por fases
Quantas Tournantes é possível fazer por ano, no máximo?
O Legioário têm alguma influência na escolha da ida para a Tournante?
Ele pode pedir para ir ao superior?
Pode recusar-se a ir se for convocado?

Um legionário SORTUDO, numa companhia de combate de um regimento bem operacional, pode chegar a fazer ate 1 tournante por ano. Veja que disse sortudo. Este tipo de situação explico bem em meu doc. Porque digo pode chegar a fazer uma por ano. Pois quem decide quem vai para tal local é o Ministério da Defesa Francês, que de acordo com as necessidades de cada situação é escolhido entre todos os regimentos franceses, tanto da Legião como do exercito regular francês aquele que mais esta de acordo com as necessidades momentâneas. Depois é feito uma lista desses e ai sim é escolhido o Regimento, que por sua vez recebe a ordem e o Comandante deste Regimento escolhe a Companhia que mais se enquadra ou as companhias, as vezes vai o Regimento Todo, o que é muito raro para uma tournante. E a escolha da ou das companhias segue também a quesitos como disponibilidade, tipo a companhia esta em treinamento fora do quartel se preparando para outras modalidades, esta está fora, a outra acabou de voltar faz 2 ou 3 meses, então na lista de espera ela é a ultima do regimento, e assim vai. Sem contar que o Legionário da companhia escolhida esta em Estagio ou Curso fora do regimento a Companhia ira sem ele. São diversos os motivos que leva um legionário a fazer diversas tournantes ou não. É uma relação de estar no Local certo na hora certa. Pois ocorre de Legionários voltando de um Sejour, após suas férias, ser designado para uma companhia de combate dentro de um regimento novo em metrópole e logo pingar um alerta para esta companhia e este que acabou de vir de um Sejour, digamos na 13DBLE ir em Tournante de 4 meses para Djibouti onde fica a 13, seu antigo regimento de onde acabou de sair. MUITA SORTE, MAS POEM SORTE NISSO. Saiba que isto também já ocorreu.

O Legionário não tem influência alguma na escolha de ida ou não para a Tournante, isso vem de alto escalão.

Um Legionário que esteja num regimento onde saiba que uma outra companhia diferente da que esteja, pode sim solicitar a partir com a outra companhia, mas isso ocorre mais com soldados que estão em companhias de serviço. Em companhias de combate o soldado fica quietinho esperando sua vez chegar pois pedir isso pode parecer que ele não gosta da sua companhia e em todo caso não será aceito. Mas pode ocorrer da companhia que vai a tal Tournante precisar de um reforço especifico, e assim o Comandante da Companhia que vai partir solicita um reforço de um certo numero de homens com qualificações a uma outra companhia. Dessa forma o Comandante da outra companhia pode escolher entre as suas secções alguns homens que completarão o contigente da companhia que partirá em Tournante. SÓ VAI OS PEIXES DO COMANDANTE.

O legionário de uma Companhia que vai em tournante pode sim recusar a ir em tal, mas será punido e ficara como o que eles chamam de Base Arriere. Ficará sob o comando de uma outra companhia, na maioria das vezes uma companhia de serviço e fará muita faxina e serviços de tudo que é tipo dentro dessa companhia que ficou sem respeito algum. Ainda nunca vi, ou ouvi falar que alguém tenha recusado a ir em Tournante, principalmente quando se tem em vista que o Salário dobra em Tournante. SERIA MUITA BURRICE.







A pergunta é meio idiota, mas se a LE recolhe todas as roupas, eles oferecem roupas íntimas para o cara usar e pijamas para dormir?

Teoricamente um Legionário dorme só de cuecas, dentro do quartel.
Quando se chega a Aubagne no período de seleção, o candidato fica com as suas;
Quando vai para Castelnaudary fazer sua instrução de base, é dado 3 cuecas brancas como parte do fardamento em dotação;
Quando se chega a seu novo regimento o Jovem Legionário tem dinheiro e disponibilidade para ir ao FOYER (espécie de mercado dentro do regimento / todo regimento tem um) onde poderá se achar necessário adquirir mais.



Quais as OMs ou REs com mais presença no front(=tournant, n é isso?) atualmente?

Esta pergunta é outra muito relativa. Já que Tournante e Missão (front) / Combate, Intervenção diferem em muito. Veja que há regimentos (companhia deste ou ele por inteiro) que partem diversas vezes em Tournantes, mas que não foi a nenhuma Guerra recente. E por outro lado há regimento que foi a Guerra do Golf, esteve na Youguslavia, e ainda foi ao Afeganistão também, mas por tudo isto não fez Tournantes. Tudo isto devido a relação tempo e disponibilidade do Regimento. Se o Regimento voltou de uma intervenção na Youguslavia, não irá a uma Tournante tão cedo, e se esta em Tournante na África por exemplo, só será mobilizado a sair de lá e ir a uma intervenção tipo Afeganistão se for uma guerra mundial. Saiba que a Legião estava na África durante a Guerra Mundial quando a França foi tomada pela Alemanha e não voltou de lá.
Particularmente hoje em dia o Regimento com maior presença seja em Tournante ou Intervenção tem sido o 2ºREI em Nimes. Sei que terá gente que dirá, mas o REP não é um regimento PQD pronto a partir. Sim, isso esse regimento é. Mas nem sempre se parte com necessidade de intervenção imediata e por isso o 2ºREP fica em segundo plano. Primeiro parte um regimento que vai se instalar e tentar tomar controle da situação (o que ocorre quase sempre). O REP fica na espera se no caso desse regimento percursor não conseguir sanar a irregularidade para a qual foi destacado e precisar de um reforço imediato, ai sim o REP poderá ser acionado e partira quase que de imediato. É RARO ISTO HEIM. Por isso o 2ºREI é hoje um dos regimentos com mais operacionalidade na Legião, seguido pelo REG e REC.




É verdade q ninguém pode ficar mais de 3 ou 4 meses no front(=em tournant?) sem voltar?

Sim, isto também é verdade. Esta no Tratado de Genebra sobre condutas de guerra. Disto, não posso falar em muito, pois só escutei falar. Mas existe um tipo de legislação em relação a Sanidade do Soldado. Acho mais uma besteira do tipo que não se pode atirar num PQD em vôo. Ta lá escrito, vai ver na pratica se é verdade. Mas quanto ao tempo de missão a França muito rigorosa com essas coisas, de leis, segurança, segue bem a risca. Já que ela também não quer ficar pagando uma pensão a vida pra ninguém. Ai entra-se no quesito diferencial porque existe SEJOUR OUTRE MER, TOURNANTE e MISSÕES.




Se eles recolhem as roupas e dão farda, quando o cara sai de férias para outro país vai ter de ir de farda? Os outros países permitem? Se n, como o cara faz?

Simples e lógica esta. O cara compra outras roupas civis.
O Legionário para ter férias fora do França já tem que ter um certo tempo de serviço e já tem com isto dinheiro e tempo para comprar alguma coisa nova.
Saiba ainda que para ter férias autorizadas para ir a outro país, o Legionário terá no mínimo de já ter se retificado caso tenha sido engajado sob anonimato. Caso contrario se ainda estiver sob contrato de anonimato não terá direito a PLD ETRANGER (Permissão Longue Durée ao Etranger / Férias de Longa Duração no Exterior). Mas não esquenta pois como já disse o Legionário ainda hoje utiliza-se do Sistema D para conseguir o que deseja.



Vamos Dividir Estas
Que são aqueles Legionários barbudos?
Ainda são da ativa?
Depois q o cara faz a "tarefa" q lhe permite ostentar a barba, ele a usa sempre ou é obrigado a raspar depois de exibí-la?
Se n pode permanecer com a barba, como é q sempre têm barbados nos desfiles do 14 de julho?

Os Barbudos como chama, são os PIONNERS. Uma das mais antigas tradições da Legião. Estes eram soldados que abriam caminho mata a dentro com seus Machados permitindo a progressão das companhias em campanha. NÃO ME PERGUNTEM DATAS. NÃO SOU HISTORIADOR.

Hoje são Legionários da ATIVA, que são designados em certos períodos dentro de companhias para integrarem uma seção pionner, e assim são autorizados a deixarem suas barbas crescerem pois representaram tais em certas datas comemorativas.

Esta seção Pionners é ativada em começo de janeiro e fica ativa ate o dia 15 de julho.
O primeiro período de janeiro ate o dia 30 de Abril onde ocorre a maior festa da Legião que é a Comemoração do Combate de Camerone ocorrido no México. Estes legionários deixam a barba crescer e após este evento esses legionários continuam com a barba, simplesmente aparando e tratando da mesma durante todo o periodo ate o Desfile de 14 de Julho que a Legião participa não só em Paris mas em varias cidades e regimentos. Após passada essas duas principais comemorações a seção pionner é desativada e no dia 16 de julho todos aqueles que ostentavam tal barba devem se apresentar ao quartel devidamente raspados ou serão punidos. Já foi autorizado certos legionários a deixarem a barba crescer fora de pertencerem a seção pionners e fora ate mesmo do período de ativação da seção, devido a problemas médicos de pele. Mas nunca vão confundir barba e Cabelo. NÃO EXISTE CABELUDO NA LEGIÃO.



