Vanguard News Network
VNN Media
VNN Digital Library
VNN Reader Mail
VNN Broadcasts

Old September 1st, 2020 #1
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default Nascidos em outros países, mas são Brasileiros...

O Brasil poderia ter uma política para facilitar a naturalização Brasileira de pessoas com esta identificação e amor pelo Brasil, desde que tenham ascendência familiar aceitável, e desde que falem bem o Português Brasileiro, como o Americano Tim e a Russa Anastasya, dos vídeos abaixo.





Last edited by Lutador Branco; September 1st, 2020 at 11:02 PM.
 
Old September 2nd, 2020 #2
Werner Freitag
White SuperMacist™
 
Werner Freitag's Avatar
 
Join Date: Jul 2014
Location: Banana Republic of Brazil
Posts: 299
Werner Freitag
Default

Quote:
Originally Posted by Lutador Branco View Post
O Brasil poderia ter uma política para facilitar a naturalização Brasileira de pessoas com esta identificação e amor pelo Brasil, desde que tenham ascendência familiar aceitável, e desde que falem bem o Português Brasileiro, como o Americano Tim e a Russa Anastasya, dos vídeos abaixo.


POR QUE EU MINTO e Falo que Sou BRASILEIRO em VEZ de AMERICANO quando VIAJO

Am I BRAZILIAN? Testando Minha Brasilidade #nivelhard

10 coisas que uma russa gostou no Brasil
Não sei não, parceiro. Incentivar imigração de brancos para o Brasil é obviamente bom para o Brasil, mas é ruim para a raça branca como um todo (que é sempre o nosso foco). Poderíamos estabelecer como regra - só uma sugestão - que qualquer pessoa branca de um país menos branco que o Brasil (como África do Sul) poderia imigrar para o Brasil. Ou seja, pessoas brancas só poderiam imigrar para países ou lugares mais brancos do que o que elas se encontram, para concentrar a população branca em lugares cada vez mais brancos e reunir a raça branca em um local geográfico. Seria o contrário de espalhar a população branca no planeta inteiro (aqui levando a ideia ao extremo oposto, para fins de especulação mental), tornando-os minorias em todos os países e sem condições de se defender e mesmo dificultando extremamente sua sobrevivência (mulheres brancas usariam sua beleza como moeda de troca para se relacionar com homens ricos árabes, indianos, etc, em vez de brancos comuns, levando a raça à extinção).
 
Old September 2nd, 2020 #3
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Quote:
Originally Posted by Werner Freitag View Post
Não sei não, parceiro. Incentivar imigração de brancos para o Brasil é obviamente bom para o Brasil, mas é ruim para a raça branca como um todo (que é sempre o nosso foco). Poderíamos estabelecer como regra - só uma sugestão - que qualquer pessoa branca de um país menos branco que o Brasil (como África do Sul) poderia imigrar para o Brasil. Ou seja, pessoas brancas só poderiam imigrar para países ou lugares mais brancos do que o que elas se encontram, para concentrar a população branca em lugares cada vez mais brancos e reunir a raça branca em um local geográfico. Seria o contrário de espalhar a população branca no planeta inteiro (aqui levando a ideia ao extremo oposto, para fins de especulação mental), tornando-os minorias em todos os países e sem condições de se defender e mesmo dificultando extremamente sua sobrevivência (mulheres brancas usariam sua beleza como moeda de troca para se relacionar com homens ricos árabes, indianos, etc, em vez de brancos comuns, levando a raça à extinção).

Sugestão muito bem-vinda, Camarada Werner.

Imaginando-nos em situação de ter o controle sobre esta política, a base da minha ideia é identificar apenas as pessoas com o perfil específico de Tim e Anastasya, e incentivá-los a naturalizarem-se Brasileiros.

E considerando este trecho muito importante de seu post:

Werner Freitag diz:

“mulheres brancas usariam sua beleza como moeda de troca para se relacionar com homens ricos árabes, indianos, etc, em vez de brancos comuns, levando a raça à extinção).”

__________________
Eu digo:
eu imagino que a referida política de Naturalização aconteceria em um Brasil onde um programa de realocação populacional estaria em curso, concentrando Brancos no território Nacional Brasileiro como um todo - com a explicação oficial de reorganização social e econômica do País, objetivo que também é parte deste programa - e direcionando o restante da população para outros locais.
Mas isto somente se daria em etapas bem fundamentadas em um plano.