Quem escolhe a Córsega deve ficar os 5 anos lá? Sem direito a sejour, nem tournant e nem transferência? Esta info para mim é totalmente nova! É assim mesmo?

Isso nem pode ser considerado como uma informação. E sim uma grande MENTIRA.
Quem escolhe a Córsega, esta escolhendo o 2ºREP que fica nessa ilha na cidade de Calvi.
Agora veja bem que quem escolhe ao REP, dificilmente vai sair dali antes dos 5 anos. Não que ele seja forçado a isto, mas é quase que uma escolha inconsciente. Pois quando chegar ao REP já terá uns 6 meses de serviço. Ira para uma companhia de combate e fará com esta todas as TOURNANTES que forem a ela designada normalmente. Claro que se não estiver nem em estagio, nem em curso, doente na enfermaria ou hospital ou ainda Preso. Ficará em média nessa companhia de combate de 2 a 3 anos. Ai já estará com 3 anos e meio de serviço, e poderá ser retirado da companhia de combate para uma companhia de serviço. Por sair da companhia de combate chegando na companhia de serviço não terá nesse Ano e meio que lhe resta condição de fazer uma Tournante, pois está agora no fim da fila de espera dessa companhia de serviços que é bem numerosa por sinal.
Por vezes tem alguns legionários que ao saírem da companhia de combate e tendo se em vista sua idade, vêem que não terão muito mais chances de ingressarem em outra companhia de combate mesmo que em outro regimento, então estão pensando em sair da legião ao fim de seu primeiro contrato de 5 anos.
É nesse momento que o Legionário vê que não quer isto e por vezes decidi deixar o REP.
Uma das maneiras é pedir um Sejour Outre Mer de duração de 2 anos, mas como já comentei aqui. Para se ir a um Sejour, o Legionário deve ter ainda 3 anos de serviço a cumprir. O que requer que ele assine mais um contrato de no mínimo 2 anos já que esta com 3 e meio, pois não esqueçam que tem o tempo de férias obrigatória, mais o tempo de se preparar a papelada caso ele após ir e voltar decida sair da Legião voltando a vida civil.
Com tudo isto ele não pode mais ir a Outre Mer se não reengajar. O que não deseja mais. E a Legião, no caso aqui o REP não vai enviar ele para outro regimento assim tão facilmente, já que não deseja reengajar e por 1 ano e meio vão deixa-lo esperando ali mesmo. Com isso ta selado 5 anos no 2ºREP.



Qual a época com mais vagas na Córsega?

Acredito, que do dia primeiro de janeiro ate por volta do dia 30 de dezembro se tem inúmeras vagas para o REP. Mas saiba que é preciso terminar a instrução com uma boa notação para se estar bem classificado e assim estar entre os primeiros e poder escolher entre as vagas que são disponibilizadas para cada seção que esta voltando de sua instrução de base em Castelnaudary.
Hoje devido ao conhecimento das normas rígidas e da pouca liberdade que se tem nesse regimento, inúmeros candidatos escolhem outros regimentos. Sobrando assim varias vagas livres pro REP. Entendam que se há uma seção de 50 legionários chegando ao 1ºRE em Aubagne para escolherem seus regimentos. Haverá 50 vagas distribuídas para vários regimentos distintos. Digamos que se tenha 5 vagas para o REP, mas ninguém dessa seção escolham o REP, essas 5 vagas serão preenchidas pelos 5 últimos legionários da classificação feita pelo chefe da seção.


PERGUNTA VINDA DE ALGUÉM QUE PENSA EM IR PARA A
MPLE – Musica Principal da Legião. (A Banda)

A idade ideal para se alistar p/ Legião seria entre 23 e 32?
Pois tenho 36, apesar de aparentar ter um pouco menos.
Você acha que seria muito pequena minha chance de ser aceito.
Sei que é uma loteria, porém ainda entram pessoas com minha idade ou só como exceção?

Sempre existe a disponibilização de vagas para a banda de musica ou são poucas e raras estas?
E na banda as chances de ser promovido são as mesmas de um combatente ou são diferentes. Pergunto isso, pois toquei muito tempo em Bandas marciais.

Também trabalhei com fotografia isso poderia interessar a legião?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pessoas com 36 anos são aceitas facilmente também, desde que passem nos testes seletivos como todo mundo e esteja dentro do numero de vagas disponível para o período.
Saiba que 36 é uma idade pouco aprovada, pois os jovens com idade entre 23 a 32 anos elevam os resultados dos testes, principalmente o físico a um nível bem alto e isto por vezes te elimina do grupo que esta fazendo com você os testes.
Ex.: Se existe em seu grupo 20 candidatos incluindo você, mas só serão aprovados 10 desses 20, e você der o azar de seu primeiro teste ser logo o físico e nesse teste ficar em 15º desses 20, onde só 10 serão aprovados, você tem muita chance de sair sem mesmo ter a chance de fazer os outros testes, aos quais poderia ser melhor do que estes 14 que ficaram na sua frente no teste físico.
Pela lógica acreditam que mesmo que tenha feito os testes médicos e psicotécnicos e tenha sido o melhor de sua turma não importará, pois ao fazer o teste físico ficara abaixo da media e assim será eliminado da mesma forma.
Mas o que eles não percebem ou não se interessam nessa perspectiva, é que entre os 20 se fizerem os testes médicos, por exemplo, poderá sair uns 3 dos 14 que ficaram na sua frente no físico, ai no psicotécnico pode sair mais uns 5 também (levando se em conta de que muito músculo e pouco cérebro), assim diminuindo aquele resultado de 15º no físico ate mesmo para entre os 10 primeiros que serão aprovados. Entende agora essa loteria.
Alem do mais não estou dizendo que irá mal ao teste físico, pode ate ir melhor que todos, o que tem que saber é que os testes não são apenas um, e sim um grupo deles e tem que ser aprovado em todos, um após o outro. Caso faça primeiro o Psicotécnico e fique abaixo dos demais ou fora de um padrão de aceitação, também será mandado embora sem ao menos fazer os outros testes.

Quanto às vagas para a Musica Principal de la Legião Estrangeira. Sim sempre há vagas e não são poucas, pois ninguém que vai para a Legião, vibrando e se achando o super rambo, querendo um fuzil pra dar tiro pra tudo que é lado, quer logo de inicio ficar numa banda.
Mas para se chegar ate o ponto de escolha desta, ou seja, o que Você quer na Legião, terá primeiro que ser aprovado e aceito no período seletivo como todo mundo, apos isto, ira para Castelnaudary e fará sua instrução de base como todo mundo, não importando o que deseja fazer na legião, já que ate mesmo um musico tem formação básica de combate como todo Legionário. Mas aconselho se chegar a este ponto (instrução de base em Castelo), sempre dizer que quer ir para um dos diversos regimentos de combate como 2ºREI, 6ºREG ou 3ºREI, ou qualquer outro que ache legal, ou bonitinho o nome, não importa, pois dizendo isto dará a todos impressão que não veio à legião para se acomodar e tirar proveito da mesma, mesmo que isto não seja sua verdadeira intenção, mas é o que pensarão e não gostarão de você, seja na seletiva ou em castelnaudary escola da legião. Apos acabar sua instrução de base voltara como já disse neste próprio Doc, para o 1ºRE em Aubagne, regimento este burocrático da legião onde você começou sua vida na Legião fazendo seus testes seletivos, e agora volta apos castelo para escolher de acordo com sua classificação final e o numero de vagas disponíveis o regimento que deseja ir.
É nesse momento e somente ai que poderá revelar que deseja ficar no próprio 1º Regimento Estrangeiro, onde fica situada a Musica Principal da Legião Estrangeira.
Não diga nada antes, nem mesmo quando estiver no 1ºRE a ninguém, diga somente quando entrar na sala onde um Oficial Comandante lhe perguntar, para onde quer ir. Pois nesse momento apesar da surpresa de todos, ninguém poderá mais lhe dizer mais nada e nem fazer qualquer coisa que seja contra Você. Como já disse, é o mesmo caso de quem vai pedir para voltar à vida civil. Isto é só para lhe preservar, tanto a trabalhos mais medíocres, taxa mentos morais e a esforços físicos além do normal pra Você, que outros não serão submetidos, isto quase como um castigo, podendo forçar lhe ate mesmo a um abandono, pois se falar de sua real intenção, irá despertar um certo grau de preconceito e outras atitudes ainda mais indesejáveis.