Last edited by Lutador Branco; September 2nd, 2020 at 07:31 PM.
 
Old September 6th, 2020 #4
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

Em todos os países (1) que eu já viajei ao me identificar como brasileiro sempre fui bem tratado, exceto em Portugal (2), não culpo os portugueses. Inicialmente acham que é brincadeira da minha parte, custam acreditar que sou brasileiro. Fiquei em um hostel no Rio Janeiro e eu era o único brasileiro do local. A atendente era suéca naturalizada como brasileira. No hostel tinha apenas brancos (da Suécia, África do Sul, Dinamarca, Alemanha (3), Suiça e etc), me senti em casa só entre brancos. Andar pela calçada de Ipanema é algo até bom, muitos turistas brancos e também a escumalha não-branca em numero bem menor.

(1) As pessoas não acreditam porque estão acostumados com mulatos e outros tipos de não-brancos que eles vêem pela TV. A imagem externa do Brasil é assim: não-brancos, samba, guerra de gangues e tráfico de drogas.

(2) Em Portugal a coisa é diferente, só de olharem para gente acham que sou português ou outro cidadão de país europeu, quando eu abro a boca para falar português eles descobrem sou brasileiro e muitos ficam com receio por causa das gangues criminosas de brasileiros existentes em Portugal. O filme do Brasil é bem queimado em Portugal.

(3) Conheci no Brasil (RJ) um policial alemão passando férias... quando eu perguntei para ele de onde ele era primeiro ele fez várias explicações sobre o passado alemão (referindo-se ao holoconto), faltou apenas ajoelhar-se e pedir perdão para todos que lá estavam por causa de Hitler e o NS. Mantenho contato com ele até hoje e acreditem, tornou-se um camarada.

Muitos dos "gringos" que conheci já sofreram algum tipo de crime como furto, roubo, lesão corporal ou violência verbal.

Enquanto muitos de nós querem ir morar na Europa ou América do Norte, esses querem vir para o Brasil. Mal eles sabem que o Brasil é bem pior que qualquer país europeu (referindo-me a criminalidade).

Deixo claro que sou favorável a total expulsão de não-brancos de terras brancas, abater quem ousar não cumprir a ordem de ir embora sumariamente, colocar nas fronteiras de países brancos as Forças Armadas autorizadas a abater qualquer um que tente passar.

Mas eu não sou tão bonzinho assim, eu acredito na luta armada e no abate total de todos os não-brancos do planeta, princialmente os narigudos (judeus).
 
Old September 6th, 2020 #5
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

É por isso que eu sou favorável de abater todos esses desgraçados.
Attached Thumbnails
Click image for larger version

Name:	g.jpg
Views:	8
Size:	279.5 KB
ID:	10831  
 
Old September 6th, 2020 #6
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Quote:
Originally Posted by Rodrigo View Post
Em todos os países (1) que eu já viajei ao me identificar como brasileiro sempre fui bem tratado, exceto em Portugal (2), não culpo os portugueses. Inicialmente acham que é brincadeira da minha parte, custam acreditar que sou brasileiro. Fiquei em um hostel no Rio Janeiro e eu era o único brasileiro do local. A atendente era suéca naturalizada como brasileira. No hostel tinha apenas brancos (da Suécia, África do Sul, Dinamarca, Alemanha (3), Suiça e etc), me senti em casa só entre brancos. Andar pela calçada de Ipanema é algo até bom, muitos turistas brancos e também a escumalha não-branca em numero bem menor.

(1) As pessoas não acreditam porque estão acostumados com mulatos e outros tipos de não-brancos que eles vêem pela TV. A imagem externa do Brasil é assim: não-brancos, samba, guerra de gangues e tráfico de drogas.

(2) Em Portugal a coisa é diferente, só de olharem para gente acham que sou português ou outro cidadão de país europeu, quando eu abro a boca para falar português eles descobrem sou brasileiro e muitos ficam com receio por causa das gangues criminosas de brasileiros existentes em Portugal. O filme do Brasil é bem queimado em Portugal.

(3) Conheci no Brasil (RJ) um policial alemão passando férias... quando eu perguntei para ele de onde ele era primeiro ele fez várias explicações sobre o passado alemão (referindo-se ao holoconto), faltou apenas ajoelhar-se e pedir perdão para todos que lá estavam por causa de Hitler e o NS. Mantenho contato com ele até hoje e acreditem, tornou-se um camarada.

Muitos dos "gringos" que conheci já sofreram algum tipo de crime como furto, roubo, lesão corporal ou violência verbal.

Enquanto muitos de nós querem ir morar na Europa ou América do Norte, esses querem vir para o Brasil. Mal eles sabem que o Brasil é bem pior que qualquer país europeu (referindo-me a criminalidade).

Deixo claro que sou favorável a total expulsão de não-brancos de terras brancas, abater quem ousar não cumprir a ordem de ir embora sumariamente, colocar nas fronteiras de países brancos as Forças Armadas autorizadas a abater qualquer um que tente passar.

Mas eu não sou tão bonzinho assim, eu acredito na luta armada e no abate total de todos os não-brancos do planeta, princialmente os narigudos (judeus).


Contribuição valiosa, Camarada Rodrigo.

Temos que trabalhar, e muito, em nosso Povo, e em nossa imagem.

Um dos objetivos deste tópico é justamente definirmos de vez o Brasil, sem mais desagradáveis confusões de identidade.

A Alemanha tradicional como a vemos e conhecemos, que é de fato a verdadeira Alemanha, a Alemanha que fica para a História, é a Alemanha construída pelo Nacional-Socialismo, uma Alemanha rica e poderosa, eficiente, de povo Ariano, povo enérgico, de guerreiros e de força decidida.

Alemães ainda são vistos assim.

Mas vejam o testemunho de Nietzsche, século dezenove, em Além Do Bem E Do Mal, no aforismo 244:

"Sendo, como povo, uma miscelânea, uma mistura monstruosa de raças,
talvez com uni excesso preponderante de elementos préarianos, um povo do meio, em todos os sentidos, os alemães
são os seres mais escorregadios, mais vastos, mais
contraditórios, mais incógnitos, mais imponderáveis, mais
estupefacientes ainda para si mesmos, mais que qualquer outro
povo possa sê-lo: subtraem-se a qualquer definição e são,
precisamente por isso, a causa de desespero dos franceses. É
característica dos alemães a atualidade da questão sobre o que é
"alemão".
"O alemão propriamente dito não existe ainda, está se tornando, está "se
desenvolvendo"."
""Bons e pérfidos". — Este contra-senso relativamente
a todo outro povo é por demais justificado na Alemanha."


Definir o Brasil - obra da Civilização Europeia - sem mais confusões e perda de tempo, é objetivo deste tópico.

Esta crise de identidade é coisa de adolescente, o Brasil já cresceu.

Last edited by Lutador Branco; September 6th, 2020 at 10:48 PM.
 
Old September 7th, 2020 #7
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Canal do YouTube Uma Russa Brasileira, de Anastasya.



Last edited by Lutador Branco; September 7th, 2020 at 06:32 PM.
 
Old September 8th, 2020 #8
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

Existe quem ache que só existe brancos no Sul e Sudeste, mas no Brasil inteiro. É claro que no Sul e Sudeste existe mais brancos, mas nas outras regiões existem muitos brancos. Existe um programa do governo sobre controle de natalidade, só que os não-brancos fazem filhos como ratos. Eu conheço um negro que tem 33 filhos com várias mulheres diferentes, é necessário um controle de natalidade no Brasil somado com o fechamento das fronteiras para não-brancos.

Estive há pouco tempo na região Norte (Rondônia) e na região em que eu estava tinha mais brancos do que não-brancos.

Cunhataí no Sul é a prova que onde tem mais brancos funciona melhor.
 
Old September 11th, 2020 #9
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

Um país como o Brasil que tem uma música dessa não deve nada para ninguém.

 
Old September 11th, 2020 #10
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

 
Old September 11th, 2020 #11
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

O Brasil da música barroca mineira, e o Brasil do rock branco.

Dois vídeos espetaculares, e com imagens belíssimas, obrigado por compartihar, Camarada Rodrigo!

Pouco a pouco, por etapas, mas eficazmente, através de ações como esta, vamos minimizando o sertanejo universitário, o axé, o pagode e o funk, e vamos maximizando a música Brasileira de verdade.

O terreno para o programa que apresento no início desta thread que eu iniciei já está sendo preparado.
 
Old September 12th, 2020 #12
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

Quote:
Originally Posted by Lutador Branco View Post
O Brasil da música barroca mineira, e o Brasil do rock branco.

Dois vídeos espetaculares, e com imagens belíssimas, obrigado por compartihar, Camarada Rodrigo!