Ainda na Musica Principal, poderá subir de graduação como a todos combatentes, mas é sim um pouco diferente apesar de muitos disserem que não, que é tudo igual, não se engane. Para entender melhor como isto ocorre, Veja.
Quando irá se realizar um novo Pelotão de Cabos que é realizado em Castelnaudary, 4ºRE - Escola da Legião, lá mesmo onde fez sua instrução de base, só que agora em outra companhia é claro. Este Regimento (4ºR.E.) Abrirá um certo numero de Novas Vagas, para um novo Pelotão. Digamos por exemplo 50 vagas. Ai essas vagas serão repartidas DISTINTAMENTE entre os diversos regimentos da Legião na França Metropolitana. Veja que eu disse distintamente e não igualmente, pois certos regimentos, na maioria os de combate ficarão com o maior numero destas. Veja por exemplo o 1ºREC que esta voltando de uma missão, ficou quatro meses fora e ta cheio de soldados de 1ªClasse, já com tempo de serviço adiantado, e estes estão prontos para irem para o Pelotão de Cabo, afim de, se formarem e assumirem tais postos, com isto este Regimento, 1ºREC neste caso, recebera das 50 vagas umas 15, o 2ºREI precisa de Cabos Novos, pois já têm vários saindo e voltando a vida civil e outros indo para o Pelotão de Sargentos, e já estão com uma turnante outre mer marcada para o final do ano, então para suprir esta falta que vira a ocorrer em tempo pré determinado, receberá umas 10 vagas, O 2ºREP também no mesmo caso pegará mais umas 10, e assim vai. Ate chegar naqueles regimentos de menor necessidade, assim como o 4ºRE, e o 1ºRE de aubagne, pois como regimento administrativo, não faz muita diferença realmente que um soldado seja de 1ªclasse ou cabo para que este digite um documento ou faça tarefas desse nível, isto vale igualmente para a Musica também, pois para meter a boca num trombone ou martelar um instrumento, não vai fazer muita diferença nem importância se este é Legionário, 1ª classe, Cabo ou ate mesmo Sargento. (poderia ter dito Tocar um instrumento, mas é para você entender em qual ponto de vista essa situação será considerada pela Legião). Mas não pense que a Musica Principal da Legião é mal vista e desapreciada, sem mérito ou quem sabe ainda jogada nos cantos desérticos do quartel para não incomodar, tocando uma besteirinha aqui e outra ali. Saiba que ela é super bem vista e admirada por muitos civis, músicos confirmados e inclusive por outras bandas militares do mundo também a consideram na excelente, e há ate mesmo dentro da Legião, os que admirão. Mas não espere que em sua maioria, alguém venha a lhe dizer que aqueles que integram a MPLE – Musica Principal, são soldados, verdadeiros Legionários, estes simplesmente dirão que aqueles lá, são músicos, mas ainda vão pensar em coisas menores que tudo isto, como pessoas que metem a boca no trombone.

A vida na Musica Principal da Legião é meio cigana, já que quando não estão no Quartel (quase nunca), treinando sobre um regime bem rigoroso, estão tocando em algum aniversário do cachorro da esposa do coronel que comanda um regimento do exercito regular francês no fim perdido da França, ou ainda no aniversário de uma cidadezinha que inaugura uma placa para os velhos padeiros que fizeram pão durante a 1ª guerra mundial daquela cidadezinha situada nos confins do país, etc. Mas não esqueça que é esta mesma musica principal que toca e desfila no dia 14 de Julho na Champs Elyssee em Paris, todos os anos, seguida por um regimento de combate da Legião ao qual muda a cada ano. O pessoal integrante da musica, também monta guarda quando presente no quartel, e por se apresentarem em diversos lugares inúmeras vezes ao mês, tem em sua bagagem como instrumento de trabalho o Ferro de Passar Roupas, pois a Farda usada em apresentações é a farda de parada a qual eles têm sempre que lavar e passar a inúmeras dobras que devem sempre estar alinhadas e impecáveis diversas vezes por semana. O Salário do pessoal da musica é o salário de base para a sua graduação, pois não tenhem premio de terreno, premio de risco, ou qualquer outro adicional, mesmo quando viajam quilômetros para tocar naquelas cidades do outro lado da França (a viagem é de ônibus próprio da Legião, seguida de um caminhão com os instrumentos), sem contar que não vão em missões e nem a tournantes outre mer. Mas como todo e qualquer lugar desse mundo, existe o lado bom e o ruim. Basta quem estiver onde estiver saber tirar proveito do que é bom e contornar o que achar ser ruim.

Quanto à fotografia, isto não interessará muito a Legião não. Lá dentro apos alguns anos de serviço, quando for mandado da companhia de combate para uma companhia de serviços, poderá chegar à graduação de caporal chefe e ai poderá fazer um cursinho de fotografo e com sorte até acabar dentro da seção da revista kepi Blanc, que sai mensalmente e é distribuída para todos os regimentos e companhias da legião. Nada de muito interessante a este ponto. Ser fotografo profissional ou não, isto não quer dizer muito ou ate mesmo quase nada, principalmente agora que é livremente possível um Legionário comprar uma maquina fotográfica digital e sair tirando foto de tudo que quiser e ate mesmo enviar a revista sua foto para quem sabe ser aproveitada numa das edições da revista falando de alguma manobra ou ação, mas sem ganhar um centavo por isto.
 
Old January 17th, 2012   #14
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Essa Pergunta me Chegou dia 09/10/2009


Rush...
muito obrigado pelo documento.... eu ja sabia como era o processo, mas vc detalhou perfeitamente...
Estou indo agora no dia 28.... porém... li umas coisas q me deram uma desanimada...
Estou indo por realização pessoal e é claro para juntar uma grana...Mas li em uma pergunta feita à vc, que o salario para viver lá não é grande coisa, pretendo mais tarde levar minha noiva, mas vc disse que é complicado alugar um ap, e manter este ap....
Estou indo com um amigo tb.. a intenção é juntar uma grana e ao final do serviço(com a cidadania) morar pela europa mesmo... estamos querendo comprar uma casa para isso...
Outra coisa que me deixou preocupado é o fato da idade minima para fazer alguns cursos, vc disse q teve um curso q a idade era de 26 anos...
Eu tenho 30 anos... isso me impossibilitaria de realizar alguma coisa?? estou queredo ser atirador de elite(sniper)... será q consigo fazer este curso? (sabe de detalhes sobre ele??)

No mais, agradeço muito a atenção...

AHHHH... só mais uma dúvida..... sobre os testes fisicos, barras, corrida, e corda... estes sao eliminatórios? se nao concluir está fora do processo?? exemplo: se não fizer as 4 barras minimas eu ja to desclassificado? ou ainda tenho chance dos avaliadores me aceitarem??

muito obrigado

A Resposta é Meio Longa mas verão o interesse total da situação


Quanto ao ap é dificil mas não impossivel
muito dificil assim logo de imediato
mas com o tempo se consegue
Veja que as pessoas pensam que vão chegar lá e vão ter uma vidinha social
como aqui no Brasil, que vai para o quartel
cumpre seu dia de serviço e volta para sua casinha
Primeiro deve pensar que durante os primeiros 5 anos vc seja em qualquer regimento
da legião que esteja não tem direito a usar roupas civis, nem ter carro, nem morar fora do quartel
Segundo se estiver no regime de engajado sob anonimato
fica pior, principalmente para levar sua noiva
Terceiro, vc tera pouco tempo em casa, vai rodar muito
fara novos amigos e ira para baladas
sua noiva podera ficar em segundo plano
não que isto seja uma regra
mas vi muito acontecer, é só um toque
se for e não levar sua noiva
a coisa pode ser ao contrario por aqui
vc em missões em treinamentos em lugares no meio do mato
e ela aqui
Sabe como são as coisas
Não estou lhe dizendo nada
de como vão ser as coisas
mas são hipoteses que deve pensar
Quarto, se chegar lá. Escolher um regimeno como indico a todos
que desejam uma vidinha assim um tanto quanto melhor na europa
e alugar seu apartamentozinho e levar sua noiva
tudo certinho ate ai
quando a Legião decide te enviar para outro regimento como a 13DBLE
em Djibout na Africa, por dois anos
Entenda que por vezes não podera dizer não
muito menos dizer que com menos de 5 anos de serviço
vc tem apartamento na cidade e uma noiva morando com vc
Claro que ainda poderá ir para Djibouti e mandar dinheiro para a França, para
sua noiva pagar as contas e viver por lá enquanto esta por dois anos fora
Grande, quero sobre tudo que entenda que não estou aqui para dizer que tudo é lindo e
maravilhoso. Mas também não é tudo pessimo. Deve entender a realidade, do tipo
quando tudo esta certo, é um passo pra dar tudo errado.
Mas há diversos legionarios que com menos de 5 anos que alugam apartamento
levam ou arrumam por la uma companheira e vivem uma vidinha social legal
isso vai das oportunidades que souber criar
Quanto a comprar uma casa. Entenda que isto é outra idéia não muito facil assim
as coisas lá são caras. Uma casa é um bom exemplo disto. mas conseguiria bem
comprar com o tempo um apartamentozinho tipo COHAB, dependendo do regimento que estiver
Quanto a seu amigo ir junto
tudo bem
a amizade aqui é uma coisa
mas ao chegar lá
as coisas podem mudar
não que vão deixar de ser amigos
mas logo de cara
tudo pode mudar
Digamos que um é aceito e o outro, seja qual for dos dois, seja reprovado
e ainda
podemos analizar
os dois aceitos numa boa, vão para instrução
quem pode garantir que apos esta
os dois irão para o mesmo regimento
e mesmo indo para o mesmo regimento
quem garante que ficaram na mesma companhia
ai alugam um ap e quando um esta o outro não devido
a missões diferenciadas
treinamentos em locais diversos
periodos diferentes para os dois
você leva sua noiva e ele vai levar a dele
pode rolar uma situação de que
o outro diga
eu nunca estou em casa
to sempre de serviço
fora em treinamentos
e em missões por 4 a 6 meses
e porque to pagando
pro cara viver com a noiva dele lá
Sabe grande,
to lhe sendo sincero, só isto
aqui tudo é uma coisa
basta uma diferença lá
para as coisas não serem a mesma coisa
Não que isto ocorra, mas como digo, são coisas a pensarem
ja que querem esta vida
devem tentar com certeza, mas sobre tudo sabendo onde vão se meter
tudo tem que ser bem conversado
analizado e discutido
claro que se um não estiver com o outro
ainda assim tudo isto é possivel
morar na cidade, alugar um ap, levar a noiva, etc e tal
e ainda tera novos amigos, brasileiros ou não
que poderam dividir o ap etc e tal
Mas tenha certeza que isto não vai ocorrer em menos de 1 ano e meio a dois
principalmente sabendo que um jovem legionario ao chegar a seu regimento
tem diversas coisinhas que precisará comprar
Vai ai me perguntar!!!, mas a legião não da tudo que o cara precisa
Sim a Legião da tudo, mas é material padrão
o saco de dormir por exemplo pesa mais de 3 kgs e não esquenta la grande coisa
um saco de dormir que verá os antigões usando, pois compraram em lojas especializadas
pesa umas 600 a 800 gramas e esquenta ate se deitado na neve a menos 30 graus
vc pode dizer, eu me viro com o padronizado mesmo
mas quando se é novo, vc alem da tralha toda que tem que carregar ainda pega um radio a mais
alguns equipamentos a mais que pesam e fazem volume no teu saco de combate
Quando esta a tres dias de marcha, vera os antigões ainda inteiros e vc ja no bagaço
devido a pouco treinamento, esta com peso maior devido a certos equipamentos extras que lhe impulseram
que seria vc que levaria e por não estar nem se alimentando corretamente e nem dormingo bem, tipo passando frio
tudo isto rapidinho lhe faz abrir o olho e pensar que precisará comprar certos materias para se adequar a todos
isto tem seu preço e não lhe fara sobrar muito ao final do mês
mas como digo, isto é no começo, pois logo ja terá adquirido uma forma melhor
ja terá comprado os equipamentos que desejar que lhe ajudam e ate mesmo já não será mais tão novinho assim
e aquele material suplementar que lhe davam como o radio do grupo já não será mais a você de transporta-lo
Com o tempo tudo se ajusta e verá que pode realizar tudo que deseja em relação a esse tipinho de vida
Tem que estar conciente disto
saber que não conseguirá ir para a Legião hoje e amanhã do nada ter tudo como aqui no Brasil
as coisas lá giram em outro ritmo

---------------------------------------------- continua ----------------------------------
Quanto a Atirador de Elite e Sniper, há uma bela diferença entre um e o outro
Atirador de elite é o soldado que o Sargento, normalmente chefe do grupo que ele esta que vai indicar a ele
pra subir numa arvore, numa colina, num predio e avisar quando ver algo. So agira de acordo com a decisão do Sargento que solicitou a seu superior, a atitude adequada a ser tomada.
Pode ser que ele atire ou não. mas esta recebendo ordens direta de um sargento
Sniper. Ou seja Equipe Sniper. formada por 3 legionarios. Que partem dentro de um campo de ação de uma companhia de combate, subordinada a um Capitão, chefe desta companhia para observar e eliminar certos alvos precisos pre determinados.
O Sniper é um soldado que primeiro fez o curso de atirador de elite e apos fez curso de sniper
O curso que comento que a idade maxima para este é o GCP - Grupo Comando Paraquedista
Passou de 26 anos não será mais um soldado desta equipe, que é considerada a elite da Legião
tipo Navy Seals americano
Entenda que lá não da para viver de cinema
la vc não será o que bem entende, quando desejar
lá por vezes vai querer fazer curso de atirador de elite na 4ª companhia do 2ºREP por exemplo
mas ao chegar ao REP depois de sua instrução a qual terminou em primeiro e escolheu o REP
vai fazer sua escolinha de salto e depois sera designado para uma companhia
Assim como na escola da legião no 4ºRE tem uma classificação,
na escolinha de salto do REP tambem haverá uma classificação
mas mesmo terminando em primeiro, não lhe da direito a nada
Vc pode ter ido na idéia de ir ao REP para ir para a 4ªCIA (especialista em destrutor snipers)
mas ao chegar lá e ter terminado como disse a instrução de base em primeiro e a escolinha de salto em primeiro também
eles podem te mandar ao invés da 4ªCia, te mandarem para uma companhia como a CEA (companhia de eclairage e apoio)
ou seja, uma companhia que trabalha com morteiros e bateria anti aerea, etc
e ali dificilmente será atirador de elite nesta companhia
e não tera direito a choramingar, reclamar ou pedir mudança
terá primeiro que aceitar ir ao inves da 4ªCia para a CEA
apos poderá pedir para mudar de companhia
isto como explico no doc é bem complexo pois vai ficar mau visto
e criar inimizades do tipo com o cabo, ou chefe de seu grupo ou com o seu chefe de seção e ate pode
ocorrer criar uma inimizade com o capitaõ que comanda a companhia CEA
ai fudeu de vez
só vão te mandar pra fazer merda
não enviaram a nada que deseja e pelo contrario te mandam a coisas que menos gostar
tipo um estagio de secretario ou cozinheiro
onde ao voltar saira da companhia de combate que no caso é a CEA que não gostava
e irá para outra companhia do tipo CCS (companhia de serviço) ou seja poderá ir trabalhar num escritorio ou
no rancho do regimento. Eliminando em muito a chance de missões e ate de treinamentos especificos
Por isso é que há certos legionarios que desertam
Não são todos que desertam por não aguentarem o tranco dos treinamentos
é por vezes mais a enchesão de saco
a decepção de ser mais usado do que usufruir ali
Entenda que rola tudo isto
Mas também há a possibilidade de querer ir para o REP, e ir
querer ir para a 4ªCia e chegar ao REP, ser exatamente a companhia que esta precisando de pessoal
naquele momento e vc ir para a quarta companhia
e há tambem quando no REP na 4ªCia fazer o curso de atirador de elite, tudo certinho ate aqui
mas e o Apartamento que queria para morar com sua noiva fora do quartel
como fica
se o rep é o regimento mais caxias que se tem
sem contar que é numa ilha, que é numa cidadezinha minuscula que todo mundo sabe de tudo por ali
Bem, resumindo, as vezes é dificil se conseguir tudo que se quer na legião
vera que por vezes é dificil ate se conseguir uma unica coisa que deseja
Mas também verá que para alguns ou para outros, se da para ter opções
---------------------------------------------continua-------------------------------------------------------------