Pouco a pouco, por etapas, mas eficazmente, através de ações como esta, vamos minimizando o sertanejo universitário, o axé, o pagode e o funk, e vamos maximizando a música Brasileira de verdade.

O terreno para o programa que apresento no início desta thread que eu iniciei já está sendo preparado.
O Brasil dos séculos passados produziu muitas coisas boas, peças de teatro, música, esculturas e etc. Em qualquer parte do Brasil que se pise o pé pode-se ver a alguma coisa européia. De 3 ou 4 décadas para cá surigiram as bandas de rock branco que tem ganhado força entre os jovens e até mesmo os mais velhos. Mesmo sem a mídia de massa temos ganhado espaço entre as vozes dissidentes Aos poucos vamos quebrando os elos da corrente do marxismo cultural e subtituindo por valores verdadeiro.

Parabéns camarada Lutador Branco pelo tópico!

Last edited by Rodrigo; September 12th, 2020 at 04:10 PM.
 
Old September 20th, 2020 #13
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Esta é a russa Olga, em seu canal YouTube Olga Do Brasil:


"Olá pessoal, meu nome é Olga!

Sou uma gringa russa que está morando no Brasil, estudando português e descobrindo todas as coisas loucas e diferentes desse país e desse povo maravilhoso. E quero compartilhar tudo isso com vocês!

Inscreva-se no canal e aproveite os vídeos!"



Last edited by Lutador Branco; September 20th, 2020 at 09:53 PM.
 
Old September 20th, 2020 #14
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Esta é a americana Sarah, em seu canal YouTube.

"Sempre me perguntam: - Você é da Califórnia, por que está morando no Brasil?
Este vídeo é um pouco diferente, eu vou contar um pouco sobre minha vida e explicar por que escolhi o Brasil para morar."


 
Old 3 Weeks Ago #16
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Ritchie

Cantor

Descrição

Richard David Court é um cantor e compositor britânico radicado no Brasil. É autor de diversos sucessos como "Menina Veneno", "A Vida Tem Dessas Coisas", "Pelo Interfone", "Casanova" e "Voo de Coração". Wikipédia

Nascimento: 6 de março de 1952 (idade 68 anos), Beckenham, Reino Unido

Nome completo: Richard David Court

Gênero: Pop

Filhos: Lynn Court, Mary court


 
Old 3 Weeks Ago #17
Rodrigo
INIMIGO PÚBLICO NUMERO UM
 
Rodrigo's Avatar
 
Join Date: Mar 2017
Location: Brazil
Posts: 279
Rodrigo
Default

Eu ouço metal extremo mas eu adoro essa música "Menina Veneno" do Ritchie, cantor que escolheu o Brasil como lar.

Me desculpem falar de lixo mas o rabino ladrão gravatas também decidiu morar no Brasil.

Essa Nienke, garota que holandesa que escolheu o Brasil para viver.

 
Old 3 Weeks Ago #18
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Quote:
Originally Posted by Rodrigo View Post
Eu ouço metal extremo mas eu adoro essa música "Menina Veneno" do Ritchie, cantor que escolheu o Brasil como lar.

Me desculpem falar de lixo mas o rabino ladrão gravatas também decidiu morar no Brasil.

Essa Nienke, garota que holandesa que escolheu o Brasil para viver.

Entrevista com Nienke | The Noite (14/04/17)

Camarada Rodrigo, obrigado por suas contribuições a este tópico!
 
Old 3 Weeks Ago #19
Lutador Branco
ativista político
 
Lutador Branco's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 571
Lutador Branco
Default

Adriana Prieto, um dos ícones do Cinema Nacional Brasileiro, nasceu na Argentina, mas era Brasileira.


Adriana Prieto

Atriz

Descrição

Adriana Inês Prieto Amarante, mais conhecida como Adriana Prieto foi uma atriz brasileira nascida na Argentina. Foi comparada e apelidada, por uma revista, de "Greta Garbo Brasileira". Wikipédia

Nascimento: 1950, Buenos Aires, Argentina

Falecimento: 24 de dezembro de 1974, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Morte: 24 de dezembro de 1974 (24 anos); Rio de Janeiro, RJ


 
Old 3 Weeks Ago #20
JRRJ
Junior Member
 
Join Date: Aug 2019
Posts: 33
JRRJ
Default

Sensacional o video do Barroco Mineiro, Rodrigo!
 
Reply

Share


Thread
Display Modes


All times are GMT -5. The time now is 12:04 AM.
Page generated in 0.10762 seconds.