quanto aos testes seletivos não é bem assim
existem 3 categorias basicas
medico
psicotecnico
e fisico
todos estes são eliminatorios
mas não é como pensa
vamos por nessa ordem
vai para o teste medico
se o medico te examinar e por fim disser, APROVADO
ira para o psicotecnico, ou para o fisico não importa a ordem que vem
mas se o medico disser, REPROVADO
ele vai ver o motivo e vai passar para os chefes do CSI (centro de seleção e incorporação)
e indicar a estes que seu motivo pode ser passageiro e poderá voltar em 3 meses, 6meses
ou pode dizer que seu motivo e tal e te indicar inapto definitivo
Os chefes do CSI te mandaram embora e não fara os outros testes fisicos e psicotecnicos
recebera um papel dizendo que por motivo medico foi reprovado e podera se reapresentar em 3, 6 meses, 1 ou 3 anos, ou nunca mais
digamos que passou no medico e no psicotecnico, resta agora o fisico que ha varias coisas assim como
o medico ha varios exames, e o psicotecnico varios niveis de testes ao mesmo tempo, etc e tal. O FISICO, pede
varios exercicios
se pedem 5 barras, 30 abdominais e 10 frecções de braço
vamos dizer que venham nessa ordem
não vão lhe mandar embora quando só fez 4 barras
fara ainda os abdominais e as frecções de braço
vão anotar seus pontos e ao final vão ver os melhores daquele teste em relação
ao numero de vagas para aquele periodo
Mas normalmente estara fora
pois tem muita gente como candidato
e certamente o numero de vagas e bem inferior aos candidatos
mesmo que da sua turma que esta fazendo os testes
então tenha em mente que se não fez as 5 barras, sera mandado embora
e se fizer as 5 que pedem mas os outros fizerem todos eles 6 ou mais
ainda assim será o ultimo da lista no teste fisico
claro se todos fizerem 30 abdominais e 10 frecções todos inclusive você
é uma classificação que conta de acordo com cada teste, seja este fisico, medico ou psicotecnico
mas digamos que foi o teste fisico o primeiro que veio para vc, ainda haverá apos psicotecnico e medico
se fizer tudo que pedem como todo mundo, ou melhor que todos
sera considerado APTO FISICAMENTE, com um belo 10 de nota
então ira para o teste médico, também ao final considerado APROVADO, com um 10
e ai sobrevivente, no maximo
vai para o teste psicotecnico, e é reprovado.
VÃO TE MANDAR EMBORA
poderá voltar
mas será mandado embora naquele final de dia mesmo
Entenda
A VIDA NÃO É FILME.
tudo dependerá de como consegue se adptar a circustâncias que a vida lhe propõem no momento
que ela escolher.
quanto a idade so quero firmar que ela pode sim te impedir de realizar certos cursos na legião
mas não é o principal fator por todos não conseguirem fazerem exatamente o que desejam
ta mais na oportunidade que pode vir ou não a se apresentar
Só um toque a mais. Leve bem a serio o teste psicotecnico se deseja fazer certos cursos e estagios
com os anos na legião.
Pois é este teste que define seu QI e indica com este a gama de raciocinio que vc tem
podendo devido a este fazer ou não certos cursos, e mesmo chegar ou não, a sub oficial.

Menos de 5 ta fora
Menos de 10 vai ate caporal chef (cabo chefe), e restrito a muitos cursos
De 15 pra cima, tem quase que uma carta branca para cursos e patentes

Eu tive 16, saiba que vai de O a 20
Fiz quase todos os cursos que me eram previstos devido a companhias que estive
Cheguei a sub oficial
E só não fiz mais pois não era lá um legionario muito certinho
Quando se esta na cadeia deixa passar oportunidades, que por vezes nem vc mesmo sabe
Se esta no mês de junho e seu capitão pensou em lhe mandar em novembro para um estagio de atirador de elite em outra companhia que vai se realizar em novembro, mas ainda não te falou nada pois ta longe e quer te observar mais.
E vc enfia os pés pela mãos e vai preso.
Se fudeu sem saber
Ele não vai te mandar
Não que ele não queira
Mas não será aceito simplismente no curso
ele vai ter que achar outro pro seu lugar
Então deixou passar algo sem saber.
Assim foi muita coisa comigo que peguei muita cana.
e um erro não justifica o outro
se estando no REP
agora designado para o pelotão de CABO lá no 4ºRE
e terá que partir amanhã com ordem de missão nas mãos
mas hoje a noite for para a cidade
encher o caneco e fazer bosta
será preso
não poderá sair para ir pegar o voo previsto
e estar no dia e na hora prevista no regimento que fara o curso
pois estava na cadeia
Alem de receber a punição pelo que aprontou na noite
ainda receberá outra punição agravante por não ter ido para o estagio
que estava designado
Ai, vai me dizer
mas se não me soltaram como poderia ir para o estagio
te responderão
vc não era pra estar preso
Fez bosta, agora assuma e se fode
perdeu o curso de cabo
voltando para o final da fila dos previstos a ir para tal estagio.
e sobre tudo tirou a vaga de alguem que poderia estar lá
Por mais uma vez vou lhe dizer
entenda que lá não funciona bem como se espera
as coisas tem muito mais chance de dar errado
pois elas são previstas para dar certo.






Essa Pergunta me Chegou dia 06/11/2009 – A RESPOSA é algo mais explicativo e curioso do que algo util a quem deseja entrar para a Legião.

Pergunta
Nos testes físicos a pessoa tem que fazer o que é exigido (valores mínimos) ou deve ir até onde consegue???

Você chegou a citar que o curso superior pode ou não fazer diferença,
geralmente vai fazer diferença em caso de desempate para escolha...

Existe na página principal da Legião algo relacionado a Educação Fisica,
porém você deu como exemplo a Enfermagem...
quero saber se após aprovado nos testes seletivos
e após os 5 meses de formação (média)...
como que são selecionados esses professores (ou educadores/ treinadores)????
Gostaria de saber pois tenho o curso de Educação Fisica.

Resposta

Em primeiro lugar
no teste fisico na seleção em Aubagne no 1º Regimento Estrangeiro,
não é que você deve fazer só o minimo dos exercicios exigidos
ou o maximo que conseguir

exite um minimo a ser feito em um periodo de tempo determinado

veja um exemplo

os abdominais
você deve por exemplo fazer no minimo 60 repetições em 1 minuto
mas se fizer mais, isso sera contabilizado para você
veja então
se fizer 61 repetições de abdominal em 1 minuto
e outro candidato fizer apenas as 60 exigidas em 1 minuto
quer dizer que você esta na frente deste candidato no teste fisico
mas entenda que para cada exercicio existe um grau de pontuação
se na barra ele fizer uma a mais que você
não quer dizer que igualou tudo
já que você fez uma a mais no abdominal e ele fez uma a mais que você na barra
pois pode no parametro de pontuação uma barra valer mais que um abdominal

---------------------------------------------------------------------------------------

Quanto a sua segunda pergunta, entenda do principio
Ao chegar na Legião
apos fazer os testes seletivos
e ser aprovado
ira para a instrução de base no 4º Regimento Estrangeiro em Castelnaudary
por 4 meses, sendo 1 numa fazenda fechada e 3 no regimento
recebera instrução de base e realizara testes contando pontos para uma classificação final
Essa classificação final servira para a escolha do regimento que deseja ir
voltara para o 1º Regimento Estrangeiro para escolher o regimento que deseja ir
digamos que acabou em 5 lugar e pensa talvez em ir para o 2ºREP
Ainda antes de voltar ao 1º RE em Aubagne
seu chefe de seção ira perguntar para o que terminou em primeiro lugar
e as vezes ate mesmo ao mesmo tempo para o que terminou em segundo lugar da classificação
isso dependerá das vagas disponiveis para Fut Fut (vai entender o que é o fut fut com o texto)
se estes dois querem ser Fut Fut e voltar ao 4º Regimento Estrangeiro onde ainda estão
Se o primeiro disser que não quer e o segundo também não
o chefe da seção passara a questão para o terceiro e o quarto
e assim sucessivamente
mas existe um limite de media adquirida nas provas finais também
caso o 4 já não esteja na media para ser fut fut
ele não vai passar a questão para o 3º e o 4º
perguntara somente ate o 3º colocado
mas digamos no exemplo o qual Você ficou em 5º colocado
com media ate mesmo para o 8º colocado na classificação poder ser fut fut
ele perguntara para o 3º e o 4º
se o 3º aceitar e o 4º não
ainda restara uma vaga que sera perguntado a você se deseja ser um fut fut
ai você podera aceitar ou não
isso fica a seu criterio
Fut Fut consiste apos sua instrução de base em relação a sua classificação
deixar de ir ao regimento que deseja, aqui no caso, seu exemplo seria o 2ºREP em Calvi na Corsica
e voltar ao 4º Regimento Estrangeiro como ajudante na instrução dos novos engajados
se aceitar ser um fut fut
e pensava antes da proposta em ir ao 2ºRegimento Estrangeiro de Paraquedistas
que acabando em 5º tinha grande chances de ir pois sempre há vagas para lá
não irá mais ao REP, voltara ao 4º Reg Estrang em Castelnaudary
e ajudara na instrução de base de novos engajados que estarão chegando
ao 4ºRE apos terem como você sido aprovados nos testes seletivos no 1ºRE Aubagne
sera um fut fut ajudando na instrução juntamente com
um chefe de seção seus Sub Oficiais e Caporais (CABOS ja formados)
Qual a vantagem disto
A vantagem é que apos fazer 2 instruções de novos engajados
é obrigatorio fazer as duas instruções de novos engajados como fut fut
em media 9 meses a 10 meses pois cada uma leva 4 meses
e pode haver um intervalo entre uma e outra instrução
ou não, pode sair de uma e ir para outra quase que diretamente
Então ao final dessas duas instruções onde atuou como ajudante de instrução (Fut Fut)
ira diretamente ao proximo curso de caporal (cabo) que se realizar no 4º RE
regimento que você já esta
Terminando o curso de Cabo você podera escolher o regimento que desejar
Se queria ir ao 2ºREP
podera ir agora
e ja será caporal (cabo)
Mas entenda que para as duas instruções dos novos engajados que fizer
não atuará como instrutor
não dará aula nem cursos e nem mesmo dirá o que eles farão
nem tão pouco dará aulas de educação fisica etc e tal
você só estará lá, para ajudar desde o chefe de seção, sargentos e cabos
e será mandado por estes, sera subordinado aos mesmos
mas será superior aos novos engajados
será chamado por estes como Cabo
e respeitado igualmente pelos novatos
como se já fosse um cabo ja formado, tais como os que estarão lá dando instrução
Você ajudará durante os cursos
tipo montagem e desmontagem de armas aos que encontrarem maior dificuldade
ajudará na hora do rancho, a organizar fila, local de sentar
ajudará também em não deixar os novatos a dormir durante os cursos
ajudará em organizar o material dos sub oficiais que darão os cursos tipo primeiros socorros
a buscar e arrumar em sala o material solicitado pelo sargento que ministrará um ou outro curso
e ao final deste retirara e arrumará no local expecifico tais materiais
mas você não vai ter que carregar caixas, mesas, etc e tal
nem mesmo o material para o curso
pois vai sempre pegar os novatos para carregar o material que o sargento solicitou
para você instalar na sala expecifica para o curso que ele vai ministrar
E na retirada a mesma coisa
pegara alguns novatos para limpar o material usado, fechar, arranjar e
transportar ao local de armazenamento dos materiais
basicamente é isto
você é um ajudante
Eu particularmente não aconselho ninguem a voltar e ficar no 4º R. E. como Fut Fut
deve estar a se perguntar porque não
já que logo poderá chegar a CABO e ainda depois escolher o regimento que deseja
Primeiro Motivo
Seus amigos de sua turma de instrução de base
que não ficarão para ser fut fut, irão aos regimentos
chegando a estes regimentos, digamos por exemplo que os caras de sua turma que forem ao REP
estes vão verdadeiramente ralar
pois chegaram sem patente alguma
não haverá nada abaixo deles
terão que fazer tudo, desde o mais simples serviços ate os mais podres
e apos alguns meses quando eles ainda forem apenas Legionario de Primeira Classe
o que ocorre com 10 meses de serviço
Você estará no 4º RE quase se formando como CABO
ai você acaba as duas instruções como fut fut
faz seu curso de cabo e vai poder ir para o REP
Assim vai chegar lá
e verá talvez em outras companhias,
ou ate mesmo na mesma que for designado
o pessoal de sua turma ainda como 1ª Classe
e estes com certeza
não vão gostar muito de você
já que eles não serão mais tão amigos seu agora
você será superior em patente a eles
terá que mandar neles
e eles terão que obedecer
imagina mandando um amigo seu fazer uma faxina
Ai vc dirá
eles que se fodam
sou cabo e eles devem obedecer
isto é certo que terão que te obedecer
mas entenda que não são só eles que não gostaram de você
é todo mundo
já que você chega ao regimento já como CABO (ex fut fut)
mas não ralou nada
não conhece nada do regimento
nem de tecnicas, só sabe aquele basicão do 4ºRE que não é nada
e os mais novos, inclusive alguns que você pode ter ajudado
numa instrução onde você foi fut fut dessa turma também estarão lá
e por inclivel que pareça saberão mais do que você
e ja terão ralado mais que você
e terão mais meritos que você no regimento
você será respeitado por ter uma patente de cabo
mas um legionario de primeira classe do regimento da companhia
tera mais consideração pelos outros cabos e sub oficiais que você
você será um mocorongo no meio de todos
Teve um caso quando eu ainda era legionario no REP
e que um CABO ex fut fut recem chegado ao regimento e em minha companhia
que estava de serviço de semana
que gritou com um legionario de primeira classe que cruzava a praça d´arma
pois este 1ªclasse não deveria passar por ali
o sargento que estava atras do cabo ex fut fut
enfiou a mão nesse cabo ex fut fut daquelas formas que dá até dó
e o Sargento so indagava quem ele pensava que era ali
pois este não era ninguem para gritar com o primeira classe
que este não tinha moral alguma para gritar e oprimir ninguem
se ele sabia do que aquele primeira classe que passava ja tinha feito
pois o primeira classe que passava já podia ate mesmo ter estado em combate real
enquanto o bosta do ex fut fut recem chegado ali
não sabia nem limpar sua arma corretamente
Para entender ainda mais o nivel desse desgosto por Fut Futis
Veja que o primeira classe que cruzava a praça d´arma
estava em criterio de punição dentro da propria companhia
por ter feito uma merda qualquer
Seria motivo para o sargento fuder ainda mais o primeira classe
mas como o fut fut atravessou-se a querer ser o bonzão
o primeira classe passou na maior
foi dispensado pelo sargento
que continuou a descascar o Cabo ex fut fut
na frente de muita gente
e ate o proprio capitão que tinha seu escritorio
bem ali na frente
não disse nada ao sargento
so questionou se o sargento teria algum problema
com afirmação negativa para o capitão
ainda enfiou uns bons bufetes na cara do cabo ex fut fut
para que este entendesse que nem o capitão lhe daria
um parecer mais favoravel para o cabo ex fut fut
Mas digamos ainda que o ex fut fut
para não querer mandar mais do que devesse
fosse então falar o caso do primeira classe atravessando a praça d´arma para o sargento
este sargento ainda iria enfiar a mão neste cabo ex fut fut
por estar delatando o primeira classe
se ele era cabo porque não tomou uma atitude
É aquele velho caso que nunca estara certo
Não há moral alguma em ser fut fut
Veja ainda um segundo motivo porque não aconselho ninguem a ficar
no 4º R.E. como fut fut para ser instrutor (ajudante) e sair cabo antecipadamente
Você volta depois de sua instrução ao 1º R. E. e apos voltara para o 4º R. E.
fara duas instruções como fut fut e depois fara o curso de cabo
Isso levará em media para se concluir tudo e poder ir a um regimento de combate
em media 14 a 15 meses (1 ano e 3 meses) em media
pode ser mais ou menos dependendo do tempo de espera entre uma ou outra instrução
Entenda que os seus amigos de instrução que sairam do 4º R.E. e não voltaram
para ser fut fut, e foram diretamente para o regimento
podem ter ido a uma missão, seja esta de paz, seja incorporado a ONU, etc e tal
podem ter ou não entrado em combate, etc e tal.
podem terem ido a uma tournante, mesmo duas
ou uma missão e uma tournante
não importa a quantidade
Mas sim que foram
e com isso, adquiriram uma experiencia que você não terá
um respeito ainda maior, tera mais consideração e será mais conhecido na companhia
sem contar que para cada missão receberam uma grana que você não verá como
instrutor no 4º RE
e estes com 1 ano e meio a 2 anos, já poderam ser enviados ao curso de CABO no 4º R.E.
Como Vê e espero que intenda que a diferença é muito curta
os prejuizos é que podem ser ou não grandes
dependerá de como conseguirá lidar com tal situação
Agora se pensa em apos um tempo dar curso e ser instrutor realmente
poderá apos algum tempo em companhia de combate de seu regimento
solicitar a fazer um curso de educação fisica na legião
o que será bem visto pois no civil você já era
e seguira assim uma branche que tem conhecimento
Agora acho dificil realmente você querer isto
apos ter estado ou ainda estar em um regimento de combate
numa companhia de combate
Sei que você vai mesmo é querer ser um Sargento Chefe de Grupo de Combate
e com isto dar instrução para o seu grupo
instrução deste tiro, combate, orientação, etc e tal
mas se desejar realmente ainda isto
ao se tornar sub oficial poderá escolher ir ao 4º R.E.
como instrutor dos novos engajados
mas pense bem
você chegou a Sub Oficial
poderia estar numa companhia de combate
treinando soldados do seu grupo
indo a missões
mandando e comandando
recebendo bem, muito bem mesmo nas missões
nas tournantes, nos sejours, etc e tal
porque ir ao 4º R.E. dar aquela instrução mediocre
a novos enganjados que não entendem a metade do que diz
Somente mesmo se busca uma vidinha dentro da legião mais social
do tipo que vai para casa ao final de cada expediente
jantar tranquilo, sabendo que amanhã será mais um dia igual a tantos outros
que passaram e que virão
Digo que para muitos
ou ate mesmo para a maioria desde legionarios ate sub oficiais
voltar ao 4ºRE é quase que uma punição


quase esqueço
ainda em relação a seu curso superior em educação fisica
é como já expliquei no doc
não lhe servirá de muita coisa
ja que todos são iguais em relação aos testes seletivos
não será algo que lhe dará uma vantagem perante aos outros
podera lhe ajudar durante os exercicios fisicos
ao qual deverá estar bem apto a todos
mas o grande numero de candidatos que teem se apresentado atualmente
estão treinando e se preparando
e segundamente curso de educação fisica não é lá algo
que a legião precise muito
todos que pintam por lá em sua maioria, são pessoas bem esportivas
sabem executar os exercicios, e já teve caso ate de campeões olimpicos por lá
e alem de tudo
todos os sargentos no minimo ministram as series de esporte diario
seja para a companhia, para o pelotão, para a seção, para o grupo, etc e tal
entenda que uma pessoa formada em enfermagem é mais util que um em ed.fisc.
mas claro que ajudara a desempatar em relação a um que não tenha nada ou
que tenha curso superior em areas ainda menos procuradas pela legião
como por exemplo
administração de empresa, direito, etc

Saiba que tudo isto não é o mais interessante e importante a se pensar no momento
o importante é realmente conseguir entrar
focar um objetivo a cada vez
pois tudo isto que tem me perguntado
entendera melhor quando estiver lá
e tomará a melhor decisão que lhe parecer no momento
que tal lhe for exposta

Espero ter conseguido lhe explicar suas questões
mas se algo ainda não ficou claro
ou mesmo se com tal explicação outras duvidas lhe ocorrer
não deixe de questionar
que estarei tentando lhe responder o mais brevemente possivel
Valeu e ate mais

---------------------------------------------continua-------------------------------------------------------------

Tenho alguns companheiros que estão na Legião... como você cita no documento, é importante falar que não conheço ninguém, mas eles irão saber que estou mentindo em virtude da consulta que irão fazer sobre a minha vida...saberão que conheço sim esses guerreiros.

Não digo que não deve dizer que não conhece ninguém lá dentro
isso seria dizer o que deve fazer de sua vida
só digo que isso pode ser uma faca de dois cumes
falar ou não, que conhece ou desconhece outros legionários; isto é indiferente para a Legião
se não contar não estará mentindo, se perguntarem ai é a você de escolher a resposta
já que, se contar é como digo, pode ter seu lado bom ou se voltar contra você mesmo sem querer, pois veja o
lado bom, se as pessoas que conhecer lá dentro forem bons do tipo sem alterações, disciplinados, então tudo normal
mas pôr conta do lado ruim, se forem indisciplinados, os analisadores da legião, podem achar que é igual a tais e contar um bom ponto negativo para você, principalmente se estiver num empate com outro ou outros candidatos.
Outra coisa que deve tomar cuidado, é para se um ou mais de seus conhecidos que tem hoje na legião
não esta engajado sob o regime de anonimato. Pois se um deles estiver e você comentar certas coisas, isso pode vir a ser algo ruim para tal pessoa. Assim como citar o nome dele no civil e saber o nome atual deste mesmo na Legião. Citar que uma vez em ferias ao Brasil, tal legionário lhe contou como é a Legião e como são as coisas. E esse legionário não tinha permissão para estar no Brasil, isso também pode vir ou não a afetar a vida deste amigo legionário.
Como digo a Legião, principalmente o processo seletivo se tornou uma grande loteria
são tantas possibilidades e hipóteses de ocorrer isto ou aquilo
que você nunca sabe bem ao certo qual será a reação final
então como digo a todos que me perguntam
sigam o caminho da verdade, principalmente nas entrevistas
perguntou - respondeu, pura e cruamente
como diz o velho ditado - o peixe morre pela boca
quem muito fala - não escuta as besteiras que diz, e se complica sozinho.

A você, boa sorte em tudo que decidir fazer em sua vida
espero que consiga seus objetivos e que mais tarde entrando ou não,
gostando e ficando ou não na Legião, um dia volte a minha pagina de recados no orkut
e deixe um salve ao velho ancião aqui.

Se for aprovado, gostar e ficar na Legião, terei prazer em telo em meu quadro de amigos
o qual é bem seleto e fechado a verdadeiros legionários, da ativa ou ex. com no minimo 5 anos de serviços.
Qualquer duvida a mais, estou a medida do possível a disposição
Um Forte Abraço e ate mais




Enviado por Diego Morales em 28 / 07 / 2010.


Encontrei um documentário no site da Natgeo (tv paga) muito interessante e completo.
talvez vc já possa ter visto mas na dúvida estou te enviando para vc colocar no seu famoso Doc. Rush
*
Obrigado por tudo!

Episódio I
http://mundofox.com.br?bcpid=2490853...id=14927683001
Episódio II
http://mundofox.com.br?bcpid=2490853...id=16412634001
Episódio III
http://mundofox.com.br?bcpid=2490853...id=17298566001
Sds.









MAIS EM BREVE



Virão ainda mais em breve, aguardem e não deixem ou de me questionar a respeito de suas duvidas, sejam elas as mais banais que forem, que eu possa não ter esclarecido nesse doc, assim estarei complementando a este doc, a cada dia mais e mais. Se não tiver mais duvidas e notar a falta de algo nesse doc, não hesite em me alertar, para que possamos ter em um único local o maximo de informações confiáveis a disposição de todos que desejarem saber um pouco mais sobre a Legião. Conto com a participação de todos, para todos.

Além do mais com o passar do tempo não deixem de me solicitar um novo Doc atualizado, pois com o passar do tempo virão novas perguntas e respostas que podem vir no mínimo a serem curiosas para vocês e que não consta no que você recebeu pois ainda não havia pensado nesse item ou ainda não haviam me questionado sobre o mesmo, que estarei como já dito complementando a este periodicamente assim que for possível.




M U I T A

ATENÇÃO

AO QUE SE SEGUE ABAIXO


- Para todos aqueles que decidirem engajar-se na Legião, aconselho simplesmente dar uma boa revisada no seu conteúdo do ORKUT, antes de embarcarem para a França.

- Seria interessante que Você retirasse de lá, tudo que pode parecer meio fora dos padrões de uma pessoa de bem. Diga a seus amigos para apagarem suas mensagens enviadas, e você apague as mensagens que recebeu que digam ou sugiram algo de dupla interpretação.

- Ainda não há relatos que a Legião e o serviço de investigação tenha ou venha a procurar informações suas por ali, mas é melhor sempre descofiar e esperar o inesperado.

- Coloque no seu perfil coisas boas e relacionadas com pessoas e propósitos bem determinados. Evite fotos suas e de outras pessoas assim como seus amigos que não condizem com algo que possa lhe ajudar a ao menos parecer uma pessoa de respeito, conciente e madura. Evite fotos de amigos nus, fumando seja o que for, mas que pode ser interpretada da forma errada e evite também comunidades relacionadas a Armas, Terrorismo, Política, Religião e etc que possam parecer meio que fanatismo, e ou qualquer outra comunidade que tenha fotos ou relações com drogas, alcolismo e sexo, isso tudo não ajuda em nada e não ter nada disso relacionado com você não vai dizer que é gay ou outra coisa contraria.

- Isso é só mais um toque, mas não custa nada se pensar a respeito, já que o Orkut e outros meios hoje em dia tenhem sido procurados por empresas para analizar o perfil da pessoa que pode ser seu futuro funcionário, então, porque a Legião de repente não venha fazer o mesmo.















Orkut SGT. RUSH



http://www.orkut.com/Profile.aspx?ui...41355514410825



Não deixe de me responder pelo Orkut com uma simples mensagem dizendo se recebeu ao doc informativo e se conseguiu abrir ao mesmo, etc.

Fico no aguardo de sua resposta.

E caso um dia venha a se apresentar realmente na Legião Estrangeira, e seja aprovado, espero que em uma oportunidade qualquer volte a procurar este ANCIÃO, nem que seja para dizer que foi aprovado, que esta em tal regimento, etc e tal, pois isso me faz ver que tal trabalho vale a pena, dando um golpe a mais de entusiasmo e força para continuar com o mesmo. E assim terei imenso prazer a adiciona-lo em minha pagina de amigos no orkut, o qual é bem seleto e fechado, a onde só há verdadeiros legionarios da Ativa ou ex. que cumpriram o minimo de 5 anos de serviços.

E caso se apresente e por um motivo ou outro não seja aceito, ou se depois de ir para Castelnaudary, decida interromper tal trajetória, ou mesmo após isto ainda, seja por qual for o motivo, queira relatar sua experiência, estarei por aqui a disposição.

Desde Já Boa Sorte.





O QUE SEGUE ABAIXO NÃO FUI EU QUEM ESCREVI,
NÃO TEM NADA A HAVER COM A LEGIÃO,
MAS É ALGO QUE GOSTEI AO LER.



O Soldado ao chegar no Céu

O soldado ficou diante de seu superior (Deus), a porta do céu, para última inspeção.
-Fostes fiel à Igreja? Destes a outra face ao inimigo?
-O soldado se perfilou respondendo em alto e bom tom:
-”NÃO SENHOR”! Nós que andamos no vale das trevas, não podemos ser só amor! Na maioria dos domingos, estava de serviço, não fui à igreja, Em vezes, falei de modo impuro. Outras, fui implacável, julguei e executei a sentença sem dar condições do inimigo de defesa, pois o mundo é muito duro. E os caminhos que percorro e constituído de pedras e são semeados de espinhos Mas nunca guardei um tostão que não fosse meu. E quando outra conta acumulava aos trabalhos extras eu me dedicava, e de minha família me afastava. Às vezes, SENHOR, me perdoa, chorei à toa, por dores dos outros,pois nem sempre podemos estender a mão aquele que sofre , Reconheço que não mereço ficar em seu meio; jamais me quiseram por perto, a não ser no perigo.
-Mas nunca decepcionai meus superiores, jamais deixei de estar ao lado de um irmão caído e sempre cumpri as minhas ordens sem contestar, tive meu uniforme sempre alinhado, minha arma (ferramenta de trabalho) sempre limpa e municiada, ela se conservou, minha alma apodreceu.
-Fui sempre padrão, fui orgulhoso do meu serviço honrado e de minha profissão. somente me emocionei ao toque de clarim e do reconhecimento do dever cumprido
-Se tiver um lugar pra mim, na caserna do céu luxuoso, não precisa ser. “E caso não haja, eu saberei entender”.
-Faz-se silêncio em redor do trono.
-E o soldado esperou o veredicto do SENHOR.
-Tu soldado ensinou o novato e quando caíram ao teu lado, carregou teu irmão, serviste com alma e coração e fez-te escudo para o próximo. e por mais tortuosa dolorida que foi tua estrada sempre seguiu teus superiores.
-Portanto, anda em paz pelo paraíso. INFERNO já foi tua missão...








Por Enquanto É Tudo Pessoal.
 
Old January 17th, 2012   #15
Sebastianus
Junior Member
 
Sebastianus's Avatar
 
Join Date: Oct 2011
Location: Portugal
Posts: 99
Sebastianus is a name known to allSebastianus is a name known to all
Default

Henzo,

Não interpretes mal a minha pergunta, mas o que é que pretendes com este thread ?

Porque é que estás a promover uma unidade militar historicamente tão multiracial num fórum nacionalista branco como este ?
 
Old January 17th, 2012   #16
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Quote:
Henzo,

Não interpretes mal a minha pergunta, mas o que é que pretendes com este thread ?

Porque é que estás a promover uma unidade militar historicamente tão multiracial num fórum nacionalista branco como este ?
Sebastianus,

Sem problema algum em relação a sua pergunta.
Não estou promovendo a Legião Estrangeira em hipótese alguma. Na postagem #6 do link http://vnnforum.com/showthread.php?t=137042 eu disse as minhas intenções quando citei a LE.

Quote:
Informativo para interessados na LEGIÃO ESTRANGEIRA http://vnnforum.com/showthread.php?t=137873

A thread acima é um conjunto detalhado de como os brancos devem proceder caso desejem unir algumas coisas como ter um emprego + receber salário em Euro + morar na Europa + treinar como um Soldado + infiltrar-se no Sistema. Vale a pena conferir.
 
Old January 18th, 2012   #17
Sebastianus
Junior Member
 
Sebastianus's Avatar
 
Join Date: Oct 2011
Location: Portugal
Posts: 99
Sebastianus is a name known to allSebastianus is a name known to all
Default

Ok, entendo, não li essa postagem pois este thread é bastante extenso.

Não sei se isso ajudará os camaradas a infiltrarem-se no sistema, normalmente a Legião é um recurso para proscristos, pessoas com cadastro criminal, muito legionários tornam-se mercenários, não acredito que seja um grande cartão de visita para uma intrusão no sistema. Mas militarmente pode ser uma boa escola, lá isso reconheço.

Mas o campo de treinos da Legião não é no Djibuti, na África? Creio que eles pouco actuam na Europa (pelo menos oficialmente)...ou estou errado?
 
Old January 18th, 2012   #18
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

Quote:
Ok, entendo, não li essa postagem pois este thread é bastante extenso.

Mas o campo de treinos da Legião não é no Djibuti, na África? Creio que eles pouco actuam na Europa (pelo menos oficialmente)...ou estou errado?
Uma recomendação apenas: Quando dispor de algum tempo leia esta thread por completa e no final da leitura terá resposta para todas as suas dúvidas. Reconheço que o conteudo dessa thread e extenso, mas esta tudo de uma forma muito detalhada para aqueles que por ventura se interessem pela opção de se tornar um militar ***mercenário*** na Europa.

Quote:
Não sei se isso ajudará os camaradas a infiltrarem-se no sistema, normalmente a Legião é um recurso para proscristos, pessoas com cadastro criminal, muito legionários tornam-se mercenários, não acredito que seja um grande cartão de visita para uma intrusão no sistema. Mas militarmente pode ser uma boa escola, lá isso reconheço.
Não deixa de ser uma opção aos brancos. O que eu faço neste momento é disponibilizar opções reais aos irmãos brancos, bem diferente daquele circo judeu chamado stormfront.

Boa luta Sabastianus!
 
Old January 18th, 2012   #19
Henzo
Membro Colaborador
 
Henzo's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 126
Henzo is on a distinguished road
Default

==>> COMPLEMENTANDO

>O que faço neste momento é iniciar uma série de opções reais para que alguns brancos tenham oportunidades reais de fazer alguma coisa. Alguns querem morar na Europa e ter um emprego, outros querem aprender a combater, e com essa thread existe a possibilidade das duas coisas em uma só opção.

>O nome dessa thread é " "Informativo para INTERESSADOS na Legião Estrangeira" ". Quem se interessar que faça bom uso, ponto final.

>O que coloco nessa thread é uma opção real e não uma fantasia como as milhares encontradas no stormfront.

>Espero que logo eu possa criar outras threads com mais opções reais que possam ajudar de alguma forma nossos irmãos e irmãs.
 
Old January 18th, 2012   #20
Ricardo Mendonça
Moderador
 
Ricardo Mendonça's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 860
Ricardo Mendonça is a name known to allRicardo Mendonça is a name known to all
Default

Quote:
Originally Posted by Henzo View Post
==>> COMPLEMENTANDO

>O que faço neste momento é iniciar uma série de opções reais para que alguns brancos tenham oportunidades reais de fazer alguma coisa. Alguns querem morar na Europa e ter um emprego, outros querem aprender a combater, e com essa thread existe a possibilidade das duas coisas em uma só opção.

>O nome dessa thread é " "Informativo para INTERESSADOS na Legião Estrangeira" ". Quem se interessar que faça bom uso, ponto final.

>O que coloco nessa thread é uma opção real e não uma fantasia como as milhares encontradas no stormfront.

>Espero que logo eu possa criar outras threads com mais opções reais que possam ajudar de alguma forma nossos irmãos e irmãs.
Bom trabalho.

Só acho que uma discussão de certos detalhes deva ser feita apenas entre camaradas.

Sempre defendi isso, juntamente com o Nikolas, ele não está, fico eu para recordar os camaradas que temos forma nos fóruns de tratar certas coisas de forma mais detalhada fora da vista.

Já agora cursos de tiro em Portugal e localizações e opiniões pessoais sobre esse assunto aqui não abro a boca.

Idem para eventos "pequenos", mas que merecem ser discutidos e divulgados...Lá está, só deve interessar fazer conhecê-los a quem lá possa ir pelas boas razões.

Infiltrados, ficam à porta. Óbviamante os fórums em que se anda a brincar ao pagode esse problema nem se coloca. Agora expôr as minhas opiniões relativamante à loja onde compro coisas e como obter material é útil a TODOS...até a certos infiltrados, a esses não faço o favor de certeza. Pensem na sugestão.

Deixei um post no melhorias sobre esta questão, se o Henzo considerar demasiado fora de tópico, apago isto.

Last edited by Ricardo Mendonça; January 18th, 2012 at 07:28 PM.
 
Reply

Bookmarks & Social Networks


Thread
Display Modes


All times are GMT -5. The time now is 10:15 PM.
Page generated in 1.00626 seconds with 10 queries.

VNN on Twitter